Troféu Mundo Virtual 2019 | Bloco 02 - WebTV - Compartilhar leitura está em nosso DNA

O que Procura?

HOT 3!

Troféu Mundo Virtual 2019 | Bloco 02

Troféu Mundo Virtual 2019 | Bloco 01
Compartilhe:
Troque a Fonte Aqui

 
 

 

     
 










 
     
MICHEL TELÓ - O MAR PAROU
     
 

#FiqueEmCasa 

 
 
 
 
     
 

MARCOS VINÍCIUS: E voltamos com nossa premiação após esta apresentação pra lá de especial do Michel Teló. Esta música é linda demaisss! Que achou da performance do Teló, minha amiga Zih? Colocou o povo pra balançar. E eu acho o maior barato esta família dele: Taís Fersoza e estas duas crianças lindas na plateia acompanhando o evento.

CRISTINA RAVELA:
Sobre a performance do Teló, fico que nem Glória Pires: não posso opinar kkkkkkkk. Bem, os programas têm ganhado cada vez mais destaque nos últimos anos. Seja de entrevistas ou jogos, incluindo até astrologia! Sim, Astrolozilda, apresentado por Zilda Mello e dirigido por Kax Silva foi o programa mais diferentão de 2019. Em seguida, tivemos o Game Over, da Megapro e o clássico Misturama, da WebTV. Será que o povo apostou no diferente, nos jogos, ou no clássico?

 
     
MELHOR ENTRETENIMENTO
     
 


 

CRISTINA RAVELA: O programa mais diferente do MV conquistou o público: ASTROLOZILDA! Parabéns aos envolvidos!

 
     
 
     
 


 

MELQUI RODRIGUES: Sabemos que o MV não move apenas de novelas ou séries, mas também temos o núcleo do entretenimento. E nesta categoria vamos conhecer os três candidatos a melhor quadro de 2018.

Debate (Misturama - WebTV)
Filmaê (Miau - MegaPro)
Rápidas e Rasteiras (Blog da Zih)

 
     
Entretenimento: MELHOR QUADRO
     
 


MELQUI RODRIGUES:
E o “Rápidas e Rasteiras” do Blog da Zih é  o grande vencedor, um quadro divertidíssimo que procura sempre trazer uma síntese do que tá ocorrendo na semana em todo o MV. Com certeza muito merecido.

 
     
 
     
 


MARCELO DELPKIN: Os programas de entretenimento vêm acompanhados de banners cada vez mais chamativos e coloridos, com fundos e fontes escolhidas a dedo pelas equipes artísticas das emissoras. Três foram selecionados para a noite de hoje. São eles: Astrolozilda, Misturama e Raça.

 
     
Entretenimento: MELHOR BANNER
     
 


 

MARCELO DELPKIN: As três artes gráficas são muito bonitas e sofisticadas, mas só uma levará o Troféu Mundo Virtual neste ano. O banner eleito foi o do Misturama!

 
     
 
     
 


 

MARCOS VINICIUS: Um bom apresentador no mundo do entretenimento tem que ter carisma, tem que cativar o público, ser divertido, mas saber a hora certa de brincar. Nossos apresentadores concorrentes à melhor apresentador possuem todas estas características. São eles:

Carlos Lira (Papo com o Autor - WebTV)
Gabo Olsen (Misturama - WebTV)
Zilda Mello (Astrolozilda)

 
     
Entretenimento: MELHOR APRESENTADOR
     
 


MARCOS VINICIUS:
E o grande vencedor é... Gabo Olsen (Misturama - WebTV). 

 
     
 
     
 


 

MELQUI RODRIGUES: O jornalismo também é muito importante para o MV, sem ele, não ficamos sabendo das atrações, fofocas e novidades. Então vamos conhecer os candidatos a Melhor Jornalismo de 2018.

Blog da Zih
Boletim Virtual (WebTV)
Hello! (MegaPro)

 
 

 

 
MELHOR JORNALISMO
     
 


 


MELQUI RODRIGUES: E o TMV 2019 vai para... Blog da Zih! Com certeza, o Blog da Zih que atua há mais de uma década aí sempre procurando nos trazer as notícias mais quentes da telinha com o jeito irreverente de Cristina Ravela e boas doses de humor. Um troféu mais que merecido.

 
     
 
     
 


MARCELO DELPKIN:
A próxima convidada é puro luxo e vem direto da Austrália pra animar a nossa noite. Sia canta Alive!

 
     
SIA - ALIVE
     
 

 

 
     
 
     
 

#FiqueEmCasa 

MELQUI RODRIGUES: E agora vamos conhecer o melhor banner de jornalismo de 2018, tivemos candidatos muito fortes, vamos descobrir quem é?

Boletim Virtual
Hello!
Jornal Online

 
     
Jornalismo: MELHOR BANNER
     
 


MELQUI RODRIGUES:
E o grande vencedor é o Boletim Virtual. Mais que merecido, esse banner realmente chama muito a atenção.

 
     
 
     
 


MARCELO DELPKIN: Apresentar um jornal exige capacidade de síntese, imparcialidade, ética, compromisso, clareza e tantas outras qualidade. Aqui no Mundo Virtual, muitos exerceram essa faceta com extrema qualidade, mas só três puderam ser escolhidos por se destacarem durante todo o 2018. Os indicados são: Cristina Ravela, pelo Blog da Zih; Gabo Olsen, pelo Boletim Virtual e pelo Jornal Online, ambos da WebTV; e Vitor Abou, pelo Hello!, da Megapro.

 
     
Jornalismo: MELHOR JORNALISTA
     
 


 

MARCELO DELPKIN: O Troféu Mundo Virtual desta categoria vai para Gabo Olsen. Parabéns!

 
     
 
     
 


GABO:
A crítica construtiva tem como objetivo analisar e mostrar um olhar de outro ângulo da história. Vamos conferir as três críticas mais votadas em ordem alfabética:

GAME OVER | Reality apresentou desafios e diversão, mas pecou no tamanho - por Cristina Ravela (Blog da Zih)

Tamanho é documento pra você? Novo programa da Megapro traz entrevista, desafios e quiz em 20 páginas.


 


Anunciado com um programa exclusivo, o Game Over estreou no último sábado sob a apresentação de Vinícius Guimarães e direção de Vítor Abou, pela Megapro.

Antes de continuarmos, quero deixar claro que a resenha a seguir contém UM ELOGIO descarado. Peço que, se tem alguém aí avesso a elogios, não desça a rolagem.


 


Eu avisei, hen!
Bem, fugindo dos recentes programas de gosto duvidoso, parece que a direção resolveu mudar os ares da emissora e trazer entretenimento de verdade. Game Over é um reality show onde 3 pessoas precisam dar o melhor de si, na escrita e no quiz.

Rennan Lopes foi o convidado de estreia e participou de uma entrevista que, pela primeira vez, dentro da emissora, foi a melhor entrevista que li. Foi divertido, na medida e com revelações picantes em um horário permitido, fiquem tranquilos, crianços. Quer saber todas as minhas considerações sobre o Game Over? Continue a leitura!

Continue lendo no link:

https://blogdazih.blogspot.com/2018/03/game-over-reality-apresentou-desafios-e.html

Em cenário apocalíptico, o ‘Juízo Final’ veio para todos - por João Carvalho (Megapro)

Trama de Weslley Vitoritti chega ao fim como uma das novelas com público mais fiel do MEGAPRO

— Postado pela Redação
Sábado, 13 de Abr/2019

Na última quarta-feira (10) foi ao ar o tão aguardado capítulo final de uma das novelas mais emblemáticas do MV nos últimos dois anos, a aclamada ‘Juízo final’. Deixo de lado, quase completamente, o meu lado autor e diretor e me ponho na qualidade de um mero leitor que busca encontrar respostas às atitudes de tantos personagens dúbios e cativantes, que buscaram de maneira desordenada sobreviver a um apocalipse quase zumbi, que prometia levar consigo o maior número possível de almas.

Weslley Vitoritti é um autor de muitas faces, e elas são descobertas ao passar do tempo. Não que ele as crie. Elas nascem naturalmente junto da concepção artística de suas obras. Conversando com ele, aqui na categoria de amigo pessoal, percebi várias vezes a certeza dos caminhos que ele traçava aos seus personagens. É claro que as coisas mudam no decorrer da história. Ele me confidencializou, por exemplo, que Betina (Marjorie Estiano) ou Marcos (Caco Ciocler) seriam assassinados no fatídico capítulo que tirou a vida da dúbia e rainha dos haters Luísa (Carla Salle). Como acompanhamos, a coisa mudou de figura e a songamonga, digo, bela Luísa acabou partido dessa para uma melhor. Mas como teria Weslley, esse brilhante autor paraense, recontado um clássico de maneira tão moderna e atual e conquistado o público? 

A trama principal já é interessante, pois nos remete a clássicos como ‘A Favorita’ e ‘Selva de Pedra’. De um lado, Marcos (Caco Ciocler) tem completa noção de que errou no passado, mas se sente injustiçado por ter cumprido pena sozinho por um crime cuja mentora está livre, leve e solta, cometendo outros crimes de diversas maneiras possíveis. E esta mentora é Betina (Marjorie Estiano), uma mulher sedutora, e que mais duvida da inteligência das pessoas do que bola planos estratégicos para dar golpes. De fato, Betina é inteligente, mas preferiu segura-la para momentos estratégicos. Ou seja, Marcos, no auge de sua burrice, caiu feito um patinho, cometeu um assassinato e ficou anos na cadeia pagando por um crime que ele mesmo cometeu. Esses dois pólos não são bons, nem ruins. Então é mais difícil conseguir prever quem chega até a final. Eu chamaria a novela de reality show. Um show de realidade. Vilões, mocinhos, lutas, surtos, tiro, porrada, bomba, discussões, traições, cujo único objetivo é chegar vivo até a final e levar o prêmio maior. Mas, afinal... Qual será esse prêmio?

Continue lendo no link:
https://www.megapro.com.br/producoes/juizofinal/noticias/13042019emcenarioapocalipticoojuizofinalveioparatodos
 

Programa do Zoh | O que você pode aprender com esse entretenimento? - por Cristina Ravela (Blog da Zih)

Pedro Gaze foi afastado de programa, mas isso não exime ninguém de todo o trabalho duvidoso

Quem acompanha o MV, suas peripécias, tramas e programas sabe bem o que escolher para ler e apreciar, principalmente quem está aqui há bastante tempo (não, 2 anos não é bastante tempo, crianço). Mas será que as exigências mudaram ou o entretenimento decaiu mesmo?

No último dia 14, estreou a 2ª edição do Programa do Zoh, uma espécie de paródia a minha pessoa. A 1ª edição foi ao ar há alguns anos e gerou confusão, saindo do ar imediatamente. Pensei que o retorno pela MegaPro seria melhor, com humor inteligente, porém, não se pode esperar algo bom de uma divulgação assim:

 


Eu li e o que vi, não pude desver. Será que algo se salvou? É possível aprender algo com esse entretenimento?

Programa do Zoh tem quadros que se salvam, mas peca por besteiras

Assim como o Menina Curiosa, programa comandado por Pedro Gaze e pela sua suposta fake (Nina Curi) e que chegou a chamar uma emissora de lixo, o Programa do Zoh dedicou várias páginas para destratar figuras e tramas do MV em bate-papos e em mini roteiros como se fossem muito divertidos. Daqui a pouco explico melhor sobre essa questão.

Continue lendo no link:
https://blogdazih.blogspot.com/2018/01/programa-do-zoh-o-que-voce-pode.html


GABO: Game Over, Juízo Final e Programa do Zoh. Dois entretenimentos e uma obra. Qual foi a melhor crítica de 2018?
 
     
Jornalismo: MELHOR CRÍTICA  
     
 


GABO: O Troféu Mundo Virtual de melhor crítica para para o Blog Da Zih com o Programa do Zoh.

 
     
 
     
 


CRISTINA RAVELA: A Revelação do Ano é aquele que, tendo produzido algo no MV pela primeira vez, conseguiu chamar atenção, seja pela produção em si, pela divulgação, mesmo que nos bastidores. Nesse quesito, tivemos Hugo Martins, com a série Incognoscível na CyberTV e com a apresentação do Avant Premiére, na WebTV; Kax Silva, a frente da direção do Astrolozilda, participando da bancada no Jornal Online e apresentando o Web Show, ambos da WebTV; e Melqui Rodrigues, com a famosa Vale Dicere, e apresentando o Avant Premiére, ambos da WebTV também. Quem leva?

 
     
REVELAÇÃO DO ANO  
     
 


 

CRISTINA RAVELA: Ele, que tanto no voto técnico quanto no popular, é a Revelação do Ano: KAX SILVA! Parabéns!

 
     
 
     
 


MELQUI RODRIGUES:
Bom, e para encerrar o nosso segundo bloco, vamos com mais uma atração musical dessa banda que todo mundo gosta, né, gente? Chega mais Melim! Com a música "Peça Felicidade". Voltamos em uma hora.

 
     
MELIM - PEÇA FELICIDADE
     

#FiqueEmCasa
 

     
 
     
 








 
.aaa.
.aaa.
 
Compartilhe:

Episódios do Troféu Mundo Virtual

Livre

No Ar

Troféu Mundo Virtual

Comentários:

0 comentários: