Perfume - Capítulo 61 - WebTV - Compartilhar leitura está em nosso DNA

O que Procura?

HOT 3!

Perfume - Capítulo 61

Novela de Luiz Gustavo
Compartilhe:
Troque a Fonte Aqui


 

     
     
     

CAPÍTULO 61 - SEPULTURA
 
     
   
 

Os dois homens estavam comendo do lado de fora do hospital em uma pequena lanchonete, com vista parcial do centro de Porto Seguro. O café está forte e sem açúcar para Levi e expresso para Tony, acompanhado por panquecas de banana com mel. 

- Não podemos nem ir atrás dessa história, que uma pessoa é assassinada brutalmente, não acha isso no mínimo curioso? Como se a cada passo, estivéssemos sendo observado, este não é o nosso jogo, Levi. Estamos mexendo com pessoas fortes. 

Levi corta um pedaço da panqueca e permanece a observar o amigo. 

- Sabe o que fiquei sabendo ontem à noite? – Tony indaga. 
- O quê? 
- Que o nosso querido sócio está morando em Arraial. 
- O Fagner Lima. Este embuste não havia viajado? 
- Isso que é estranho. 
- Eu me esqueci de muitos momentos da minha vida, mas toda vez que tocamos no nome deste cara me bate um arrependimento de ter seguido nesta empreitada. 
- Alguma das suas irmãs também deve estar penitente. 
- Como assim? 
- Junte todas as peças do tabuleiro Levi, não quero dar uma tacada errada, mas ligo os pontos, por qual motivo Fagner Lima estaria aqui neste momento? Existem diversas cidades no Brasil, centenas de países no mundo. De Nova York a Paris. Não acha que tem um motivo superior? 

Levi afirma com a cabeça.  

- Também não podemos afirmar quem morreu na basílica. Pode ter sido a Pamela... 
- Ou a Claudia. – Exclama Levi. 
- O Fagner é um perseguidor, é a cara dele essas brincadeiras sádicas. Jogar uma pessoa em um buraco de três metros de profundidade? 
- Ele é um psicopata. 
- Capaz de destruir a vida de uma pessoa por qualquer futilidade. 
- O dinheiro corrompe as pessoas. 

O olhar de Tony está fixado no do amigo. 

- O Fagner nasceu corrompido, certamente a família nunca percebeu. 
- Ele teve uma família? 
- Claro, o pai dele é milionário, mas o Fagner é apenas um bastardo. 
- Um filho fora do casamento? 
- Sim. A mãe dele era secretária da empresa e a história é como dessas clássicas, o velho golpe da barriga, digna de números bem generosos na conta bancária dessa mulher e colégios caros para o pequeno demônio. 

Levi esboça um pequeno sorriso antes de se levantar e pagar a conta, a esta altura Claudia deve ter retornado para Arraial D’ Ajuda, acompanhada da matriarca e de Tomaz Brayton. Ele não suporta respirar os vestígios de mentira. Tony é o único em que pode confiar neste momento e principalmente com esses diálogos, trata-se do seu sócio e melhor amigo, havia dado diversas provas de que sua amizade é sincera. 

- Não posso cometer nenhuma loucura. – O empresário disse para si mesmo, quando estava embaixo da banheira para relaxar o corpo, o pequeno David havia acabado de pegar em um sono profundo e Barbara Novak, permanece acomodada na frente do computador, tentando escrever o primeiro capítulo da sua nova história. 

Quando todos da casa haviam se deitado, Levi resolveu se elevar, não iria conseguir dormir, estava com uma ideia na cabeça e precisa colocá-la em pratica. Ele desce as longas escadarias e avança para a garagem e coloca uma pá dentro do porta-malas da picape, posteriormente liga o motor do veículo que segue lentamente em torno da cidade, que agora parece uma maquete sem ninguém na rua, se distancia cada vez mais do centro, seguindo para uma ala rústica do distrito, estacionando em frente a um grande portão de ferro, escrito Jardim da Paz. Ele salta do veículo, está usando uma blusa de manga cumprida devido ao frio da madrugada, nunca teve medo dos mortos, mas os respeitavam, naquele momento precisa encarar qualquer fraqueza. 

O túmulo de Pamela Monteiro é um dos primeiros do cemitério, cercado de flores brancas, certamente Amália visitava frequentemente aquele local, onde está enterrada a princesinha da família. É a hora de começar o trabalho, a sepultura é aberta e o homem começa a retirar toda aquela areia com a pá, depois de extremo esforço a ferramenta formada de ferro entra em contato com a madeira do féretro. 

Ele escuta o ruído de um graveto sendo quebrado, observa ao redor do ambiente que forma uma neblina, uma silhueta surge em meio àquela escuridão, trata-se de uma mulher usando calça jeans, camisa de moletom vermelha, com os cabelos caídos sobre os ombros. Pela primeira vez Levi conseguiu enxergar a verdade, pela primeira vez ele conseguiu enxergar Pamela. 

- No fundo, você sempre soube de tudo, mas nunca quis encarar.
- Durante este tempo todo, fomos enganado? – Ele questiona, com as vistas pranteadas. 
- Por causa do Miguel Xavier, aquele desgraçado fez da minha vida um verdadeiro inferno, em seguida, conheci a nossa irmã, a Claudia, que aceitou fazer a troca de identidade, mas se apaixonou pelo Jonathan. 
- Uma vida pode compensar a outra? 

Um barulho irritante surge na cabeça do empresário e faz com que o mesmo se ajoelhe na areia, as mãos permanecem sujas de terra e ele luta contra a náusea das memórias que transparecem aos poucos. Levi estava se lembrando de cada detalhe do passado, as brigas na adolescência com a matriarca, a morte do patriarca, o começo do empreendimento, a amizade com Tony Federline, os momentos felizes ao lado de Barbara Novak cercada de promessas, o retorno a cidade natal, as investigações, chegando à explosão e aquela ilha misteriosa, quando se recuperou daquelas dores, havia notado o monstro que está adiante, a sua irmã mais nova, a caçula. Ela destruiu a sua vida. 

- Você ao menos se arrepende? 
- Sim, jamais teria coragem de te matar. 
- Por isso me levou para aquela ilha particular? 
- Estaria tudo certo se o Fagner não descobrisse e os capangas dele, jogassem o seu corpo no oceano. – Ela retira o aparelho celular do bolso e entrega para o irmão. – Ligue para a polícia, por favor.
- Não, você pode fugir. 
- Ele irá me encontrar em qualquer lugar. 

Alguns passos podem ser ouvidos, assustando os dois indivíduos próximos a cova, Levi  tira a arma da cintura e aponta para uma pessoa usando roupa completamente preta, uma luva nitrílica e sapatos de camurça, trata-se do perseguidor de Pamela. Levi não pensa duas vezes e atira, a bala acerta em cheio na barriga.
 

 
     

 

     

Inspirada na música Perfume de Britney Spears

autor:
Luiz Gustavo


personagens:
Levi Monteiro
Pamela Monteiro

Barbara Novak
Tomaz Brayton

Tony Federline
Amália Monteiro

Jonathan Sampaio
Miguel Xavier
Alice Jones

Olga Novak
Neide Alencar
Marcos Ribeiro

Evelyn
Hugo Rafael
Fagner Lima

Valentim

participações especiais:
Jake Fremont
Tyler
Claúdia Alencar

as crianças:
David Novak
Kevin Jones
Douglas

trilha sonora:
Summertime Sadness - Lana Del Rey (abertura)

colaboração:
Thiago Machado
Márcio Gabriel

agradecimentos:
Juliana Cordeiro
Victor Marçal
William Araújo
Rodrigo Ferreira

produção
Bruno Olsen
Cristin Ravela

Esta é uma obra de ficção virtual sem fins lucrativos. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.


REALIZAÇÃO


Copyright © 2019 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução

.aaa.
.aaa.
Compartilhe:

14 anos

Capítulos de Perfume

No Ar

Novela

Perfume

Romance

Comentários:

0 comentários: