Boletim Virtual - Edição 78


https://4.bp.blogspot.com/-zIZgDvTS9xI/Wta7vznNVKI/AAAAAAAACWU/JQr1nt8bxesg3-AigpY1JNSkwcOF-BDnwCLcBGAs/s1600/Boletim%2BVirtual%2B2018.jpg

NA EDIÇÃO DE HOJE DO BOLETIM VIRTUAL:

     
 

- Em ritmo de festa! Hoje o Boletim Virtual completa 6 anos de história. A galera mandou recado. Você não poder perder!
-
O resultado foi satisfatório e logo em seguida as chamadas de estreia do Boletim Virtual entraram em cena, diz Gabo Olsen no Diário do Autor
- Terra da Garoa: Vidas que se cruzam, encontros marcantes e segredos que nunca devem ser revelados, no Replay com Failon Teixeira
- Por que perfil fake foi um grande sucesso?, por Kax Silva no Visão Crítica
- As últimas notícias do MV no Giro Virtual, com Failon Teixeira.

 
     

 

     
     
     

BOLETIM VIRTUAL - EDIÇÃO 78
(DOMINGO, 09 DE SETEMBRO DE 2018)

 
 

VIVA! O BOLETIM VIRTUAL COMPLETA 6 ANOS DE HISTÓRIA NO MUNDO VIRTUAL. CONFIRA O RECADO DA GALERA QUE ACOMPANHA A TRAJETÓRIA DO NOSSO QUERIDO "BV"

     
 

CRISTINA RAVELA: O Boletim Virtual é um dos meus programas favoritos, até porque comando o Giro Virtual, né? Maravilhoso kkkkkkkkkk Além de credibilidade e boa escrita, eu tenho carisma pra comandar a poha toda...Ah, o Gabo também, claro! Carismático, sensato, que leva o BV há 6 anos com a mesma seriedade de 10 mil anos atrás, quando o conheci fugindo do caos que se abateu sobre os dinossauros. Gratificante termos caminhado praticamente juntos nessa jornada, e espero eu, ser uma jornada para mais 6 anos. Deus me defenderay, mas com força, foco e fé a gente consegue. Amém!

KAX SILVA: Eu gosto do Boletim Virtual porque ele mescla jornalismo com entretenimento, ou seja, você se informa e se diverte. A dinâmica do programa é bem legal. Um dos quadros que eu gosto bastante é o Diário do Autor, já tive a honra de ser entrevistado uma vez. Outro quadro que é super divertido e que transmite muito bem a síntese do programa é o Giro Virtual. Parabéns Boletim pelos seus 6 anos. Que venham mais e mais anos, pra você continuar nos informando com a melhor qualidade possível que os seus realizadores fazem com tanto carinho. Um grande abraço a toda equipe.

JOÃO CARVALHO: O Boletim Virtual é um programa consolidado em nosso MV e que eu sempre gostei e respeitei. Talvez essa consolidação tenha sido difícil no início pro Gabo, até porque manter um programa durante todo esse tempo deve cansar bastante. Já participei de algumas edições e posso garantir a competência do programa. Lembro-me da época do TVN em que nós enviávamos as pautas pro programa. Era mais o Vitor que ficava responsável por isso, mas o BV com certeza também fez parte da história do TVN e do MV em geral. Bom, esse aniversário, creio eu, representa mais um recomeço da atração. Quadros novos, integrantes novos, e isso é muito importante. Portanto, parabéns a equipe do programa, ao Gabo, a WebTV em geral, por essa atração incrível, por todo esse tempo de dedicação e que venham muitos e muitos aniversários.

FAILON TEIXEIRA: Boa Noite, meus friends!! Vamos de homenagem...... Vamo começar! Já são 6 anos de boletim? Nossa! Como o tempo é tão passageiro.... Bom, eu só tenho a parabenizar a todos da equipe. Tanto tempo com um programa não é brincadeira. Ainda bem que o Gabo tá conseguindo segurar. Pode ser que daqui até 2070, o Boletim ainda esteja sendo exibido, e que todos estejamos bem velhinhos, mas o importante é ter saúde. rsrsrs. Eu gosto do quadro que eu estou apresentado " Replay" e tenho paixão em apresentar. Um pouco convencido, talvez?! Kkk. E que ele sempre continue levando notícias, entretenimento, entrevistas e colunas......É isso aí, Gabo! Vai dar meu salário não? Fui III! Beijo, beijo..........

DÉBORA COSTA: Eu acho o Boletim Virtual muito importante para o MV, o que mais gosto é do Diário do Autor, eu já participei inclusive, conhecer os autores é muito bom. Parabéns aos 6 anos desse programa incrível e relevante ao mv.

JOÃO PAULO RITTER: Boletim Virtual... Como explicar o Boletim Virtual? eu soube que ele faz comerciais de carros... No Japão. Não, não. Brincadeira. Eu acho um programa muito legal de ler, também muito bem planejado. Confesso que tenho um pouco de dificuldade para ler esses programas de entretenimento do MV, mas estou me acostumando ao formato. Eu costumo ser uma pessoa muito curiosa, então eu gosto do Boletim Virtual para saber a trajetória dos autores, suas histórias e particularidades. E também ler boas críticas kkkkkk

Seis anos, né? Parabéns ao Boletim Virtual e aos envolvidos também.

JAIME LUCAS: Eu adoro o Boletim Virtual, acho que é um conjunto completo e bem estruturado. Tem aquele tom único do Gabo no Diário do Autor, que eu gosto bastante, por conhecermos os autores um pouco mais. Além disso, gosto muito do Giro Virtual, que nos deixa bem informado com a particular maneira de Cristina ao dar uma notícia.

VITOR ABOU: O Boletim Virtual é um programa de grande importância para o Mundo Virtual, pois atualiza todos nós a respeito dos acontecimentos, além de sempre estar inovando, com quadros e novos membros, buscando se atualizar e interagir com leitores e autores. O quadro “Diário do autor”, que eu adoro, sempre traz os autores do momento em um delicioso papo com nosso querido Gabo.

O programa conquistou e conquista muitos leitores até hoje. Meus parabéns a toda a equipe pelo ótimo desempenho. Que a equipe continue inovando e se renovando com o tempo, pois as últimas mudanças foram ótimas. Parabéns e que venham mais muitos anos.

ÉDY DUTRA: Eu sempre comentei com o Gabo que eu amo o Boletim Virtual. É um programa jornalístico completo, a gente se sente em casa. Para mim, sempre foi, é e será um prazer enorme participar das ações do BV e fazer valer sua marca, sua audiência. Que ele tenha ainda mais sucesso nesses muitos e muitos anos de atividades que eu desejo. Obrigado por acompanhar minha carreira e me fazer feliz aqui no mundo virtual.

ANDREA BERTOLDO: O Boletim Virtual, em minha modesta opinião, é um programa de cunho jornalístico excelente, com quadros variados e interessantes com uma abordagem inteligente e bem-humorada da literatura no mundo virtual. Destaque para o Diário do Autor, sempre mostrando um pouco mais para os leitores da vida e obra de seus escritores favoritos e ajudando os novos autores a mostrarem suas obras.

 

 

 

O RESULTADO FOI SATISFATÓRIO E LOGO EM SEGUIDA AS CHAMADAS DE ESTREIA DO BOLETIM VIRTUAL ENTRARAM EM CENA, diz GABO OLSEN

     
 

KAX: Muito boa noite galera do MV! Esse dia é mais que especial. O nosso Boletim Virtual acabou de completar 6 anos de vida. Uma história repleta de reportagens, entrevistas e também entretenimento levado ao telespectador com a maior paixão, credibilidade e competência. E não teria como falar dessa linda trajetória sem o seu, o nosso, querido apresentador: Gabo Olsen!


Primeira identidade visual do Boletim Virtual - Setembro de 2012


GABO:
Olá, Kax. É com grande satisfação que o Boletim Virtual completa hoje 6 anos de informação e prestação de serviço no MV. Fico feliz que o projeto tenha dado certo...

KAX: Setembro de 2012 foi ao ar a primeiríssima edição dele, que é considerado um dos programas mais longevos de todo o MV. Mas a pré-produção já estava a todo vapor desde julho. Gabo, Boletim hoje é referência quando se trata de jornalismo virtual, esperava mesmo tudo isso?

GABO: Kax, eu não esperava que o Boletim fosse se tornar um produto tão amplo e respeitado pelo público. Eu fico extremamente feliz que a aposta de 2012 segue no ar até hoje surpreendendo nos números de acesso. Quando a edição vai pro ar os números sobem gradativamente, é impressionante. Pra se ter uma ideia, esses acessos acontecem logo nos primeiros momentos após a publicação. A galera gosta de informação.

KAX: Realmente, seria muito bom se todas as emissoras investissem neste seguimento. Afinal, também ajuda na divulgação e disseminação de uma obra dramatúrgica ou de entretenimento. O que você atribui essa longevidade, visto que tantos outros programas da concorrência sofrem com um término prematuro, se é que assim posso dizer.

GABO: No cenário do MV, nós encontramos projetos voltados ao jornalismo com vida curta, que não tem um processo de continuidade, o que acaba prejudicando na consolidação do jornalismo no histórico das emissoras.

Quando eu decidi criar o Boletim Virtual eu já tinha em mente o ciclo de vida a longo prazo. Pensando nessa ideologia o posicionamento impactou positivamente porque a informação desperta o interesse do público-alvo. A informação é uma prestação de serviço assertiva quando ela possui credibilidade.

Infelizmente hoje no MV nós não temos outro produto consolidado como o BV, eu espero que novos investimentos no jornalismo aconteçam e que as emissoras abracem a causa porque o retorno é garantido.

KAX: E nessa edição vamos fazer uma viagem no tempo e desvendar algumas curiosidades do Boletim Virtual. Pra começar, te pergunto, Gabo, montar equipe para um programa não é nada fácil. No começo, o trabalho árduo foi sozinho ou você também dá créditos a alguém?

GABO: Realmente montar equipe é um desafio e desafios são importantes. No início algumas pessoas aceitaram o convite de integrar a equipe, mas não desenvolveram projetos e consequentemente atrasou os trabalhos internos, sendo necessário reformular a equipe. Após os reajustes o Boletim Virtual foi ao ar e o formato dos quadros com a identidade dos integrantes impulsionaram o sucesso de cada quadro. Tanto é que o trabalho em equipe gera resultados satisfatórios. A equipe é primordial para alcançar o sucesso. Sem o apoio da equipe o BV não conseguiria sobreviver.

KAX: Trabalho em equipe sempre tem suas vantagens, mas o lado negativo é a dependência de tais designações para cada um do conjunto, afinal, se alguém não cumpre o combinado pode comprometer uma edição inteira. Como disse anteriormente, a pré-produção começou em julho e a estreia foi no dia 9 de setembro de 2012, mas por que as chamadas da atração só foram vinculadas dois dias antes da estreia? Isso não é muito comum de acontecer.

GABO: Até o final de agosto o piloto estava finalizado, faltando somente o quadro de entrevistas. No início de setembro eu recebi a identidade visual da primeira fase e no feriadão do dia 7 de setembro eu encontrei o Hans Kaupfman, um veterano do mundo virtual e o convidei para gravação de uma entrevista piloto, já que o integrante que apresentaria o quadro de entrevistas não pode seguir no programa. No período da tarde o resultado foi satisfatório e logo em seguida as chamadas de estreia do Boletim Virtual entraram em cena anunciando o lançamento no dia 9 de setembro.

KAX: Entendi, você não queria estrear sem um dos pilares do Boletim que é a entrevista. Dentre os que já passaram por aqui, quem mais te ajudou?

GABO: Cada participante ficou o tempo que ele pode se dedicar. Nesse caso seria injusto eu citar só um nome, sendo que no contexto geral cada membro da equipe procurou mostrar o seu melhor. Sou grato a todos que já integraram o time do BV internamente e externamente.

KAX: Gabo, de lá pra cá, qual foi a maior mudança no Boletim?

GABO: O BV amadureceu. Quando ele foi criado a ideia era focar em todo o MV. Nós já tivemos um quadro com notícias das séries televisivas que durou pouco tempo devido o desligamento do apresentador do MV. Com essa alteração, o quadro não retornou e o posicionamento do BV foi focar 100% no MV, o que deu certo. Outros quadros surgiram, assim como outros não ganharam novas temporadas devido a saída dos apresentadores titulares.

KAX: Legal! E sobre a concepção do programa. É muito difícil criarmos algo do zero. Quais foram suas inspirações? Você teve como referências telejornais que assistimos na TV no nosso dia a dia, jornal impresso ou jornal online?

GABO: Em 2007 o Fábio Apolinário apresentou a proposta do “Por Dentro de Tudo”, uma revista eletrônica com notícias televisivas e do MV. Eu curti a ideia e o projeto ganhou espaço na emissora. Após o desligamento do Fábio no MV, o programa foi cancelado e surgiu o “Por Dentro da Rede”, focando somente em notícias sobre a Rede Informação/WebTV. O formato apresentava notícias, entrevistas e foi criado o quadro “Rapidinhas da Rede”, com notas curtas sobre a emissora.

Em 2012, surgiu a necessidade de expandir a informação incluindo todo o MV, e não somente a WebTV, como acontecia no “Por Dentro da Rede”. Foi aí que surgiu o Boletim Virtual. O Giro Virtual é um revival do “Rapidinhas da Rede”, que é inspirado nas famosas colunas televisas. Já o desenvolvimento do jornalismo além de usar o programa anterior como inspiração, eu usei o Jornal Virtual, da Rede Virtual como referência.

KAX: Então o Boletim é quase um relançamento do "Por Dentro da Rede".

GABO: Exato. Inspirado no "Por Dentro da Rede" abrangendo todo o MV.

KAX: E nesse tempo de exibição, já teve concorrentes que já criaram formatos semelhantes ao Boletim Virtual para concorrer diretamente com ele?

GABO: Concorrência é sempre importante pra ajudar no movimento do comércio. Aqui no MV a tendência não é diferente. Acho válido sempre ter concorrência na dramaturgia, entre emissoras e no jornalismo não poderia ser diferente, quem ganha é o público.

Quando eu vi um projeto semelhante usando o BV como referência eu achei uma ação de reconhecimento, certificando que o caminho que o projeto estava percorrendo além de agradar, serviu como inspiração, ou seja, é como ocorreu no passado com a emissora, quando usamos o Jornal Virtual e Por Dentro de Tudo como referência e hoje por esses produtos não estarem mais atuando, o BV seguiu a tradição e hoje tornou-se referência. É gratificante.

KAX: Verdade. E nesse tempo, houve alguma vez que você precisou se ausentar?

GABO: Sim, quando eu voltei a dramaturgia eu me afastei do jornalismo e entretenimento para me dedicar a escrita. Hoje com a novela Estações da Vida, escrita em parceria com Diogo de Castro, em andamento eu consigo conciliar os trabalhos sem prejudicar ambos.

KAX: E sobre as críticas ao programa, teve alguém que criticou o programa por não gostar do conteúdo apresentado?

GABO: O programa não teve uma polêmica parecida com o Por Dentro da Rede, que um autor chegou a cancelar a obra diante da crítica, mas teve alguns momentos que o polêmico Gossip Boy pegou pesado em alguns termos nas críticas.

KAX: E o nome do programa, como surgiu? Me lembro que te perguntei isso no aniversário do Misturama e agora repito ela aqui.

GABO: kkkkkk. A revista eletrônica quase recebeu o nome Giro Virtual, mas depois de pensar bastante, o nome de um blog criado por Diogo de Castro foi resgatado e incorporado, surgindo o Boletim Virtual.

KAX: O interessante é que ele é exibido quase de maneira fixa, sem intervalos significativos entre uma temporada e outra.

GABO: Exato. Geralmente ele sai de cena entre janeiro e março e volta para uma temporada a longo prazo durante o ano.

KAX: E como é a sua rotina de gravação do Boletim Virtual. Dá fácil pra conciliar tando a dramaturgia quando entretenimento, além é claro de gerir toda a rede?

GABO:
Sim. O Boletim e Misturama possuem atualização mensal, então a gravação não compromete o desenvolvimento da trama. O fato de ser em parceria também facilita, justamente no momento de ficarmos atentos para evitarmos erros.

KAX:
Teve um momento que mais te marcou no comando do programa?

GABO: Quando a WebTV completou 10 anos de história eu tive a oportunidade de entrevistar o Henrique Zambelli, um autor de novelas (Pérola Negra, Esmeralda, Canavial de Paixões). A entrevista do Diário do Autor foi exibida dentro do especial que a emissora preparou na época. Foi um momento extraordinário. No MV os autores tem um sonho. O sonho de colocar em prática suas produções através do vídeo. Antes desse sonho se tornar realidade, a galera sonha com um reconhecimento e a oportunidade de entrevistar um autor que vive essa experiência no vídeo, como é o caso do Henrique Zambelli, consequentemente ele conheceu o MV, ou seja, ele teve acesso a nossa realidade e diante desse acontecimento a ideia é novos autores conhecidos pelo público conheçam nossos trabalhos e que um dia venha o reconhecimento, sendo um passo para alcançarmos nossos objetivos.

KAX: E como é a sua rotina de gravação do Boletim Virtual. Dá fácil pra conciliar tando a dramaturgia quando entretenimento, além é claro de gerir toda a rede?

GABO: Sim. O Boletim e Misturama possuem atualização mensal, então a gravação não compromete o desenvolvimento da trama. O fato de ser em parceria também facilita, justamente no momento de ficarmos atentos para evitarmos erros.

KAX: Verdade, é um sonho de todos nós. Mas aproveitando a deixa que você falou da WebTV, a emissora está vindo com muitas novidades e um forte investimento no jornalismo, que está se tornando um dos grandes pilares da rede. Que novidade é essa no jornalismo, será que você pode adiantar alguma coisa?

GABO:
A partir de outubro a WebTV apresentará o Jornal Online. O telejornal abordará os principais assuntos relacionados ao mundo virtual. O objetivo é levar a informação com credibilidade através das reportagens.

KAX:
A elaboração desse programa foi proposital, considerando o aniversario de 14 anos da WebTV?

GABO:
Logo após o programa especial de estreia da Rede Informação, em 2004, entrou no ar o Jornal da Manhã. O foco eram as notícias do Brasil e do mundo. A proposta era um jornal de bancada e ele ficou no ar até 2006. Além dele, a emissora apresentou o Info Notícias. Após o cancelamento dos telejornais, a emissora nunca mais apostou no formato. O Jornal Online surgiu no ano passado. A ideia é apostar em reportagens no mesmo modelo dos telejornais. Os blogs Retina Viva, Novela News, Blog da Zih e o site Natelinha serviram como referência para implantação.

KAX:
Super incrível essa iniciativa. Um grande telejornal, para uma grande emissora.

GABO:
E o melhor... abordando todo o MV.

KAX: Como foi o processo de montagem da equipe do Jornal Online? A equipe já está formada e preparada para a jornada de trabalho?

GABO: No ano passado infelizmente a proposta não vingou, mas esse ano deu certo e foi colocado em prática. Em julho eu convidei você, Kax, para gravar um piloto. Você abraçou a causa e conheceu os blogs Retina Viva e Novela News, além do Blog da Zih, que é referência atualmente no MV. Depois que finalizamos o piloto apresentamos pra Zih que curtiu a ideia e agora finalmente o Jornal Online vai sair do papel. Estamos formando a equipe e cuidando de cada detalhe para que tudo dê certo na estreia do Jornal Online, a nova fonte de notícias do MV e trazendo de volta o jornalismo de bancada com reportagens, citações, o famoso telejornal televisivo agora na versão virtual.
 


KAX:
Gabo, você é formado em Publicidade e Propaganda, o programa este programa é voltado ao jornalismo. Apresentar ele é se formar em uma área que não cursou? kkk
Você lida bem com esse contraste?

GABO: Eu fiz um período de jornalismo e no meu trabalho eu já escrevi algumas matérias durante as férias do jornalista titular. O coordenador do departamento me orientou durante o período e a experiência foi interessante, pude colocar em prática e aprender mais sobre o desenvolvimento das matérias

KAX: Gabo, um bate-bola rapidinho com os quadros que já passaram pelo Boletim Virtual.

GABO: Vamos lá.

KAX: Lendo.com

GABO: Conhecimento, através de dicas sensacionais com a Tiná

KAX: Diário do Autor

GABO: Uma viagem na trajetória dos artistas virtuais

KAX: Giro Virtual

GABO: Fonte de informação direta e prestativa

KAX: Visão Crítica

GABO: Visão Crítica: Um novo olhar sobre as atrações do MV

KAX: Replay

GABO: Replay: O momento de matar a saudade das atrações do MV

KAX: Zoom

GABO: Um bate-papo descontraído, focado em temas específicos de cada obra

KAX: Reportagem da Semana

GABO: O momento de se aproximar sobre determinados assuntos do MV
.

KAX: Bom Gabo, estamos chegando ao final da entrevista. Se você pudesse definir o Boletim Virtual em uma palavra, qual seria? E por quê?

GABO: Realização. O Boletim Virtual aborda diversos assuntos ligados ao mundo virtual e ver a consolidação dele é uma realização de um projeto que eu tenho muito carinho e fico extremamente feliz que ele é respeitado pelo público. Mundo Virtual, obrigado por receber tão bem o Boletim Virtual. Cada edição é preparada com muita dedicação, sempre pensando em levar o melhor pra vocês.

KAX: Parabéns a toda a equipe do Boletim Virtual e que venham muitos anos pela frente, com a mesma vontade, garra e credibilidade que vocês têm para nos entregar um programa de uma gigantesca qualidade.

GABO: Obrigado Kax, pela excelente entrevista. E agora vem ai o Replay com o Failon.

 
     

 

     

REPLAY: TERRA DA GAROA: VIDAS QUE SE CRUZAM, ENCONTROS MARCANTES E SEGREDOS QUE NUNCA DEVEM SER REVELADOS - por FAILON TEIXEIRA

     
 

FAILON: Boa noite, pessoas do meu coração! Failon aqui novamente. Você já deve estar pensando aí ‘’ Ele de novo’’ Sim, eu, eu, e eu….  Na edição anterior nós tivemos: FAMÍLIA VIRTUAL’’ de Bruno Olsen (GABO) E Cristina Ravela. Bom, vamos deixar de papo furado e vamos começar, porque hoje o Replay promete…….   Vamos começar!!!

#TERRADAGAROAREMEMBER.

Terra da Garoa, é uma novela escrita por Édy Dutra, autor renomado e consagrado do Mundo Virtual……..    Segue a sinopse, produção! 
 

SINOPSE

São Paulo. A locomotiva do Brasil. Pluralidade no seu mais puro e singelo significado. É nesta terra de múltiplas facetas que Raquel (Juliana Alves) leva sua vida de auxiliar de cheff de cozinha num badalado restaurante na Avenida Paulista. Graças a uma bolsa de estudos em gastronomia, ela parte para Portugal, deixando aqui suas melhores amigas Jaqueline (Daniele Suzuki)e Lenara (Christine Fernandes).

Enquanto isso, no interior do Estado, a família Queirós decide expandir seus conhecimentos no cultivo da oliva, para a produção de azeite na empresa da família, um grande império. Gurgel (Reginaldo Farias) escolhe o filho mais novo, Henrique (Guilherme Winter) para ir à Portugal estudar novos conceitos agrícolas, deixando Humberto (Júlio Rocha), o primogênito, cada vez mais invejado do irmão.

Em Portugal, Raquel conhece Joaquim (Diogo Cristo), que se apaixona perdidamente por ela, mas o coração da moça é tomado pela paixão por Henrique. Amor à primeira vista. Porém, Henrique precisa voltar urgentemente pro Brasil e desencontros acabam separando de vez o casal. 

No Brasil, Jaqueline, jovem artista plástica, acaba conhecendo e se envolvendo Daniel (Jonathan Haagensen), jogador de futebol do Itaclube, time da várzea da zona leste de São Paulo. Um jogador com futuro promissor, quando descoberto por um olheiro e lançado em um grande time de futebol. Porém, a vida dos dois não será fácil, pois Daniel é alvo da cobiça de Bárbara (Cinara Leal), a rainha de bateria da escola de samba Unidos da Zona Leste. Bonita, sensual e ardilosa, Bárbara é louca por Daniel e não deixará ele escapar tão fácil...  

Já Lenara lida com a vida de designer de móveis, cuidando do filho Otávio (Luis Felipe Melo),carinhosamente chamado de Tavinho, ao qual ela pouco dá atenção. Cobrada pelo ex-marido Ulisses (Cláudio Lins), Lenara vive em pé de guerra com ele, já que casou-se para dar o golpe da barriga. 

Algum tempo depois, Raquel retorna para São Paulo, disposta a abrir seu próprio restaurante e se surpreende ao ver que Lenara, sua melhor amiga, está de casamento marcado com Henrique, seu grande amor. De amiga, Lenara vira inimiga de Raquel, disposta a não abrir mão de Henrique. E como se não bastasse essa situação, Joaquim parte para o Brasil para conquistar de vez Raquel, enquanto Henrique luta contra as armações de Humberto, que deseja a todo custo possuir o patrimônio da família e deixá-lo na lama. 

Histórias que se entrelaçam por entre essa selva de pedra. Vidas que se cruzam, encontros marcantes e segredos que nunca devem ser revelados. Amores proibidos e invejas mortais. Um caldeirão plural, o misto de situações, sensações e emoções, tudo o que nos oferece, a Terra da Garoa. 

Enorme  a sinopse, né? Deu pra ler tudo, né? Só estamos começando…. Segue a abertura da novela…. 

ABERTURA

   

Depois que vimos a abertura da novela, vamos para uma entrevista exclusiva com o Édy. Corre aqui! 

ENTREVISTA COM O AUTOR

FAILON: Édy, meu querido, como foi processo de construção de Terra da Garoa?

ÉDY: Eu sempre gosto de fazer pesquisas sobre os temas que eu vou abordar. O universo do carnaval, por eu fazer parte, já foi mais tranquilo de escrever. Mas os demais eu pesquisei, fiz leituras, para saber como acontecem, por quê, o que se desenvolve em N situações destas temáticas... Não senti dificuldades, a única preocupação foi retratar algo o mais próximo do real possível, para não escrever bobagem.

FAILON: Terra da Garoa abordou diversos temas como: Tabagismo, futebol, carnaval e preconceito racial. Como foi trabalhar esses temas? Houve pesquisas, você teve algumas dificuldades?

ÉDY: Eu sempre gosto de fazer pesquisas sobre os temas que eu vou abordar. O universo do carnaval, por eu fazer parte, já foi mais tranquilo de escrever. Mas os demais eu pesquisei, fiz leituras, para saber como acontecem, por quê, o que se desenvolve em N situações destas temáticas... Não senti dificuldades, a única preocupação foi retratar algo o mais próximo do real possível, para não escrever bobagem.

FAILON: O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) foi também um dos temas da no novela, por meio do personagem Otávio, filho se Lenara. Você teve alguma inspiração para compor o personagem?

ÉDY: Sim. Na época em que eu estava organizando a novela, tinha uma colega de trabalho com um filho que tinha TDAH. Eu me interesso muito por essa área de comportamento, da psicologia. Então eu resolvi abordar um pouco essa questão na trama do Otávio. Filho de um pai amoroso (Ulisses) e atencioso e de uma mãe que não dá a mínima pra ele, que viu na criança apenas uma chance de ganhar dinheiro, o famoso golpe do baú (Lenara). Esse desequilíbrio na estrutura familiar acaba prejudicando também o crescimento saudável do menino, que só consegue ajuda bem depois. Foi muito bacana escrever sobre essa temática.

Um tema, aliás muito comum hoje em dia e que deve ser tratado com todo cuidado e dedicação

FAILON: Raquel, a protagonista da trama é negra. Dificilmente, vemos isso em novelas. Como você chegou a essa concepção de pôr uma protagonista negra na novela?

ÉDY:  Sou negro também. E quis mostrar que o negro pode ser qualquer personagem, viver qualquer história. Sempre escrevi co-protagonistas negros. Raquel foi a primeira a vir na linha de frente. E após a : Eu passei a fazer uma autocrítica das minhas criações. Eu posso fazer muito mais ainda.

FAILON: Os irmãos Humberto e Henrique, filhos de Gurgel são personagens de destaque.  Mas o que entra em questão é a inveja que o Humberto sente do irmão! Como foi trabalhar essa questão?

ÉDY: É um recurso folhetinesco muito comum. Trazer este tipo de relação familiar sempre rende quando bem trabalhado. O Humberto, no fundo, tinha uma obsessão pelo Henrique. Ele queria SER o irmão para ter a aprovação do Gurgel, que o rejeitava. Mas o que o Humberto não compreendia é que o  Henrique era um cara do bem e por isso ele conquistava a todos.

FAILON: Se identifica com algum personagem?

ÉDY: Eu admiro MUITOS! Hehehe Bárbara (Cinara Leal) foi uma personagem muito boa de escrever. Ela era performática, esperta, uma rainha de bateria bem folclórica, digamos assim. Como eu gosto de drama, a personagem Paula (Carolina Ferraz) também gostei muito de escrever. Uma mulher sofisticada, num casamento frio e que se envolve com o funcionário do marido... Gosto também do Nuno (Luiz Otávio), que vive o grande amor da juventude, passa por cima da família e dos perigos de um amor proibido. Um romântico e tanto.

Tem muito mais, mas deixo esses três com meu carinho.

FAILON:  Quais os pontos positivos? Houve alguns negativos?

ÉDY: Pontos positivos: Foi uma trama ágil, com personagens bem delineados e que gostei muito.

Pontos negativos: eu escrevi Terra da Garoa em meio a mudanças na minha vida pessoal, profissional. Então eu tive pouco tempo para me dedicar à escrita, ao conteúdo da história. Talvez a trama pudesse ser muito mais "recheada" de costuras e ganchos.

FAILON: Qual a mensagem que Terra da Garoa deixou?

ÉDY: Que a gente deve seguir acreditando e lutando pelos nossos desejos, mas sempre no caminho do bem. Em minhas novelas, o mal NUNCA vence, porque eu acredito que a maldade não pode triunfar jamais. Quem é vilão, paga pelo o que fez. Quem é do bem, alcança a felicidade. Então se a gente seguir lutando pela nossa felicidade mas no caminho do bem, alcançaremos nossos objetivos.

FAILON: Édy, meu querido, muito obrigado por me ceder essa entrevista!

EDY: Eu que agradeço a compreensão e o carinho!

Voltando aqui. Vamos para aquelas cenas que ficaram marcadas na nossa memória…

ALGUMAS CENAS DE DESTAQUE EM ‘’ TERRA DA GAROA’’

CENAS MARCANTES – TERRA DA GAROA

CAPÍTULO 09: Henrique, ao voltar para o Brasil após a morte do pai, se choca ao ver Humberto sapateando em cima do túmulo de Gurgel.

CENA 15. CEMITÉRIO. EXT. NOITE.

Humberto caminha pelo cemitério até chegar ao túmulo de Gurgel. Humberto encara a foto de Gurgel na lápide.

HUMBERTO: - Nem depois de morto você deixa de me dar desgosto. Velho imundo!... Então você não me tinha como filho querido justamente por eu não ser seu filho. Por um orgulho maldito, é isso?! Canalha! Você é um desalmado, amoral, monstro! (chora, raiva) Monstro, é isso que você é! Que culpa eu tenho de não ser seu filho? Eu fiz tudo o que você quis para poder ter o seu amor, a sua aprovação. Mas não! Jamais! Nem que eu fosse o Super Homem eu teria a bênção do todo poderoso Gurgel Queiroz!

Humberto caminha de um lado a outro. Para, volta a encarar a foto de Gurgel.

HUMBERTO: - Já o Henrique, nem se fosse um marginal, com certeza teria todo o seu amor e compaixão. Claro! Ele é o sangue do seu sangue, o legítimo! Sabia que eu rezo todos os dias para que esse sangue que corre nas veias de vocês apodreça? E eu tenho esperança de que, mais cedo ou mais tarde, o seu filhinho querido vai mostrar a verdadeira face. Ninguém é bom a vida inteira, Gurgel. Você não foi! Deu dinheiro para o irmão ir para longe só para não manchar a sua imagem de bom empreendedor!... Sempre o dinheiro, sempre o poder! E a mim, nada disso?! Nem depois de morto, seu velho imundo? Eu fiz muito bem em te deixar morrer mesmo, agonizando naquele estacionamento. Você me fez de tapete à vida toda e na hora em que precisa pede a minha ajuda? Ma foi é tarde! E eu não me arrependo... Não me arrependo de nada!... Eu só me arrependo é de não ter te enfrentado antes, desgraçado!

Humberto sobe no túmulo de Gurgel e sapateia, com raiva, pisoteando o túmulo.

HUMBERTO: - Vai para o inferno! Desgraçado! Você arruinou a minha vida! Não tenho direito a nada! Nem empresa, nem um tostão! E o trabalho que eu fiz do seu lado na empresa? Nada valeu? Velho idiota! A morte foi pouco pra você!

Humberto pisoteia com raiva o túmulo de Gurgel e só para quando percebe a presença de Henrique, incrédulo diante da cena. Os dois se encaram;

HENRIQUE: - O que você pensa que está fazendo sobre o túmulo do meu pai?!

HUMBERTO: - Encha bem a boca. Pode encher! Enche bem a boca para falar “meu pai!”. Realmente, ele é todo seu!

Humberto desce do túmulo.

HENRIQUE: - Você não tem respeito, Humberto? Que cena horrenda é essa que eu presenciei agora? Você estava pisoteando o túmulo, é isso?

HUMBERTO: - Estava extravasando a minha raiva!

HENRIQUE: - Você não está bem. Isso não é coisa de gente normal.

HUMBERTO: - Realmente eu não estou bem, Henrique... Pode ficar aí, chorando suas lágrimas para este cara aí. Talvez as suas ele mereça, porque as minhas ele não terá mais. Nunca mais!

Humberto vai saindo. Henrique fica a olhar a foto de Gurgel na lápide do túmulo.

HENRIQUE: - Pai... Eu saí do aeroporto direto pra cá, para te dar meu adeus. Mas diante do que eu vi, isso não pode ficar assim.

Henrique sai atrás de Humberto.

CAPÍTULO 12: Paula flagra Dalva fumando novamente.

CENA 16. CASA DALVA. SÓTÃO. INT. NOITE.

Dalva pintou diversos quadros, já organizados em cavaletes pelo sótão. Dalva está sentada num banco, fumando seu cigarro, quando Paula entra no sótão de surpresa a e flagra fumando.

PAULA: - Dalva!

Dalva se levanta, assustada, joga o cigarro no chão, apaga com o pé.

PAULA: - Eu não posso acreditar nisso, Dalva! Eu não posso acreditar!

DALVA: - O que você está fazendo aqui, Paula? Por que não me avisou que vinha?!

PAULA: - Eu queria fazer uma surpresa. Na verdade, eu vim aqui pra conversar algumas coisas minhas com você... Mas acho que quem foi surpreendida fui eu! Você está fumando de novo, minha irmã? Você tinha me dito que tinha parado, Dalva!

DALVA: - Mas eu parei! Esse cigarro que você eu acendi agora a pouco, nem sei porquê!

PAULA: - Você está mentindo, Dalva. Você mentiu pra mim esse tempo todo... E eu achando que você tinha se livrado desse vício que quase levou a sua vida! Ou será que você se esqueceu?

DALVA: - Eu não esqueci não! Até porque você faz sempre questão de lembrar!

PAULA: - Mas mesmo eu te lembrando você não aprende! Quer jogar sua vida fora, é isso?!

DALVA: - A vida é minha, Paula! É minha!

PAULA: - Mas você é minha irmã e eu não vou deixar você se matar desse jeito, Dalva! Eu não vou!

DALVA: - Vai fazer o quê?! Me colocar com um acompanhante pra vigiar meus passos pra você? Ou melhor, me internar numa clínica?

PAULA: - Eu só quero que você largue esse maldito cigarro de uma vez por todas!

DALVA: - E eu só quero ser dona da vida minha de uma vez por todas!... Só isso que eu quero, Paula! Só isso!

PAULA: - Tudo bem... Se é assim que você quer, tudo bem. Você sabe o mal que está causando a si mesma.

Paula vai embora. Dalva fica pensativa, um tanto triste.

CAPÍTULO 18: Lenara flagra Raquel e Henrique juntos, no dia do seu casamento.

CENA 01. JOCKEY CLUB. SALA. INT. DIA.

Continuação do capítulo anterior. Lenara flagra Henrique e Raquel.

HENRIQUE: - Lenara, fica calma, eu posso explicar tudo!

LENARA: - Fica quieto, Henrique! Não preciso de explicação nenhuma! Está tudo muito claro na minha mente... A Raquel, minha melhor amiga, querendo ficar com o meu noivo!

RAQUEL: - Lenara, a história não é simplesmente assim.

LENARA (grita): - É sim!

Lenara tenta conter as lágrimas. Henrique se aproxima dela, para abraçá-la, mas Lenara se esquiva.

LENARA: - Sai daqui, agora, Henrique.

HENRIQUE: - Mas eu (pausa)

LENARA: - Eu quero falar a sós com a minha... (encara Raquel) Amiga.

HENRIQUE: - Lenara, eu acho melhor (pausa)

RAQUEL: - Deixa, Henrique. A gente tá precisando mesmo conversar.

Henrique hesita um pouco, mas acaba saindo da sala.

RAQUEL: - É bom a gente não demorar muito. Estão todos lá fora esperando pelo seu casamento, se é que vai sair mesmo o casamento.

LENARA: - E por que não sairia?

RAQUEL: - Depois do que você viu aqui, eu pensei que (pausa)

LENARA: - Você acha mesmo que eu vou entregar o Henrique de mão beijada pra você, Raquel? (ri, debochada) Nem nos meus piores pesadelos isso aconteceria. Você é uma falsa, uma invejosa, que voltou só para pegar o Henrique de mim, mas escuta aqui... Isso não vai acontecer, nunca!

RAQUEL: - Eu e o Henrique nos conhecemos bem antes disso tudo, Lenara. Lá em Portugal.

LENARA: - Então você é a mulher que fez ele sofrer feito cachorro de rua, é isso?! Mas é muita cara de pau sua, Raquel, voltar e querer corrigir o erro, levando ele de mim, que o amparei quando você o fez chorar rios!

RAQUEL: - Tudo não passou de um engano, Lenara. O Henrique sabe que eu não tive culpa de nada.

LENARA: - Você sempre se fazendo de santinha, de vítima. Pra cima de mim não, Raquel. Te conheço muito bem.

RAQUEL: - Conhece mesmo? Se você me conhecesse de verdade, saberia que eu seria incapaz de trair uma amiga desse jeito. Eu só estou aqui porque tudo isso é verdade e é sério.

LENARA: - Já chega! Eu não quero ouvir a sua voz, sua vagabunda!

RAQUEL: - Lenara!

LENARA: - Eu quero você fora do meu casamento, está ouvindo? Fora!

Lenara parte para cima de Raquel, lhe acertando um tapa no rosto. Raquel se apoia sobre uma mesa que está próxima da parede. Lenara continua sua agressão, puxando o cabelo de Raquel e acertando mais um tapa no rosto da moça, que cai no chão. Lenara a encara. Raquel chora.

LENARA: - Não adianta chorar, sua vadia... A partir de hoje, qualquer coisa que você tentar fazer para separar o Henrique de mim, você vai se ver comigo. Eu te destruo, Raquel! Agora vai embora daqui, piranha! Vagabunda!

Lenara sai da sala. Raquel, aos poucos, se levanta. Seu vestido está sujo e o canto de sua boca revela um pequeno corte, sangrando. Raquel chora, entristecida.

CAPÍTULO 30: Última cena da novela. Esta cena remete à primeira cena do primeiro capítulo. A trilha Disparada, na voz de Jair Rodrigues, fecha essa sequência linda e me emociona também.

CENA 39. FAZENDA QUEIRÓS. EXT. DIA.

Fade in na imagem. Sai do preto. CAM abre para um vasto campo. (sobe trilha “Disparada” – Jair Rodrigues) Vista aérea, plano aberto. CAM percorre um vasto campo onde aos poucos começa a aparecer uma imensa plantação de oliveiras.

Mostra as aves cruzando o céu. Corta para Henrique, a cavalo, galopando, por um gramado verdejante. O vento bate em seu rosto, o sol o ilumina. Ele cavalga em direção à uma grande casa de estilo colonial, imponente. Na porta da casa, Raquel aguarda Henrique, segurando um bebê nos braços.

Henrique desce do cavalo e corre ao encontro da esposa e do filho. Henrique e Raquel se beijam, apaixonados. Os dois olham o horizonte, cheios de esperança e de vida, crentes no futuro próspero que começam a viver. 

FIM.

CURIOSIDADES 

01 – Foi a segunda novela de Édy Dutra na WebTV, exibida entre 2014/2015 e a 4ª do currículo.

02 – Teve ao todo 30 capítulos, sendo a menor novela que eu já escrevi.

03 – O pano de fundo da novela era a cidade de São Paulo e todas as suas múltiplas facetas. Da alta sociedade do Morumbi e Jardins (com personagens como Santiago, Paula, Tarsila e Barreto) à zona leste periférica de Itaquera (com Bárbara, Daniel, Jair, Zuleica, Aimée, Leopardo), a novela mostrou que em cada parte dessa cidade histórias surgem, se cruzam e ganham dimensões e caminhos diversos.

04 – Terceira novela tendo Malu Galli no elenco. A atriz foi Cristina (Mar da Vida), onde sofria de transtorno bipolar; a protagonista Silvinha (Passos da Paixão), e em Terra da Garoa, interpretou Dalva, uma artista plástica. A trama de Dalva envolvia a temática do tabagismo, vício que a personagem vivia.

05 – Liliana Castro interpretou Fernanda, uma garota de programa. Foi o reencontro da atriz comigo após interpretar minha primeira vilã em novelas, Rúbia, de Mar da Vida (2009/2010).

06 – Além do tabagismo, o carnaval, o futebol, o preconceito social e a dependência química foram temas retratados na novela.

07 – Guilherme Winter (Henrique), Juliana Alves (Raquel), Júlio Rocha (Humberto) e Lenara (Christine Fernandes) formaram o quarteto principal da história. O drama de Humberto, que sentia inveja (e até certa obsessão) do irmão, foi a tônica da novela.

08- Prêmios:
 

Golden Glob Web Awards 2014

Autor do Ano (2014)

Autor Veterano

(Raquel) Protagonista de Novela

(Humberto) Antagonista do Ano

(Jaqueline) Atriz Coadjuvante

Melhor Banner

Troféu Mundo Virtual 2015 – WebTV Ano 2014

Autor

Comic-Com 2014

Melhor Novela

Melhores do Ano 2014 – TVN

Vilão (ã) - Lenara

Troféu Imprensa Blog da Zih (ano 2014)

(Raquel) Protagonista Feminino


TRILHA SONORA 

01:  Sampa - Caetano Veloso
02: Mulher - Projota
03: Saudade de Amar - Nana Caymmi
04: Você Vai Estar na Minha - Negra Li
05: Sem Poupar Coração - Nana Caymmi
06. Fica só Olhando - Anitta
07: Sunday Morning - Maroon 5
08: Entre Olhares - Ana Carolina e John Legend
09: P.D.A (We just don't care) - John Legend
10: A Doida - Seu Jorge
11: Negro Lindo - Parangolé
12: Não Enche - Caetano Veloso
13: Tem que ser Você - Victor e Léo
14:  Look To You - Whitney Houston
15: Feliz - Maria Rita
16: Ainda Bem - Marisa Monte
17: Turtango - Instrumental
18: Além da Nova Ordem - Julio Serrano
19: Badabauê - Eliana de Lima
20: Disparada - Jair Rodrigues
21: Magalenha - Leandro Lehart
22: É uma partida de futebol - Skank
23: Parábola - Itaquera de Boa - Rapper A2

FAILON:  Gente, chegou a hora de dizer, Adeus! O programa está acabando por hoje, mas vem mais aí…… Um beijo em todos. Fui!!!

 
     

 

 

VISÃO CRÍTICA: POR QUE PERFIL FAKE FOI UM GRANDE SUCESSO? - por KAX SILVA

     
 

KAX SILVA: Olá gente do mundo virtual. Eu sou o Kax e estou aqui para mais um Visão Crítica diretamente do Boletim Virtual que completou 6 anos de vida. O alvo da vez é um dos maiores fenômenos da MegaPro de todos os tempos, escrito por Rynaldo Nascimento: Perfil Fake.

Mas o que teria feito a minissérie alcançar tal patamar? Não houvesse sido a participação icônica da MC Loma ou da atuação impecável de Pedro Gaze, que foram um atrativo a mais para o enredo, não perderia seu glamour. Dizem que a propaganda é a alma do negócio. Que um merchan continuo e bem feito pode até salva uma obra em decadência. Que a MegaPro, talvez, seja a emissora que mais divulga no MV, isso sabemos, o que contribuiu e muito para a repercussão e audiência de Perfil Fake. A belíssima abertura já era um prenúncio de que eu iria me surpreender.

Antes de começar a falar sobre a minissérie virtual, não posso deixar de mencionar o mega elenco que as produções do canal possuem em praticamente todas as obras (gente, me dá 10 personagens que eu faço 5 temporadas com 20 episódios cada kk mas isso varia de autor para autor). Esta citada possui 36 personagens, mas tentarei resumir a história da melhor maneira possível, e claro que não citarei todos.

Na história, Mário (Rafael Cardoso) é um pedófilo que acabou de matar uma de suas vítimas e se muda para a cidade fictícia de Nova Olinda em Pernambuco (a procura da próxima). Assim que chega ele esbarra com uma das personagens principais, Alessa (Giovanna Antonelli), que está sempre à procura de um relacionamento, porém todos frustrados. Uma brecha perfeita para o demônio entrar. Por que digo isso? Dentre muitos assuntos abordados pela narrativa, o religioso tem muita evidência no núcleo de Evandro (Antônio Fagundes), que é prefeito da cidade e mistura política com religião. Caso muito corriqueiro em nosso país. Ele é casado com a missionária Gildete (Arlete Salles), uma mulher muito avarenta e arrogante, mas que me proporcionou alguns momentos cômicos com o seu jeito de falar.

No entanto, com as revelações explicitas do último capítulo (apesar de pistas sendo colocadas no decorrer dos episódios) me deixaram perplexo. Tanto o prefeito quanto a primeira dama, além de desviarem o dinheiro da merenda (evidenciado no primeiro capítulo), ambos chefiavam uma quadrilha de tráfico de crianças, ou seja, eles pegavam os bebês de mães pobres e vendiam suas crianças na adoção. O que me fez lembrar daquele escândalo real envolvendo a Igreja Universal; talvez essa fosse a inspiração? Outras coisas vêm à tona como o filho bastardo de Evandro com a empregada, Penha (Duh Moraes) e a tentativa de matar o próprio filho Marcos Paulo, pelo fato de ser gay.

Na Universidade Federal Metropolitana de Pernambuco, temos uma disputa ideológica interna gerando conflitos. Um duelo entre esquerdistas e direitistas pela tomada da reitoria. Não só entre os professores, mas também entre os alunos. Vemos homofobia, e racismo, acontecendo no Complexo Educacional impulsionado por Jorginho (André Luiz Frambach) em suas constantes implicâncias com Jeff (Pedro Gaze).

Yasmin (a qual o autor preferiu não associar a uma atriz da vida real) é filha de Alessa. Uma jovem de bem, alegre, mas que foi abusada por Mário e teve um trágico final morrendo nas mãos desse maníaco em meio ao manguezal. Até Carlito (Rick Tavares), que era apaixonado por essa pobre menina, foi assassinado pelo pedófilo. E o que mais me intrigou foi a frieza de Mário depois que foi pego pela polícia, dizendo que se orgulhava de todas as atrocidades que tinha cometido e que iria entrar para a história.

O final de Perfil Fake é triste. Muitos de nós estamos acostumados a esperar um final feliz para tudo na ficção, porém, ela aqui é um reflexo da realidade, e na vida real nem sempre temos um final feliz. Apesar de tudo, vibramos com a prisão de Mário e com o tratamento especial que ele recebeu dos detentos. Vibramos com o fim da Ordem Conservadora. Vibramos com a derrocada do preconceito e da hipocrisia. Vibramos com a mensagem de Yasmim, Vivi e Carlito na última cena da minissérie expondo, denunciando, a barbárie escondida em nossa sociedade.

Um misto de muitos temas polêmicos e delicados foi transpassado com o cuidado necessário para não doutrinar o leitor dizendo-o qual lado ideológico é o certo e o errado, mas sim passar a mensagem que muitos vivem de aparência, pregam o que consideram o politicamente correto, mas acabam indo contra essa própria política. Todos os personagens têm a sua devida importância, nenhum núcleo deve ser considerado irrelevante.

Perfil Fake fez um belíssimo trabalho na missão que lhe coube e, por ora, reforçou a imagem da MegaPro de emissora mais “humanizada” do mundo virtual, com obras que discutem o ser humano.

De 0 a 10, gostaria de dar um 11. Não irei mais elogiar, seria considerado tiete da minha parte. Gostaria de agradecer e parabenizar o autor por esse ‘lacre’.

E eu fico por aqui, segue daí Failon! Até a próxima.

 
     

 

     

GIRO VIRTUAL: FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS DO MV - por FAILON TEIXEIRA

     
 

FAILON TEIXEIRA: Boa Noite, vou apresentar o Giro Virtual por um dia. Hoje vou de Beyoncé até Hannah Montana. Calma, não vou interpretar nenhuma delas  não. Cadê? Começou? Acendem-se as luzes, por favor! Começou seu Giro Virtual.
 

 

NOVO INVESTIMENTO NO JORNALISMO

Ainda lembram da última notícia que saiu na edição anterior do Giro Virtual? Não lembram? Pois é bom lembrar, sim! Vou refrescar tua memória, mermão!

Uma notícia sobre um projeto secreto, vou contar agora o que é. Se Preprara, que vem bomba aí.
 


O Segredo é. .... Que rufem os tambores..... A partir de outubro a WebTV apresentará o Jornal Online. Como assim, Brasil? Isso mesmo. Um jornal! Num tá creditando? Segue nós. O Jornal abordará os principais assuntos relacionados ao Mundo Virtual. Com o objetivo de levar informação com credibilidade através das reportagens. Gente, depois desse segredo, você pensará que teremos jornal nacional. Mas num brinca, que o Gabo jogou tudo em pratos limpos.
 

 

QUASE TUDO PRONTO

Na próxima quinta começa a Comic Con Virtual 2018. A convenção vai apresentar as novidades dos próximos meses do MV. Com apresentação de: Cristina Ravela, Gabo Olsen, Andrea Bertoldo, Failon Teixeira e Henzo Venturino. Gente, nós vamos é abafar na Comic Con. Se não for pra causar, eu nem entro na festa. Tipo assim:

 

 

Além das atrações, o evento reserva um espaço para grandes atrações musicais. Vamos ter show da Madonna e da Pitty. Ah Roberto Carlos, são tantas emoções!

 

 

NOVA TEMPORADA

O famoso talk show da WebTV está de volta. Com apresentação de Kax Silva, o Web Show vai lançar a nova temporada a partir de outubro.  Teremos entrevistas, pessoas! O que é melhor que isso? Só não vale perder o humor, e chegar ao ponto de chutar o balde. Fale com calma e relaxe. Eu já tô relaxando.

 

 

QUEM SABE MAIS?

O Game Show, quadro de sucesso do Misturama agora será um programa a parte. O objetivo do jogo é testar os conhecimentos das personalidades do mundo virtual. Dividido em 5 etapas, a competição fica acirrada a cada fase. A estreia será no dia 6 de outubro. Vish. Jesus amado! Vamos ter o show do milhão do Mundo Virtual. Vamos aguardar para ver  como se sairá cada participante. Boatos de que teremos nomes importantes aqui do MV.

 

ASSASSINATOS EM “GATO PRETO”

Série de Cristina Ravela entra em seus últimos capítulos.

Mais um assassinato movimenta os últimos capítulos de Gato Preto!              

Uma personagem foi morta no capítulo 8 da websérie que é líder de audiência desde sua estreia na CyberTV. Para manter o suspense, nem vou dizer quem é, mas é mulher e vivia na fazenda Santos. Mistéeeerio!

A partir de agora pode ficar evidente ou mais confuso saber quem é o psicopata da trama. Dica: é a mesma pessoa que matou Catarina. Arrisca em quem?             

Aproveitando que vocês tudo estão aqui, vejam essa palhinha com o carcará do Avelino tentando surrupiar alguma prova que possa incriminá-lo no quarto da vítima. O assassino está perto de nós.

 

 

Está Curioso? Acesse o novo capítulo agora mesmo! Leia aqui.

AUTOR VETERANO VOLTA AO MUNDO VIRTUAL.

Isso mesmo que vocês ouviram, chega junto comigo!

 

 

Trata-se de Gilberto Nascimento, que iniciou no Mundo Virtual em 2009. Veja o que o autor já escreveu: Águas de Fronteira, Trama Mineira, Models, Insensato Poder, Conexão: Viver, Serenidade e Essência da Alma. Ele volta a escrever para o MV, após 2 anos longe da blogosfera.

O que ele teve fazendo fora do MV?

Tenta adivinhar.

Gilberto, estava dedicado na produção de livros e investiu também na carreira de cantor. A trama dele se chama “ Dois passos para a Lua” será exibida em formato literário pela emissora MegaPro, de Lucas Luciano.

 

MEGAPRO LANÇA NOVA NOVELA

 

“Antes que o dia amanheça” é a nova webnovela das 6 do MegaPro. Escrita por João Carvalho, que também atua como diretor geral da mesma. A trama terá 3 protagonistas e terá forte pegada emocional.

 

MAIS UMA PREMIAÇÃO NO MV

Diggtv lança uma premiação no MV. A premiação é organizada por Diogo Teixeira e contemplará emissoras.

O QUE É A DIGGTV?

Uma emissora que mistura notícias da TV com notícia do MV ( Mundo Virtual)

Segue abaixo o link para votar: https://goo.gl/forms/zs6cNX1V89CxSOLA2

 

PENÚLTIMO CAPÍTULO DE “ AS MULHERES DA MINHA VIDA “

Sexta foi ao ar, o penúltimo episódio da minissérie “ As mulheres da minha vida” De Everton Brito. Leia aqui

ESTREIA NA WEBTV

Sexta, 7 de setembro, foi um feriado,  independência do Brasil, mas a WEBTV estreou Urban Legend Slerdermam. 

Leia o primeiro episódio aqui.

 

WEBTV FAZ HOMENAGEM À BEATRIZ SEGALL

Beatriz Segall, que faleceu neste dia 5 de setembro, teve uma rápida participação em “ Talismã”. Novela de Édy Dutra. Na trama, ela viveu a personagem, Wanda. O Brasil perdeu uma grande atriz…..

 

MEGAPRO LANÇA PROMOCIONAL

Esta semana o Megapro lançou a promocional acima. Nenhuma informação até agora foi passada. Nos resta aguardar. …….

O que será que vem aí, pessoal?

 

 

Ufa! Chegamos ao fim! Eu agradeço a compreensão de todos!! Corta, diretor!
 


FAILON:
O Giro Virtual está acabando, peoples! Gostaram da minha minha apresentação? Espero que sim. Hoje eu tô doidão. Aguardem a Comic Con e leia os últimos capítulos de Gato Preto. Fui. BEIJOS!!!

 
     

 

     

editor-chefe
Gabo

jornalismo
contatoredewtv@gmail.com


REALIZAÇÃO


Copyright
© 2018 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução
.aaa.
.aaa.

Compartilhar:

 
Copyright © WebTV | Design by OddThemes