Perfume - Capítulo 17



 

     
     
     

CAPÍTULO 17 - A MULHER E O TEMPO
 
     
   
 

Música: Me Leva A Sério - Anitta

O tempo pode resumir diferentes emoções do destino, capazes de assombrar o nosso universo e romper as fraquezas. Limpar as lagrimas fazem parte de um recomeço, uma nova chance para o futuro, sem o leve gosto da derrota. Nunca dê um tempo para uma mulher, se a amas, não a deixe sozinha, observando uma miragem como se fosse o seu companheiro, Barbara Novak não aguenta mais esse tempo, essa angustia que desfrouxou a sua relação com Levi Monteiro, os dois são como desconhecidos um para o outro, não se entendem mais desde o assassinato na basílica, o homem parece 
estar vivendo em outro mundo, que não se encaixa com a realidade. Passa os dias e as noites a procura do assassino, atrás de pistas. Esse não é o Levi que ela conhece, as falas alegres transformaram-se em tristes e sombrias.

Barbara caminha em torno do mar com os pés descalços e os pensamentos no amado, daqui a poucos meses dessa relação nascerá um fruto, uma criança, que poderá viver apenas de promessas. A cronista nunca se imaginou mãe, cuidar de um bebê ou amamenta-lo, mas desde que conheceu o empresário, os sentimos afloraram o encantamento. Ele ainda não sabe sobre nada e talvez nem irá ligar direito, o homem se transformou em uma fera selvagem, predestinado a cometer qualquer delito para vingar a morte da irmã e ainda tem o Tony Federline, que não enxerga que Levi se transformou em um mero fantoche nessa história. 

O mar estava perfeito, aquela cidade era linda e não tinha culpa de nada, poderia ser o cenário de um dos seus livros, mas no momento, Barbara não consegue mais abrir o bloco de notas para escrever, como queria ser uma máquina, mas lembrou-se que o sistema é controlado, e ela nunca foi controlada por ninguém. A sua mãe sempre alertou desde o começo que esse namoro seria toxico, Levi não era apenas um empresário rico e charmoso, os detalhes sobre o mesmo são um pouco sórdidos para um ser humano comum, como ela queria cair nos braços da matriarca e chorar um rio inteiro e receber um abraço, mas elas estão a milhares de quilômetros de distância. 

Barbara retorna para a morada dos Monteiros, sua sogra a acolheu muito bem, mas não consegue permanecer naquele ambiente por mais um dia. Ela não é a protagonista dessa história. 

Talvez, tudo tenha acabado e só eu, que não percebi.

Barbara disca o número de um dos assessores, pedindo o adiantamento da divulgação do novo livro, para menos de duas semanas no luxuoso Resort Arraial. A editora aceita a solicitação. Posteriormente, a escritora retira do guarda-roupa, todas as vestimentas que lhe pertencem, colocando de volta nas malas, não pode titubear agora, deve seguir firme e forte, apenas o tempo vai remendar o coração rasgado. 

Levi entra no quarto e observa a bagunça, a fragrância de baunilha misturada com madeiras claras, faz o empresário lembrar-se de diversos momentos felizes ao lado de Barbara, por um minuto ele lembrou que tinha esquecido da mulher. 

- O que aconteceu, Barbara? 

Barbara permanece em pé, segurando uma nécessaire.

- Simplesmente cansei disso Levi. 
- Eu só quero justiça. 
- Essa fala é linda, mas você vai viver para isso? 
- A Pamela morreu naquela igreja. – Ele disse em voz firme. 
- A polícia está trabalhando nisso. 
- Eles vão fracassar. 

Um dos empregados tira as malas do cômodo, levando para o táxi a frente da morada. Levi permanece inquieto, parado perto da parede.

- Eu vou matar a pessoa que fez isso com a minha irmã. 
- Você virou um assassino, por acaso? Eu acreditava muito em nós dois, mas sinto que perdi muito tempo da minha existência, não posso continuar do ponto final. 

Os olhos da dama começam a encher de lágrimas.

- Eu estou grávida, estou esperando um filho seu Levi e sinceramente, não quero que ele cresça perto de suas maluquices, dessas ideias insanas que anda tendo e o idiota do Tony ao invés de te ajudar, está te afundando ainda mais, ele não é o seu amigo Levi, ele é o seu maior inimigo. – Ela limpa o rosto algumas vezes, antes de continuar: Siga em frente nessa rota, mas vai continuar perdendo pessoas ao seu redor e construindo o seu próprio horizonte, direto para o fracasso. 

Ela estava grávida, a quanto tempo? Nunca tinha contado para Levi, que continua em choque com as últimas informações que ficam a ser processadas em sua mente, deixando-o assustado e sem nenhuma reação, eles planejaram muitas coisas juntos, eles vão realizar, mas Levi não pode desistir antes de fazer justiça 

- Barbara, eu te amo. 
- Então prove, lute por mim, por amor ao nosso filho. 

Barbara o observa e em seguida, retira-se, deixando Levi sozinho, que desaba em lagrimas acima da cama. Mas não pode simplesmente continuar vivendo por essa relação. Não neste momento. Existem coisas mais importantes. Pode sim estar se tornando submisso, mas se jogar este caso em mãos da justiça brasileira, será arquivado, como milhões de outros crimes que ocorrem torno do país.
 

Há aqueles que veem o amor sendo terminado aos poucos e correm atrás para retrocedê-lo. Talvez o tempo seja a melhor escolha para saber o que estamos sentindo. Se existem diferenças e domínios, nunca existe o fim e sim o começo de uma nova história, que escrevemos lentamente. 

- Barbara! – Fala Levi a olhando partir da janela no segundo andar, com o rosto completamente inexpressivo. – Ainda não acabou. 

Só o tempo é capaz de dizer a verdade. 

 
     

 

     

REALIZAÇÃO


Copyright
© 2018 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução

.aaa.
.aaa.

Compartilhar:

Postar um comentário

 
Copyright © WebTV | Design by OddThemes