Perfume - Capítulo 02



 

     
     
     

CAPÍTULO 02 - A ILHA DOS AQUÁRIOS – PARTE II
 
     
   
 

Levi Monteiro colocou de lado a sua taça de champanhe, estava voando a 10 mil metros de altitude a caminho de um evento muito importante, na Ilhas dos Aquários. Tinha se notificado dos últimos acontecimentos em Arraial D’ Ajuda a respeito da farsa sobre o noivado da sua irmã. Pamela, irá se casar com um homem que ao menos deseja para quitar os débitos de uma herdade. Por sorte ele saiu daquele município antes da matriarca fazer algum tipo de lavagem cerebral e gastar um milhão de dólares em um piscar de olhos.

As maiores lições de sua vida tinham aprendido com o patriarca, Antônio Monteiro, de como guardar e fazer dinheiro, sem se perder em ambições frívolas. Ao receber a herança, tratou logo de multiplicá-la, mudando-se para o Rio de Janeiro e com alguns sócios investiram na falsificação de CDs, DVDs, brinquedos, medicamentos, softwares, perfumes, livros e relógio, controlando os negócios e distribuindo mercadorias para o restante do mundo.

Amália nunca apostou no futuro promissor do filho, o subestimando, como se não fosse fruto do casamento e sim uma criança adotada, um bastardo, segundo lugar em tudo, mas não existem remorsos ou algo procedente, na cabeça do dirigente. Levi sente uma conexão muito forte com a irmã mais nova.

Envolvido com a escritora Barbara Novak, pretende se casar em breve, algo simples contemporaneamente, mas que para o varão permanece importante, continuar com os valores familiares. A cronista conhece os empreendimentos de Levi, mas é contra, sente na pele a desvalorização dos artistas e dos empresários, já que não recebem créditos e remuneração sobre as vendas. Os dois se conheceram em uma festa beneficente em São Paulo, acerca de três anos e desde então, nunca se separaram, atualmente Barbara está em uma viagem de negócios, divulgando o seu último trabalho.

Na aeronave está acompanhado por um dos membros da organização, Tony Federline, o seu melhor amigo. Levi admira a inteligência dele, são poucas pessoas que se tornam bilionárias e mantém o pé no chão e o QI elevado, mas sente pena do rapaz. Tony tem poucos parentes e tenta buscar sua outra “metade da laranja”, mas assim como os homens, as mulheres também se colocam em primeiro plano e fazem de tudo por dinheiro e todos os seus relacionamentos caem em um luxuoso fracasso.

- Estamos chegando, Levi?
- Parece que sim, amigo.
- É um pouco desconfortável viajar nessas geringonças.
- Concordo, mas foi a primeira opção.

Há cerca de mil e setecentos metros de elevação e uma hora e meia de locomoção, Levi reconhece a cidade, as pedras em meios ao oceano atlântico e a bela paisagem formada por florestas e as construções de estilo único, o piloto começa a pesquisar a área para que pudessem aterrissar sem ocorrer nenhum problema.

Os convidados formavam filas no lado externo do salão, todos curiosos, certamente deviam estar chamando mais atenção do que os noivos. Pamela esboçou uma alegria enorme ao divisar o irmão, usando calça de poliéster cinza no comprimento certo do corpo e o colete bem ajustado, com uma bela gravata, o cabelo preto dele está arrumado em um corte de origem francesa no melhor estilo Johnny Cash.

Pamela saiu correndo em direção ao irmão sem se atrapalhar na areia da praia, os dois se olharam enxergando toda uma história e se abraçaram, como se nunca tivessem se separado. O vento continua forte e o barulho das ondas chega a ser confortante para ambos.

- Você me abandonou, Levi.
- Me perdoa minha irmã, mas precisava sair dessa cidade e construir a minha vida, não imaginava que essa mulher ia fazer mal a você.
- Ela é a nossa mãe.
- Sim, mas te colocou nessa situação de risco.
- Agora não tem mais voltas, é um jogo único.
- Não será bem assim a partir de agora.

A dama cumprimenta o amigo do irmão, que fica encantado com a beleza adiante, digna de uma imagem de filme americano, mas lamentavelmente encontra-se comprometida. Os três caminharam em direção ao salão de festas, todos ficaram perplexo com o retorno de Levi, inclusive Amália que continua calada, o álcool parece ter desaparecido do seu corpo.

- Sentiu saudades de mim, mamãe?
- Não, nunca passou essa ideia pela minha cabeça.
- Isso mostra o quanto a senhora é afeiçoada pelos seus filhos.
- E esse dinheiro? Roubou algum banco?
- Foi com um trabalho árduo e investimento e não em gastos supérfluos.

Levi segue adiante sem se importar com o primeiro obstáculo, abraçando alguns dos familiares presentes e congratulando Miguel Xavier, mas odiou o rosto daquele homem e seu nuance de ironia e mistério, os dois estavam no mesmo nível e jogando em torno de transações baixas, Pamela não merece aquelas midas, por ser apenas uma joia de forma condolente.

Tony se aproxima com um copo de uísque com gelo nas mãos e ambos seguiram para um local reservado.

- Gostou desse Miguel Xavier?
- Não, existe algo estranho no dinheiro desse homem.
- Tipo o quê?
- Ele consegue ser mais sujo do que o nosso.
- Mas ele não é dono de alguns hotéis e daquele famoso resort?
- Apenas uma fachada, existe algo envolvendo isso e a mamãe deve saber, não é possível que uma senhora experiente se deixou levar por apenas uma primeira impressão, a primeira impressão não é a que fica e assim a que indica.

Levi permanece calado por alguns segundos com aquela questão no ar, tinha muitas coisas fora do lugar naquela cidade desde que foi embora e precisava amarrar essa cama de gato.

Tony observa atentamente o amigo, antes de soltar algumas palavras.

- Sua irmã é linda, se fosse solteira, seria um forte pretendente.
- Eu apoiaria o namoro e quem sabe um futuro casamento, mas o coração da Pam tem dono, ele se chama Jonathan Sampaio. Lembro-me perfeitamente desses dois quando começaram a namorar, um sentimento resistente não se apaga assim.

Tony seca o copo e continua a contemplar as mulheres do salão, em especial a irmã do melhor amigo, mas essa não é para o seu extenso currículo. Uma garçonete chama sua atenção, ele coloca um bilhete no bolso da calça da garota, com o seu número de telefone acompanhado de uma nota de cinquenta reais, Levi repele a atitude dele.

- Saiba tratar uma mulher, Tony.
- Elas só querem o meu dinheiro mesmo.
- É só isso que você sabe apresentar, cadê o homem inteligente? Não é só o capital que movimento uma relação de corações, mude essa atitude antes que se arrependa e seja tarde demais e não irá conseguir realizar nenhum dos seus desejos.

Levi retorna para o restante das pessoas que continuam animados na festa, ele chama Pamela da mesa principal para poderem parlamentarem na varanda, a lua iluminava o mar, enquanto os dois irmãos se encaram um pouco intimidados, então, Levi saca um envelope e entrega para irmã que fica meio desentendida enquanto a maresia bate entre as suas madeixas negras.

- Pode abrir.

Pamela retirou o papel com várias palavras transcritas, o irmão havia pago todas as dívidas da família nos últimos anos feitas por Amália Monteiro, essa é a independência da dama.

 
     

 

     

Inspirada na música Perfume de Britney Spears

autor:
Luiz Gustavo

personagens:
Levi Monteiro
Pamela Monteiro

Barbara Novak
Tomaz Brayton

Tony Federline
Amália Monteiro

Jonathan Sampaio
Miguel Xavier
Alice Jones

Olga Novak
Neide Alencar
Marcos Ribeiro

Evelyn
Hugo Rafael
Fagner Lima

Valentim

participações especiais:
Jake Fremont
Tyler
Claúdia Alencar

as crianças:
David Novak
Kevin Jones
Douglas

colaboração:
Thiago Machado
Márcio Gabriel

agradecimentos:
Juliana Cordeiro
Victor Marçal
William Araújo
Rodrigo Ferreira

produção
Bruno Olsen
Cristin Ravela

Esta é uma obra de ficção virtual sem fins lucrativos. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.


REALIZAÇÃO


Copyright
© 2018 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução

.aaa.
.aaa.

Compartilhar:

Postar um comentário

 
Copyright © WebTV | Design by OddThemes