Misturama - 5x10


https://1.bp.blogspot.com/-GbWzqloI7Jo/WOPMYOIVVwI/AAAAAAAAAT0/A4F7B7_Qq1IXIHaq5TZm_FyG3Q-JyudMwCLcB/s1600/misturama.jpg
 

MISTURAMA - 5x10
 
 
   
 

DÉBORA COSTA: Oi gente boa noite! Sou Débora Costa e hoje vamos falar de um assunto que cria polêmica: Críticas no mundo virtual. As convidadas de hoje são a autora Lyvia Peroba e Cristina Ravela!

 
 
 

CRISTINA RAVELA E LYVIA PEROBA PARTICIPAM DO DEBATE COMANDADO POR DÉBORA COSTA

     
 

LYVIA PEROBA : Oi feliz por estar aqui. Boa noite.

CRISTINA RAVELA:
Boa noite, minha gente de casa, do trabalho, da vida louca. Boa noite, Débora e Lyvia.

DÉBORA:
Sejam bem-vindas! O que vocês acham de pessoas que confundem críticas seja positiva ou negativa, com ridicularizar uma obra?

LYVIA:
A crítica, na minha opinião, faz parte. É o termômetro pra saber se tá legal ou não o trabalho, mas quando a crítica começa ir em um caminho não muito legal como xingamentos ou bullying, aí perde toda a construção e a razão da crítica.

CRISTINA:
Toda crítica pode ser uma surpresa boa ou ruim. Acho que quando estamos acostumados a receber elogios, e aparece alguém para esmiuçar os pontos positivos e negativos, é normal a análise dos pontos negativos se sobressaírem para essas pessoas. O importante é analisar, entender que o autor da crítica quis ajudar, que não houve uma tentativa de depreciar,e ainda aprender com os erros.

LYVIA:
Mas também não podemos perder a questão da liberdade de opinião, às vezes uma crítica pesada o autor pode levar pro lado positivo como a divulgação.

CRISTINA:
Isso é verdade, Lyvia. Usar o escárnio de quem não sabe analisar para fazer merchan. Acho digno.

LYVIA:
É verdade, mas eu sou nova no MV e digo que não consigo entender certas perseguições com autores, não estou dizendo que todos, mas existe essa exclusão, afinal acredito que não deveria ter, pois somos todos autores e leitores e ainda nem sabemos onde esse canal, esse mundo de webnovelas e webséries pode chegar.

DÉBORA:
Lyvia, perseguição aqui é forte! E é igual tiroteio. Você nunca sabe de onde vem o tiro e nem porque.

DÉBORA: Eu já usei críticas negativas ao meu favor! (Risos) Que tipo de críticas vocês levam em consideração? Ou só lê e fala: Ok é sua opinião.

LYVIA:
Até agora nunca vi uma crítica negativa sobre meu trabalho. Sou estreante, como já disse, sou a autora de Recomeçar, mas se tiver uma crítica negativa, mas que seja construtiva desse ou de outro trabalho, que logo vou estar de volta, em abril, na websérie Bossa Nova, será bem entendida e responderei com educação.

CRISTINA:
As pessoas perseguem quem eles admiram. Enfim, respondendo à pergunta, críticas que explicam o porquê da pessoa ter gostado ou odiado são ótimas. Às vezes, nem a gente percebe, mas vem alguém e aponta. Não ligo para acidez e pra alfinetada, quando merecida. Críticas do tipo "trama sem sentido", "trama que ficou presa lá num sei onde" sem argumentos, pra mim são críticas vazias, com certeza vindo de alguém inseguro, que precisa receber somente elogios para satisfazer um ego inflado.

DÉBORA:
Crítica construtiva é mara! Cristina Ravela, você tem o blog da Zih e sempre faz críticas sobre as obras do MV. É fácil analisar as obras? Como é esse trabalho?

CRISTINA:
Menina, cada babado! kkkkkkk Eu só me meto a analisar o que conheço, o que estudei e o que posso acrescentar. Quem fica de muito neh nhe nhe, vai pro final da fila.

DÉBORA:
Cristina (risos) É isso aí! Gosto de como você analisa as obras, e tem tiradas ótimas! Adoro os memes que você escolhe

CRISTINA:
Memes é vida!

DÉBORA:
Lyvia, qual foi sua reação ao receber a primeira crítica positiva sobre uma novela sua?

LYVIA: Fiquei super feliz por saber que a novela foi bem compreendida logo no primeiro capítulo. E tentava melhorar nos outros até o final.

DÉBORA:
Incentiva a gente né? Tenho certeza que Bossa Nova será sucesso.

LYVIA: Obrigada Débora, e que a sua próxima novela seja sucesso. Eu já sei quem é o protagonista e eu gosto muito dele.

DÉBORA:
É um Mexicano! Muitos vão se incomodar porque dessa vez não é apenas um Mexicano, mas o elenco todo! Viva México! Pronto parei! (Risos)

LYVIA:
Eu já vi o site, também achei legal. Bem organizado. kkkk aguarde que lá vem chuva de críticas.

CRISTINA:
kkkkkkkkkkk

DÉBORA:
Lyvia, verdade!

DÉBORA:
Lyvia e Cristina, vocês poderiam fazer agora duas críticas sobre o que quiser? Uma positiva e outra negativa, vou torcer para não terem a síndrome Glória Pires: Não sei opinar sobre isso...

LYVIA:
Crítica positiva: Amei o final de Tempo de Amar. Achei aquele dialogo final do Tony Ramos incrível um show de interpretação. Critica negativa: Um ponto negativo em Tempo de Amar foi o sumiço de Vicente no mar, meio nada a ver e depois do nada ele aparece. Bom, só isso.

DÉBORA:
Lyvia (risos) Novela da Globo tem isso.

CRISTINA:
A minha crítica negativa vai para aqueles que adoram tentar tombar com os outros, e confundem crítica com ataque gratuito. Some a pessoa que age assim e quem apoia. Já a crítica positiva vai para todos que realmente tornam esse MV unido, que sabem dialogar. E aproveitando a brecha da Lyvia, eu amei o Vicente e a Maria Vitória. Senti que eles se emocionaram de verdade.

LYVIA:
Também senti de todo o elenco. Foi lindo falta isso nas demais novelas. Fica a dica pra Ju Paes brigando por causa de prêmio no Faustão kkk

DÉBORA:
Cristina, mara!

DÉBORA:
Meninas eu amei nosso clube da Luluzinha! Quero de novo! Vamos fazer um programa tipo Saia Justa! (Risos)

CRISTINA:
Apoio!

DÉBORA:
Obrigada por aceitarem meu convite e obrigada ao Gabo por me convidar para conduzir o debate!

LYVIA:
Também apoio.

DÉBORA:
Opa! Então vamos combinar!

LYVIA:
Agradeço pelo convite quando precisarem me chamem.

CRISTINA:
E o debate termina sem tretas. kkkkkkkkkkk Obrigada pelo convite. Convide sempre.

DÉBORA:
Cristina Ravela o que é milagre kkkkkkk

DÉBORA:
Até o próximo debate! Beijos

LYVIA:
Até, o próximo. Abraços. Beijos.

CRISTINA:
Até!

DÉBORA: O meu muito obrigado a vocês pela participação. O debate encerra aqui, mas o Misturama continua. Eu recebi um convite para contar a minha história sobre a chegada no mundo virtual. Vamos acompanhar...

 
     

 

     

COMO EU CHEGUEI AQUI: DÉBORA COSTA FALA TUDO!

     

DÉBORA COSTA: Oi, obrigada pelo convite, para quem não me conhece sou Débora Costa autora de web novelas, estou atualmente no Cyber Séries com a novela Hierarquia.
 

COMO EU CHEGUEI AQUI

Eu cheguei aqui através do site Recanto das Letras, uma pessoa da web emissora Teleglobo leu um roteiro meu e me convidou para escrever uma novela para eles e desde então não sai mais daqui.
 

PRIMEIRAS IMPRESSÕES

Competitivo. Eu não gosto e nem quero competir com ninguém, mas sempre tem quem queira competir comigo e no fim acabam falando sozinhos porque eu não entro nessa, estou aqui para fazer o que amo, para o meu público que é escrever novelas.
 

O CONTATO COM A ESCRITA

Eu comecei a escrever uma brincadeira minha com minha prima, meu sonho era ser atriz, mas sou muito tímida, sempre gostei de novela, em especial as mexicanas. Fui na casa da minha prima e brincamos de novela, voltei pra casa e a história não saiu da minha cabeça, peguei um caderno e escrevi o que aconteceu lá e nunca mais parei de escrever. Amo.
 

A PRIMEIRA VEZ

Uma amiga me indicou o site Recanto das Letras, lá eu publiquei uma novela e me senti nas nuvens quando recebi o primeiro elogio, antes escrevia só para mim, é muito bom escrever sabendo que alguém vai ler.
 

CONVIVÊNCIA

Amigos no mundo virtual são poucos, mas são ótimos, querem te ajudar, pedem ajuda, dão dicas, essas coisas. Inimigos não tenho, eu Débora não sou inimiga de ninguém, agora não gosto de gente falsa, hipócrita, pessoas que querem se aproximar de você querendo puxar seu tapete enquanto seguram sua mão fingindo ser amigo, desse tipo de gente quero distância.
 

MUNDO VIRTUAL EM UMA PALAVRA

Oportunidade. Aqui é uma porta aberta, já tive ótimas oportunidades no mundo virtual.

DÉBORA: Adorei participar, mais uma vez obrigada pelo convite.


CONHEÇA A CIDADE CENOGRÁFICA DE TALISMÃ, A NOVA NOVELA DA WEBTV

     
 

WESLEY ALCÂNTARA: Boa noite, leitores e leitoras do Misturama. Fui encarregado de visitar a cidade cenográfica da nova novela da WebTV, de autoria do meu super amigo Édy. Talismã vem aí. E, claro, vou pegar carona nesse belíssimo fusca verde limão. Bora passear, Édy!

ÉDY DUTRA: Olá, Leley! Oi pessoal de casa!! Bora conhecer um pouco destes cenários que a WebTV está criando... Confesso que estou com mega frio na barriga!!

WESLEY:
Dizem que tá ficando um luxo. Enquanto dirijo, diga-me como surgiu a ideia de Talismã, Édy.

ÉDY: Quem me conhece sabe que nas minhas histórias sempre trago algumas figuras e temas que gosto de explorar... E a prostituição é um destes temas. E daí surgiu a história de Talismã. Trazer uma garota de programa como protagonista da história. Mas com um toque de conto de fadas, então tem um lance de metamorfose, de virada de vida... Eu criei um conto de fadas realmente para a Lívia com elementos modernos,que a gente pode encontrar por aí...

WESLEY: Seria uma princesa do século XXI? Bacana isso. Para quem tá ansioso, deixaremos aqui um pouco da sinopse da história.
 

São Paulo, a fabulosa locomotiva do Brasil. E é nessa grande metrópole que vive Tarcísio (Zécarlos Machado), um rico executivo, dono de um grande império. Ele preside a empresa Amaro, uma das maiores fabricantes de joias do mundo. Tarcísio é casado com a elegante Elizabeth (Sônia Braga), com quem tem dois filhos: Rafael (Fábio Assunção) e Vitória (Júlia Feldens). Porém, a família de Tarcísio não vive em mar de rosas. Agda (Ângela Leal), mãe de Elizabeth, vive tentando controlar a vida de todos, criando intrigas e principalmente, jogando a filha contra o esposo. 

Amigo de Tarcísio e diretor na Amaro, Paulo (Marcos Caruso) será um grande incentivador para que Tarcísio esqueça um pouco a vida de casado e saia à procura do prazer. É Paulo quem leva Tarcísio até a boate Age Aquárious, uma das casas noturnas mais badaladas da cidade e também ponto de encontro e prostituição. E é nessa casa que Tarcísio conhece Maria Luísa, a Marilu (Taís Araújo), uma garota de programa gananciosa, disposta a tudo para se dar bem. Tarcísio e Marilu começam um pequeno envolvimento e Tarcísio mantém com ela um caso extraconjugal. Paulo é um homem invejoso, que sempre desejou ter o prestígio e o poder de Tarcísio e não medirá esforços para conseguir isso. 

Rio de Janeiro, a Cidade Maravilhosa. Não para todos... Atrás do glamour da noite carioca, se esconde a triste história de Lívia (Christine Fernandes), vivida nas ruas escuras e sujas, ponto da prostituição no centro do Rio. Lívia teve poucas oportunidades na vida e para conseguir seguir adiante, entrou para o mundo da prostituição, influenciada por Alexandre (Juan Alba), um mau caráter que só pensa em tirar vantagem sobre os outros. Lívia e Alexandre tem um filho, Pedro, mas nem isso é capaz de amolecer o coração do cafetão. 

Sem nenhuma expectativa de melhoras na sua vida, Lívia não vê a hora de ir embora daquele mundo. É quando ela reencontra o contato de sua amiga, Carla (Renata Dominguez). Com a ajuda de Carla, Lívia arma um plano para ir embora do Rio de Janeiro rumo à São Paulo, em busca de uma nova vida para seu filho e para ela, longe da prostituição... 

Chegando em solo paulistano, ela reencontra a amiga, que consegue ajudá-la. Carla leva Lívia para a pensão Bem Querer, de Alaíde (Arlete Salles) e Oscar (Ricardo Petraglia). Donos da pensão, eles formam um casal animado, sempre dispostos a ajudar. Os dois são pais de Jonas (Bruno Ferrari), um jovem publicitário que ficará encantado com a beleza de Lívia. Na pensão também moram Tatiana (Luiza Curvo), que trabalha na Amaro; o boêmio Kléber (Sérgio Menezes), e a misteriosa Wanda (Beatriz Segall)

Com a ajuda do pessoal da pensão, Lívia consegue um emprego de recepcionista no restaurante Europa-Brasil, um dos mais conceituados de São Paulo. E é neste local que Tarcísio e Lívia se encontram pela primeira vez, marcando para sempre a vida dos dois. Encontro este já previsto por Wanda, que alertara Lívia para sua grande metamorfose... 

Tarcísio e Lívia iniciam uma pequena amizade, que com o tempo, se transforma em amor. Com isso, Tarcísio vai perdendo aos poucos o interesse na ambiciosa Marilu, e acaba se

entregando apaixonadamente à Lívia, vivendo com ela, um lindo caso de amor. Porém, o destino de Lívia está traçado numa espécie de amuleto. E é Wanda quem alerta Lívia do poder e da preciosidade da pedra que Lívia carrega em seu colar: a pedra Sigba, de grande valor financeiro e místico... O objeto, avaliado em milhões de dólares e que sempre trouxe sorte e proteção para Lívia, é o alvo do mais ambicioso plano de Paulo, que fará de tudo para conseguir o objeto e assim, fazer fortuna. 

Um novo lugar, uma nova vida e desafios ainda maiores esperam por Lívia, que não deixará de acreditar na força do bem e do seu Talismã para ser feliz.

 
 
 

CONHEÇA A CIDADE CENOGRÁFICA DE TALISMÃ, A NOVA NOVELA DA WEBTV

     
 

WESLEY: Édy, chegamos a essa mansão linda, ouvi dizer que é da Família Ferreira, vamos entrar e você me conta um pouco mais sobre essa família.

ÉDY: Aqui é o luxo da novela toda hahaha. A família Ferreira é dona da Amaro, uma empresa de joias e mineração poderosíssima. O chefe dessa família é o Tarcísio, que há mais de 30 anos é casado com a Elizabeth, mais chamada de Beth. O Tarcísio e a Beth têm dois filhos... Rafael e Vitória, que são dois irmãos unidos e que trabalham com o pai na empresa. E junta-se à essa família a arrogância de Agda, mãe da Beth.
 

Tarcísio Ferreira (Zécarlos Machado): Um exímio homem dos negócios. Um executivo de renome no mercado nacional e internacional. Tarcísio é o presidente da Amaro, uma das maiores empresas do ramo das pedras preciosas e também dos acessórios (joias, etc). Administra um grande império, construído por ele graças ao dinheiro vindo da família de sua esposa, Elizabeth. Casado com ela, tem dois filhos, Rafael e Vitória. Após uma intensa crise no casamento, conhece a prostituta Marilu, com quem se envolve até se apaixonar por Lívia.
 

Elizabeth Magalhães Ferreira (Sônia Braga): Esposa de Tarcísio e mãe de Rafael e Vitória. É uma mulher elegante, uma pessoa conhecida da alta sociedade paulistana. Casada há mais de trinta anos com Tarcísio, vive uma grande crise no casamento. Procura não ser influenciada pela mãe, Agda, a responsável pelo casamento de negócios entre Elizabeth e Tarcísio.
 

Rafael Magalhães Ferreira (Fábio Assunção): Filho mais velho de Tarcísio e Elizabeth, também é o braço direito do pai na direção da Amaro. Bonito, inteligente, charmoso. Rafael tem um caso com Beatriz, mas não assume seu relacionamento com ela. É mais voltado ao trabalho, deixando um pouco de lado sua vida pessoal, embora goste de estar em boa companhia.
 

Vitória Magalhães Ferreira (Júlia Feldens): Filha caçula de Elizabeth e Tarcísio, Vitória é uma das designers de jóias da Amaro. Jovem, romântica, Vitória namora Fabrício há um tempo, mas o namoro dos dois vive sendo ameaçado por Mayra.
 

Agda Magalhães (Ângela Leal): Uma senhora fina, de classe, esnobe e um tanto prepotente. Armou o casamento da filha, Elizabeth com Tarcísio para que ele ficasse responsável pelos negócios da família, que não iam bem. Nunca teve uma boa relação com o genro e vive tentando influenciar a filha para seguir os seus conselhos, conceitos, sua forma de pensar.

ÉDY: Já nos capítulos iniciais o público conhece um pouco dessa família e a crise no casamento do Tarcísio e da Beth, que é cegamente apaixonada por ele mas que não sabe o que fazer para manter o casamento... E tudo isso alimentado pelo veneno da Agda, que não tem uma boa relação com o genro, pois é o único que ela não consegue "dominar"...

ÉDY: É um núcleo muito importante na trama, já que boa parte da história envolve a empresa e os interesses da família.



ÉDY: Aqui na sala de estar, ricamente decorada, acontecem a maioria das cenas... São muitos encontros, jantares, discussões... A família é rica mas não economiza nos barracos heehehe

WESLEY: Caramba! Por trás de todo o luxo material, esconde-se o lixo das relações pessoais. Não vou mentir, já sou #TeamAgda. Mas me conta um pouco mais sobre a Beth. É um amor obsessivo ou ela é muito passiva e dependente e não diferencia amor de costume de estar ao lado de alguém?

ÉDY: A Beth idealizou toda a vida dela em cima do casamento com o Tarcísio. Ela não é a maníaca obsessiva. Ela é passiva na relação mas muito verdadeira nos sentimentos. Então como ela pôs a sua felicidade nas mãos do Tarcísio e vê ele ir embora, ela fica sem chão. E aí para se reconstruir é demorado...

ÉDY: Eu até acredito que pra ela o que importa é estar ao lado dele mesmo que ele não a ame mais. Ela tem esperanças de que ele volte a amá-la. Mas ao longo da história a gente vai percebendo que talvez o que fez os dois ficarem juntos nem foi tanto o amor...

ÉDY: Eu tenho um carinho pela Beth muito grande... Sônia Braga interpreta essa mulher de uma forma única.

WESLEY: Entendo. Coitada da Beth. Mas e Tarcísio, quem ele é nessa história toda? Reconstruir uma vida depois de trinta anos não é fácil não. Como será tudo isso?

ÉDY: Tarcísio é um homem que toca os negócios como ninguém mas vive essa turbulência na vida pessoal. A novela começa e o público fica sabendo que não é a primeira crise do casal... Tarcísio é um homem que chegou aos 50 e não sabe se segue vivendo do jeito que está ou se muda. Ele sente falta do frescor do viver... E aí acaba conhecendo esse gás de vida fora do casamento. Ele não é mau caráter. Tem posições firmes com relação às suas atitudes. Mas ele, no fundo, está buscando se encontrar.

ÉDY: Ele acredita muito no amigo, Paulo, mas mal sabe ele que o Paulo é o responsável por iniciar a reviravolta da vida dele.

WESLEY: Nunca é tarde para isso, né?! Esses falsos amigos... Já vi vários em suas obras hahahaha. Mas Édy, essa arquitetura da casa do Tarcísio é divina.
 

ÉDY: O jardim eu amo também. O pessoal da cenografia caprichou... Tem um tom mais clássico, diferente da mansão da Rosana e do Mauro, de Passos da Paixão... A família Ferreira imprime esse estilo mais tradicional mesmo.

WESLEY: Bom gosto imperou aqui. Mas acho que devemos entrar no fusquinha e ir em direção à Boate Age Aquarious. Bora lá?

ÉDY: Partiu fazer um pole dance!!

WESLEY: Uiii. A Boate é onde a Marilu trabalha ou ela é a "dona da porra toda"?

ÉDY: Marilu trabalha. Quenga pobre. Não é dona nem do próprio teto. Por isso a ânsia de fisgar um homem rico e sair dessa vida. Marilu é a personificação do capeta na terra. Simples assim.

ÉDY: Detalhe que Age Aquarious é o mesmo nome da boate que tinha em Passos. Eu quis manter com homenagem.

WESLEY: Bom, chegamos! Édy, faça as honrarias e entre na frente. Mas vá me contando um pouco sobre dona Maria Luísa, a Marilu.


ÉDY: A Marilu é uma mulher que só quer se dar bem na vida. Ponto. E pra isso ela é capaz de tudo. Tudo mesmo. Mas ela é esperta. Sabe seduzir, fingir, enganar... É uma vilã com tudo o que se pode esperar.
 

Maria Luísa Barroso / Marilu (Thaís Araújo): Garota de programa que trabalha como dançarina na boate Age Aquarious. É interesseira, gananciosa e capaz de tudo para conseguir o que quer. Vai se envolver com Tarcísio de olho no dinheiro dele. Porém, não vai gostar quando descobrir que Tarcísio está gostando de Lívia e fará qualquer coisa para separá-los.

WESLEY: Usa todos os atributos possíveis: sensualidade, inteligência e malícia? E me diga, ela será a pedra no sapato de Lívia ou a derrocada de Tarcísio?

ÉDY: Ela usa tudo o que puder para garantir o quer. E ela vai ser a pedra no sapato de MUITA gente...

ÉDY: Mas óbvio que seus alvos serão Lívia e Tarcísio.
 

Lívia Ribeiro da Silva (Christine Fernandes): Garota de programa no Rio de Janeiro, era explorada pelo cafetão Alexandre, que também é pai de seu filho, Pedro. Cansada da vida que leva, Lívia foge para São Paulo, junto com seu filho, em busca de uma nova vida, com a ajuda da amiga, Carla. No Rio, conhece Tarcísio, com quem vive uma história de amor.

WESLEY: Já que a mocinha será prostituta, creio eu que Lívia deve vir trabalhar na Age, certo? Como será essa vinda dela? Ela já será prostituta anteriormente?

EDY: Aqui é que está. A Lívia começa a história no Rio de Janeiro. Ela é prostituta porque é explorada pelo pai do seu filho, o mau caráter Alexandre... Para fugir dessa vida, ela se manda para São Paulo. E em SP ela deixa de ser prostituta.

WESLEY: Interessante... Bom, além de Marilu, quem mais trabalha aqui na boate?

ÉDY: A boate é de propriedade do Henri. Ele é amigo da Marilu, faz vista grossa para o real caráter da amiga. Mas quem faz a Marilu perder a cabeça é a Sarah. A Sarah é espavitada e vive afrontando a Marilu. É uma pontinha de humor nessa densidade toda.
 

Henri (Rodrigo Santoro): Dono da boate Age Aquarious, um empresário bem sucedido na noite paulistana. É amigo de Sarah e Marilu e vive colocando panos quentes nas desavenças das duas.
 

Sarah da Costa (Janaína Lince): Garota de programa que trabalha como dançarina na boate Age Aquarious. Tem um estilo chamativo, com roupas justas e curtas, tons vibrantes, o que combina com seu estilo de vida, sempre alegre. Divide um apartamento com Marilu até que a vilã a expulsa de casa. É quando Sarah conhece Conrado, com quem se envolve, formando um triângulo amoroso com Isabela.

WESLEY: Interessante, Édy! Acho que já tá bom de boate. Tenho medo de esbarrar com a Marilu. Bora dar mais um rolé?

ÉDY: Vamos lá. Porque se Marilu estiver aqui, seremos presas fáceis. Hehehee
 

WESLEY: Estamos chegando na Amaro. Me conta como é o ambiente nessa empresa e qual ramo de trabalho ela desenvolve?

ÉDY: A Amaro é líder no mercado de joias e mineração. Tem profissionais competentes e muito poder. Aqui trabalham, além de Tarcísio e os filhos, o Paulo, Lorena e Tatiana. Tirando o Paulo, todos pessoas de bem. Hehehe
 

Paulo Cardoso de Freitas (Marcos Caruso): Tido por Tarcísio como seu melhor amigo, Paulo é um homem sem escrúpulos. Está sempre pronto para tirar vantagem sobre os outros e conquistar poder. É ganancioso, invejoso e interesseiro. Arma um grande projeto para conquistar a pedra Sigba, de grande valor comercial e fará de tudo para conseguir o que deseja.
 

Lorena Vasconcellos (Sílvia Pfeifer): Uma das diretoras da Empresa Amaro, é uma profissional respeitada e competente. Está sempre procurando ajudar e leva seu serviço muito a sério. É uma boa pessoa e preza pelos bons costumes, principalmente em sua família.


Tatiana de Lima (Luiza Curvo): Funcionária da Empresa Amaro, é uma moça alegre, faceira, que sonha em se dar bem na vida.

WESLEY: Édy, mas que prédio imponente. Já estou ansioso para entrar. Quero ir direto à sala da presidência.
 

WESLEY: São tantos andares, tantos corredores. Édy, teremos cenas de tensão e de forte apelo dramático aqui?

ÉDY: Siiim!! Fortíssimos embates. Não posso adiantar muita coisa. Mas fortes emoções, com certeza.

ÉDY: A empresa é um dos cenários mais requisitados das gravações.

WESLEY: Ocupou todo o espaço que ficava a Gazeta Carioca de Garotas do Rio. Por falar em redação de jornal, que tal darmos um pulinho na Flash Paulista e saber de todos os baphos da Terra da Garoa?
 

ÉDY: A Flash Paulista é um canhão! Saiu na revista, é verdade hehehe o Conrado é o dono da Flash e é um mulherengo nato. Mas tem o coração todo apaixonado pela Isabela, uma das jornalistas mais competentes da redação. A relação deles é muito divertida, porque ele cria várias investidas e ela se esquiva ao mesmo tempo que tem curiosidade... Junto na revista trabalha a Beatriz, namorada de Rafael, filho do Tarcísio. A Beatriz sofre porque o Rafael não assume o caso deles para a família. Ela é apaixonada por ele e briga muito por esse amor, que a deixa cega para certas coisas...
 

Conrado de Menezes (Caco Ciocler): Editor-chefe e dono da Revista Flash Paulista. É um jornalista de prestígio. Galanteador, vive jogando seu charme para Isabela, tentando conquistá-la, mas nunca tem resposta positiva. Vai conhecer Sarah, uma garota de programa, com quem acaba se envolvendo. E isso vai acabar despertando o ciúmes de Isabela.
 

Isabela Alcântara de Souza (Lavínia Vlasak): Filha mais velha de Charlote e Demétrio, é repórter e editora da Revista Flash Paulista. É uma mulher bonita e que tem uma vida profissional bem-sucedida. Vive sendo assediada pelo chefe, Conrado, mas ela resiste a todo o custo às investidas dele.
 

Beatriz Garcia de Carvalho (Bianca Castanho): Uma das repórteres da Revista Flash Paulista, é uma moça bonita, sofisticada e totalmente atraída por Rafael, com quem tem um caso. Está sempre cobrando dele para que assumam o relacionamento.

WESLEY: Hum, interessante esse povo da revista. Aliás, tô amando essa redação. A moça do café já me contou várias fofocas aqui.

ÉDY: Ela já falou da festa da revista com show de Maria Rita onde acontece um dos bafos mais marcantes da trama?

ÉDY: Se ela não falou, vai ter que esperar a novela ir pro ar hehehe

WESLEY: Não contou não. Poxa, pelo jeito vou só ficar na vontade de saber. Nossa, todo esse passeio me deu uma canseira. Preciso de um lugar para pousar. A moça ali do financeiro me disse que a dona Alaíde e o seu Oscar tem uma pensão que é um Bem Querer. Será que a gente pode ir pra lá pra eu poder dar uma descansada?

ÉDY: Pode sim!! Aliás, lá tem paz, alegria, muito amor. Um cantinho muito especial. Bora!!

WESLEY: Mas me conta, quem mora lá?
 

ÉDY: Alaíde e Oscar são os donos da pensão. É um casal pra lá de animado e que abriram a casa para todo o tipo de gente... Lá moram o Kléber, um saxofonista ímpar, a Tatiana, que trabalha na Amaro, a Carla, melhor amiga da Lívia (e que esconde o fato de ser garota de programa) e também a misteriosa Wanda... A Alaíde e o Oscar são os pais do Jonas, um jovem publicitário, boa praça e que fica encantado pela Lívia,quando esta chega para morar na pensão com o filho.
 

Alaíde Rocha dos Santos (Arlete Salles): É a dona da Pensão Bem Querer. Mãezona, mas que coordena com mãos de ferro o dia a dia da pensão. É casada com Oscar, com quem tem um filho, Jonas. É uma mulher animada, conselheira e que está sempre disposta a ajudar.
 

Oscar Rocha dos Santos (Ricardo Petraglia): Marido de Alaíde, é companheiro dela na manutenção da pensão. É um homem boa praça, um tanto submisso à esposa, mas que adora sua família.
 

Kléber Alves (Sérgio Menezes): Morador da pensão, é um músico boêmio, da noite. Com seu sax, toca lindas canções. Trabalha como músico no restaurante Europa-Brasil.
 

Wanda Cordeiro (Beatriz Segal): Senhora misteriosa, que mora na pensão de Alaíde e Oscar. Foi deixada lá pela filha, Rosa, que foi-se embora sem nunca mais voltar. Wanda tem poderes místicos. É tida por quase todos como louca. É ela quem vai alertar Lívia sobre os poderes da pedra Sigba, além de prever o futuro da moça na cidade.
 

Jonas Rocha dos Santos (Bruno Ferrari): Filho de Alaíde e Oscar, Jonas é um publicitário recém formado, que trabalha na Agência Ônix. E um rapaz romântico e que irá se apaixonar por Lívia, quando esta chegar em São Paulo.

WESLEY: Vejo que a pensão é do balacobaco. Gostei bastante. É bem aconchegante

ÉDY: A equipe de caracterização é muito eficiente. Olha esses enfeites de mesa e os sofás de vime!! Sou apaixonado por isso hehe

WESLEY: Estão realmente lindos! Parabéns a toda equipe.

WESLEY: Édy, foi um prazer passear pela cidade cenográfica da sua próxima novela a ser exibida pela WebTV. Parabéns e sucesso! Que Talismã chegue pra poder energizar todo mundo. Um abraço e obrigado pela disponibilidade e paciência.

WESLEY: A vocês de casa, não percam Talismã, a nova estreia da WebTV.

EDY: Eu que agradeço por esse passeio incrível. Obrigado pelo carinho de sempre e não percam Talismã!! Em breve na telinha da WebTV!!

WESLEY: O Misturama fica por aqui! Dia 20 de abril, o Gabo volta ao comando do Misturama na estreia da nova temporada. Não percam. Uma boa noite pra você.

 
     
     

apresentação
Débora Costa
Wesley Alcântara

convidados
Cristina Ravela
Édy Dutra
Lyvia Peroba


entretenimento
contatoredewtv@gmail.com


REALIZAÇÃO


Copyright
© 2018 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução

.aaa.
.aaa.

Compartilhar:

 
Copyright © WebTV | Design by OddThemes