Misturama - 5x09


https://1.bp.blogspot.com/-GbWzqloI7Jo/WOPMYOIVVwI/AAAAAAAAAT0/A4F7B7_Qq1IXIHaq5TZm_FyG3Q-JyudMwCLcB/s1600/misturama.jpg
 

MISTURAMA - 5x09
 
 
   
 

DIOGO DE CASTRO: Boa noite senhores, estamos reunidos aqui em nome do pai do filho e do espírito virtual, digam amém!

... 5 MINUTOS DEPOIS

DIOGO: Primeiro vácuo da noite rs. Podem dar alô, galera kkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk morto.


 
 
 

CARLOS LIRA, DÉBORA COSTA E THIAGO MACHADO PARTICIPAM DO DEBATE COMANDADO POR DIOGO DE CASTRO

     
 

THIAGO MACHADO: Olá, pessoal! Amém!

DÉBORA COSTA: Oi gente, tudo bem? Obrigada pelo convite

CARLOS LIRA: Buenas a todos vocês também povo desse MV. E bora começar que já tá dinoitim kkkk

DIOGO: Sejam todos bem-vindos aos estúdios da emissora virtual mais amada do Brasil!

DIOGO: No debate de hoje, um tema bastante inovador: mundo virtual hahahaha

LIRA: Sabia que estava no lugar errado. Vou indo então! Kkkkkk

DIOGO: Quais suas impressões? Como conheceram? Há quanto tempo estão por aqui? O que mudou de lá pra cá e o que esperam pro futuro do mundo virtual são algumas das perguntas sobre as quais conversaremos. Preparados?

THIAGO: Com certeza! kkkkkk

LIRA: Sempre! Boremos?

THIAGO: Já não vejo a hora do ponta pé inicial. kkkk

DÉBORA: Estou no MV há uns 7 anos, comecei no site Recanto das Letras e surgiu o primeiro convite para uma web emissora. Muita coisa mudou para mim, sempre teve quem implicasse comigo e eu me importava, hoje em dia não estou nem aí kkkk. O que amo é meu público.  Eles importam para mim, escrevo com muito carinho para eles. Graças a uma crítica da Zih eu mudei a forma de escrever e gostei dessa mudança.

THIAGO: Estou no mundo virtual há seis anos. Conheci as novelas e séries virtuais no TV MIX e depois, com o passar do tempo, encontrei o grupo BLOG DA ZIH. É um espaço interessante, instiga o processo de escrita e anima as pessoas.

DÉBORA: Gosto do Blog da Zih.

THIAGO: Gosto da interação entre os membros, mas acho que, ultimamente, anda a decair. Poucos leem as obras e as comentam.

DÉBORA: É difícil as pessoas comentarem no MV. Fico curiosa kkkk

THIAGO: O que dificulta saber se leem ou não.

DEBORA: No Cyber Séries tem uma contagem para a audiência, acho isso interessante. Da para saber que estão lendo.

THIAGO: É um bom termômetro de audiência, mas o comentário, a análise, trabalha de um jeito diferente no autor.

LIRA: Vamos lá! Antes de tudo não sou bom em lembrar datas, logo não faço a mínima de quantos anos já ando por aqui. Bem, comecei no Recanto das Letras, passei por algumas emissoras e foi no BH que realmente consegui exibição e de certo modo visibilidade nesse MV. Ao chegar o encanto era enorme, antes havia de certo modo uma ajuda por aqueles que exibiam e os que liam, hoje a lei que rege o MV infelizmente é a da baixaria, do querer derrubar e ridicularizar a obra do próximo a qual fulano nem se quer ler ou leu. Bom, o que esperar de algo que anda bem torto e que se endireite. No mais, acho que é isso! Só segue, segue o fluxo, segue o baile!

DIOGO: Todo mundo aqui tem uma trajetória considerável no mundo virtual. Em aspectos gerais, na opinião de vocês, o que mais mudou no mundo virtual desde quando vocês começaram? Em outras palavras, qual a diferença do mundo virtual do passado e o mundo virtual do presente?

THIAGO: A participação. Minorou a interação. Obras já não são mais tão comentadas. Isso dificulta o feedback.

DÉBORA: Antigamente não tinha tantas brigas pra ver quem é melhor que quem, tentam se sobressair o tempo todo e acabam tirando o foco do que é mais importante, as novelas, séries e minisséries.

LIRA: Além do companheirismo (que antes era de modo geral, todo mundo se ajudava, todo mundo comentava, e sabia realmente dar valor às tramas em exibição). Como disse agora a pouco, atualmente o MV tá empestado por “pragas” “infantilizadas”.

THIAGO: Concordo com o Lira e a Débora. Falta mais companheirismo.

LIRA: Como veem, ambas as respostas acabam se batendo. Hahahah

DÉBORA: Verdade!

DIOGO: E como vocês lidam com essa mudança? Mais especificamente a falta de feedback do leitor e a competição exacerbada?

LIRA: Fico LOKO, porque como autor é péssimo. Ficar sem saber como a trama está sendo vista por aqueles que realmente a ler é bastante agonizante. Se houvesse mais esse “bate-papo” entre autor e leitor de certa forma ambos sairiam ganhando e as tramas seriam mais enriquecidas.

DÉBORA: Eu tenho duas amigas que envio os capítulos de Hierarquia, elas comentam, dão opinião sincera, e isso me ajuda muito! Também recebo um comentário ou outro e até email. Isso impulsiona a escrever. Sobre a competição eu nem entro, não gosto dessas coisas, mas sinto que tem gente que quer competir comigo, fico desconfortável, eu escrevo e não espero vencer ninguém, escrevo para quem gosta de ler minhas novelas.

THIAGO: Não publico há algum tempo. O feedback, na maioria, peço de amigos, os quais não irão acompanhar os roteiros fielmente, mas leem capítulos esporádicos. Caso publicasse, é óbvio que iria querer uma relação com os meus leitores para além de números.

DIOGO: Enquanto escritores é importante pra gente saber como nossa história está sendo vista pelo público, é compreensível. No entanto, acredito que mais importante ainda é a gente sentir-se bem com o que faz, porque nestas condições, se não houver um feedback por parte de terceiros, não chegamos a ficar sem estímulo para escrita, como acontece com pessoas que escrevem não pelo prazer, mas pela possibilidade de fazer sucesso. 👎

DIOGO: Alguma razão em especial por não publicar há algum tempo, Thiago? E considerando aspectos positivos, o que mudou pra melhor no mundo virtual?

THIAGO: Dedico-me à Literatura. É minha grande paixão. O roteiro é um exercício de relaxamento. Exercer a criação de tipos, enredo. Mas para a escrita, o literário me serve mais.

DÉBORA: Mudou para melhor o público, hoje em dia tem mais leitores, isso é muito bom. As web novelas estão ganhando destaque.

LIRA: Razô Dioguito! O Thiago tocou num ponto ótimo: Números! Sobre eles, pobre autor é aquele que só os considera. Afinal, próprios autores acabam usando de servidores fantasmas pra mascarar IP e assim conseguir um ótimo quadro de “números”, o que chega a ser ridículo. Mas... Tem doido pra tudo!

THIAGO: As artes são mais bonitas, temos mais obras de qualidade.

LIRA: Do antes pro agora, só uma coisa mudou pra melhor: As artes! A divulgação das tramas ficaram mais atraentes, fora isso, é isso mesmo.

THIAGO: Pensamos o mesmo, Lira! kkkkkkk

LIRA: kkkkkk To percebendo isso. Olha que os pensamentos andam batendo hahahaha

DIOGO: Que sintonia, convidados! HAhahaha

THIAGO: É interessante! kkkkkkk

LIRA: Tá vendo aí! Kkk

DÉBORA: kkkk

DIOGO: Então concordamos que a qualidade melhorou! Nada como a experiência não é mesmo? Quando eu olho pro primeiro roteiro que escrevi e comparo com os mais recentes, é nítida a evolução. Isso é gratificante.

LIRA: Como diria minha grande amiga Gadú: Tempo, tempo, tempo.... kkkk

THIAGO: Realmente. Perceber a evolução da escrita é fascinante. É o que mais importa no final.

DÉBORA: Eu sinto essa evolução também, da primeira novela até a atual melhorei Kkkk

DIOGO: Hoje, qual a importância do mundo virtual na vida de vocês?

THIAGO: A cada obra realizada, um estilo vai a firmar-se. A segurar-se nas entrelinhas dos textos, edificar-se. Cria-se, a partir disso, um autor de qualidade, singular.

DIOGO: Um pouco chocado com o requinte na escrita do Thiago. É só um desabafo mesmo, podem responder hahahaha 😆

DÉBORA: O mundo virtual é muito importante para mim, sem isso aqui não teria a chance de mostrar meu trabalho, amo escrever e amo que leiam kkkkkk

THIAGO: Não ocupa um papel principal, mas faz parte de um contexto agradável. Não vivo para o mundo virtual, mas o considero importante. Fiz amizades, conheci obras. Um bom lugar.

LIRA: Thiago, Ctrl C + Ctrl V. É isso mesmo, o MV é uma ótima porta pra apresentar algo que a gente curte. E apesar dos pesares, acabamos conhecendo um pessoal bem bacana.

DIOGO: Débora escreve profissionalmente? Pra mim o mundo virtual é um hobbie.

LIRA: Pra mais também, um hobbie. hahahaha

DÉBORA: Claro que eu não vivo para o MV, é um hobbie que eu amo, tenho vontade de escrever profissionalmente sim, o sonho de ter algo meu ganhando vida vai acontecer logo! O DNA irá produzir Falso Amor, é um projeto novo, eles irão fazer um canal no YouTube

THIAGO: É um bom espaço para conhecer pessoas que compartilham de um desejo, o de escrever, produzir. Muitas vezes não temos esse contato na vida real.

DÉBORA: Conheci muitas pessoas legais também.

THIAGO: Além disso, proporciona-nos momentos como estes de debate.

LIRA: Justo Thiago. É bom compartilhar de um bom papo com pessoas que compartilham de um mesmo sonho que você. É bacana, e de certo modo nos faz esquecer algumas “broncas” do real

DÉBORA: Também gosto desses debates! Adoro quando me convidam

DIOGO: Que legal, Débora! Fala mais um pouco desse projeto pra gente.

DIOGO: O mundo virtual seria um refúgio em relação as dificuldades do mundo real? Afinal, aqui podemos ser quem quisermos e dar vida a quem quisermos através da escrita. O que pensam a respeito?

DÉBORA: O Miguel que é o administrador do DNA está começando uma produtora, ele já está com o projeto inicial que é a novela dele Por Um Triz, e em seguida vem Falso Amor, eu não vejo a hora de ver a novela no ar kkkk

DÉBORA: Gostei disso do MV ser um refúgio do mundo real pq muitas vezes eu fugi de problemas assim, escrevendo.

THIAGO: Assim como os simbolistas tinham a sua Torre de Marfim, tenho eu a minha: o Mundo Virtual. Aqui posso mostrar uma outra faceta, uma parte oculta aos outros de fora. Enfim, uma Torre de Marfim Virtual. kkkkk

DIOGO: Quando esse projeto for lançado avise-nos, por favor. Vou querer conferir com certeza!

LIRA: É ótimo ver os colegas da escrita conseguindo transpassar cenas pro vídeo, boa sorte aí Débora. Bom, sobre o refúgio, de certa forma sim. Costumo falar que os personagens carregam de certo modo partes dos autores. Sejam de convívios ou até de expressões do mesmo. É bacana quando se transporta pra escrita e dar essa “fugidinha” pro irreal.

DIOGO: Neste sentido, a escrita pode funcionar uma terapia e acredito que muitos de nós em momentos difíceis encontrou nesse hobbie uma forma de esquecer os fardos da vida real. Também acho importante frisar que muitas vezes a vida real se faz presente na escrita virtual. Como acontece com vocês? Preferem histórias sem 100% fictícias ou gostam de dar um toque de realidade nas obras que desenvolvem?

LIRA: Sempre rola algo misturado entre ficção e realidade. Nem só de ficção vive o autor.

THIAGO: Procuro mesclar. Trago temas sociais, mas com doses da velha e boa fórmula ficcional.

DÉBORA: Obrigada, Carlos Lira

DIOGO: Não podemos esquecer que ao tratar temas pertinentes ao mundo real, estamos prestando um serviço a sociedade, o que é uma grande responsabilidade né. Que temas vocês já abordaram?

DÉBORA: Verdade

LIRA: certeza! Já tratei de: Racismo, Drogas, Corrupção...

THIAGO: Pedofilia, violência contra mulher, homofobia...

DÉBORA: Nunca usei um tema forte

DIOGO: Dentre os temas que já abordei teve a aids, gravidez indesejada, preconceito e por aí vai. No caso de Lira e Thiago, vocês tiveram contato próximo com o tema ou só julgaram relevante e decidiram abordar?

DIOGO: Débora prefere os dramalhões mexicanos né?

LIRA: No meu caso é mais questão de ver, ler... São assuntos que infelizmente sempre estampam os noticiários da vida.

DÉBORA: Exatamente kkkk é meu estilo.

DIOGO: Mais em cima Thiago disse que o mundo virtual é uma parte oculta aos outros de fora. Ninguém do teu convívio real sabe que você escreve na internet? A pergunta se estende aos demais.

DÉBORA: Minha família sabe que escrevo, amigos também, algumas pessoas incentivam

LIRA: Algumas pessoas sabem, leem e acabam comentando...

DIOGO: E no que diz respeito ao futuro do mundo virtual, galera. O que vocês esperam? O que pretendem? Quais as expectativas a curto, médio, longo prazo?
Eu espero que o pessoal evolua, e resgatem o companheirismo de antes. Quanto a minha pessoa, bem. Estarei me afastando do MV logo em breve. Ficarei de visitante nos momentos vagos. Por enquanto é isso...

THIAGO: Sobre as pessoas saberem d'eu escrever no mundo virtual, algumas sabem. Não é algo que fique a dizer a todos.

DÉBORA: Eu espero que sejamos reconhecidos como autores, e depois de Hierarquia eu tenho um projeto na Cyber Séries

THIAGO: Espero que sejamos melhores, que façamos mais comentários, analisemos obras alheias, questioná-las. No mais, que a interação cresça.

DÉBORA: Boa Thiago!

DIOGO: E que momentos de troca como estes sejam cada vez mais presentes no mundo virtual. Foi um prazer recebê-los e conhecer cada um mais de perto, estamos finalizando o debate. Deixo aberto o espaço para suas considerações finais.

THIAGO: Agradeço muito o convite e debater os assuntos do mundo virtual é sempre relevante. Que sejamos melhores, amigos! Foi ótimo o papo!

DÉBORA: Obrigada pelo convite, adorei estar aqui.

LIRA: Espero que possamos repetir em breve, foi ótimo! Agradeço pelo convite e vamos seguindo... Valeu!

DIOGO: O meu muito obrigado a vocês pela participação. O debate encerra aqui, mas o Misturama continua. O Failon Teixeira, um autor do Maranhão vai contar tudo sobre a sua chegada aqui no mundo virtual. Vamos acompanhar.

 
     

 

     

COMO EU CHEGUEI AQUI: FAILON TEIXEIRA FALA TUDO!

     

FAILON TEIXEIRA: Sou Failon Teixeira, maranhense, autor e colaborador de web novelas. Tenho 18 anos, estudante. Sonhador e jovem escritor. Tenho em mim a arte de criar histórias, escrever é algo tão maravilhoso, quanto bom.
 

COMO EU CHEGUEI AQUI

Eu sempre gostei muito de novelas. Por uma certa vez, em um site de pesquisa eu vi lá ‘’ Um certo alguém’’ Web novela da Luana Rocha, 2014, Uma web novela que prendeu a atenção, e eu gostei muito da forma como era escrita. Ai eu decidi que era isso que eu queria fazer. Escrever webs novelas. Porque foi algo que me conquistou e me fascinou.

Depois eu pesquisei em outros sites e vi outras webs, ai eu tive certeza que eu me encontrava nesse mundo. O Séries de Web foi o primeiro site que eu conheci, onde se publicava webs, então, eu decidi publicar uma web, onde não obtive sucesso. 2 anos depois, estava já como membro fixo. Eu publiquei minha primeira web novela’’ PARAIONE’’ uma web que fala sobre dois jovens que sonham em ser atores, e que passam por muitos desafios para realizar seus sonhos. Essa foi minha primeira experiência. Fiquei tão feliz. Assim, foi o começo de tudo.

 

PRIMEIRAS IMPRESSÕES

Foram as melhores possíveis. As webs vistas por mim, pela primeira vez, foram muito significantes na minha carreira. Todos os sites de webs novelas são muito bons. Eram bons e ainda continuam sendo. Tv Mix, Séries de Web, Slexd, hoje o atual Megapro. Web Mundi, entre outros.
 

O CONTATO COM A ESCRITA

Desde os 9 anos de idade, eu já lia muito e já fazia minhas primeiras histórias. Aquelas historinhas de crianças. Eu só não tenho mais elas, mas foram muitas.
 

A PRIMEIRA VEZ

Muito feliz. Paraione, minha primeira web. Foi exibida entre maio e junho de 2016, no Séries de Web. Foi uma experiência nova, a web deu o marco inicial. Os leitores gostavam bastante. A audiência era muito boa, chegou na primeira semana, com um pico de 84 pontos. Foram 30 capítulos de emoções. O Séries de Web, foi minha casa e que me acolheu. Agradeço muito ao Domingos Santiago. Porque ele viu o meu potencial e não me deixou desistir.
 

CONVIVÊNCIA

Temos uma boa convivência com eles. Todos os meus amigos escrevem webs. Podemos destacar os seguintes amigos: O Gabriel Fonseca, autor de Segredos de Famílias. Henrique Sousa, autor de Trilha da Vida e Coração Paralelo. Léo Meneses, autor de Menina Flor. O Everton Brito, autor de Amor em Promoção, Eu te Amo Tanto, Garotas de Sábado, Pobre e Chique – que eu trabalhei com ele –, dentre outros. E não tenho inimigos dentro desse meio.
 

MUNDO VIRTUAL EM UMA PALAVRA

Criação. O mundo virtual possibilita que autores amadores, como nós todos somos, a mostrar o que cada autor cria. Ele dá a oportunidade de pessoas iniciarem como autor. Sem nenhuma distinção de classe. Eu parabenizo todos os que escrevem webs novelas. Todos têm muito talento. Vocês são pessoas especiais, e o ‘MUNDO VIRTUAL’’ Só dá a chance de você mostrar o que você criou. Isso é tudo o que eu tenho para falar.

Boa noite a todos!!! E um beijo carinhoso em vocês.

     

 

     
 

DIOGO DE CASTRO: Failon, obrigado por compartilhar sua história aqui no Misturama. O programa de hoje fica por aqui. Uma boa noite e uma ótima semana pra vocês. Fui...

 
     
     

apresentação
Diogo de Castro

convidados
Carlos Lira
Débora Costa
Failon Teixeira
Thiago Machado

entretenimento
contatoredewtv@gmail.com


REALIZAÇÃO


Copyright
© 2018 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução
.aaa.
.aaa.

Compartilhar:

 
Copyright © WebTV | Design by OddThemes