Web Show: 3x06 - Entrevista com Charlotte Marx - WebTV - Compartilhar leitura está em nosso DNA

O que Procura?

HOT 3!

Web Show: 3x06 - Entrevista com Charlotte Marx

Apresentação Marcos Vinicius
Compartilhe:
Troque a Fonte Aqui

 

WEB SHOW - 3x06
 
 
 

 


 

Tudo está escuro. De repente uma nuvem de fumaça toma conta do cenário e um cheiro forte impregna o ar. ESCUTA-SE uma TOSSE SECA ao fundo e logo em seguida BARULHO DE SIRENES DE BOMBEIROS  E AMBULÂNCIA parecendo cada vez mais próximos.

 

VOZ FEMININA: E eu não pensei duas vezes...

 

VOZ MASCULINA: (suspira) E quando olhei para o lado ela não estava mais ali comigo. Foi então que vi aqueles cabelos ruivos entrar na casa de Josie e sumir por entre o fogo denso e assustador.

 

MARCOS VINÍCIUS: E a garota, muito corajosa, procurava por Josie dentro da casa, embora a fumaça grossa não permitisse que ela visse algo com nitidez à sua frente. Tentou chamar pelo nome de Josie, mas sua tentativa foi em vão. Teve uma crise de tosse e não articulou palavra alguma.

 

VOZ FEMININA: Subi as escadas, virei o corredor à direita e vi uma porta que parecia ser do quarto de Josie...

 

VOZ MASCULINA: Nós estávamos desesperados do lado de fora, sem saber o que se passava lá dentro...e os bombeiros demoraram pra chegar.

 

MARCOS VINÍCIUS: E ela firmou a vista e viu Josie  ainda deitada na cama. Se aproximou e constatou que ela ainda estava viva. A chacoalhou para que ela acordasse.

 

VOZ FEMININA: Precisamos...sair daqui...a casa está...pegando fogo...

 

TUDO SILENCIA no cenário. Aos poucos as luzes vão se acendendo mostrando a plateia atônita com o que acabara de presenciar. 

 

O apresentador Marcos está sentado sobre a bancada. Olha para a CÂMERA 2.

 

MARCOS VINÍCIUS: Boa noite senhoras e senhores. Sejam todos muito bem vindos ao sexto episódio do talk show mais querido do Brasil.

 

Marcos se levanta e vai para sua confortável poltrona. Senta-se. Respira fundo. CÂMERA 1 aproxima-se dele.

 

MARCOS VINÍCIUS: Que cena, meus amigos. O que não produzimos para receber nossos convidados, não é mesmo? Alguém sabe de onde saiu esta cena que adaptamos aqui hoje?

 

Marcos volta olhar para a CÂMERA 2.

 

MARCOS VINÍCIUS: Eu disse pro Gabo que queria tudo muito real. E ele atendeu. Por isso amo este programa.

 

CÂMERA 1 novamente.

 

MARCOS VINÍCIUS: Com vocês... Charlotteeeeeeeee Marx!

 
     

CHARLOTTE MARX PARTICIPA DO WEB SHOW

     
 

Nome completo: Charlotte de Arruda Marx 

Idade: 26 anos

Profissão: Estudante de medicina 

Status emocional: Artística 

Relacionamento atual: Sem macho escroto (traumatizada)

Paixão por: Hilda Hilst

Ódio por: Fascismo

Comida favorita: Borsch e Tacacá vegana

Status da conta bancária: Sem pendências graças ao super-papais que tenho

Apelido: Charloe

Cena inesquecível de uma novela: Joyce se despede de Ivan antes da sua mastectomia em A Força do Querer

Cena inesquecível de um filme: Domingas questiona Michael sobre as mortes após chacina em Bacurau

Cena inesquecível de uma série: Anne ajuda no incêndio da casa de Giils em Anne with E

 


 

Charlotte entra no estúdio. Ainda delirando com o que acabou de presenciar. Se aproxima de Marcos, o cumprimenta e senta na poltrona à sua frente. A plateia está fervorosa de pé aplaudindo.

 

MARCOS VINÍCIUS: Muito obrigado por aceitar o convite para vir participar do nosso programa hoje. Espero que nossa abertura tenha ficado à altura da sua presença.

 

CHARLOTTE: Bonjour Chéri! Comment allez-vous? Olá a todos! Amo vocês! Viva a revolução xuxus! Acabei de chegar ao Brasil, peguei um vento de calda, graças a Santa das causas perdidas, corria o risco de não dar tempo, o aeroporto de Charles de Gaulle estava insuportável de lotado, deu problema na passagem! Ah, não quero nem me lembrar! (Ela tira o echarpe e se senta cruzando as pernas). Quanto a apresentação  achei desesperadora, vívida, típica de uma boa novela mexicana! Lembrou-me um pouco do capítulo 24 de Eterno Canto, marcando minha estreia na Cyber em 2017, onde alunos do colégio do sonhos e do reformatório se envolvem num incêndio que marca a virada na trama.

 

MARCOS VINÍCIUS: Imagino o perrengue que passou! A situação anda bastante conturbada ultimamente. Mas que bom que chegaste. Preparamos tudo  para você. Fico feliz que tenhas gostado desta nossa entrada triunfal. Me conta, já conhecia nosso programa? Nosso estúdio?

 

CHARLOTTE: Conhecia o programa sim! (Ela ajeita a máscara). Adorava, nas horas vagas acompanhar as entrevistas e as perguntas inusitadas! Você as faz muito bem, querido. Aquela com a Débora Costa foi perfeita! Aliás, um beijo para ela! Admiro muito suas obras. Confesso que me senti profundamente lisonjeada pelo seu convite! Web Show é um programa que nutro muito carinho. Quanto ao estúdio, estou conhecendo agora(risos), as instalações são ótimas. Olha, vocês servem Chai em latte para os convidados! Socorrooo(a plateia vibra). Perfeitos! Zero defeitos! Minha bebida predileta.

 

MARCOS VINÍCIUS: É claro que servimos. Aqui temos de tudo!

 

Marcos põe a mão no ponto ao ouvido.

 

MARCOS VINÍCIUS: Gabo, por favor, providencie pra já!

 

MARCOS VINÍCIUS: Quero aproveitar e agradecer pelos elogios e pelo carinho com nosso programa. Estamos evoluindo sempre para levar o melhor para vocês, convidados. Mas, querida, estava lendo aquele nosso primeiro questionário...estudante de medicina,  que show. Falta muito para se formar? E, como sabemos, o curso de medicina exige bastante, como concilia os estudos com a escrita? Muito difícil?

 

CHARLOTTE: Bom... estou no 5° ano, internato, falta mais um ano! Nossa, mas já!(Charlotte retira as máscaras e sorri agradecendo Gabo pela bebida). Vocês são muito especiais!(Gabo ri). Sim, é um curso integral, gradativo, somos exigidos cada vez mais e há sempre aquele professor que tripudia por você se esquecer de um sinal específico de semiologia. Macho-alfa(nojo). Você precisava ver o que o prof de Neuro clínica fez por eu ter me esquecido que Brudzinski era patognomônico para meningite aguda! Riu na frente do paciente e ainda me tirou 1 ponto da média! Falta de postura técnica é foda! Bem, contemporâneo, só olhar para os ministérios federais! Mas não vou entrar em pormenores aqui.  

 

Agora na quarentena está mais fácil, uma vez que, estamos tendo pouca aula online, já que a maior parte das disciplinas são práticas, no HC. No entanto, de uma forma geral, quando envio a web, já tenho uma boa frente de capítulos escritos, próximo a 50%. Daí até ser aprovado e ir ao ar já praticamente conclui.

 

MARCOS VINÍCIUS: Olha, tô até imaginando o quanto deve ser "puxado" o curso. Mas, acredito que ele precisa ser, uma vez que o profissional lidará com vidas humanas. Não é brincadeira nenhuma. Aliar as duas coisas não deve ser fácil, mas pra tudo se dá um jeitinho, principalmente, quando é algo que amamos.

 

MARCOS VINÍCIUS: Mas Charloe, me diga. Há quanto tempo estás no MV? Como você vê o MV em 2020? Como se deu sua entrada no MV?

 

CHARLOTTE: Eu me sinto cada vez mais cobrada... às vezes... no automático, vejo-me reproduzindo alguns conhecimentos desatualizados, porque toda semana muda muita coisa. Contudo, é apaixonante...Eu amo med e escrever. Penso em daqui a um tempo fazer letras, linguística, cinema, algo neste sentido. Daí poderei dizer que me sentirei completa. 

 

Nossa esfriou aqui dentro(ela põe o echarpe novamente, treme de frio). Há necessidade de vocês deixarem tão frio o ar condicionado? Estou no MV há 8 anos. Comecei minha trajetória na TV Mix em 2011, acompanhava a audiência e comentava, fiquei por lá até por volta de 2016! Ajudei Alisson a escrever O Lobo e o Cordeiro em 2015, publicada depois na TVN. Aliás, xuxus, está sendo reexibida na Cyber,viu? Imperdível define. Tô alterando algumas coisitas. Versão inédita. Corre lá. (Pisca para as câmeras, plateia vibra) Depois migrei para Cyber, onde "brinco" que me aposentei, lá escrevi muita coisa, principalmente web-filmes psicodélicos(risos).

 

Marcos coloca a mão no ponto ao ouvido imediatamente.

 

MARCOS VINÍCIUS: Gabo, por favor. Vamos controlar a temperatura aqui do estúdio.

 

MARCOS VINÍCIUS: Me desculpe, Charloe. Já vamos aumentar um pouco esta temperatura. Mas, voltando ao nosso assunto. 8 anos dentro do MV, já deve ter presenciado muuuuita coisa. Barracos, histórias maravilhosas, histórias sem nexo nenhum...o que mais te marcou nestes 8 anos?

 

CHARLOTTE: Eu nunca fui muito de presenciar conflitos, sempre fui a diplomática de tudo (risos) tanto na minha abordagem com o outro, quanto na escolha ou não de acompanhar um conflito. Isso tem suas vantagens e desvantagens, acabo por vezes soando desatualizada. O que mais me marcou? Acho que perceber o quanto este mundo virtual é diverso e cada um tem um canto para se encontrar. Cyber simboliza muito isso para mim. Todavia, creio que outros blogs também devam ter essa pluralidade.

 

MARCOS VINÍCIUS: Falaste uma grande verdade. O MV é diverso e há espaço e público para todos, com certeza.

 

MARCOS VINÍCIUS: No que você se inspira para criar suas histórias? Já criou algo inspirado nas cenas favoritas de novelas, filmes e séries que citaste no primeiro questionário?

 

CHARLOTTE: Olha... as minhas inspirações vem muito de livros. Clarice Lispector e Machado de Assis são minhas principais referências, ainda que atualmente, admito tô bem distante deles. Guimarães Rosa, Dostoievski, George Orwell são tudo para mim também (Um maine Coon invade o estúdio, Charlotte fica maravilhada). Oh meu deuso hahaha, vocês possuem um animalzinho? Como é o nome dele? Vem cá, querido... (Ela chama o gatuxo que pula em seu colo, começa a acariciá-lo na barriga) Eu sou apaixonada por felinos. Tenho 4 em casa. Admito... sou uma leitora voraz, tem tanta literatura legal sabe? As pessoas precisam ter acesso a tudo isso, talvez precisemos investir em facilitar a linguagem enquanto ainda nossa educação pública continua do jeito que está, bem sucateada, graças aos governantes que são mais gestores do que estadistas, né? Vou nem comentar do tal do Future-se nas universidades.  Mas enfim, outras inspirações são as novelas brasileiras, adoro vilãs caricaturais. Filmes nacionais. Séries nacionais(não preciso falar nada De 3%, né?). Literaturas como Quarto do Despejo e Caçador de Pedra, ultimos livros que li estão me fazendo ter um contato maior com uma literatura contemporânea brasileira, está me desconstruindo muito por terem uma pegada bem social. Gostaria de num futuro nem tão distante me aprofundar em literaturas africanas. Essas férias, quando tiver um respiro, quero destinar um tempinho a isso.

 

MARCOS VINÍCIUS: kkkk este é um dos nossos mascotes. O felino é do Gabo mesmo, se chama Castiel! É lindo né? Adoro eles também. Possuem uma independência fora do comum e nos ensinam muito. Tenho um em casa também.

 

 





 

 

 

Marcos chama o felino Castiel, que vem se entrelaçar às suas pernas.

 

MARCOS VINÍCIUS: Adorei tuas inspirações. Bem variadas. Isso é importante. Nos faz pensar fora da caixinha, juntar ideias, criar novos mundos e ambientes...amei! 

 

O felino mia e se retira do estúdio voltando pela mesma porta que entrou.

 

MARCOS VINÍCIUS: Olha só. Era esta a independência que falei. São animais fantásticos.

 

MARCOS VINÍCIUS: Muito bem, Charloe. Chegamos ao momento do nosso primeiro quadro do programa...o Desafiooo Literário. Gosta de desafios, Charloe?

 
     

 

     
     

CHARLOTTE FALA SOBRE: EXCELSIOR, FLASHBACK, DIVAS E MUITO MAIS...

     
 

CHARLOTTE: Castiel? Lindo nome! É de um anjo da série sobrenatural! Eu sabia que esse nome não me era estranho hahaha. Sim, gatos absorvem energia negativa das pessoas(risos). Respondendo sua pergunta! Adoro desafios!

 

MARCOS VINÍCIUS: Exatooo! Adoramos a série e seus personagens!

 

MARCOS VINÍCIUS: 1001 livros para ler antes de morrer...1001 vinhos para beber antes de morrer...1001 filmes para ver antes de morrer...eu adaptei. E agora quero que você apenas me diga 05 livros que precisamos ler antes de partirmos e os seus respectivos motivos. É com você, Charloe!

 

CHARLOTTE: Vou tentar ser mais direta, porque já fui bem verborragica aqui! (adoro, mas você não né querido leitor que está aí?).Ah... Isso não é um top 5, são livros que me transformaram enquanto ser humano. 

 

1. Admirável Mundo Novo,  porque é uma distopia que coloca a grandes laboratórios de ciência como uma grande ditadora dos padrões sociais onde é proibido sofrer, para isso existem cápsulas de felicidade vulgo remédio para humor rs e cada um tem uma função específica, determinada pela hereditariedade. Logicamente nos dias atuais, ainda mais com o Covid-19, a ciência está sendo a que mais está oferecendo esclarecimento e acesso a verdade. Mas é uma reflexão inteligente para se pensar naquela ciência mercadológica, induzida pela hegemonia, apenas técnica e nada humana. Vejo isso muito na medicina nos profissionais mais velhos sabe? Aliança com indústria farmacêutica e tratando paciente como mais um número nas estatísticas. Na automedicalização também. 

 

2. Crime e Castigo do grande Fiódor Dostoiévski porque é um livro que desconstrói a vilania e o sensacionalismo em cima de assassinos. Não que eles não devam responder pelos seus crimes. Não é isso que estou dizendo! Mas se criar uma cultura de ódio na sociedade não é bom e devemos deixar isso no poder judiciário e confiar nele, cobrá-lo sempre. Revindicar sempre. Mas não fazer justiça com as próprias mãos.Sabe? E Não preciso dizer né? Para você não pedir para fechar STF. Enfim... esse livro prova que todo mundo pode cometer um assassinato, é assustador. 

 

Estou me estendendo, mas vamos lá...foco na objetividade Charlote,rs.

 

3. Uma aprendizagem ou livro dos prazeres de Clarice Lispector porque é um convite a se olhar para dentro e a descobrir que você não ouve você mesmo de fato, a busca por um relacionamento não deve ser uma necessidade, mas uma possibilidade. Isso me ajudou muito a me respeitar, respeitar meus limites, o espaço do outro. Isso não tá tão claro no livro, são minhas impressões dele. Mas vale a pena ler(rs). 

 

4. A Elite do Atraso de Jessé de Souza porque ele é um dos melhores livros para se entender a dinâmica contemporânea politica-social da sociedade brasileira, narra a história da formação da elite e da classe média. Mostra o quanto a ideia do Patrimonialismo está equivocada,porque o estado não é demagogo, não é corrupto, mas sim  algumas pessoas ou a maior parte que dele se apropria. Aconselho a ler Raízes do Brasil de Sérgio Buarque de Holanda para contrapor. 

 

5. O Menino do Pijama listrado. Esse livro é sensacional. Indico ele porque ele é fala de criança sabe? Do quanto elas por serem ingênuas, são extremamente empáticas. O que fazemos com nossas crianças depois? Enquanto todos vivem numa sociedade dividida entre arianos e não arianos, um filho de um alemão se dedica a horas do dia para conversar com um judeu e se preocupar com seu bem estar físico e depois ainda...Não vou dar spoiler, mas é daqueles livros que você fecha e fica neurando por dias, tem o filme também para quem preferir.

 

MARCOS VINÍCIUS: Anotaram aí? Só dicas de primeira da nossa querida Charloe! Eu anotei, porque assim que der quero ler! Destes, li somente O menino do pijama listrado, história perfeita, com uma mensagem profunda de inocência e amizade. Ahhhh, você pode falar o quanto quiser aqui! Estamos adorando e, com certeza, nosso público também está!

 

MARCOS VINÍCIUS: Seguindo na mesma linha, quero que você me diga agora, 05 obras virtuais (novelas, séries, minisséries, contos, enfim), que precisamos ler antes de morrer...e seus respectivos motivos, é claro!

 

CHARLOTTE: Nossa...Você me pegou agora, porque não conheço muitas.(Charlotte fica reflexiva) O motivo que vou citá-las  posso universalizar, não é uma análise final porque não li até o final de todas, mas de alguma forma me chamaram atenção pela criatividade, pelo bom humor, pelo suspense envolvido de certo modo. 

 

São elas: Grampeado, Flashback, Divas, Não mais Amar, Excelsior e Um amor e Duas Realidades

 

Atualmente estou conhecendo A Escudeira mais a fundo, A nossa Canção e O Leão ️

 

MARCOS VINÍCIUS: Mais dicas excelentes para nossas listas. Ahhh, que bom que está conhecendo A Escudeira de Gudwangen, minha queridinha do momento. Amo a cultura nórdica e me empenhei bastante para escrever esta série. Espero que goste!

 

MARCOS VINÍCIUS: Antes de continuarmos, você quer mais alguma coisa? Temos uns quitutes deliciosos aqui!

 

CHARLOTTE: Eu para dizer a verdade estou faminta! Deixa eu olhar o menu de vocês! Gente, eu nunca vi isso um estúdio ter um menu tão vasto(Charlotte fica estupefata). Vou querer dois quiches de escarola com provolone e brócolis acompanhado de... um café expresso com doce de leite! E você, meu caro Marcos, o que vai pedir?

 

MARCOS VINÍCIUS: Olha, confesso que estas opções são novas no nosso menu. Vou querer o mesmo, tô curioso para provar e muito surpreso e feliz que a produção tá investindo alto no nosso programa. Para acompanhar vou querer um capuccino!

 

MARCOS VINÍCIUS: E agora, antes de seguirmos, ainda relacionado com tua resposta anterior, quero que você dê uma nota de 0 a 10 para cada uma das obras publicadas no MV, que você citou por último, porque aqui nada é tão fácil assim, Charloe kkkkk. Obs.: Não pode ficar em cima do muro. Tem que dar a nota mesmoooo!

 

CHARLOTTE: Nossa que difícil...Ai que delícia de quiche! Estão fresquinhas, Marcos! Experimente! Obrigada Gabo! É você mesmo que cozinhou? Não! Então me mostra agora quem está por trás dessa maravilha?

 

Charlotte sai do estúdio sobre gritos da plateia. As câmeras tentam acompanhá-la.

 

CHARLOTTE:  Eu preciso conhecer quem é o responsável por isso! 

 

MARCOS VINÍCIUS: Adalberto, acompanhe com a câmera. Não vai me perder isso!

 

Ao chegar a cozinha, Gabo a leva até Dandara, a chefe de cozinha da emissora. Charlotte abraça a negra ignorando as regras de distanciamento social. Plateia vibra visualizando as imagens. 

 

CHARLOTTE : Sei que tá todo mundo de quarentena! Mas eu tinha que fazer isso! Você manda muito bem, de verdade. 

 

Dandara ri.

 

DANDARA : Muito obrigada, mocinha. E você é muito linda! 

 

Charlotte sorri de volta. 

 

CHARLOTTE: Que tempos minha querida! Racismo se tornando cada vez mais explícito! O que falar do nosso grande Flyod e de Miguel, Marielle, João Pedro...Agatha Felix... Temos que resistir! Não quero tirar aqui seu papel de fala, nem me apropriar da sua cultura, acho que de alguma forma te devo perdão por ser privilegiada. 

 

DANDARA: Magina minha filha! Perdão pelo quê? Sim, estão nos exterminando agora mais do que nunca. 

 

Charlotte se emociona. 

 

CHARLOTTE : Isso é horrível! Hoje posso dizer que me dói ao olhar para um programa de TV e não vê-los sempre por lá. O negro ocupa um lugar muito pré-determinado na sociedade, nos bastidores, nas cozinhas, nos banheiros, nas penitenciárias. São as maiores vítimas da desigualdade social e depois vem aquele pessoal reaça criticar as cotas. Pois bem, é minha convidada, Dona Dandara, vamos continuar a entrevista junto comigo? Se a senhora quiser, é claro!

 

A plateia vibra novamente. Charlotte volta acompanhada de  Dandara ao estúdio. 

 

CHARLOTTE : Marcos vai adorar te ouvir também!

 

MARCOS VINÍCIUS: Dandara, minha querida, que bom te ver aqui deste lado. E, olha, enquanto acompanhava a cena de vocês pelo telão, experimentei estas delícias aqui. Hummmmmm, parabéns Dandara. Sente-se ao lado de Charloe. Fique à vontade. Quer alguma coisa? Não se acanhe. Gabo, traga um destes e um capuccino pra Dandara também.

 

A plateia a aplaude e clama seu nome. Dandara, envergonhada, sorri timidamente sentando ao lado de Charloe.

 

Charlotte se senta e responde a pergunta. 

 

CHARLOTTE : Bom..respondendo sua pergunta (risos) Marcos! É difícil dar nota, mas irei tentar. 

 

Não mais amar - 8

Flashback - 9

Excelsior- 8

Um amor e Duas Realidades - 7

Grampeado - 10

 

MARCOS VINÍCIUS: Dandara está há tempo no nosso programa. Sempre nos encantando com sua humildade e bondade, além das comidas maravilhosas! Desde quando trabalha na emissora, Dandara? O que mais lhe marcou nestes anos?

 

DANDARA: Olha Marcos, já tô por aqui desde que começou, né? Desde que o programa era feito numa salinha pequena, com um que outro na plateia só. 

 

MARCOS VINÍCIUS: Excelente, minha amiga. Quando se faz um bom trabalho, como você faz, sem passar por cima de ninguém, a tendência é permanecer por longos anos.

 

DANDARA: Obrigada, Marcos. Ahh, o que mais marcou foi ver todo este crescimento do programa aqui. É bom ver quem você gosta e admira crescendo profissionalmente.

 

Dandara se emociona e Charlotte a abraça.

 

MARCOS VINÍCIUS: Muuuuuuitoooo bem. Vamos seguir nosso programa...

 

Gabo entra com uma bandeja e o pedido para Dandara. Entrega.

 

MARCOS VINÍCIUS: Veja só! Fique bem à vontade, minha querida.

 

MARCOS VINÍCIUS: ...como ia falando, Charloe não titubeou e deu suas notas. Agora Charloe, me diga, acompanha as Antologias aqui da emissora? Não vai escrever nada para a Antologia Violência Urbana ou pra Antologia Nosso Amor?

 

 

 


clique aqui

 

 

 


clique aqui

 

 

CHARLOTTE: Você diz da WebTV?  Não acompanho, Marcos. É até bom você citar, porque estou voltando meio que agora a produzir e a publicar histórias, vou ficar mais atenta. Deixa eu dar uma pesquisada aqui. 

 

Charlotte digita em seu iPhone. 

 

CHARLOTTE : Interessante. Nosso amor é LGBTQIA+? Que lindo. Vai até agosto as inscrições? Vou pensar em algo com carinho até lá e escrever. Não sei se conseguirei escrever para as duas antologias, mas tento.

 

MARCOS VINÍCIUS: Isso. Até agosto. Faz uma forcinha e inscreva algo. Sei que virá coisa boa por aí!

 

Marcos se vira para a câmera 2.

 

MARCOS VINÍCIUS: As inscrições estão abertas. Tem aquele conto guardado que se encaixa nas exigências do edital? Inscreva-o. Mostre-o para o público.

 

Marcos volta para a câmera 1.

 

MARCOS VINÍCIUS: Então, Charloe. Bolei um bate-bola para esta temporada do Web show. É um jogo rápido. Tens que dizer a primeira coisa que vier à mente. Combinado? Não pode pensar muito!

 

CHARLOTTE: Tentarei. Mas depois me fala mais sobre as antologias, fiquei mega interessada. 

 
     

 

     
   
     

CHARLOTTE PARTICIPA DO BATE-BOLA:

     
 

CHARLOTTE:

 

1) O maior obstáculo: Passar em medicina

 

2) o maior erro: Não ter saído rápido de relacionamentos abusivos

 

3) um sonho: Escrever uma serie médica que passará na Globo

 

4) você em três palavras: comunista, poética e observadora 

 

5) uma lembrança de infância: Passeios noturnos entre cidades com uma tia paterna

 

6) o que te faz feliz: Desconstruir-me e reconstruir-me sempre

 

7) pessoas importantes: Melhor amiga da facul Luiza. Melhor amiga do cursinho Larissa. Tia paterna chamada Vera. Queridos da UJC. Papai e mamãe. 

 

8) a maior satisfação: Dar aula em cursinhos populares em Campinas

 

9) uma decepção: não ter impedido a morte de meu gatinho quando adolescente, ele foi envenenado na calada da noite e eu estava viajando. Era para ter voltado um dia antes, se isso tivesse acontecido, ele estaria vivo, porque ele dormia comigo. Meus pais colocam animais para dormir fora de casa

 

10) um dia inesquecível: Quando conheci o Japão aos 13 anos. 

 

11) uma música: Mc mestiço - Amor Livre

 

12) um livro:  Maíra - Darcy Ribeiro (comecei a ler hoje)

 

13) um filme: Uma lição de vida

 

14) uma série: Marielle - O Documentário 

 

15) escrever pra você é: Reinvenção 

 

16) o que seus leitores significam: lugares no meu coração 

 

17) uma frase: "O importante não é aquilo que fazem de nós, mas o que nós mesmos fazemos daquilo que fizeram de nós."

 

MARCOS VINÍCIUS: Muito bom. Sinceras respostas, deu pra sentir. Muito obrigado, Charloe. Gostaste do quadro?

 

CHARLOTTE: Demais. Obrigou-me a ser mais concisa, foi um desafio hahahah 

 

MARCOS VINÍCIUS: Seguindo agora, temos um outro quadro muito importante para o programa. É o momento em que outras pessoas do MV farão alguma pergunta para você! Curiosa pra saber quem vai perguntar?

 

CHARLOTTE: Quem será? Será pessoas que eu conheço hein Dandara? 

 

DANDARA: Marcos sempre surpreende! Mas você é muito famosa, pode ser que nem sobre candidato novo para perguntar. 

 

CHARLOTTE: Que nada, pouca gente próxima de nós interage com minhas obras. 

 

MARCOS VINÍCIUS: Então, olho no telão e vamos ver quem é a primeira pessoa a perguntar para Charlotte Marx.

 

CHARLOTTE: Bora comigo Castiel (ela pega o bichano que voltara ao estúdio).

 
     

 

     
   
     

CHARLOTTE RECEBE PERGUNTA DE MARCELO DELPKIN, WELL VIANNA E ANDERSON SILVA

     
 

MARCOS VINÍCIUS: Olha aí. Grande Delpkin. Uma pessoa exemplar dentro do MV. Diga, Marcelo, qual a sua pergunta para Charloe?

 







 

 

MARCELO DELPKIN: Charlotte, você geralmente aborda temas sociais e políticos atuais nas suas histórias, como acontece no filme Águas de Março e na novela Estação Medicina (que estreia na Cyber em julho). Como você avalia a receptividade dos leitores em relação à discussão desses temas nas suas obras? Você acha que as histórias de ficção na TV e nas plataformas de streaming (como a Netflix) vêm se aperfeiçoando na discussão desses temas ou precisam se aprofundar mais?

 

CHARLOTTE: Marcelo sempre com perguntas pitorescas. Em relação aos leitores, eu ainda estou no processo de identificá-los, estou estudando meu público divulgando bastante, observando. Como eu tenho um estilo meio de drama familiar e ao mesmo tempo de pautas sociais fortes, tenho um público muito diversificado e agradar gregos e troianos ao mesmo tempo não é fácil. 

 

A receptividade sobre essa abordagem social para mim ainda encontra uma certa resistência, é um bloqueio meio velado porque grande parte dos formadores de opinião tendem a militar por algum assunto hoje em dia. Às vezes, sinto a indiferença como uma das manifestações  dessa resistência encoberta, oriunda de pessoas que não querem me conhecer ou que mandam indiretas sabe sempre que opino. Isso é triste, mas daí olho para outro lado, vejo tanta gente que gosta de mim, que simpatiza comigo e com minha escrita, vejo que não são poucos e me apego a eles. Isso conforta muito. 

 

Sim, acho que é uma tendência das produções de forma geral se aproximarem de uma abordagem mais realista social, que foge um pouco do merchan social, algo que já acontecia e era bem romantizado e caricato. Vemos novelas, séries com uma inclinação mais próxima da estética de documentário. A meu ver isso é muito positivo, só que o público mais conservador ainda tem dificuldade de receber isso, por isso na TV Aberta novelas como Amor de Mãe ainda retardam em alavancar a audiência.   

 

MARCOS VINÍCIUS: Excelente pergunta do Marcelo. Obrigado pela resposta, Charloe e obrigado por estar mais uma vez colaborando aqui com o Web Show, Delpkin.

 

MARCOS VINÍCIUS: Agora vamos para a segunda pessoa que quer pedir algo para você! Olho no telão...

 

MARCOS VINÍCIUS: Andersonnnn Silva, nosso convidado aqui do programa antes de você, Charloe...diga Anderson, o que quer saber?
 






 

ANDERSON SILVA: "Como é o seu processo de escrita? Você tem algum ritual antes de começar algum trabalho ou simplesmente é sentar e escrever?"

 

CHARLOTTE: Olá querido que vai passar o bastão para mim, tudo bem? (Risos). Olha, eu sempre de alguma forma me organizei, mas venho melhorando com o tempo. Em Eterno Canto(2017- Cyber) por exemplo, eu já tinha toda história pronta da vingança dos irmãos marxistas antes de começar a escrever os capítulos, mas fui descobrindo caminhos novos no meio destes processos e fui dando vazão, acabei alterando a história posteriormente. Os insight me ajudaram muito. Já para meus web-filmes o processo era um pouco diferente antes de Entropia(2018), eu simplesmente sentava e escrevia o que vinha na minha mente, a história ficava mais orgânica, fluida, contudo, com incoerências, a meu ver não tão problemáticas porque a tônica das produções era psicodélica, onírica.  Depois de Entropia, já venho num movimento crescente de valorizar o planejamento, então escrevo várias versões, reviso. Tenho me aperfeiçoado hein mergulhar uns dois meses em leituras sobre o que quero retratar, depois monto os arcos dramáticos e começo, daí se um inshgt surgir eu questiono muito primeiro, quase sempre o coloco, porém, acabo tendo que voltar e alterar ou acrescentar algo. Assim estou fazendo estação medicina, minha primeira história em roteiro, fiz logline, storyline, argumento, escaleta e depois o roteiro, é um desafio, até pela linguagem nova, acabo misturando o literário com o roteiro, tenho consumido muita vídeo-aula e lido materiais que me mandam para ir corrigindo isso.

 

MARCOS VINÍCIUS: Certooo. Obrigado pela pergunta, Anderson. Ahh, tô ansioso para ler sua nova obra em formato roteiro, Charloe. Este ano estou me aperfeiçoando nesta técnica também. Às vezes também acabo misturando o literário, preciso ler e reler várias vezes para deixá-lo em ordem. Agora temos uma última pessoa querendo perguntar para você. Olho no telão.

 

MARCOS VINÍCIUS: Grande surpresa por aqui! Nosso querido Well, o grande nome por trás da CyberTV. Diga, Well, o que quer saber de Charlotte!







 

WELL: "Considera ter mais facilidade para escrever sobre algum tema específico?

 

CHARLOTTE: Se quiser depois podemos falar de Estação Medicina, Marcos, querido. Well! Grande amigo! Vi a Cyber nascer, todo mundo dando o máximo de si para conseguirmos um espaço no MV e hoje somos esse gigante! É emocionante! Então amigo, eu acho que esse processo de habilidade com algum tema é muito dinâmico e cumulativo para mim, antigamente, eu sabia desenvolver apenas dramas familiares, depois comecei a ter uma inclinação também para assuntos existenciais, poéticos, passei por teses políticas e enfim hoje minha abordagem é bem eclética, eu diria.

 

MARCOS VINÍCIUS: Certo. Digamos que Charloe é realmente muito eclética em suas abordagens e sempre nos presenteando com tramas envolventes e assuntos bastante pertinentes...Obrigado Well, uma honra ter você participando aqui do programa.

 

MARCOS VINÍCIUS: Charloe, sim, tô curioso sobre sua nova trama. Nos conte um pouco sobre Estação Medicina. Do que se trata? Quem são os protagonistas? Onde a trama está ambientada? 

 

CHARLOTTE: Estação Medicina inicialmente é baseada no caso da família von Richthofen. Para quem não sabe, é um caso que chocou o país em 2002 quando uma jovem chamada Suzane assassinou os próprios pais dormindo a barras de ferro junto com o namorado e o cunhado. E eu sempre olhava para esse caso e dizia e o irmão mais novo dela, Andreas, como irá ficar? O que será dele? E foi em cima disso que comecei a sinopse da história central da novela, porque ela conta essa história de vingança de Andreas, que aqui no caso se chama Goram e irá se vingar do irmão Mateus e do cunhado Bernardo. 

 

Goram se chamava Giovanni e tinha cinco anos quando presenciou tudo, ele foi vítima de um sequestro do próprio irmão que precisava criar um álibi para os assassinatos, no caso, que a mansão havia sido assaltada, os pais morreram no confronto e o pequeno levado como refém. Mateus tenta se desfazer do próprio irmão também, mas o pequeno consegue fugir e ser salvo por uma família indígena, só que ele nunca esquece o seu passado e dezoito anos depois passará num vestibular de medicina da faculdade de sua família, herdada por Mateus, disposto a fazer o curso e se vingar. A trama será ambientada em São Paulo capital e mostrará a diversidade do local, com seus diferentes bairros e perfis socioculturais.
 

Por fim, o que posso acrescentar é que a história se chama Estação Medicina porque narra as histórias de jovens com diferentes realidades que vieram do país inteiro para estudar nessa faculdade e estão na mesma turma.

 

MARCOS VINÍCIUS: Parece ser uma trama e tanto. Ansioso pela estreia. Irei acompanhar, com certeza! 

 

Marcos se vira para a câmera 2

 

MARCOS VINÍCIUS: E vocês não deixem de acompanhar esta história também!

 

MARCOS VINÍCIUS: Agora, Charloe. Temos um outro quadro de extrema importância no nosso programa. Dandara sabe do que tô falando, não é mesmo?

 

DANDARA: Até já imagino.

 

MARCOS VINÍCIUS: O TROFÉU É MEU E EU DOU PARA QUEM EU QUISER!É o seguinte, Charloe. Vou lhe dar três opções e você escolhe uma. Você dá o troféu para a opção que quiser!

 

CHARLOTTE: Certo. Ai que nervoso (risos). Será que tenho a capacidade de julgar, Dandara? Manda logo, Marcos! Estou mega nervosa! Muita responsabilidade.

 
     

 

     
 

 
     

QUEM VAI GANHAR O TROFÉU DA CHARLOTTE?

     
 

MARCOS VINÍCIUS: Vamos lá! Dando início.

 

1) O que você não suporta no MV:

 

Intrigas e tretas

Puxa saco

Pessoas falsas

CHARLOTTE: Não suporto pessoas falsas. Brigas e tretas inevitavelmente irão acontecer, ausentar-me disso é querer viver a par de confrontos, numa bolha. Logicamente  vou tentar não me envolver, sou meio gandhiana nisso. Quanto a puxar saco, eu faço muito, mas não esperando algo em troca, faço porque é minha maneira de estabelecer vínculos, a troca deve vir genuinamente e se não vier a longo prazo, caio fora hahahaha.

 

2) Integrante do MV que considera grande amigo:

 

Marcelo Delpkin

Débora Costa

Anderson Silva

 

CHARLOTTE: Com certeza seu Marcelo haahahaha. Estamos em processo de se tornarmos grandes amigos, não bato martelo porque não quero assustá-lo, não sei o que significo para ele teoricamente, estamos mais próximos nos últimos 4 meses, ele é muito intenso nos vínculos que ele estabelece, muito gentil, simpático e atencioso. A mim, por eu saber que isso é raro, o considero um bom amigo, mas pode ser um mecanismo que ele usa com todo mundo, então nesse contexto, para ele eu posso significar um conhecido. O que quero dizer, em suma, é que para dizer que é um grande amigo necessitaria perguntar a ele se me considera também um grande amigo.

3) Não chega perto de mim:

 

Alice (Excelsior)

Sra. Bergmann (Grampeado)

Helena (Flashback)

 

CHARLOTTE: Srta. Bergmann, sem sombra de dúvidas, ela e o marido vendiam carne humana. Altos spoilers aqui.

4) Preciso conhecer pessoalmente:

 

Sandro (Excelsior)

William (Flashback)

Yorrane (Excelsior)

 

CHARLOTTE: Preciso conhecer Yorrane, amava ela, uma mocinha clássica, mas muito bem construída.

5) Um autor em quem se espelhar:

 

Geraldo Medeiros

Marcelo Delpkin

Débora Costa

 

CHARLOTTE: Nossa, essa é difícil. Acho os três muito bons. Dos 3? O Geraldo por mais tempo de experiência, mas só por isso hein? Hahaahaha

6) Tenho medo de:

 

Ter uma ideia roubada

Acordar e não poder mais escrever

Sofrer com bloqueio de autor

 

CHARLOTTE: Tenho medo de acordar e não poder mais escrever, com certeza. Escrita para mim é vida! Se por um acaso, eu acordar um dia com uma complicação de otite interna que atingiu a área de Wernicke e embora eu consiga ter a motricidade para escrever, contudo, não consiga interpretar, discernir sobre o que estou escrevendo, com certeza,  sentirei um medo intenso, uma revolta grande e uma perda de identidade.

7) Quem sabe um dia eu escreva para:

 

SBT

Globo

Netflix

 

CHARLOTTE: Com certeza Netflix! Eles são muito receptivos a novas ideais. Temos séries como O Mecanismo e filmes Democracia em Vertigem ocupando o mesmo cenário.  Uma diversidade de gêneros que vão desde terror psicológico bem gore, temáticas lgbts, séries documentários sobre geopolítica, romances clássicos. É uma plataforma streaming muito boa. Gosto da Hulu também.

 
     

 

     
   
     

CHARLOTTE MARX VIRA PRESIDENTE DA CYBER TV POR UM DIA

     
 

MARCOS VINÍCIUS: Excelentes respostas, Charloe. Troféu é seu e você dá ele pra quem quiser!!! Agora estamos quase chegando ao fim do nosso programa. Vamos para mais um quadro: se você fosse presidente de alguma emissora do MV, qual seria e o que você faria de diferente?

 

CHARLOTTE: Eu conheço mais a Cyber e acho que o Vianna administra tudo impecavelmente bem como seus moderadores. Olha, vou dizer algo que já sugeri a ele. Abrir um horário para tramas jovens como se fosse uma malhação, isso atrairia um público que se identifica mais com essas temáticas, muitas fanfics são elaboradas a partir disso e um grupo de autores mais jovem, os quais poderiam ter isso como oportunidade de crescimento para mais tarde escreverem dramas mais complexos. 
 

Outra coisa que eu faria,  é aproveitar a plataforma para um trabalho social com um momento para divulgar conteúdos didáticos a fim de ajudar alunos vestibulandos a treinarem para o Enem. Vídeo-aula, plantões de dúvidas, debates questões sócio-políticos. Logicamente, isso seria apenas um programa, não subverteria o propósito do blog que é entretenimento e desenvolvimento profissional de autores.

 

MARCOS VINÍCIUS: Achei fantástica suas ideias. Seria um up à mais na emissora, com certeza. E sim, Well administra maravilhosamente bem a CyberTV e esta ideia viria somente para diversificar e impulsionar ainda mais a audiência da mesma.

 

MARCOS VINÍCIUS: Agora, Charloe. Suponhamos que você tenha muito dinheiro para investir na produção de uma obra do MV, qual você escolheria e porquê?

 

CHARLOTTE: Nossa, eu não conheço muitas obras. Acho que não tenho capacidade de discernimento. Vou deixar para a plateia escolher, está bem? 

 

Ela vai até a plateia e descobre que ela não existe fisicamente, mas em várias janelinhas em vídeo projetadas na parede preta ao fundo, onde as pessoas de suas casas são gravadas.

 

CHARLOTTE : Que cabeça minha! Estamos em época de quarentena, como pude me esquecer? 

 

Ela se vira para os câmeras e se faz passar por uma apresentadora. 

 

CHARLOTTE : Pois então, a decisão está com vocês, queridos? 

 

Ela digita rapidamente no celular.

 

CHARLOTTE : Acabei de criar no meu site uma enquete super simples de responder, em que vocês vão escrever a resposta de qual web-produção do MV vocês querem que seja investida! Corre lá! Vai ficar no ar até o fim do programa. Portanto, meu caro Marcos,(ela arqueia a sobrancelha) pule para a próxima pergunta, ao final deste programa, coletamos a resposta.  

 

MARCOS VINICIUS : Ok, ok, ok. Corram lá pessoal. Votem, votem e votem. Vamos ver qual obra será a contemplada para Charloe investir!


Ahhhh, quanto a plateia...sim, sim. Precisamos respeitar a quarentena. Há muita gente desrespeitando e não levando à sério. Vejo pela cidade em que moro, onde diariamente se encontra muita gente sem máscara e sem tomar os devidos cuidados. 

 

Marcos se vira para a câmera 2.

 

MARCOS VINÍCIUS: Isso é sério, minha gente. Fiquem em casa. Respeitem o próximo e respeitem à si mesmo!

 

CHARLOTTE : Agora Dandara querida, deixa eu me sentar aí do seu lado, vamos atacar este cardápio. Estou faminta! Deve ser a grelina a todo vapor no estômago! 

 

Quando Charlotte vai puxar a cadeira para sentar, alguns homens encapuzados entram no estúdio metralhando tudo que vêem pela frente, Charlotte puxa Dandara para debaixo da mesa e se apavora ao ver que Gabo foi atingido. O chanel da autora está todo bagunçado. 

 

CHARLOTTE : Meus Deus! É um atentado terrorista! O que será de nós? Marcos você está bem? Marcos?

 

Ela berra!

 

De repente tudo ESCURECE. SILÊNCIO por longos e aflitos segundos!

 

E tudo CLAREIA novamente. Os encapuzados estão encostados na parede. Gabo se levanta. Charlotte e Dandara saem debaixo da mesa voltando aos seus lugares. Marcos começa à sorrir.

 

MARCOS VINÍCIUS: Nossa equipe de efeitos visuais estão se superando à cada programa. 

 

MARCOS VINÍCIUS: Charloe, você já pensou em um mundo dominado pelo islamismo?

 

CHARLOTTE: Nunca parei para pensar, só sei que mano, historicamente, eles foram perseguidos. Os mouros na baixa idade média, por exemplo, eram responsáveis por trabalhar na agricultura, embora os cristãos ibéricos não tenham reconhecido isso no genocídio vergonhoso que promoveram a esse povo, mas pagaram o preço depois, pois os territórios faliram economicamente, agricultura era a atividade fulcral deles. Também foram conjuntamente com os outros nativos do oriente, os grandes responsáveis por produzir elementos náuticos como bússola, mapas, ferramentas agrícolas, conhecimento sobre uso de solo, linguagem matemática, indo-arábico, desenvolvimento de teologia e filosofia oriental, entre outros...

 

Olhar para eles com horror e indignação de forma homogênea é desconhecer nossa identidade, nossa antropologia, pois estamos imersos em tecnologias, em padrões culturais, nos quais eles foram os inventores.

 

Não são radicais. A relação com a religião é muito interpretativa e familiar. Uma grande prova de que temos que tomar cuidado com generalizações é que num tipo de islamismo, o xiismo, os integrantes são bem ortodoxos e tradicionais com a fé, diferente do sunismo que aceitam outros livros além do alcorão. Você pensa ah, já sei os xiitas são os grandes radicais que mancham a imagem inteira do islamismo! Meu! Não! Hoje se sabe que existem muito mais grupos terroristas sunitas do que xiitas.

 

Curdos são majoritariamente sunitas e lutaram contra o estado islâmico(grupo terrorista sunita) na Síria. Entende como é muito complexa a situação? 

 

Fico indignada quando a mídia ocidental generaliza para impor seu imperialismo a esses países do oriente e lhes roubar petróleo.

 

MARCOS VINÍCIUS: Eu mesmo escrevi uma trilogia de contos em que isso acontece. E agora, neste próximo semestre, esta trilogia poderá se fazer presente em nossa emissora!

 

Marcos encara a câmera à sua frente e aponta com o dedo.

 

MARCOS VINÍCIUS: Aguardem

 

MARCOS VINÍCIUS: Mas agora, Charloe. Estamos chegando ao final de mais um excelente episódio do talk show mais querido do MV! E, pelo que me falaram aqui, já temos a obra vencedora da tua enquete lá, Charloe. Estamos todos curiosos!

 

CHARLOTTE: Que demais! Uma trilogia de contos? Sobre a cultura islã? Eu quero muito ler! Adianta alguma coisa para gente vai(risos)

 

Charlotte pede para Gabo   trazer a nota da obra vencedora e quando ele traz registrado num cartaz, ela o abraça achando que ele tinha morrido, ele começa a rir em seus braços e ela lhe dá soquinhos irada. 

 

-Filho da mãe, pois agora você vai morrer de verdade! Muhahahaahah

 

Solta uma risada feito hiena.

 

E com uma agulha podre espeta a barriga de Gabo que estoura como uma balão saindo caótico e sonoro pelos ares do estúdio até murchar. Marcos fica passado. 

 

MARCOS VINICIUS : Quanta violência! 

 

 CHARLOTTE : Brincadeira more, era apenas para descontrair.  Combinei com seu irmão gêmeo pelo celular quando você apresentava!

 

Tecnécio aparece acenando para Marcos. O entrevistador devolve o cumprimento.

 

MARCOS VINICIUS : Olá! Irmão Gêmeo! 

 

CHARLOTTE : aquilo era um robô-balão do Gabo a ciência tá longe hoje né? (Risos)

 

Gabo entra trazendo o resultado 

 

CHARLOTTE : Enfim senhoras e senhores anuncio a obra campeã. E é...Tchan Tchan Tchan!  Gato Preto da tal loira misteriosa lá cuja natureza não convém lembrar, posto que, sordidamente proferiu a meu grande e adorado amigo Alisar Bexter uma mentira nefasta e sem precedentes de que ele havia chamado meia dúzia de gatos pingados de analfabeto funcionale! Tadinho, chorou tanto. Até desistiu de escrever depois disso. Brincadeira, ele levou super na esportiva e adora ler as fofocas da rainha das polêmicas do MV e eu também!

 

MARCOS VINÍCIUS: Estouuu passaaaaaado! Porque nem eu sabia da capacidade da nossa produção. Realmente isso virou um show! Espero que o público esteja amando!! Um irmão gêmeo, Gabo voando pelos ares, jihadistas ensandecidos...vai ficar pra história do Web show!

 

MARCOS VINÍCIUS: Confesso que adorei demais nosso programa de hoje, Charloe. Ahhhh, e esta obra escolhida para produzir é uma obra prima do MV. Roteiro impecável, personagens marcantes, história bem construída, enfim, não teria como ser melhor!

 

MARCOS VINÍCIUS: Obrigado produção. Obrigado Dandara por passar estes momentos com nós e obrigado pelos quitutes maravilhosos!

 

DANDARA: Obrigada à vocês pela oportunidade.

 

Castiel chega miando e ronronando e se aconchega aos pés de Marcos.

 

MARCOS VINÍCIUS: Ok, ok. Obrigado Castiel por ser este felino tão amado do nosso programa! E obrigado, Charloe, por ter aceitado o convite. Você trouxe muita sabedoria ao programa de hoje. Seu nível cultural engrandeceu nosso episódio de hoje, pode ter certeza. Cada um que vem aqui é um momento especial! Continue sendo esta pessoa incrível e bem humorada. Ahhh, e estou louco para acompanhar Estação Medicina, algo me diz, que será um dos grandes sucessos do ano no MV. Obrigado Charlotte Marx e até uma próxima!

 

CHARLOTTE: Foi incrível estar aqui e poder brincar um pouco. E para quem está lendo, obrigado por acompanhar essa entrevista. Espero ter entretido e ao mesmo tempo contado um pouquinho de mim. Espero encantar a todos com Estação Medicina.

 

MARCOS VINÍCIUS: Com certeza irá encantar.

 

Marcos se vira para a câmera 2.

 

MARCOS VINÍCIUS: Obrigado à todos que acompanharam e até uma próxima!

 

Charlotte põe seu echarpe ao mesmo tempo que começa a tocar um dos  hits de Estação Medicina. "Tu, é trevo de quatro folhas é ? Manhã de domingo a toa, promessa rara e boa. Pedaço de sonho que faz meu querer acordar para vida.  Ai ai..."

 

O Estúdio escurece com Charlotte saindo abraçada com Dandara.

 
     

 

     


apresentação
Marcos Vinicius

convidado
Charlotte Marx

direção
Gabo Olsen


produção
Gabo Olsen
Cristina Ravela


REALIZAÇÃO




Copyright
© 2020 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução
.aaa.
.aaa.
Compartilhe:

Entretenimento

Entretenimentos

Episódios do Web Show

Livre

No Ar

Programa

Web Show

Comentários:

0 comentários: