edv teste



     
 

NO CAPÍTULO ANTERIOR DE "ESTAÇÕES DA VIDA":

AMANDA: Já vaai oh, vai tirar o pai da forca? Eu hein.

Ela abre. CAM revela Pato.

PATO: Surpresa!

AMANDA (chocada): Pato? O que você tá fazendo aqui?

PATO (entrando): Preciso da sua ajuda.

AMANDA (nervosa): O que você... Como você achou meu endereço?

PATO: Isso não importa. O que importa é que eu preciso da sua ajuda, gata. Briguei com meu pai, ele disse que ia me colocar no internato, fugi. Preciso ficar aqui por um tempo.

Se joga no sofá.

PATO: Ce vai me ajudar né?

...

KÁTIA (nervosa): Ele sumiu, Leonardo.

LEONARDO: Como assim sumiu?

KÁTIA: O Pato não tá no quarto. Deve ter fugido durante a noite.

LEONARDO: Não me surpreende. Estava aceitando bem demais a ideia da nova escola.

KÁTIA: Você não tá sabendo de nada né, Lua?

LUA: Claro que não.

KÁTIA: Você precisa fazer alguma coisa, Leonardo.

...

AMANDA: Bom dia senhor, Leonardo. Tenho algo importante para falar com o senhor.

LEONARDO: Amanda agora não. Tenho um problema pra resolver com urgência. Os negócios podem esperar.

AMANDA: É sobre o Patrício.

Leonardo para o que estava fazendo. Devolve o telefone ao gancho.

LEONARDO: Você sabe de alguma coisa?

AMANDA: Ele está no meu apartamento.

...

LEONARDO: Ele não passa de um adolescente imaturo, totalmente diferente de você. Pra ser bem franco, não sei o que você, uma garota inteligente, madura, viu no meu filho que não passa de um moleque inconsequente. Não consigo entender.

AMANDA: O senhor falando assim me deixa até sem jeito.

LEONARDO: Você merece um homem de verdade, Amanda.

Leonardo gira a poltrona agarrando Amanda, que cai em seu colo. Eles se beijam calorosamente. Tempo e Amanda se afasta.

AMANDA: Mas o que foi isso! O senhor enlouqueceu?

...

JULIANA: Conheçam e recebam Ismael Contreras.

ISMAEL (simpático): E aí, pessoal!

DIEGO: Ora, ora se não é o invasor de residências.

A turma reage. Começa um burburinho entre os alunos.

CAIO: Que coincidência. O cara que invadiu a festa do Pato vai estudar com a gente.

...

AMANDA: Pato, precisamos conversar.

PATO: O que aconteceu?

AMANDA: Tem uma pessoa querendo falar com você.

PATO (arma-se): Você contou pra alguém que eu to aqui? Eu confiei em você.

AMANDA: Pato, você precisa me entender.

PATO: Você falou pra quem?

Leonardo ENTRA. Pato encara Amanda.

PATO: O que que ele tá fazendo aqui?

LEONARDO: Pato, a gente precisa conversar.

 
     
     
     
     

CAPÍTULO 15
 
     
 
 
 

CENA 01. APARTAMENTO DE AMANDA. SALA. INT. NOITE.

Continuação do capítulo anterior. Leonardo aguarda a resposta do filho.

PATO: Eu não tenho nada pra falar com você.

AMANDA: Pato, você precisa conversar com seu pai.

PATO: Amanda, eu confiei em você. E você retribui trazendo ele aqui? Que traíra, velho!

LEONARDO: A Amanda fez o que era certo, Patrício. Ao contrário de você ela é madura o suficiente pra entender que as coisas se resolvem com base no diálogo.

PATO (ri nervoso): Diálogo? Faz-me ri! Com você não tem conversa. É sempre tudo do seu jeito.

LEONARDO: Não é bem assim/

PATO: Claro que é! Por acaso passou pela sua cabeça me consultar antes de decidir por mim se eu queria ir pra esse novo colégio? Hã? Você queria era se livrar de mim pra viver feliz com aquela/

LEONARDO: Não ouse ofender minha esposa.

PATO: Afinal de contas, o que veio fazer aqui?

AMANDA: Eu acho melhor deixar vocês a sós.

Amanda sai de imediato.

LEONARDO: Eu sei que nossa relação é difícil. As coisas não têm sido fáceis entre a gente, mas eu vim aqui disposto a tentar começar do zero.

PATO: Como é que é?

LEONARDO: É isso mesmo que você ouviu. Você é meu filho, não tem sentido ficarmos nos degladiando o tempo todo.

PATO: O que você tá querendo com isso?

LEONARDO: Recuperar o tempo perdido. Eu reconheço que falhei por diversas vezes, mas foi na tentativa de fazer o melhor.

PATO: Isso inclui me enfiar num colégio interno?

LEONARDO: Um dos melhores do país. Qualquer adolescente sensato gostaria de estudar lá. O currículo é excelente e/

PATO: Então quer dizer que você não desistiu da ideia? Continua querendo se livrar de mim?

LEONARDO: Eu não quero me livrar de você. Eu só quero que você amadureça um pouco e pare de fazer coisas com o intuito de me atingir! Não existem motivos plausíveis pra esse seu comportamento desregrado, a não ser o prazer de me fazer sentir mal!

PATO: Sem essa, beleza? Eu não vou cair nesse teu papinho ensaiado de pai ofendido.

LEONARDO: Patrício, me escute, eu quero que nossa relação de pai e filho seja saudável, sem agressões ou provocações, por isso eu preciso da sua ajuda.

PATO: Se minha mãe estivesse viva, você acha que ela iria permitir que eu fosse parar em um colégio interno?

Leonardo encara o filho.

PATO: Me responda, minha mãe iria permitir?

LEONARDO: Quem decidiu te levar pro colégio interno foi eu.

PATO: É isso que eu estou dizendo. A minha mãe me protegia. Agora me diga, o que a Kátia fez? NADA. Seria no mínimo estranho se ela tomasse a frente e te impedisse dessa decisão. Você acha que ela compraria briga por minha causa?

LEONARDO: A Kátia se preocupou com o seu sumiço. Ela ligou para seus amigos.

PATO: Ela só tá fazendo cena! É uma ótima atriz, inclusive. Merece o Oscar. Você se lembra da outra vez que ela sugeriu que eu fizesse um intercâmbio?

LEONARDO: Sim, ela estava pensando no seu futuro. Quantos jovens não desejam uma oportunidade como essa?!

PATO: Mas eu não! Ela tenta de todas as formas se livrar de mim, mas pelo visto só você não percebe. Depois que minha mãe se foi, o clima lá em casa se transformou num verdadeiro INFERNO. Você acha que eu tenho prazer em voltar pra casa?

Leonardo fica em silêncio.

PATO (emotivo): Como que eu queria que minha mãe estivesse aqui. Eu daria tudo pra ter ela de volta.

LEONARDO: Pato eu/

MUSIC ON: (WINGS - BIRDY)

PATO: Deixa eu falar. Você não veio aqui pra conversar? Então me deixa falar! Eu quero falar tudo o que está entalado aqui. Você não sabe como eu sofro com a falta dela. Eu queria que isso fosse um pesadelo e que quando eu acordasse, minha mãe estivesse me esperando com aquele sorriso lindo e de abraços abertos para me abraçar. Eu adorava correr no jardim e ouvir aquela risada contagiante. Eu não consigo, eu NÃO CONSIGO ACEITAR QUE ELA SE FOI POR CAUSA DA KÁTIA. Pai, você tem noção do quanto ela sofreu por causa da sua traição? Eu vi minha mãe chorando escondida. Ela me abraçou tão forte que eu não sabia o que falar. É horrível alguém te pedir ajuda e você não conseguir ajudar, eu era uma criança, se eu soubesse que ela estava com depressão e precisando de ajuda, eu seria o primeiro a socorrê-la. E você que deveria ter ajudado, se divertia nos braços da Kátia. A cena da minha mãe sofrendo me perseguiu por diversos anos, foi um trauma que eu jamais vou conseguir esquecer.

Em Leonardo emocionado.

PATO (emocionado): Às vezes quando o meu sono não vem, eu me lembro de tudo. Eu sinto tanta falta dela. Não foi fácil, você NUNCA conversou comigo a respeito do que aconteceu. Eu me lembro do dia que a Kátia chegou lá em casa. Uma das primeiras coisas que ela disse foi que estava grávida. Você não estava por perto, mas eu saí correndo. Essa intrusa chegou na minha vida da pior maneira possível. Ela é a responsável por toda essa tragédia. Eu odeio tanto essa mulher. Ela estragou minha vida. Minha mãe se foi por causa dela. Como ela sofreu, mas eu sei de uma coisa, tudo que minha mãe sofreu, a Kátia um dia vai sentir na pele. Isso você pode ter certeza.

Em Pato.

LEONARDO: Filho, eu também sinto falta da sua mãe. Se você quiser podemos falar sobre ela.

PATO: Não, nós não vamos falar sobre minha mãe, porque quando eu precisei você não se preocupou. Porque agora eu vou perder meu tempo ouvindo desculpas sobre seu passado negro e sobre aquela mulher que você chama de esposa?

LEONARDO: Não fale assim da Kátia.

PATO: Você só sabe defender essa mulher. Eu não aguento isso.  Chega, eu me esgotei. Eu quero ficar só.

LEONARDO: Vamos pra casa?

PATO: Como eu disse, eu preciso ficar só. Eu não quero estragar meu dia vendo a Kátia. Quero distância.

LEONARDO: Tudo bem. Amanhã você volta pra casa?

PATO: Não quero pensar no amanhã. Tô sem cabeça pra isso. É melhor você ir.

Leonardo se aproxima de Pato.

LEONARDO: Posso te dar um abraço?

PATO: Não é porque eu me emocionei falando da minha mãe que você vai se aproveitar da situação, então a resposta é NÃO.

LEONARDO: Ok, como quiser. Eu já vou.

PATO: E não se esqueça que todo trauma que eu vivi você tem parcela de culpa. Não se esqueça disso.

Leonardo sai. Cam procura por Amanda que observa de longe a conversa.

MUSIC OFF.

AMANDA: Não se preocupe Pato, essa biscate vai sumir da sua vida. Eu vou ser a sua nova madrasta.

Em Amanda sorrindo.

Cam procura por Pato que seca as lágrimas.

CENA 02. ESTACIONAMENTO. INT. NOITE.

Leonardo entra no carro. Dá um soco no volante e chora.

LEONARDO: Meu filho nunca vai me perdoar.

Ele liga o carro e sai em alta velocidade.

CENA 03. CASA ISMAEL. SALA DE ESTAR. INT. NOITE.

Ismael deitado no sofá. DJ entra.

DJ: Que filme é esse?

ISMAEL: Novo lançamento da Netflix, já adianto que é uma bosta.

DJ: Pow Ismael você reclama de tudo. Me fala, o que te agrada?

ISMAEL: A morena dos olhos claros.

DJ: Há quanto tempo que eu não te vejo assim. Todo bobo.

ISMAEL: Pelo menos alguma coisa tem que se salvar naquele colégio.

DJ: Como é sua turma?

ISMAEL: O ninho do inferno. Tenho mais inimigos do que amigos.

DJ: Tive aula com uma professora gata. O nome dela é Milena.

ISMAEL: Tirou foto dela?

DJ: Sim, olha aqui.

ISMAEL: Nossa, realmente ela é gata.

DJ: Mais do que a morena dos olhos claros?

ISMAEL: Não, ela não ganha.

DJ: Afinal, qual é o nome dela?

ISMAEL: Não conversei muito com a galera, mas na hora da chamada se não me engano eu ouvi o professor falando Paulinha. Não, não, pera, essa é a que estava junto com ela, o nome dela é Nanda. Isso, é Nanda.

Em Ismael confiante.

CENA 04. SEVEN NIGTH. INT. NOITE.

Nanda, Paulinha e Caio sentados.

NANDA: Gente, eu to preocupada com o Pato. O que podemos fazer pra ajudar? Não podemos ficar de braços cruzados.

PAULINHA: Nanda, o pai dele já deve ter acionado a polícia.

CAIO: O jeito é monitorarmos as redes sociais e ver se ele fica online ou publica algo.

PAULINHA: Boa, Caio. Deixa eu verificar se ele postou algo.

NANDA (empolgada): Olha, chegou uma mensagem da Lua.

PAULINHA: O que diz?

NANDA (sorrindo): Ele apareceu.

CAIO: Que ótima notícia.

NANDA: Viva.

PAULINHA: Onde era o esconderijo dele?

NANDA (bufa): Aff, no apartamento da Amanda.

CAIO: Que vacilo. Como não havíamos pensado nisso antes?

NANDA (séria): Era de se esperar.

CAIO: Nossa, Nanda. Nem parece que você ficou feliz com o aparecimento do Pato.

PAULINHA (disfarça): É claro que ela ficou, não é Nanda?

NANDA (sem graça): Claro que eu fiquei feliz.

Em Caio desconfiado.

CENA 05. APARTAMENTO DIEGO. QUARTO. INT. NOITE.

Diego de cueca e uma garota de calcinha e sutiã se beijam na cama.

DIEGO: Como você é linda.

GAROTA: Obrigada.

Diego desliza a mão pelo corpo da garota. Ele aperta os seios dela.

GAROTA: Ei, vai com calma.

DIEGO: Qual é, você não está afim?

GAROTA: Eu to nervosa.

DIEGO: Relaxa, vai dar tudo certo.

Diego tira a cueca.

GAROTA: Melhor pararmos por aqui.

DIEGO: Porque gata?

GAROTA: Eu sou virgem.

DIEGO: Isso é ótimo. Eu vou ser o primeiro.

Diego volta a beijar a garota. Ele tenta tirar a calcinha dela.

GAROTA: Eu disse pra você ir com calma.

DIEGO: Pow, mais calma?

GAROTA: Sim, temos a noite toda pela frente.

Diego levanta da cama.

DIEGO: Veste sua roupa e vaza.

GAROTA: Como?

DIEGO: Vai embora. Eu to afim de transar, estamos há mais de uma hora no amasso e você não deixa avançar o sinal, vá procurar outro trouxa.

A garota acerta um tapa no rosto de Diego.

GAROTA: Você é um imbecil.

DIEGO: Obrigado. Agora vaza.

A garota veste a roupa e sai.

DIEGO: Garota idiota. Me fez perder o maior tempo.

Diego alcança o celular.

DIEGO: Olha só quem apareceu, o Pato. (Tempo) Que malandro, ele está no apartamento da Amanda. Isso me deu uma ideia. Amanhã a Nanda vai receber outra carta do admirador secreto. Dessa vez vai.

Em Diego confiante.

CENA 06. MANSÃO LAMBERTINI. QUARTO LEONARDO E KÁTIA. INT. NOITE.

Kátia deitada. Leonardo colocando o pijama.

KÁTIA: Quer dizer que ele se vitimizou e você perdoou a rebeldia? E o internato?

LEONARDO: Ele não vai mais pro internato.

KÁTIA (enfrenta): Leonardo, eu não acredito nisso. Você é um fraco. Faz tudo o que esse moleque quer.

LEONARDO: Vou pedir que você não interfira nas minhas decisões relacionadas ao Patrício. Ele é minha responsabilidade.

KÁTIA: Como quiser, mas escute bem o que eu vou dizer, já que eu não posso interferir, não quero ouvir reclamações referentes a ele. Estamos entendidos?

LEONARDO: Ok.

Leonardo entra no banheiro.

KÁTIA: E eu achando que eu tinha me livrado desse estorvo. Amanhã eu volto a infernizá-lo. Uma hora ele não vai aguentar e vai sumir da minha vida.

Kátia sorri.

CENA 07. APARTAMENTO DE AMANDA. SALA. INT. NOITE.

Pato deitado vendo tv.

MUSIC ON: (MELHOR DO QUE ONTEM - CAPITAL INICIAL)

PATO: A vida é realmente surpreendente. É incrível como um segundo pode mudar tudo.

Enquanto Pato fala é mostrado a sequência de cenas:

1. Diego sentado na frente do computador. Cam foca no monitor que mostra o início do texto: Querida Nanda...

2. Ismael observa o perfil de Nanda em uma rede social. Cam mostra ele enviando uma solicitação de amizade

3. Nanda vê a solicitação, faz cara feia e fecha a tela

PATO: Chega até ser engraçado, mas ela é imprevisível.

4. A tela divide e mostra Caio e Grego se divertindo em uma vídeo chamada

5. Leonardo sai do banheiro e vê Kátia dormindo

PATO: Não podemos esquecer de vivê-la intensamente, mesmo que sejam encontradas pedras no caminho, afinal, é o momento de aprendizado e amadurecimento.

6. Larissa diante do espelho, ergue a blusa e aperta a barriga. Ela fica insatisfeita.

7.  Lua digitando no celular. Ela posiciona o celular e tira uma foto.

8. CAM mostra o trânsito e a noite desaparece surgindo um novo dia.

CENA 08. COLÉGIO FRAN VICENTINI. PÁTIO. INT. DIA

MUSIC OFF.

Alunos andam pelo ambiente. Diego por ali, Pato chega.

DIEGO: Quem é vivo sempre aparece.

Eles fazem o cumprimento deles.

PATO: Você ficou com saudades?

Os dois dão risadas.

DIEGO: Achei que o susto no velho ia durar pelo menos uma semana.

PATO: A Amanda estragou o suspense. Me entregou.

DIEGO: Nossa, que vacilo.

Ismael entra no colégio.

PATO: O que esse moleque está fazendo aqui?

DIEGO: Adivinha?

PATO: Não me diga que ele vai estudar aqui?

DIEGO: Sim e na nossa sala.

PATO (sério): Eu não acredito nisso.

DIEGO: Pois acredite e ontem ele se sentou na sua carteira.

PATO: Quanto tempo eu fiquei mesmo fora do colégio?

DIEGO: Pra tu ver como foi movimentado.

PATO: Eu não esqueci o episódio da delegacia. Eu tenho certeza que ele está envolvido.

DIEGO: Eu joguei verde e ele não afirmou, mas também não negou.

PATO: Tô falando, ele é o culpado.

DIEGO: Ele mexeu com a galera errada. Vai ter volta. Isso não vai ficar barato.

Pato concorda. Lua chega.

LUA: Pato?

PATO: Baixinha.

LUA: Que bom que você apareceu. Você vai pra casa hoje?

PATO: Ainda não sei.

LUA: Como assim? Vai continuar fora?

PATO: Por mais alguns dias, mas hoje eu devo aparecer por lá pra pegar mais algumas roupas.

CENA 09. COLÉGIO FRAN VICENTINI. SALA DOS PROFESSORES. INT. DIA.

Alfredo sentado mexendo no notebook. Milena entra.

MILENA: Bom dia, Alfredo.

ALFREDO: Bom dia.

Milena procura por algo.

MILENA: Nada do café?

ALFREDO: Ainda não.

MILENA: O Ramiro poderia colaborar. Tô com muito sono.

ALFREDO: Ainda dormindo tarde?

MILENA: Só consigo planejar a aula na madrugada. Toda manhã é uma novela pra acordar. Eu só funciono depois das 10.

Ramiro entra, observa a maçaneta, limpa, fecha a porta.

MILENA: Ramiro você vai pro céu.

RAMIRO: Eu?

MILENA: Sim, você trouxe o café. O que faltava pra minha manhã funcionar.

Ramiro sorri sem graça. Coloca o café e sai.

MILENA: Você aceita café?

ALFREDO: Sim, claro. (se levanta) Deixa que eu pego.

MILENA: Não, que isso.

ALFREDO: Faço questão.

Alfredo coloca café em duas xícaras. Ao entregar para Milena ele se desequilibra e derruba nela.

MILENA: Ah, tá quente.

ALFREDO: Me desculpe. Eu sou atrapalhado. E agora?

MILENA: O pano. Pega o pano.

Alfredo entrega o pano para Milena.

MILENA: Obrigada.

Os dois se encaram.

CENA 10. COLÉGIO FRAN VICENTINI. DIREÇÃO. INT. DIA.

Vanice, Lúcia e Arnaldo sentados de frente a Juliana.

JULIANA: Tive que fazer mudanças no calendário do colégio e eu antecipei o tradicional acampamento do ensino médio. Será neste final de semana e vocês estão convocados para acompanharem a turma.

VANICE (surpresa): O que? Neste final de semana?

JULIANA: Sim, começa na sexta a tarde.

VANICE: No sábado eu fiquei responsável pela apresentação da igreja.

JULIANA: Como eu falei, eu preciso da colaboração de vocês. No seu caso Vanice, você tem cinco dias para providenciar uma substituta. Não se preocupem que após o retorno eu vou programar a folga de uma semana.

VANICE: Ah, esqueci desse detalhe.

JULIANA: Você ainda tem compromisso?

VANICE (sorri): Que nada, já está desmarcado.

JULIANA: Lúcia e Arnaldo, alguma dúvida?

LÚCIA: E o comunicado aos pais?

JULIANA: Eles serão avisados hoje.

ARNALDO: O retorno será no domingo que horas?

JULIANA: No período da tarde.

CENA 11. COSMÉTICOS LAMBERTINI. SALA LEONARDO. INT. DIA.

Leonardo concentrado digitando no notebook. Amanda entra.

AMANDA: Bom dia, senhor.

LEONARDO: Oi Amanda. E o Patrício?

AMANDA: Foi pro colégio.

LEONARDO: Sabe me dizer se ele vai pra casa hoje?

AMANDA: Ele disse que prefere ficar mais alguns dias no meu apartamento.

LEONARDO: Ele precisa voltar pra casa.

Amanda se aproxima.

AMANDA: Fique tranquilo que eu cuidarei dele e no momento certo ele voltará pra casa.

LEONARDO: Obrigado por tudo.

AMANDA: Por nada. Aceita um café?

LEONARDO: Por favor.

Amanda coloca o café na xícara e ao entregar, Leonardo a beija. Ela interrompe.

MUSIC ON: (BALA DE PRATA - FERNANDO E SOROCABA)

AMANDA: Acho que estamos indo longe demais.

LEONARDO: Você não está gostando?

AMANDA: E o Pato?

LEONARDO: Esqueça o mundo e curta o momento.

Eles voltam a se beijar.

MUSIC OFF.

CENA 12. COLÉGIO FRAN VICENTINI. BANHEIRO MASCULINO. INT. DIA.

Ismael entra no banheiro. Ajeita o cabelo na frente do espelho. Em seguida entra no toilet. Pato e Diego entram no local.

PATO: E quanto a aposta, não se esqueça que estou te dando uma chance. Ontem eu fiquei no apê da Amanda.

DIEGO: Relaxa, eu não esqueci. Eu fiz uma carta anônima pra Nanda. Vou colocar daqui a pouco na mochila dela. Dessa vez eu não vou falhar. Eu vou seduzi-la e levá-la pra cama e depois vou dar o pé na bunda dela. Pato, eu vou ganhar essa aposta. Eu vou transar com a Nanda, antes que você consiga me provar que você levou a Amanda pra cama.

PATO: Isso é o que nós vamos ver. Você tem até o final desta semana. É o ultimato. Ok?

DIEGO: Fechou, digo o mesmo a você.

Eles entram no toilet. (Tempo) Ismael sai do toilet. 

CORTA PARA

CENA 13. COLÉGIO FRAN VICENTINI. CORREDOR. INT. DIA.

Ismael parado na porta do banheiro.

ISMAEL: Quer dizer que esses imbecis fizeram uma aposta e colocaram a minha gata no jogo? Ah, isso não vai ficar assim. Esse jogo vai virar contra o feiticeiro.

Em Ismael.

CENA 14. COLÉGIO FRAN VICENTINI. SALA FUNDAMENTAL. INT. DIA.

Larissa, Lua e Andréia sentadas nas primeiras carteiras.

ANDRÉIA: E os resultados do seu exame?

LARISSA: Foi um desastre.

LUA: Amiga, o que você tem?

ANDRÉIA: Não nos assuste.

LARISSA: Fui pressionada pela minha mãe e pelo médico e eu acabei confessando que estou me alimentando mal.

LUA: Ah, isso não é grave.

LARISSA: Como não? Agora eu vou ter que mandar foto de tudo o que estou comendo pra minha mãe e pro médico. Vocês acreditam que eles criaram um grupo na rede social pra fazerem o acompanhamento?

ANDRÉIA: Pelo menos agora você vai se alimentar bem e não vai mais desmaiar.

LARISSA: E meu sonho vai por água abaixo. Quem vai querer uma modelo obesa?

LUA: Amiga, não exagera.

ANDRÉIA: Você está magrinha, menina. Larga de bobeira.

Ricardo entra na sala e vai direto pro fundo.

MUSIC ON: (QUE SEJA PRA FICAR - MARIANA NOLASCO)

LARISSA: O que foi isso? Ele nem falou contigo.

ANDRÉIA: Brigamos.

LUA: Como assim?

ANDRÉIA: Ele quer me apresentar aos pais dele como namorados.

LARISSA: Que tudo.

LUA: E vocês brigaram por isso?

ANDRÉIA: Na verdade eu tenho receio da mãe dele. Ela não gosta de negros. A única vez que eu a vi, ela me olhou de uma maneira tão diferente. Foi horrível.

LARISSA: E o que o Ricardo diz sobre isso?

ANDRÉIA: Que é coisa da minha cabeça.

LUA: Se ele diz, você precisa confiar nele.

ANDRÉIA: Será?

LARISSA: Claro. Converse com ele e aceite o convite.

ANDRÉIA: Meninas eu tenho medo.

LUA: Você precisa aceitar o convite dele. Talvez isso realmente seja coisa da sua cabeça. Vá, arrisque e se der certo você será feliz.

ANDRÉIA: Obrigada pelas dicas. Mais tarde eu converso com ele.

MUSIC OFF.

CENA 15. COLÉGIO FRAN VICENTINI. SALA DO ENSINO MÉDIO. INT. DIA.

Alfredo escreve no quadro. Os alunos copiam. Nanda abre a mochila e encontra duas cartas.

NANDA: Paulinha, olha isso.

PAULINHA: O que é?

NANDA: Deve ser o admirador secreto.

PAULINHA: Abre logo.

NANDA: Amiga ele está afim de me conhecer.

PAULINHA: Que tudo. Finalmente vamos descobrir quem é ele. E essa outra carta?

NANDA: Deixa eu abrir.

Nanda fica séria.

PAULINHA: O que houve?

NANDA: Veja isso.

Nanda entrega a carta para Paulinha.

PAULINHA (lendo): “Cuidado, Nanda. Não acredite em tudo o que você lê. Nem todo mundo quer o seu bem”.

NANDA: Quem será que mandou isso?

Cam procura por Diego e Pato.

PATO: Você estava inspirado. Precisava mandar duas cartas?

DIEGO: Duas? Eu só mandei uma.

PATO: Ué, eu vi a Nanda abrindo duas cartas.

DIEGO: Estranho.

Cam procura por Ismael que sorri ao ouvir os dois conversando.

CENA 17. COLÉGIO FRAN VICENTINI. DIREÇÃO. INT. DIA.

Juliana sentada. Ramiro em sua frente.

JULIANA: Todos os pais receberam o comunicado?

RAMIRO: Sim, dona Juliana. Alguns inclusive já autorizaram o filho.

JULIANA: Ótimo. Agora me deixe a sós que vou dar seguimento na organização.

RAMIRO: Com licença.

Ramiro sai. Juliana abre a blusa, deixa o decote a mostra, posiciona o celular.

JULIANA: Isso, nesse ângulo. Os boys piram na titia.

Juliana dá risada.

CENA 18. SEQUÊNCIAS DE CENAS.

MUSIC ON: (NEVER LET ME GO - ALOK, BRUNO MARTINI, ZEEBA)

1. Diego conversa com dois caras. Eles entregam drogas e ele coloca dentro da mochila.

2. Amanda e Leonardo no motel se beijam.

3. Larissa, sentada à mesa, desembrulha um sanduíche. Desanimada, ela tira foto da comida com o celular.

4. Andréia e Ricardo passam pelo corredor do colégio. Os dois se entreolham e seguem seus caminhos. 

5. Ramiro alinha a carteira escolar, depois a analisa. Puxa um lenço do bolso e começa a limpá-la.

MUSIC OFF.

CENA 19. MANSÃO LAMBERTINI. SALA DE ESTAR. INT. DIA.

Pato desce as escadas carregando uma mochila. Kátia entra.

KÁTIA: Veja só quem apareceu. Você não deveria estar no colégio esse horário?

PATO: Só vim buscar umas roupas.

KÁTIA: Vai ficar na casa da Amanda?

PATO: Não é da sua conta.

KÁTIA: Calma querido. Não precisa falar assim. Eu só quero te fazer uma pergunta sobre a Amanda.

PATO: Que pergunta?

KÁTIA: Você realmente confia nela?

PATO: Ela é mais confiável do que você.

KÁTIA: Ah é? Então me responda uma pergunta. Ela trabalha aonde?

PATO: Não sei, ela não disse.

KÁTIA: Pois eu sei onde sua querida namorada trabalha.

PATO: Que bom. Pode guardar a informação pra você. Não me interessa.

KÁTIA: Sabe, eu acho estranho ela não ter te contado. Você inclusive conhece o chefe dela.

PATO: Aonde você quer chegar?

KÁTIA: Na verdade. Eu vejo que ela não é 100% verdadeira com você. A sua namorada trabalha na empresa do seu pai e sabe em qual setor?

PATO (desconfiado): Isso é mentira.

KÁTIA: Ela é secretária do seu pai. Os dois omitiram essa informação de você. Investiga e analise se ela realmente merece confiança.

Em Pato.

Encerra com a música: (SOMETHING JUST LIKE THIS - THE CHAINSMOKERS & COLDPLAY)

 
     

 

     

autores
GABO OLSEN
DIOGO DE CASTRO


colaboração
IGOR FEIJÃO

elenco
NICOLAS PRATTES como PATO
ALICE WEGMANN como NANDA
JOSÉ VICTOR PIRES como DIEGO
LETÍCIA NAVAS como PAULINHA
JOÃO VITHOR OLIVEIRA como CAIO
LARISSA MANOELA como LUA
ERIBERTO LEÃO como LEONARDO
TALITA CASTRO como KÁTIA
JUAN ALBA como HEITOR
CAROLINA FERRAZ como SELMA
ÂNGELA LEAL como NANÁ
JANDIR FERRARI como MARCELO
ÂNGELA DIP como ESTELA
DALTON VIGH como RUBENS
LUCIANA VENDRAMINI como MIRTES
FILIPE BRAGANÇA como GREGO
LUCAS COTRIM como DJ
RAISSA CHADDAD como LARISSA
NICHOLAS TORRES como RICARDO
HESLAINE VIEIRA como ANDRÉIA
GABRIEL SANTANA como ISMAEL
CARLA FIORONI como JULIANA
MARCELLO AIROLDI como ARNALDO
VERA ZIMMERMANN como LÚCIA
SANDRA PÊRA como VANICE
WAGNER SANTISTEBAN como ALFREDO
MARISOL RIBEIRO como MILENA
JIDDÚ PINHEIRO como RAMIRO
FERNANDO PAVÃO como EMÍLIO
MARIANNA ARMELLINI como LULU
HALL MENDES como BETO


trilha sonora
SIPPIN' ON SUNSHINE - AVRIL LAVIGNE (ABERTURA)
WINGS - BIRDY
MELHOR DO QUE ONTEM - CAPITAL INICIAL
BALA DE PRATA - FERNANDO E SOROCABA
QUE SEJA PRA FICAR - MARIANA NOLASCO
NEVER LET ME GO - ALOK, BRUNO MARTINI, ZEEBA

produção

BRUNO OLSEN
CRISTINA RAVELA


Esta é uma obra de ficção virtual sem fins lucrativos. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.


REALIZAÇÃO


Copyright
© 2018 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução
.aaa.
.aaa.

Compartilhar:

Postar um comentário

 
Copyright © WebTV | Design by OddThemes