Papo com o Autor - 2x02


 

PAPO COM O AUTOR - 2x02
 
 

NO PROGRAMA DE HOJE:

     
 

No segundo programa da temporada, o Papo recebe a presença do ilustre Luiz Gustavo. No programa, o autor relembra toda sua trajetória aqui no MV, se emociona com as mensagens dos amigos: Márcio Gabriel, Gabo Olsen e Thiago Machado. Relembra sua primeira trama: “Amor Eterno”.

“As pessoas têm que mudar e evoluírem, desapegarem do passado e o deixar somente lá, deixar o coração aberto para os ensinamentos da vida. (GUSTAVO, Luiz. 2018)”

 
     

 

     
   
 


Pabllo Vittar - Problema Seu

 

CARLOS: Boa noiteeeeee, MV!!!! Estamos de volta depois da estreia pra lá de movimentada com as apresentações de todas as novidades do Papo e com a presença do poderoso chefão, Gabo Olsen. Hoje começamos nosso Papo ao som da Pabllo que já chega dando aquele recadinho pra você que adora criticar o coleguinha aqui no MV, você que perde seu tempo com indiretas, você que não tem vergonha na sua cara é isso mesmo meu povo, essa música traz aquele recadinho pra essa gentalha CHATA!!! Que nos rodeia. De todas as opiniões desses embustes, uma única verdade: PROBLEMA SEU... E bora começar que hoje eu tô afiado, bora que já ta dinoitim... SOLTA A VINHETAAAA PRODUCTION....

 
     

 

     
     
     

 

     
 

 

CARLOS: Não me canso de ver e rever essa abertura... Adoooro!! Estamos começando mais uma entrevista aqui do Papo... E gente, preparem-se para receber esse ícone do MV... Olhem só, o cara simplesmente tem em seu currículo títulos de tramas memoráveis aqui do MV, foi dono de Emissora, criador de ícones do auge aqui do MV e se não bastasse ainda se arriscou na apresentação do Web Show. Quem que eu to falando? Cês tão brincando com a minha cara, né?! Lógico que é ele... Vem que vem com tudo Luiz Gustavo!!!

 LUIZ GUSTAVO: Muito obrigado pelo convite Carlos, não imaginava que ainda era lembrado no MV rs... Realmente tive muitos momentos felizes e marcantes aqui. Eu sou melhor como escritor, do que como apresentador.

Carlos: Cheio de modéstias kkkk Lógico que ainda é lembrado por aqui, não tenha dúvidas! Mas a pergunta pra gente da o ponta pé inicial ao nosso papo e: Tá preparado meu caro para encarar os quadros curiosos desse nosso Papo?

LUIZ GUSTAVO: Acho que sim, estou com um pouco de medo, devo ter? kkk

CARLOS: Magina! Aqui a gente é super paz e amor... Relaxa e Go... Êpa! Bora começar, né?!

LUIZ GUSTAVO: Claro, vamos lá.

CARLOS: Então bebês, inclinem a tela no not... Aproximem o celular ou sabe-se lá o que diabos você está para nos acompanhar... Que o nosso papo está no ar... Cuida que o primeiro quadro está aterrissando na nossa tela!

 
     

 

     

 

     
 

CARLOS: Luiz, o Papo voltou com algumas novidades nessa segunda temporada. É uma delas como puderam acompanhar na nossa estreia no mês passado é a junção do REVELA com o REVIRANDO O BAÚ... Mas não se preocupe que a curiosidade é a mesma... E nada melhor do que deixar a todo s bem informados, por isso, Luiz conta pra gente como começou sua trajetória aqui no MV.

LUIZ GUSTAVO: Comecei em 2009 em um blog particular, a minha primeira história é completamente diferente das que escrevo atualmente, mudei bastante o meu formato de escrita, antes eram como se fosse novelas, hoje em dia sou escritor de tramas literárias e não me atrevo a mexer com o roteiro, acho que não daria muito certo, não tenho muito talento rs. Posteriormente, entrei no antigo E-Novelas, que se tornou em seguida o Fanfics Brasil, postei algumas histórias de sucessos, mas aquilo não era tudo para mim, queria ser reconhecido de outras maneiras, então, ao lado do Márcio Gabriel e da Mary Princess, fundamos o Clube dos Originais, um lugar somente para obras originais, recrutamos diversos escritores, nos unimos com diversos outros sites, mas um dia aquilo acabou e decidi não mexer mais em posição nenhuma de liderança no Mundo Virtual, eu era e sou uma pessoa muito difícil, decide focar mais aos estudos, a minha escrita tinha que evoluir. Um ano depois, fui convidado para ser escritor do TV Virtual, havia prometido para mim mesmo que não seria mais diretor de sites, mas acabei me conectando com o projeto do Bruno Junior, me tornando assim vice-presidente.

CARLOS: Como veem, ele é o CARA! Luiz e mais uma peça desse MV que passou por vários setores, produziu e levou a essa rede grandes títulos aos leitores. Títulos esses que vão desde tramas, até sites. Conta pra gente quais são as suas obras que você considera de um sucesso extremo.

LUIZ GUSTAVO: Carlos, essa parte de sucesso extremo, é algo meio correlativo, sabe? Todas minhas histórias na época foram líderes de visualizações. Tive o poder de ver no Fanfics Brasil, realmente o que o público gostava, escrevia todos os dias um capítulo e postava, o que não teria coragem de fazer hoje em dia, Viver & Amar e A Vítima Suspeita, tiveram juntas quase 180 mil visualizações e muitos comentários, posteriormente investi na polêmica de criar uma protagonista transexual, em Preconceitos, a obra bateu 200 mil visualizações, mas atualmente não gosto muito dessas histórias, foram aprendizados, com certeza, tinha 16 anos na época se não me engano, era legal para um adolescente ser prestigiado, mesmo que fosse no meio virtual. Mas para mim, a minha maior e melhor história, foi Testemunha de um Crime. As pessoas no MV antes, apostavam muito em clichês, romances água com açucar e eu tentei fazer algo diferente e os leitores aceitaram a história, tanto que se tornou o maior sucesso do Belas Histórias.

CARLOS: Lembro de Testemunha de um Crime... Realmente uma obra pra ser lembrada sempre. Voltamos já a falar sobre. Mas antes, esse bendito apresentado acabou se precipitando de certa forma e ja introduziu assuntos nas tramas kkk Mas vamos tentar contornar... Luiz, além do estrondoso sucesso que era o CDO com tramas e várias resenhas sobre algumas obras do MV tivemos a experiência da TV VIRTUAL que seguia a mesma linha... Conta pra gente a experiência com ambas as emissoras que apresentou figuras, tramas e programas que movimentaram o MV

LUIZ GUSTAVO: Não conhecia nada do MV e muito menos do Webnode, mas foi esse o lugar melhor que o Gabriel achou para construir um site, então começamos a construir a nossa casa, nunca levamos nada na brincadeira, sempre investimos pesado para levar o melhor para os leitores, ás vezes, nem dormíamos para fazer especiais. Lembro que eu e o Gabriel, escrevíamos juntos e assistindo Todo Mundo Odeia o Cris, mas um dia aconteceu uma coisa, levanta a mão no estúdio quem nunca brigou com o antigo Luiz? Sim, tivemos uma briga muito feia e decidimos fechar o site, se não nossa amizade terminaria, o que não aconteceu. Como era muito cansativo, esse lance de site, decidi ficar apenas como escritor, terminei Radar na página do Facebook em respeito aos leitores que acompanhavam no CDO. Em seguida comecei a escrever uma história, ela ia se chamar Alimente os Lobos, depois mudei para Perfume, e uma pessoa me chamou no face, que foi o Félix Crítica, disse que ia abrir um site e estava precisando de um escritor, acabei entrando nesta jornada, pelo profissionalismo dele e pela ótima pessoa. Com pouco tempo de site e pelas ajudas, ele me convidou para ser vice-presidente. Acredito que o CDO e o Jovens Escritores (sim, gente, eu era presidente de dois sites, história longa rs) foram feitos numa época diferente, não levava o MV a sério, não tão a sério quando levei no TV Virtual, que eu acompanhava os escritores, era quase um tutor, só sai por causa de muitos problemas pessoais, tive que me ausentar de tudo, inclusive de computadores e celulares, então, não teria como manter contato com a escrita.

CARLOS: O TVV foi uma emissora que fez frente às demais emissoras de renome na época, isso porque levava realmente algo novo para o MV. Além de ótimos textos, apresentava programas que inovavam esse meio. Um deles foi o The Writher, que inclusive a Rede WebTV adquiriu os direitos de exibição e logo, logo haverá uma edição com novos participantes. Bem, eu inclusive cheguei a participar da primeira e única edição levada ao ar. Como idealizador e um dos mentores do reality, como você vê esse conceito aplicado no MV em sua primeira exibição e em breve com uma nova edição aqui no WEBTV?

LUIZ GUSTAVO: O The Writer sempre foi um sonho, desde o Clube dos Originais, mas nunca havia parado e pensado no programa e quando finalmente estava no TVV, elaborei um conceito parecido com o The X Factor, acreditava bastante no programa, mas tinha medo dos escritores participantes sumirem no meio das gravações, o que nunca aconteceu e no final teve um grande êxito. Acredito que o formato tem bastante potencial e agora que a WebTV também está focando no literário, tenho certeza que será sucesso, o Bruno é um ótimo profissional.

CARLOS: Pra gente finalizar essa parte do momento Luiz a frente das emissoras e partir pro Luiz autor... Um personagem... Programa de bastante sucesso que movimentou o MV foi o Dudu é claro, a figura do Félix... Na tua visão como vê essa visibilidade na época e de certa forma a falta de algo do tipo nos dias de hoje?

LUIZ GUSTAVO: Naquela época era tudo muito mágico, é passado, passado é feito para ser lembrado. Não sei se precisa dessas personas atualmente no MV e sinceramente, não conheço mais o MV, são poucos autores que converso, então, não tenho como opinar.

CARLOS: kkkkk Seiiiiii... Não desisto assim tão fácil! Vamos pra uma persona que movimentou mesmo, falou e opinou... O Félix! A figura dele e seu papel de atuação.... Como você via essa abordagem?

LUIZ GUSTAVO: o Félix ou Bruno Junior, era uma pessoa muito legal comigo, aprendi muitas coisas junto com ele na TV Virtual, quando digo muita coisa, é muita coisa mesmo. Ele não era aquela persona ranzinza comigo, aquele crítico que os autores novatos tinham medo, era somente um grande amigo, queria um dia voltar a trabalhar com ele, foi uma experiência incrível, assim como sonho de um dia abrir um site ao lado do Gabriel, como no Clube dos Originais, é um sonho nosso.

CARLOS: Olha que já colhemos exclusivas logo no primeiro quadro... Adoro!! Vamos então embarcar de fato no Luiz autor. Uma das perguntas que sempre faço é como o autor chega a história de sua trama. Como funciona esse processo de montagem de trama, criação de histórias, personagens...

LUIZ GUSTAVO: Carlos, é a pior e melhor coisa que existe no mundo, acabei me tornando uma pessoa muito perfeccionista, então acabo me cobrando demais. Sempre penso primeiro no perfil do protagonista e no teor da história, em cada detalhe, cada pequena reviravolta, o passado dos personagens, para não mudar absolutamente nada da essência da história. Minha última história que escrevi foi Perfume e ainda não foi ao ar, demorou cerca de dois ano para terminar ela, queria mostrar um lado maduro meu como cronista, fiquei bastante satisfeito com o trabalho, claro que deve existir uns erros básicos, ainda não sou uma máquina kkk No momento estou com uma história na cabeça, mas só preciso resolver uns problemas e aí, começo a desenvolver a trama. Não é tão simples, pois tenho muitos bloqueios e acaba me dificultando ás vezes.

CARLOS: Então podemos dizer que não ocorre alterações na história ou desfecho de algum determinado personagem quando começa a desenvolver os capítulos/episódios?

LUIZ GUSTAVO: Pode haver algumas mudanças, é uma obra aberta, mas gosto que tudo ocorra da maneira planejada.

CARLOS: No meu caso acabo mudando praticante boa parte da trama, não sei o que ocorre mas quando começo a desenvolver os capítulos tudo vai se desenhando de outra forma... Lógico que a sinopse ajuda, te orienta porque é a partir dela que temos bases para a história que pretendemos apresentar. Nesse processo de "eventuais" mudanças no decorrer do encaminhar da escrita, para o Luiz quando isso ocorre, ocorre por influência do publuci ou de fato uma visualização do autor que não surgiu durante o desenhar da trama?

LUIZ GUSTAVO: É engraçado você falar isso, pois quando minha história é postada, ela já está completamente finalizada, então, não existe interferência direta do público, somente uma visualização do autor que não tinha surgido. Em Testemunha de um Crime, por exemplo,, a Amanda Lopez que era uma garota de programa, se apaixonou por um policial, o que não ia acontecer, em Perfume, mataria uma pessoa importante na versão original, mas na segunda versão, alterei o final dela.

CARLOS: Eu inclui o público no meio por justamente uma curiosidade pessoal minha KKK Não cheguei a presenciar algo do tipo em tramas aqui do MV e como não poderia passar a oportunidade, perguntei por tentar uma provável situação inusitada para mim. Bem, seguindo... Outro ponto que alguns entrevistados relataram na temporada anterior e que esse humildade apresentador confessou... É a indecisão e a complicação de se chegar ao título da trama?

LUIZ GUSTAVO: Ás vezes o título aparece primeiro na minha cabeça e depois vem toda a história, eu sabia que ia escrever Testemunha de um Crime, estava predestinado a isso, mas não sabia dos outros personagens sabe? Acabei formando tudo na minha cabeça depois de uma manchete no jornal. E também me inspiro em letras de músicas, como Radar e Perfume, que são inspiradas nas composições de Britney Spears, ou junto todo o tema da história e formo o título, como Preconceitos, Doce Inocência e 2009.

CARLOS: Necessitamos dessa inspiração também kkkkkkkkkk Luiz, o que você como autor ao ver suas obras e todo o desenvolvimento de ambas pode nos falar o que sempre acabamos encontrando em seus textos? Que tema ou situação reconhecemos como um texto do Luiz?

LUIZ GUSTAVO: As minhas histórias na maioria das vezes envolvem mistérios e suspenses, no primeiro capítulo logo de cara, gosto de soltar muitas brechas para os leitores tentarem entrar na história, como num tabuleiro de xadrez. Quando tento fugir deste meu conceito, como aconteceu com Doce Inocência, as pessoas reconhecem a maneira da escrita, acabo me apegando ao lado mais dramático, abandonando as minhas raízes no gênero romance policial, ficando tudo mais leve, passional. E dos temas, gosto de sempre mudar a cada trama, nunca fui de tocar várias vezes na mesma tecla, gosto de mudar a cada história, formar novas histórias, criar novos horizontes. Não assisto as novelas das nove da Globo desde A Força do Querer, parece que os autores estão gostando de fazer bordel, o que está ficando batido, parece que o público está vendo o mesmo de antes e não enjoa, mas cansa.

CARLOS: E Quando tratamos dos assuntos que o Luiz nunca abordou numa trama e nunca chegará a abordar, qual seria? E aproveitando a ocasião, que tema o Luiz ainda não abordou e espera em breve poder usar em uma de suas tramas?

LUIZ GUSTAVO: Acho que já abordei de tudo um pouco nesses anos de escrita, foram muitas coisas, mais de 10 histórias escritas, milhares de temas debatidos, muitos temas polêmicos, mas talvez um dia eu coloque minha paixão pela ufologia em pratica, uma história onde o mundo é invadido por aliens, talvez? Não sei, só o futuro pode responder.

CARLOS: Ansioso desde já por uma trama alien do Luiz kkkkkkkkkk E quando fazemos um comparativo com o mundo "real"... Que autor o Luiz Gustavo se identifica no modo da escrita, do desenvolver da trama?

LUIZ GUSTAVO: No meio da escrita me identifico e me inspiro muito no David Baldacci, suas histórias me auxiliaram bastante quando eu era mais novo, Toda a Verdade foi um marco entres as minhas listas de leituras, pois mostrava um mundo que ele tinha criado como cronista, mas que se parecia muito com o mundo real, e é isso que nos escritores somos, criadores de universos, não precisamos levar tudo sempre ao pé da letra, devemos ser menos críticos.

CARLOS: Uma das novidades que trouxemos ao quadro nessa temporada foi de o entrevistado falar qual autor do MV ele acha que tem uma pegada parecida com a sua. E aí Luiz, qual colega você acha parecido com suas sacadas?

LUIZ GUSTAVO: O Márcio Gabriel, autor de um Um Conto Sobre Estrume, Alta Tensão e Os Clichês de Rosemary, eu e ele sempre fomos amigos, então as histórias dele acabaram influenciando as minhas e vice-versa, chegamos a escrever histórias juntos, como trabalhamos juntos em vários sites, existe um personagem em Submissão, chamado Luiz Gustavo e é o maior vilão que ele já fez e um dos melhores que eu já li e foi inspirado em minha pessoa, o que é muito legal.

CARLOS: Legal é a parte do maior vilão inspirado em sua pessoa KKK adorei isso!! O papo ta maravilhoso, mas é só o começo. Vamos para um rápido intervalo e logo, logo voltamos para sacudir a poeira do baú do Luiz. Voltamos já!

 
     

 

     

 

     
 

CARLOS: Voltamos e voltamos direto no quadro que sacode a poeira do nosso convidado. Hoje vamos sacudir e revirar tudo que der da historia do Luiz, preparado?

LUIZ GUSTAVO: Claro, vamos lá!

CARLOS: Gosto disso!! Então bora cuidar... O Revirando o Baú é daqueles quadros comportados, cheio da curiosidade e da antiguidade também. A revirada e no ponto diferente, pois o foco é saber tudo sobre sua primeira obra publicada aqui no MV... Luiz nos conte qual foi sua primeira trama em nosso meio e qual era a história da mesma.

LUIZ GUSTAVO: A minha primeira história se chamava Amor Eterno, foi inspirada na novela Escrito nas Estrelas de Elizabeth Jhin, um pouco clichê, não? Rs’ Contava a história do amor de infância entre Catarina e Júlio, que resolvem namorar escondidos na época, se casando anos mais tarde aos 18 anos, no auge de todas as loucuras da paixão, o protagonista é morto em um assalto. Catarina obviamente, sofre bastante, pega todos os seus cacos e se refaz das cinzas, como uma fênix, os anos se passaram, ela se tornou uma jornalista aclamada em todo o país, tanto que ganhou o apelido de Catarina Brasil. Em uma viagem a Londres, ela conhece um jovem idêntico ao Júlio, o Rafael, descobrindo assim que os sentimentos podem transcender o tempo.

Logo de “AMOR ETERNO”: Arquivo Pessoal do autor

CARLOS: A história de Catarina embalou o MV por quantos capítulos?

LUIZ GUSTAVO: 17

CARLOS: Nesses 17 capítulos já posso imaginar todos os obstáculos que a Catarina enfrentou para enfim ter um final feliz com o seu amado. E nesses obstáculos tínhamos uma vilã ou vilão?

LUIZ GUSTAVO: Sim, sua melhor amiga que se fazia de vítima, no final de tudo, queria acabar com a sua raça. A Fátima.

CARLOS: Adoro vilãs sonsas que se revelam depois kkk Essa revelação das maldades de Fátima contra Catarina se deu no último capítulo ou antes disso? Como ocorreu?

LUIZ GUSTAVO: Foram nos últimos capítulos, queria surpreender o público.

CARLOS: Aquela segurada básica kkk Luiz, além dos protagonistas e todas as suas histórias para o final feliz, temos as paralelas e nelas personagens que acabam se destacando ao longo dos capítulos. Que personagem assume essa função em Amor Eterno?

LUIZ GUSTAVO: Na verdade, não existiam muitos personagens, a trama tinha apenas 17 capítulos, mas havia uma que chamava atenção dos leitores, a empregada de Catarina, a Darislene, era o alívio cômico da trama.

CARLOS: Já gostei desse nome, Darislene kkk Personagens com ar cômico sempre ganham uma simpatia extra do publico. Mas voltando para o casal protagonista... Uma curiosidade é sobre esse assalto que acabou na morte do Júlio. A Fátima foi a responsável pelo mesmo, ou desse mal a megera não bebeu?

LUIZ GUSTAVO: A Catarina ainda não a conhecia, foi um ato fatídico da vida mesmo.

CARLOS: Então a Fátima passa a interromper a história da Catarina apenas no momento do auge de sua carreira em Londres e após conhecer o Rafael?

LUIZ GUSTAVO: Sim, ela tinha muita inveja da Cat.

CARLOS: Imagino o que a safada da Fátima aprontou... Quais os temas que foram retratados ao longo dos 17 capítulos de Amor Eterno?

LUIZ GUSTAVO: Eu apresentei no começo o amor dos protagonistas, o grupinho na escola, em seguida teve o baque da morte do Júlio, mas a Catarina sempre teve visões sobre, tudo, avisos, que um dia o Júlio iria voltar, conversou com uma mulher misteriosa, teve sonhos estranhos, então, finalmente conheceu o Rafael.

CARLOS: Falou em conversa com uma mulher misteriosa já aguça a curiosidade desse pobre coitado kkk Não faz isso com a gente, ou melhor, faz, mas conta pra gente que mulher era essa e que diabos ela falou para a Catarina.

LUIZ GUSTAVO: Alguns avisos rs' A mulher também apareceu para o Rafael, ela era como um anjo, querendo proteger o amor de ambos, querendo que os dos permanecessem juntos, como era para ser feito, caso o Júlio não tivesse morrido, sabe?

CARLOS: Entendido e tudo explicado kkkk Melhorou!! Amor Eterno sempre foi o título pensado para a trama?

LUIZ GUSTAVO: Sim, nunca tive outra ideia.

CARLOS: Que autor gente.... eu sou muito indeciso mudo a todo instante kkkk Luiz, sempre pergunto ao autor qual cena da trama que ele escreveu e que até hoje ele considera como inesquecível. Em Amor Eterno que cena ficará para sempre em sua memória?

LUIZ GUSTAVO: Talvez as cenas da infância entre os protagonistas, o amor verdadeiro entre Catarina e Júlio, o grupo de amigos, a amizade que eles construíram para depois finalmente se declararem, tendo o primeiro beijo, ainda na escola.

CARLOS: Talvez as cenas da infância entre os protagonistas, o amor verdadeiro entre Catarina e Júlio, o grupo de amigos, a amizade que eles construíram para depois finalmente se declararem, tendo o primeiro beijo, ainda na escola.

CARLOS: Se é inesquecível para o autor lógico que não vamos ficar sem rever... Se segurem aí e curtam essa cena inesquecível para o LUIZ GUSTAVO.

Cena inesquecível

Rafael: é vi minha casa suja de sangue, e vi isto reconhece?

Catarina: claro é o meu brinco ele deve ter caído quando eu fui lá ele estava meio solto.

Rafael: agora isto não importa Catarina.

Catarina: por quê?

Rafael: por que você é a principal suspeita desse assassinato.

Catarina: mais eu nunca iria fazer isto Deus sabe.

Rafael: Deus sabe mais prove na justiça dos homens.

Na frente da casa da Catarina…

Roberto: é Catarina parece que eu e o meu “informante”, estamos conseguindo acabar com sua vida, mal sabe você que tem uma pessoa bem próxima a você me ajudando, e que foi ela também que matou ISABELLI. Catarina, Catarina seus dias de amor com o Rafael acabaram.

CARLOS: Chegaria a mudar alguma coisa na história? Ou do jeito que você a escreveu, você concorda que foi o melhor rumo para a trama?

LUIZ GUSTAVO: Eu mudaria todos os erros de português da história, não sabia muito sobre a escrita, mas graças a Deus, procurei evoluir e encontrar o meu melhor. Enquanto a história, acho que deixaria do mesmo jeito.

CARLOS: Hoje olhando para as obras atuais e a primeira. O que podemos dizer que Amor Eterno trouxe durante sua trajetória até hoje?

LUIZ GUSTAVO: Eu acredito que eu mudei completamente a minha maneira de escrever, inclusive os formatos, antes tentava ir mais para o roteiro, atualmente escrevo no literário. Acredito que se eu não tivesse escrito Amor Eterno, talvez, não seria escritor atualmente, ela foi importante exclusivamente para a minha pessoa.

CARLOS: Uma curiosidade que sempre surge é sobre os finais dos personagens... Em Amor Eterno, como foi o Final da Catarina e da Fátima?

LUIZ GUSTAVO: A Catarina teve seu final feliz ao lado do Rafael e a Fátima foi presa por matar o amante.

CARLOS: Luiz agora vamos mudar um pouco as coisas kkk Dentro do revirando vamos propor ao autor algumas situações que encaixem com as informações fornecidas sobre sua primeira trama e o autor terá que opinar qual seria a reação do personagem na cena. E para começar nada melhor que um encontro entre Catarina e Fátima... Supondo a soltura da Fátima e por uma obra do destino ela esbarrasse em Catarina na rua. O que uma diria para a outra?

LUIZ GUSTAVO: Acredito que a Fátima pediria perdão, ela na cadeia, certamente haveria pensado bastante, ela tinha agido por impulso e a Catarina, com certeza, a desculparia, não existiria mais amizade, mas ia acabar com toda aquela dor.

CARLOS: Temos redenção meu povo!! Mas olhando por um lado maquiavélico... Íamos ver uns puxões de cabelos, uns tapões?

LUIZ GUSTAVO: Não, a Catarina não é uma pessoa assim, é doce demais para se envolver em uma briga, o que passou, passou.

CARLOS: Tudo esclarecido pelo nosso autor, tivemos até redenção Brasil..... Luiz, a gente segue e seguimos para o quadro que vai precisar de mais opinião dessa sua cabecinha.

 
     

 

     
 
     
 

CARLOS: É novidade na telinha do Papo o quadro “O AUTOR QUE MANDA”. Aqui vamos expor algo ou alguém que esteja nesse MV e o autor entrevistada usará do seu senso critico para propor alguma mudança, dar sugestões, dar seu ponto de vista para o determinado a ele. Assim como no programa anterior, estamos diante de uma pessoa que geriu uma rede, além disso, foi responsável por formatos que contribuíram para o MV. Luiz, hoje você quem manda as ordens por aqui. Hoje você nos dará sua opinião a respeito do MV de hoje, você como um antigo chefão de emissora, como ver que as emissoras ao estilo WEBTV, MEGAPRO, CYBER SÉRIES e tantas outras atribuem os dois formatos para suas tramas, o Literário e o Roteiro? O que você acredita que programas como o Papo com o Autor, Misturama, Diário de Bordo e Web Show precisam melhorar para melhor atender aos leitores de hoje?

LUIZ GUSTAVO: Como eu disse na entrevista, não acompanho muito o Mundo Virtual de hoje em dia, mas acredito bastante em todas essas emissoras, a WebTV está começando agora com o literário e tenho certeza que vai ser um sucesso, quero que Perfume tenha muitos leitores lá, fico feliz em estar envolvido na direção do projeto. O Megapro e o Cyber Séries, não ficam de fora, são maravilhosos, de verdade. Enquanto aos programas, não sei se mudaria alguma coisa, é o formato que o público gosta, entende? Foi o formato que testamos no CDO e TVV, sempre deu certo, não precisamos ter ideias mirabolantes, às vezes, menos é mais.

CARLOS: O Autor que manda! Chama os comerciais que voltamos logo mais com o quadro mais fofo desse MV. Voltamos já!

 
     

 

     
 

Participe. Envie seu comentário sobre o programa e apareça no quadro "O PAPO NO PAPO DO POVO".

 
     

 

     
   

 

     
 

CARLOS: Se apeguem no lencinho, na toalha, na camisa, ou sabe Deus em que... Mas esse é o quadro que tem a intenção de reconhecer os verdadeiros. Representa aí Luiz que o espaço é todo seu para as declarações de carinho nesse MV. Pra quem vai o: ESSA É PARA VOCÊ do Luiz Gustavo?

LUIZ GUSTAVO: Passei por muitos momentos no mundo virtual, tenho grandes amigos atualmente e posso falar abertamente a respeito dessa pessoa, o Bruno Olsen, quando decidi desistir disso aqui, sempre teve uma pessoa que me chamava de volta, como apresentador ou ajudante de serviços gerais na Web TV, sempre fui muito bem acolhido nesta casa, que agora posso dizer que também virou meu lar. Bruno você é um amigão, consegue entender todas as minhas ideias e compreender como ninguém, também não posso deixar de fora a Cristina Ravela, quero agradecer esses dois por estarem me auxiliando bastante nesses últimos meses, muito obrigado.

CARLOS: Como prometido, o ESSA E PARA VOCÊ voltou com novidades. Luiz, acho que não é só você que resolver dar as caras e falar um pouco sobre as amizades aqui do MV... Olha só quem passou por aqui e deixou um recadinho para você...

LUIZ GUSTAVO: Ai meu Deus

GABO OLSEN: Eu conheci o Luiz Gustavo na época do Belas Histórias e desde então a gente mantém contato. Já conversamos sobre mundo virtual, nossa vida pessoal, cada história que já saiu dessas conversas kkkk. Bastava ficar online e o assunto já surgia. Ele tentou algumas vezes escrever obras no formato roteiro, mas o resultado não foi bom, então ele seguiu apostando no formato que ele entende do assunto, que são as histórias literárias. Quantos sucessos já foram publicados, hen. Na TV Virtual,  além de escrever, ele comandou o entretenimento, inclusive apresentou o Web Show aqui na WebTV e eu participei da gravação do piloto e o resultado final foi sensacional, provando que o Luiz Gustavo, além de escrever se sobressai muito bem no entretenimento.  Luiz Gustavo, continue sendo esse amigo extrovertido, focado nas decisões e determinado. Vida longa aqui no MV. Um grande abraço.

 

LUIZ GUSTAVO: Foram anos de amizade com o Bruno Olsen que se estende até hoje, como sempre disse, ele foi uma pessoa que sempre me ajudou, querendo me colocar de volta aos holofotes, quando muita gente me deixou de lado, só porque eu sai do mundo virtual, a amizade é mais do que isso aqui gente e o Bruno, provou isso. Enquanto ao roteiro, tive que admitir que sou péssimo, né gente? É muita técnica que não consegui me adaptar, permaneci no formato que sempre amei e a Web TV, finalmente aderiu ao literário.

CARLOS: Quase um arquivo confidencial do Faustão, cê viu?! kkkk Mas se você achou que paramos por aqui... Não, não mesmo meu amigo... Olha só quem também resolveu dar as caras por aqui...

THIAGO MACHADO: Olá, Luiz e Carlos! A minha amizade pelo Luiz começou em 2013, 2014, que foi período em que apareci no mundo virtual. Não me recordo exatamente do início, mas ele sempre foi (e é) uma pessoa muito generosa e simpática comigo. Inclusive, cheguei a ler e supervisionar alguns capítulos de Doce Inocência na TVV. Tempos bons. Ele é grande pessoa e um excelente escritor. Até, amigo!!!

LUIZ GUSTAVO: O Thiago é uma pessoa muito gentil, é um menino inteligente e que vale ouro, quando todo mundo começou a falar coisas ruins sobre o N de Novelas, eu fui lá e cedi Radar para ele pudesse reprisar, posteriormente outros escritores foram escrever no seu blog. Ele sabe supervisionar um texto como ninguém, muito estudioso, se for escritor, terá muito futuro, meu grande amigo.

CARLOS: Precinto que do outro lado da tela rolou lagrimas...

LUIZ GUSTAVO: Algumas

CARLOS: Vá se preparando meu amigo, pois se você achou que as visitas pararam por aqui, você se enganou. Olha só quem também fez questão de deixar um recadinho para você:

MÁRCIO GABRIEL: Conheço o Luiz há muito tempo e é incrível como mesmo nós nunca tendo nos visto pessoalmente, mesmo assim criamos uma amizade bonita. Sei que a vida as vezes nos afasta mas é muito bom conversar com ele. Sou um dos poucos do meio virtual que, digamos assim, conhece a vida dele pessoal mais profundamente, pois ele sempre foi um cara muito reservado. É importante falar dele como pessoa, mas como escritor eu acompanhei ele de perto, desde o início e cresci junto com ele. É muito notável o quanto ele melhorou, o quanto que ele se esforçou e pôs em prática as ideias. Cara, gosto muito de ti, desculpa por eu estar tão apagado da sua vida, você mesmo sabe como são as obrigações que a vida nos impõe. Espero um dia te conhecer pessoalmente, em um rolé na Bahia quando eu tiver rico. Abração!

LUIZ GUSTAVO: Não esperava isso Carlos, o Gabriel é meu melhor amigo, anda passando por algumas situações e entendo perfeitamente esses momentos da gente. Tem dias que não podemos conversar direito, mas nossa amizade permanece intacta. Realmente nós crescemos juntos, ele me conhece mais do que muita pessoa que está do meu lado, sério. Amizade virtual é verdadeira, amigos virtuais são reais e podem nos ajudar quando nossos pensamentos querem nós  destruir.

CARLOS: Entendemos bem, ô se entendemos... Então é isso meu povo, o quadro mais fofo desse MV conseguiu atingir um nível de fofura ao extremo. Muito bacana ver demonstrações de carinho como essas. Mas como a gente gosta de pôr fogo em tudo, roda a vinheta que o fuzuê tá de volta!

 
     

 

     
     
 

CARLOS: O NÃO SOU OBRIGADO A NADA! Acaba de aterrissar na nossa cara! Aqui a confusão e toda por sua conta, o espaço é livre para você falar mal de uma pessoa, uma obra, uma emissora, uma situação, um assunto mal resolvido... O espaço é todo seu... Queremos confusão e gritaria mesmo, que é para ter audiência... Estamos apostos a espera do seu desabafo Luiz!!

LUIZ GUSTAVO: Se fosse o antigo Luiz, certamente teria um barraco envolvido neste quadro, mas não perco mais tempo com isso, sabe? Só se a pessoa vir provocar, fazer julgamentos do meu trabalho sem ao menos conhecer, disso não gosto. As pessoas tem que mudar e evoluírem, desapegarem do passado e o deixar somente lá, deixar o coração aberto para os ensinamentos da vida.

CARLOS: Todo fino ele kkk Adoro! Falou pouco mais falou bonito! Bora cuidar que ainda tem coisa vindo aí... Vamos seguindo e roda a vinheta!

 
     

 

     
     

 

     
 

CARLOS: O Antes do Fim chega já com aquele gostinho de tristeza por que estamos acabando o programa de hoje. Mas como não podemos finalizar sem antes abocanhar umas exclusivas do nosso entrevistado, vamos então começar a arrancar os segredos do Luiz. Luiz, Perfume é a sua mais nova aventura na escrita. Nos conte o que podemos esperar da trama!

LUIZ GUSTAVO: Vocês podem esperar de tudo em Perfume, depositei as minhas melhores ideias a cada capítulo, acabou se tornando a minha história favorita, foram dois anos de trabalho. A história central ainda é sobre a Pamela Monteiro e os acasos que levam ao grande casamento com o Miguel Xavier, para poder proteger a vida do seu verdadeiro amado, Jonathan Sampaio, uma história clássica, envolvendo a pirataria moderna e o turismo sexual. O que a direção da Web TV não sabe, é que existem dois finais, tudo é possível até o grande esperado FIM.

CARLOS: Olha a exclusiva ai Brazelllll.... Dois finais, dois caminhos e muitas surpresas para a nova aposta da WebTV! Perfume abrirá as apostas literárias da WebTV, como você visualiza essa posição da trama em um ambiente antes só roteirizado?

LUIZ GUSTAVO: Acredito que seja um crescimento para emissora, para atrair novos leitores, de sites do segmento literário. E agradeço ao Bruno por depositar sua confiança em minha pessoa, para inaugurar o horário de obras literárias.

CARLOS: Não tenho dúvidas que estamos diante a mais um sucesso desse MV! Já queremos acompanhar as histórias da Pamela e como será essa proteção ao amado Jonathan. Como não contentamos com a revelação de dois finais, será que arrancamos desse autor um trechinho dessa trama?

LUIZ GUSTAVO: Ainda estamos guardando um pouco de segredo, referente aos capítulos iniciais, mas todo mundo sabe o que pode acontecer, ou não rs' É uma nova história, com novos e antigos personagens, cercada de mistérios e suspenses.

SINOPSE OFICIAL DE PERFUME

Arraial D’ Ajuda é o distrito de Porto Seguro, um pequeno município que se caracteriza pelas suas praias paradisíacas, natureza exuberante e construções de estilo único, atrai turistas de todo o globo, mas por detrás dessa beleza engrandecida, guardam-se grandes segredos e uma zona cercada de mistérios:

Pamela Monteiro está com o casamento marcado com um dos homens mais ricos da costa baiana, no entanto o seu coração pertence a outro,  Jonatham Sampaio, o seu amor de infância. Para salvar as dividas em torno do patrimônio da família, efetuadas pela matriarca, terá que abrir mão da sua felicidade e se entregar por inteira a Miguel Xavier.

Levi Monteiro é o líder do negócio ilegal de falsificação de produtos originais no Brasil, sua vida se resenha em viajar pelo mundo e fechar contratos com investidores. Conseguiu multiplicar a herança do patriarca, afastando-se da família e da terra natal, construindo um verdadeiro império. Levi está envolvido emocionalmente com a escritora de prestígio internacional, Barbara Novak.

Milionário, frio e calculista. Essas três palavras resumem Miguel Xavier. Adentro do resort que é proprietário, administra o centro de prostituição e exploração sexual em torno do distrito e consegue controlar os passos de qualquer um ao redor, incluindo o da futura esposa, Pamela, o altar é o primacial objetivo.

Em meio a um grande homicídio, cercados de suspeitos, são colocadas em evidência diversas peças chaves. A exatidão irá transparecer aos poucos, no fim das vertigens conseguirão sentir o doce perfume do assassino. 

 

CARLOS: Dentro do antes do fim, abrimos o espaço para que o autor passe algumas dicas para quem está tentando publicar algo ou para quem está iniciando aqui no MV. Luiz, o que você falaria para quem tá pensando em escrever, pra quem quer começar a postar nesse mundo virtual?

LUIZ GUSTAVO: Que escreva com muito amor, mas isso aqui não é exatamente uma brincadeira, é um hobby que devemos levar a sério, com respeito, sabe? Poste uma história inteira, tente não cancelar. Se tiver alguma briga, entra e defenda seus direitos se alguém ameaçar, alcance o seu território, tenta ser o melhor no que faça, como em qualquer coisa na vida, tente ser o melhor.

CARLOS: Como o Luiz encara as críticas e qual o posicionamento a respeito das mesmas?

LUIZ GUSTAVO: Críticas são boas quando as pessoas realmente leem a história, podemos melhorar muitos aspectos na próxima obra, mas quando são pesadas, sem conteúdos, podem machucar uma pessoa, fazer com que a mesma desista do sua caminhada. Antes eu ligava bastante para isso, atualmente respondo simplesmente com um: obrigado por ler a minha história. É assim que é a vida, ás vezes as pessoas vão gostar e outras não, não podemos agradar todo mundo.

CARLOS: Compartilho da mesma opinião, critica quando bem fundamentada dentro do conhecimento do que está sendo levado ao ar realmente é bem vinda e te ajuda a trilhar um bom caminho. E como não poderia faltar, um espaço que sempre me perguntavam o motivo de não conter é o famoso bate-bola dos talk shows. Resolvemos acrescentar no nosso papo e aqui está dentro do antes do fim. Mas claro de forma um pouco diferente com pintadas clássicas. Vamos lá!

LUIZ GUSTAVO: Vamos

MUNDO VIRTUALUm lugar para sonhar

CONCORRÊNCIAÉ natural, concorrência é bom.

TV VIRTUAL - Um grande momento.

WEBSHOW - Um desafio

LUIZ GUSTAVOPOR LUIZ GUSTAVO- 8 e 80, pode ser? Sou muito intenso.

INDIQUE UMA SÉRIE – Bates Motel

INDIQUE UM FILME – Um corpo que cai do Alfred Hitchcock

INDIQUE UMA BANDA OU ARTISTA – 30 Seconds to Mars

INDIQUE UMA MÚSICA – Alibi

INDIQUE UMA WEBPRODUÇÃO AMIGA – Qualquer história do Márcio Gabriel... (Submissão, Um Conto Sobre Estrume, Faça Suas Apostas, Os Clichês de Rosemary)... Ele é o melhor.

UMA FRASE MARCANTE – Você é livre para fazer suas escolhas, mas é prisioneiro das consequências. - Pablo Neruda

CARLOS: Luiz, chegamos ao fim do nosso programa. Meu querido, foi ótima a sua participação. O Papo ficou satisfeitíssimo com as respostas. Obrigado por aceitar o convite e participar dessa loucura.

LUIZ GUSTAVOR: Muito obrigado pelo convite Carlos, queria agradecer a toda equipe da Web TV que me abrigou com muito carinho. Espero que vocês acompanhem Perfume, isso é tudo pessoal, até a próxima.

CARLOS: Então é isso pessoas que tanto amo nesse MV... Chegamos ao fim da nossa estreia e mês que vem estamos de volta com mais um Papo..., Mas antes não poderia encerrar sem pedir chuvas de comentários sobre o segundo programa e claro precisamos da opinião de vocês sobre O PAPO NO PAPO DO POVO. Então é isso genteeee, boa noiteee! Fuiiiiiii....

 
     

 

     

apresentação
Carlos Lira

convidado
Luiz Gustavo

música
Pabllo Vittar - Problema Seu

produção
Bruno Olsen
Cristina Ravela

entretenimento

contatoredewtv@gmail.com


REALIZAÇÃO


Copyright
© 2018 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução

.aaa.
.aaa.

Compartilhar:

Postar um comentário

 
Copyright © WebTV | Design by OddThemes