Misturama - 7x02 - WebTV - Compartilhar leitura está em nosso DNA

O que Procura?

HOT 3!

Misturama - 7x02

Misturama - 7x02
Compartilhe:
Troque a Fonte Aqui

https://4.bp.blogspot.com/-vBpUGE6hbgg/Wtn4kt-fgPI/AAAAAAAACWk/ALLDXQSBHMoRHgYoaO0EnM9QDV-F5IEuwCLcBGAs/s1600/Misturama%2B2018.jpg
 

MISTURAMA, 29 de setembro de 2019
 
 

NO PROGRAMA DE HOJE:

     
 


EDY:
Essa resposta vem com ar de decepção ou esperança? Hahahahahah

GABO:
Já que é pra falar a verdade, então vamos falar a verdade kkkkkkk. Eu já
🙈🙈🙈🙈

GABO:
Genteeeeeeeeeeeee. Sobe a classificação do programa.
 

EDY: Bora lá... Eu nunca mandei nudes


GABO:
Tira as crianças da sala que agora o assunto ficou quente kkkkk


EDY:
Olhaaaa ele, Braseeel!! Eu adoro esse quadro!!!


GABO:
Édy Dutra, o sr. está muito curioso kkkkkkkkk


GABO:
Manda a última... Pelo visto vai ser bem tensa rsrs


EDY:
Até eu estou tenso com essa pergunta

 
     

E AINDA:

     
  MARCELO JÚNIOR MAIA: O primeiro contato foi em uma peça teatral na escola que se chamava O Rei do Sertão...

MARCELO JÚNIOR MAIA: Hahaha... Inimigos claro! Não gosto de citar nomes, mas tive alguns ranca rabos... Mas passou!
 
 

 

     
 

GABO: Fala, galera... Misturama na área. Hoje foi o lançamento da 8ª temporada do Boletim Virtual. Criado em 2012, a revista eletrônica completou 7 anos no MV. No Giro Virtual, a Ritinha informou que a Cristina Ravela assumiu a presidência da WEBTVPLAY e eu fico na vice-presidência. Eu desejo sucesso a Zih nesse novo desafio e tenho certeza que ela fará um ótimo trabalho. A WEBTVPLAY está chegando... E falando em chegando, o Troféu Imprensa e Troféu Mundo Virtual edição 2019 estão com as inscrições abertas.
 


Atrações exibidas em 2018 podem participar. O regulamento pode ser acessado neste link. As inscrições estão disponíveis neste link.
Em breve vamos conhecer no Troféu Imprensa e Troféu Mundo Virtual, o melhor do entretenimento, jornalismo e dramaturgia do Mundo Virtual passa por aqui.
 

GABO: Ele mora em São Paulo, Seu primeiro trabalho no MV foi com a novela Bons Tempos. Depois, Marcelo Júnior Maia escreveu Sagrado Coração. Prepare-se para voltar no tempo e descobrir como ele chegou no MV. Está no ar: Como eu cheguei aqui.

 
     

COMO EU CHEGUEI AQUI: MARCELO JÚNIOR MAIA CONTA TUDO!

     
     

MARCELO JÚNIOR MAIA: Me chamo Marcelo Júnior Maia, mais conhecido como Marcelo Maia, sou autor de WebSeries e WebNovelas para alguns sites... Residente de São Paulo, Capital.
 

COMO EU CHEGUEI AQUI
 

Eu sempre AMEI ler ... E em um momento, conheci o Domingos o Wellington e Felipe Veiga, aonde tudo começou e me encontrei totalmente. Foi um mundo novo, todos sabem, é encantador, história, novelas, autores, tudo que o roteirista ama fazer eu encontrei em um único lugar. E as amizades que ficam, é maravilhoso. Várias entrevistas, algumas criações fantásticas, esse MV é perfeito. Amo o que faço, e em breve estarei de volta com Por um Triz.

 

PRIMEIRAS IMPRESSÕES
 

Eu amei! Minha primeira web novela eu tinha 19 anos e se chamava BONS TEMPOS. Foi uma experiência e tanto para mim, amei a oportunidade de escrever, e não sabia que teria potencial... Levei anos para voltar escrever Sagrado Coração, mas também foi uma WebNovela que eu amei!

 

O CONTATO COM A ESCRITA
 

O primeiro contato foi em uma peça teatral na escola que se chamava O Rei do Sertão... O texto foi apresentado em 6 escolas públicas de São Paulo. Eu tinha apenas 15 anos...

 


 

A PRIMEIRA VEZ
 

A primeira vez, sempre emocionante, aquele feio na barriga, aquele medo, porque não sabemos qual será a reação do público, então da aquele frio na espinha. Mas é algo positivo! Mas o primeiro contato para um desconhecido, foi bom! Amei!

 

CONVIVÊNCIA
 

Hahaha... Inimigos claro! Não gosto de citar nomes, mas tive alguns ranca rabos... Mas passou!

 

MUNDO VIRTUAL EM UMA PALAVRA
 

Extraordinário, porque, a criação é sem limites... Eu posso criar um texto rico em todos os detalhes possíveis, e deixo a minha imaginação e tão longe, que até converso com os meus personagens"estar", Marion de Por amor, eu tenho medo dela até hoje, minha melhor vilã, ficou muito conhecida, entrou em algumas outras produções do MV e pode dar as caras novamente... Eu amo criar, eu amo contar histórias, mesmo ausente escrevo secretamente, há várias sinopses escondidas em meu notebook. Então é EXTRAORDINÁRIO criar ❤
 

GABO: Marcelo, fiquei curioso pelas sinopses escondidas. Que elas possam ganhar vida no MV. Abraço, meu querido. Agora o jogo virou! Eu deixo o posto de apresentador do Misturama e passo a ser convidado do programa. O que será que vem por aí? É o que vamos descobrir a partir de agora... Porque o Édy Dutra chegou...

 
     

GABO É ENTREVISTADO POR ÉDY DUTRA

     
 

EDY: Como diria Clara, na cena antológica de "O Outro Lado do Paraíso": vocês não sabem o prazer que é estar de volta! Faaala galera do Misturama!! Hoje eu estou aqui não como participante mas sim comandante do bagulho! É, hoje é tudo comigo! No quadro do Eu Nunca desta semana, vocês irão saber um pouco mais sobre ele, o the best, o boss, o poderoso chefão, o patrão do mundo virtual, Bruno Gabo Olsen!!!
 

GABO: Hoje o jogo inverteu e pelo visto eu vou ter que falar tudo, não é mesmo Édy Dutra? Kkkkkkkkkk


EDY:
Parece que o jogo virou, não é mesmo? Hahaha Tá preparado?


GABO:
Sim, o jogo virou rsrsrs. Vamo simbora.... To preparado hehehehe


EDY:
Aceita uma bebida, um petisco? A Ritinha passou o dia inteiro no mercado preocupada com o que comprar para oferecer pro chefe.


GABO:
Opaaa.... A Ritinha sempre manda bem nas compras. Aceito os petiscos e uma dose de whisky com energético hehehe


Eu vi a Zih no camarim comendo coxinha e tomando red bull.


EDY:
Ela é uma diva até comendo coxinha!


EDY:
Mas chega de conversa fiada e vamos ao que interessa... Vem aí o primeiro bloco de perguntas do EU NUNCA!


GABO:
Cadê a porta do estúdio. Já voltoooo.



EDY:
Não fuja!! Fica aí!! Haha


GABO:



 

EDY: Mas só pra dar uma alividada, antes de partir para as perguntas, eu quero saber de você, Gabo, como é comandar uma emissora como a WebTV por tantos anos?


GABO:
Olha Édy, não é uma tarefa fácil. É necessário ter um planejamento, ser organizado e aceitar desafios. Às vezes a vida pessoal te chama e você precisa se ausentar. E o ciclo continua. Foi assim em 2010 quando eu me desliguei por um período do MV, a Zih assumiu o comando da emissora e quando eu me senti preparado para voltar eu retornei com as energias renovadas para administrar, escrever, apresentar. Enfim, foi um grande aprendizado nessa fase.


EDY:
Você um showman do mundo virtual. Apresenta, dirige, produz, escreve... O que mais gosta de fazer dentre tudo o que você faz?


GABO:
Eu passei por vários departamentos do MV e puder viver várias experiências. Eu não imaginava que eu fosse conseguir editar artes, recortar fotos e quando eu coloquei a mão na massa e aceitei esse job eu percebi que quando você está determinado a aprender você faz o seu melhor e o reconhecimento é a prova de que você fez um brilhante trabalho. A edição de vídeo eu também curto... São dois cenários que mexem que a imaginação do editor.


EDY:
A WebTV é conhecida pela seriedade com que lida com suas produções e pelo padrão de qualidade. Você imaginava esse reconhecimento nesse sentido? Sempre foi uma meta isso?


GABO:
Eu fico lisonjeado pelo respeito que o público tem pela emissora. Quando eu cheguei no MV existiam várias emissoras. Eu não sabia para qual rumo seguir. Quando a emissora surgiu eu sofri críticas pela qualidade inferior e por funcionar através de um blog que tinha um template pronto e simples. Foi aí que a Fran Vicentini conversou comigo e falou para não ligar para a crítica e, desde então, eu procurei aprender e fazer o melhor. Surgiram novas amizades e parcerias, veio o primeiro site, abertura em vídeo e diante disso a emissora foi crescendo. Quando você luta por um objetivo você dá valor a cada fase e foi assim na emissora. A meta foi sempre entregar o melhor resultado e o feedback do público foi excepcional.
 

EDY: Como eu tinha dito antes, você também escreve. Estações da Vida bombando atualmente. Escrever tramas teen é a tua praia? O que você mais curte quando está neste processo de escrita?


GABO:
Eu já escrevi tramas adultas e sempre tive vontade de lançar uma novela teen no MV. Em 2006 eu escrevi algumas partes da novela Vidas Separadas. Ela foi baseada em Cúmplices de um Resgate, mas o projeto não foi adiante e eu engavetei a história rsrs. Estações é uma novela que trabalha a transição da adolescência para a vida adulta. Eu me divirto escrevendo, tenho assistido séries teens para usar como referência. Eu trabalho em uma faculdade e a todo momento eu vivencio essa fase dos jovens, o que acaba servindo como inspiração. Lembro que quando eu fui viajar o Diogo de Castro falou para eu observar o comportamento dos jovens para servir como referência na novela. E eu fiz isso rsrsrs.


EDY:
Você ainda se considera jovem com os 30 batendo à porta? Haha
 

GABO: O espírito jovem reinaaaa. Ele tem que ficar sempre na veia kkkk e contigo é assim também?


EDY:
hahaha eu me sinto jovem. Eu sempre tive um comportamento mais maduro, mais adulto. Mas este espírito jovem é realmente reinante haha


EDY:
Tá ouvindo isso? É a vinheta anunciando que, agora sim, o primeiro bloco do Eu Nunca está começando!!!


GABO:
Tô ouvindo a Ritinha me chamando na presidência para uma reunião. Já voltooooooooo.


EDY:
A chave da sala tá comigo, presidente. Não tem escapatória! Promete dizer a verdade, somente a verdade? Haha


GABO:
Já que não tenho outra escolha, SIM, somente a VERDADE rsrsrs. 


ÉDY: Para deixar você mais tranquilo, pode escolher uma trilha para o momento, para quebrar o gelo hahaha.


GABO: Vamos de Table for 2 - Alok & Iro. Inclusive o lançamento do clipe foi hoje. A música tem uma vibe surreal.



 


EDY:
Então vamos nessa!!

 
     

GABO É O CONVIDADO ESPECIAL DO QUADRO "EU NUNCA". VENHA DESCOBRIR OS SEGREDOS DO APRESENTADOR

     
 

 

PERGUNTAS SOBRE O MV:



EDY: Eu nunca tive preguiça de fazer algum programa da emissora ou escrever algum capítulo de uma novela.


GABO:
Com certeza já kkkkkk. Pra escrever você precisa ficar no clima e se a inspiração não ajudar, assistir uma série é a melhor pedida kkkkkk e no dia seguinte você tira o atraso da escrita e tudo fica bem kkkkk


EDY:
Quem nunca né? Hahaha


GABO:
Sim kkkkk ou então é igual quando você faz regime... Chega convite até de quem tu duvida, e aí tu fura o regime hehehe


EDY:
Eu nunca li o resumo antes de ler o capítulo


GABO:
Já kkkk. Teve uma época que eu curtia saber como a história terminava. Certa vez eu assisti um filme de suspense e adiantei algumas partes. Eu descobri spoilers e me frustrei porque o comportamento de um personagem mudou e quem eu achei que era a mocinha na verdade era uma psicopata. A partir desse filme eu não quis mais saber de spoiler kkkkkkkkkkkkkk e no MV não foi diferente hehe.
 


 

EDY: hahahahahaha quando pedem spoiler das suas obras, você dá?
 

GABO: Depende do spoiler. Na novela "A Impostora" o segredo das fotos eu escondi a sete chaves... Já em Estações da Vida eu compartilhei alguns...


EDY:
Espertinho... Quero ver agora: Eu nunca julguei uma história pela capa (uma logo bonita, teaser de divulgação)


GABO:
Já e quebrei a cara como muitas pessoas hehehehe. A gente julga e é surpreendido rsrs.
 





EDY:
Mas já se surpreendeu também, positivamente?
 

GABO: Eu já e confesso que foi uma experiência interessante...


EDY:
Eu nunca escrevi um capítulo sem escaleta


GABO:
Já. Inclusive era o capítulo piloto. Era uma madrugada de sábado, e eu estava sem sono e como eu já tinha a história na mente, fui escrevendo tudo o que vinha na mente.


Depois eu reli o capítulo, fiz algumas alterações.


EDY:
Olha ele! Engatou a primeira e foi! Hahahah


GABO:
Sim, kkkk eu empolguei e fui escrevendo....


EDY:
Aproveitando que estamos falando de escrita... Eu nunca me emocionei escrevendo uma cena


GABO:
Sim, eu já me emocionei escrevendo e chorei.

 


 

A cena mexeu comigo. Foi na novela Estações da Vida. O Pato não tem um bom relacionamento com o pai, por causa da traição do pai, o que ocasionou na morte de sua mãe e para piorar a situação a amante foi morar na casa dele. Eles sempre vivem em conflito e teve um capítulo onde o Pato desabafou e falou tudo o que estava preso, sobre a depressão que a mãe dele enfrentou, a morte dela, quando eu escrevi essa cena, foi impossível não conter as lágrimas. Eu senti na pele todo o sofrimento do Pato e dizem que o autor precisa viver o personagem e transmitir tudo o que ele sente e nessa cena e fiz o meu melhor.

TRECHO DA NOVELA ESTAÇÕES DA VIDA:

CENA 01. APARTAMENTO DE AMANDA. SALA. INT. NOITE.

LEONARDO: Patrício, me escute, eu quero que nossa relação de pai e filho seja saudável, sem agressões ou provocações, por isso eu preciso da sua ajuda.
 
PATO: Se minha mãe estivesse viva, você acha que ela iria permitir que eu fosse parar em um colégio interno?

Leonardo encara o filho.

PATO:
Me responda, minha mãe iria permitir?

LEONARDO:
Quem decidiu te levar pro colégio interno foi eu.

PATO:
É isso que eu estou dizendo. A minha mãe me protegia. Agora me diga, o que a Kátia fez? NADA. Seria no mínimo estranho se ela tomasse a frente e te impedisse dessa decisão. Você acha que ela compraria briga por minha causa?

LEONARDO:
A Kátia se preocupou com o seu sumiço. Ela ligou para seus amigos.

PATO:
Ela só tá fazendo cena! É uma ótima atriz, inclusive merece o Oscar. Você se lembra da outra vez que ela sugeriu que eu fizesse um intercâmbio?

LEONARDO:
Sim, ela estava pensando no seu futuro. Quantos jovens não desejam uma oportunidade como essa?!

PATO:
Mas eu não! Ela tenta de todas as formas se livrar de mim, mas pelo visto só você não percebe. Depois que minha mãe se foi, o clima lá em casa se transformou num verdadeiro INFERNO. Você acha que eu tenho prazer em voltar pra casa?

Leonardo fica em silêncio.

PATO (emotivo):
Como que eu queria que minha mãe estivesse aqui. Eu daria tudo pra ter ela de volta.

LEONARDO:
Pato eu/

MUSIC ON: (WINGS - BIRDY)

PATO:
Deixa eu falar. Você não veio aqui pra conversar? Então me deixa falar! Eu quero falar tudo o que está entalado aqui. Você não sabe como eu sofro com a falta dela. Eu queria que isso fosse um pesadelo e que quando eu acordasse, minha mãe estivesse me esperando com aquele sorriso lindo e de abraços abertos para me abraçar. Eu adorava correr no jardim e ouvir aquela risada contagiante. Eu não consigo, eu NÃO CONSIGO ACEITAR QUE ELA SE FOI POR CAUSA DA KÁTIA. Pai, você tem noção do quanto ela sofreu por causa da sua traição? Eu vi minha mãe chorando escondida. Ela me abraçou tão forte que eu não sabia o que falar. É horrível alguém te pedir ajuda e você não conseguir ajudar, eu era uma criança, se eu soubesse que ela estava com depressão e precisando de ajuda, eu seria o primeiro a socorrê-la. E você que deveria ter ajudado, se divertia nos braços da Kátia. A cena da minha mãe sofrendo me perseguiu por diversos anos, foi um trauma que eu jamais vou conseguir esquecer.

Em Leonardo emocionado.

PATO (emocionado):
Às vezes quando o meu sono não vem, eu me lembro de tudo. Eu sinto tanta falta dela. Não foi fácil, você NUNCA conversou comigo a respeito do que aconteceu. Eu me lembro do dia que a Kátia chegou lá em casa. Uma das primeiras coisas que ela disse foi que estava grávida. Você não estava por perto, mas eu saí correndo. Essa intrusa chegou na minha vida da pior maneira possível. Ela é a responsável por toda essa tragédia. Eu odeio tanto essa mulher. Ela estragou minha vida. Minha mãe se foi por causa dela. Como ela sofreu, mas eu sei de uma coisa, tudo que minha mãe sofreu, a Kátia um dia vai sentir na pele. Isso você pode ter certeza.

Em Pato.

LEONARDO:
Filho, eu também sinto falta da sua mãe. Se você quiser podemos falar sobre ela.

PATO:
Não, nós não vamos falar sobre minha mãe, porque quando eu precisei você não se preocupou. Porque agora eu vou perder meu tempo ouvindo desculpas sobre seu passado negro e sobre aquela mulher que você chama de esposa?

LEONARDO:
Não fale assim da Kátia.

PATO:
Você só sabe defender essa mulher. Eu não aguento isso.  Chega, eu me esgotei. Eu quero ficar só.

LEONARDO:
Vamos pra casa?

PATO:
Como eu disse, eu preciso ficar só. Eu não quero estragar meu dia vendo a Kátia. Quero distância.

LEONARDO:
Tudo bem. Amanhã você volta pra casa?

PATO:
Não quero pensar no amanhã. Tô sem cabeça pra isso. É melhor você ir.

Leonardo se aproxima de Pato.

LEONARDO:
Posso te dar um abraço?

PATO:
Não é porque eu me emocionei falando da minha mãe que você vai se aproveitar da situação, então a resposta é NÃO.

LEONARDO:
Ok, como quiser. Eu já vou.

PATO:
E não se esqueça que todo trauma que eu vivi você tem parcela de culpa. Não se esqueça disso.

Leonardo sai. Cam procura por Amanda que observa de longe a conversa.

MUSIC OFF.

AMANDA:
Não se preocupe Pato, essa biscate vai sumir da sua vida. Eu vou ser a sua nova madrasta.

Em Amanda sorrindo.

Cam procura por Pato que seca as lágrimas.


GABO:
Acho que eu nunca falei isso kkkkk

EDY:
Nunca!! Realmente mexeu mesmo! Escrever cenas densas como essa é um prato cheio para a emoção


EDY:
Eu nunca menti que li um capítulo


GABO:
Eu nunca... Se você não leu o capítulo você precisa falar: eu ainda não li.


EDY:
Eu nunca esqueci um personagem no meio da história


GABO:
Eu já kkkkkkk. Uma vez na novela "A Impostora" eu criei um novo personagem e o nome criado já existia na história, quando me falaram da divergência eu fiz a correção hehehe.
 

#MicosDoGabo


EDY:
hahahaha cabeça pensando a mil pelo Brasil!


GABO:
Sim kkkkkkkkkkkk muitos projetos hehehe


EDY:
Eu nunca matei um personagem e me arrependi


GABO:
Eu nunca kkkk. Agora vamos a mais um segredo de bastidor hehehe. Em Estações, teve uma cena onde a Kátia mexia em uma faca e olhava para o Leonardo. Foi levantado a hipótese de ela colocar o plano em ação, mas logo descartada devido a importância do personagem para a história.


EDY:
Eu já matei mocinho, vilão, personagem de destaque, personagem minúsculo hahahah mas não me arrependi.


GABO:
Édy é um assassino decidido kkkkkkk. Sem remorsos hahaha.


EDY:
Eu nunca olhei o número de páginas do capítulo antes de ler
 

GABO: Eu já hehehe. O engraçado é que antigamente eu não conseguia escrever capítulos longos, hoje em dia é mais tranquilo. É aquele lance de aprendizagem e amadurecimento na escrita. Capítulo longo é vida, é sinal de que a história tem um bom desenvolvimento. Já as tramas literárias o capítulo mais condensado é essencial. São dois formatos diferentes.


EDY: Já escreveu literário?


GABO:
Eu já e confesso que curti a pegada do literário. Você ter a oportunidade de narrar uma história em primeira pessoa, na sua visão, é uma proposta instigante. Em 2010 eu escrevi alguns relatos pessoais na versão literária e o resultado final ficou agradável.


A WebTV vai exibir a partir de outubro a "Antologia Contos Contemporâneos da Violência Urbana" e eu faço parte do time de autores literários. Será a primeira vez que vou compartilhar uma trama no segmento pro público do MV.


EDY:
Olha aí o merchan! Hahaha


EDY:
Estaremos ligadinhos!!


EDY:
O primeiro bloco encerrou e agora a gente vai dando sequência, com o Eu Nunca Curiosidades... Saber um pouco mais da vida do nosso convidado especial.


EDY:
Pode escolher uma música para este momento, Gabo.


GABO:
Vamos de Never Let Me Go, do Alok, Bruno Martini & Zeeba... Com uma vibe bem da hora...


 


EDY:
Partiu bloco 2!!!


GABO:
Partiuuuu... Sooo bora...
 

CURIOSIDADES SOBRE GABO OLSEN:




EDY:
Eu nunca fiquei bêbado
 

GABO: Eu já 🙈🙈🙈🙈. Nas baladas da vida uma bebida para agitar a noitada hehehe




EDY:
Eeeitchaaa! E lembra do que fez no dia seguinte?


GABO:
Sim kkkkkkkk mas quando a gente exagera um pouco, vem algumas falhas na memória kkkkk que os amigos ajudam a lembrar hahaha


EDY:
hahahhahahahaaa tenso hein kkkk


EDY:
Eu nunca passei perrengue na balada


GABO:
Eu já... kkkkk Aqui tem uma festa chamada Baile do Havaí. Vem galera do estado todo e eu já me perdi dos meus amigos. Em outra balada, nós estávamos reunidos, nos divertindo e começamos a rir, uma pessoa achou que estávamos rindo dela e veio perguntar, no fim deu tudo certo e ela entendeu que não era dela hehehe
 

EDY: Senhoooor, atraindo confusão de graça kkkkk


GABO:
Rindo de uma palhaçada e a pessoa achou que era dela kkkkk




EDY:
Eu nunca fingi mexer no celular ou atravessei a rua para não cumprimentar alguém


GABO:
Eu já... em restaurante, na rua. É aquele lance, você não esperava encontrar a pessoa naquele lugar, então o ideal é mexer no celular, olhar o Instagram kkkk. O celular é um ótimo aliado para essa ocasião hehehehe. Um dia eu fui cumprimentar um amigo e estendi a mão, ele não viu e disfarçadamente eu abaixei a mão e fingi que nada aconteceu kkkkkkkkkkk.


EDY:
hahahahahahhaha gargalhei


EDY:
Confesso que eu já fingi mexer no telefone
 

GABO: Essa situação aconteceu na academia, aquele movimentoo todo...


EDY:
Já atravessei a rua e até entrei em loja pra não dar oi. Perdão, Jeová. Mas foi necessário


GABO:
Ah, peraí, entrar em loja pra correr eu já fiz isso kkk

 


EDY:
hahaahaha é uma boa tática de fuga


EDY:
Falando em fuga... Responde aí: Eu nunca fugi da escola durante a aula
 

GABO: Eu já... Na escola a turma toda combinou de matar aula, o resultado foi uma suspensão para todo mundo. Minha mãe ficou sem entender, porque sempre fui um bom aluno kkkkkk. E na faculdade várias vezes... Lá existem 4 blocos, o A, B, C e D, o bloco "E" fica em frente a faculdade. A galera saia para o intervalo e às vezes a gente ficava por lá conversando, colocando o papo em dia hehehe.
 

EDY: Bom aluno mas com um pequeno desvio hahahaha
 

GABO: Happy Hour faz bem. Na faculdade eu sempre fui um ótimo aluno. Tive que fazer substituição de nota só uma vez. E consegui 9,7. Me superei nesse dia, foi insano.


EDY:
Próxima pergunta... Eu nunca chorei por amor.


GABO:
Eu já e muito... Faz parte do nosso amadurecimento, aprendemos muito nessa etapa...
 

EDY: Você já teve um grande amor? Ou alguém que gostou muito...
 

GABO: Eu já. É triste quando o amor não é correspondido, mas quando é recíproco, aquele frio na barriga é sensacional. Poder planejar momentos especiais é satisfatório...


EDY:
Ainda falando de relacionamentos... Responde aí pra galera: eu nunca passei vergonha na frente do crush
 

GABO: Eu já... Uma vez eu mandei o print na janela errada. Não tinha a opção de apagar a mensagem então eu passei carão kkkkkk





EDY:
Beerrooo!!!


GABO:
O bom foi que eu consegui me justificar, mas que foi tenso foi.


EDY:
Eu já fiquei com dor de barriga durante o encontro e tive que me ausentar...


EDY:
Nem preciso dizer que nunca mais nos falamos hahahaa


GABO:
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Você falou que ia ali e já voltava hehehhee


EDY:
Nunca mais voltei hahahahahah


EDY:
Mais uma questão chegando... Eu nunca menti a minha idade


GABO:
Sim kkkkkk, mas depois falei a verdade. Quando eu falo a minha idade, algumas pessoas não acreditam, sempre falam, nossa, achava que você tinha entre 22 a 26 anos... Então quando eu trollo alguém, as pessoas acreditam.

 



 

EDY: Hahahahahaha espertinho.


EDY:
Eu nunca curti minha própria foto ou post


GABO:
Eu nuncaaaa. Eu trabalho com rede social na faculdade e já vi algumas pessoas fazendo isso. Na prática se eu estou postando o conteúdo é porque eu curti e quis compartilhar na rede social, então não faz sentido eu curtir meu próprio post hehehe.
 

EDY: Falando em rede social, responda: eu nunca entrei em barraco no MV


GABO:
Tanto o meu nome, quanto da emissora já estiveram envolvidos, mas eu sempre preferi distância do barraco, então eu nunca participei e acho desnecessário a galera perder tempo discutindo ao invés de procurarem resolver o problema. Tem situação que um bom diálogo resolve, mas tem público que prefere chamar a atenção... Eu tô fora disso. #distância.
 

EDY: Você acha que o MV hoje tem mais barraco do que produção de qualidade? #EdyColocandoLenhaNaFogueira


GABO:
Produção de qualidade sempre tem, esse é um dos pontos positivos do MV. Agora falando sobre barraco, esse ano, certo dia, no começo da madrugada foi publicado um textão no grupo do Blog da Zih, só que logo depois o post foi apagado, deu tempo de ler hehehe. O post não voltou depois... Em outras oportunidades teve mais post sendo apagado por quem criou... Seria um arrependimento do que escreveu ou receio da repercussão?


EDY:
Eu vejo que algumas pessoas usam o barraco para se promover ao invés de garantir no talento mesmo. Acha isso também?


GABO:
Sim, concordo. Dependendo do nível da polêmica o idealizador ficará conhecido por ela. As pessoas vão ter receio dela por isso. O barraco não vale a pena. Discussão que deixa pessoas chateadas não vale a pena. As pessoas precisam ser maduras para falar, mas também precisam ficar cientes de que elas precisam saber ouvir.


Você concorda, Édy?


EDY:
Concordo. Isso é um discurso que eu venho trazendo já há um bom tempo. Perde-se tanto tempo em polêmica que a gente esquece de valorizar o que temos por aí... Focar nas coisas boas né?...


E para encerrar esse bloco,  para a última pergunta: eu nunca cometi um erro e coloquei a culpa em outra pessoa...


GABO:
Eu nunca... Assim como o acerto é motivo de reconhecimento, o erro serve como aprendizado e a pessoa precisa ter humildade e saber que essa situação faz parte do processo evolutivo do ser humano.

 


 


EDY:
Aplausos, auditório! Aplausos!!


GABO:
Aplausos pra gente hehehehe.


EDY:
Eu quero ver se vai ter aplausos depois do terceiro bloco... Vem aí o Eu Nunca PESADÃO!!


EDY:
Qual música para este momento mais quente, Gabo?


GABO:
Agora a parada ficou séria....
 

GABO: É fogo no parquinho, então vamos de FUEGOOOO. Alok & Bhaskar...
 


EDY:
Solta o som porque o clima vai esquentar aqui no estúdio!
 

EU NUNCA +18:

 

EDY: Bora lá... Eu nunca mandei nudes
 

GABO: Eu já 🙊🙊🙊. Já mandei, como eu já recebi kkkkk. Quem nunca, não é mesmo?

 


 


EDY:
Abafa...


EDY:
hahahahahha


GABO:
Abafa hehehehe


EDY:
Eu nunca fiz sexo virtual


GABO:
Já que é pra falar a verdade, então vamos falar a verdade kkkkkkk. Eu já 🙈🙈🙈🙈 Foi uma experiência diferente kkkkkk Teve aquela distância e a situação foi resolvida kkkkk.


EDY:
Uia


EDY:
A tecnologia ajudou muito nisso


EDY:
Falando em tecnologia e sexo, fala aí: nunca usei Tinder ou outro app de pegação


GABO:
Sim, eu já usei app de pegação, conversei no WhatsApp, conversei e... acabou a pergunta? kkkkkk

 


 


EDY:
Pode abrindo o bico, presidente kkk você ainda usa esses apps?


GABO:
Édy Dutra, o sr. está muito curioso kkkkkkkkk.


GABO:
Vamos lá... de vez em quandooo eu clico no app.


EDY:
Um jornalista sem curiosidade não existe! Hahah


EDY:
Tô gostando das revelações


EDY:
Seguindo... Eu nunca fiquei com mais de 2 pessoas na mesma noite.


GABO:
O Tinder está em alta, mas tem um chamado happn, já ouviu falar? Ele permite encontrar quem cruzam o seu caminho.


EDY:
Sei sim. Eu não uso esses apps, mas conheço. São as novas formas de se relacionar


GABO:
Édy fora dos apps kkkkk.


EDY:
Total... Mas não fuja da pergunta, sr. Gabo


EDY:
Eu nunca fiquei com mais de 2 pessoas na mesma noite


GABO:
Eu já e foi na balada... Foi bem doido kkkkkk

 


 


EDY:
Doida é a próxima pergunta... Eu nunca transei com mais de 1 pessoa ao mesmo tempo. Ménage.


GABO:
Genteeeeeeeeeeeee. Sobe a classificação do programa.


GABO:
Tira as crianças da sala que agora o assunto ficou quente kkkkk


EDY:
Se é o bloco proibidão, as perguntas devem fazer jus!


GABO:
Não é mesmo? kkkkkkkkkkkk


EDY:
néam...


GABO:
Respondendo à pergunta... Eu nunca fiz ménage.


EDY:
Essa resposta vem com ar de decepção ou esperança? Hahahahahah


GABO:
Nenhuma das duas alternativas kkkkk quis fazer um suspense antes de responder hehehe.


EDY:
hahahahah mas a próxima pergunta não tem suspense: Eu nunca fui numa sex shop


GABO:
Eu já fui algumas vezes, sim hehehe.


EDY:
Olha ele! Sentiu vergonha no início ou sempre foi mente aberta para as compras do prazer?


GABO:
No início eu fiquei com vergonha, mas teve um dia que eu estava com meus amigos no shopping e passamos na frente da loja e entramos. Conversamos com a atendente, não chegamos a comprar nada, mas nesse dia foi mais tranquilo.


GABO:
Eu não fiquei com vergonha e minha amiga fez pergunta, meu amigo também, então o clima ficou mais suave.


EDY:
A gente cria uns grilos né? Como se fosse proibido hahah


GABO:
Sim, temos receio e as pessoas veem o sexo como tabu. E na verdade debater sobre o assunto é importante... Tira dúvidas, passamos a entender mais sobre o assunto.


EDY:
Falando em sex shop... Eu nunca realizei fantasia sexual (minha ou da pessoa que está comigo).


GABO:
Eu já realizei fantasia sexual. Essa opção torna a relação mais intensa e quenteee. Eitaaa Brasil, o programa hoje tá que tá, em kkkk


EDY:
Ah meu querido, a ideia do quadro é essa! Incendiar o parquinho e quem tá dentro dele hahahaah


GABO:
Eu faço essas perguntas para os outros, nada mais justo do que um dia ia chegar a minha vez kkkkkk


Então vamos simbora


EDY:
hahahaahha um dia da caça e outro do caçador... Hahahah seguimos! Eu nunca fiz sexo em lugar público (praia, banheiro do shopping, provador de loja...)


GABO:
Aqui em Rondônia infelizmente não tem praia, se tivesse quem sabe??? Voltando a pergunta, eu já fiz em local público. Um dia voltando da balada, eu parei o carro na rua e a pegação foi intensa e chegamos aos finalmente kkkk


EDY:
Olhaaaa ele, Braseeel!! Eu adoro esse quadro!!!


EDY:
Hahahahahahahaahahahaa


GABO:
Eu tambémmmm. São momentos de revelações. A oportunidade de conhecer o outro lado da galera do MV...


EDY:
Eu nunca flui flagrado na hora H


GABO:
Até o momento eu nunca fui flagrado na hora H.


EDY:
Bora rezar pra isso nunca acontecer né! Hahaha


GABO:
Que nunca aconteça kkkkk


EDY:
E a última pergunta do bloco, a última pergunta do programa...


EDY:
Vem chegando...


EDY:
Rufem os tambores!!!


GABO:
Manda a última... Pelo visto vai ser bem tensa rsrs


EDY:
Até eu estou tenso com essa pergunta


EDY:
Hahahahahaahahaha


GABO:
Medooooo.


Manda ver hehehe


EDY:
Eu nunca falhei na hora H.


GABO:
Eu achava que ia ser mais tensa kkkkkkk


EDY:
A gente trabalha com suspense hahaha


GABO:
Eu já. No sabadão é dia de balada e eu bebi bastante. Depois que eu saí balada, o clima esquentou, teve pegação, e na hora do finalmente... não deu certooo kkkkk. Eu já ouvi relatos que quando você fica muito nervoso ou ansioso também dá ruim, o jeito é manter a calmaaaa. #GaboConselheiro.


EDY:
Gabo Muller, no Altas Horas Virtual


EDY:
Hahahahahahahahah


EDY:
E então, Gabo, acho que você passou no teste do Eu Nunca... O que achou? Foi bacana? Usando a frase clichê: foi bom pra você? Haha


GABO:
Sim. Quando você apresenta o quadro você tem uma perspectiva, agora quando você é o alvo, a reação é diferente, você vive a adrenalina do entretenimento e só reforça que o quadro é fodaaa. Participar do Eu nunca foi uma experiência massa.


Mensalmente eu entrevisto várias personalidades do MV, descubro curiosidades da galera, e hoje o público pode conhecer um outro lado do apresentador que desvenda várias histórias.


Foi da hora... Valeu Édy Dutra por proporcionar essa experiência.

 
 

HOJE É ANIVERSÁRIO DO GABO E ÉDY DUTRA. CONFIRA A HOMENAGEM AO AUTOR ÉDY DUTRA

     
 

EDY: Eu que agradeço à produção pelo convite. Foi uma honra!
 

EDY: Sem falar que...


EDY:
Quando esse quadro for ao ar, tanto eu quanto você estaremos num novo ciclo de vida né? Hahahha


GABO:
Sim. Quem diria que no mesmo dia, mês e ano, mais precisamente no dia 29 de setembro de 1989 dois autores do MV chegaram ao mundo.


Com poucas horas de diferença eles cresceram, descobriram o interesse pela escrita, conheceram o MV, conquistaram o seu espaço, o respeito pelo público e hoje estão aqui para comemorarem mais um aniversário.


EDY:
Dinossauros do MV hahahha quando a gente chegou, era tudo mato kkkk


GABO:
Sem falar na internet discada kkkkk


EDY:
Meu querido presidente e amigo, que tu tenhas muito mais sucesso em teus projetos, nas tuas batalhas e que continue a guiar a nossa WebTV com essa maestria, dedicação e amor!


EDY:
Fico muito feliz em ter sua amizade, em poder contar contigo nas minhas produções. Meu sucesso tem suas duas mãos ali também. Obrigado!!


GABO:
Édy, agradeço as suas palavras. 


Antes do Canal 1, você teve uma passagem pelo Recanto das Letras. Depois você entrou em contato com a WebTV e desde então trabalhamos juntos para levar o melhor do entretenimento para a galera do MV que curte leitura. O avanço das redes sociais é extraordinário. Recentemente, através do WhatsApp, nós conversamos por quase uma hora... Foram vários assuntos aleatórios, foi um momento descontraído e divertido...


Agora você concluiu mais um trabalho e o mundo real te chamou. É assim a vida, um dia estamos no MV, no outro precisamos nos afastar, mas quando bate aquela saudade a gente volta, porque aqui é um ambiente que permite fazer uma viagem inesquecível. Cabe a cada um fazer a escolha certa, porque as conquistas vêm com o tempo.


EDY:
Parou, senão eu choro aqui!! Hahahahh


EDY:
Obrigado! Obrigado! Obrigado!! O MV será sempre minha segunda casa. E a WebTV está no meu coração.


GABO:
Então segura o choroooo.


Teve uma pessoa que mandou um recado especial pra você


Na novela Escolhas da Vida, você contou com a colaboração do Diogo de Castro e ele quer falar contigo. A produção pode liberar o VT?


EDY:
Caralho... Opa, desculpa o palavrão. Mas acho que já tá permitido né? Fizemos um proibidão antes! Hahah


GABO:
kkkkkkkkkkkkkk o programa já teve a classificação alterada hehehe.


GABO:
Ritinha, libera o VT:


DIOGO DE CASTRO:
O Edy é uma das pessoas mais especiais que conheci no mundo virtual. Um cara sem igual, um carisma e tanto, super inteligente! Sem falar que ao que parece esse nosso encontro estava predestinado pois além da escrita temos o mesmo apreço pelo carnaval, são muitas coisas em comum. Sou muito feliz por ter tido várias oportunidades de trabalhar junto na WebTV. Todo sucesso do mundo pra você, meu parceiro!!!


EDY:
Ritinha, me traz um lenço, por favor?


RITINHA:
Calma aí, seu Édy, to pegando o rolo do banheiro, porque a Zih acabou com o lenço vendo o programa...


EDY:
Ritinha, meu amor! Teu jeito atrapalhado e doce é cativante. Obrigado por todo auxílio! Ouso dizer que a WebTV não existe sem você aqui para ajudar a todos!


GABO:
Édy, o que você tem a dizer sobre o Diogo? A parceria em Escolhas (quase que eu falo Estações kkkk), o amor pelo carnaval e o amor pelo MV?


EDY:
Diogo é um grande amigo que surgiu num momento ímpar para mim. Eu jamais teria conseguido desenvolver Escolhas da Vida se não tivesse o apoio dele. Porque Escolhas seria uma minissérie. E virou uma novela, com um dos meus melhores textos. Eu e o Diogo trocamos muitas ideias e conseguimos dar uma cara na história muito bacana. E fora isso, como ele mesmo disse, temos a paixão pelo carnaval. Então foi um encontro e tanto. Tenho muita admiração por ele, pelo pai que ele se tornou, e pelo amigo. Obrigado.


GABO:
Hoje nós estamos no clima de aniversário e a WebTV também entra nessa festa. Em outubro, a emissora vai completar 15 anos de história e o Édy Dutra faz parte desta história. Passos da Paixão foi a trama escolhida para substituir Relações Perigosas e tem um personagem da trama querendo falar contigo.


ROSANA:
Vocês não imaginam o prazer que é estar de volta. O Édy me presentou com esse personagem maravilhoso. A minha meta é acabar com a raça daquela inútil da Silvia, conhecida como Silvinha, aff, que sem noção. A partir de outubro eu volto pra infernizar a vida daquela infeliz e aproveito para mandar um beijo pro meu criador, Édy você é do KRL. Po####. Aff, que produção sem graça, fica me censurando...


ÉDY:
Genteeee!!! Rosana, sem palavras! Ser seu criador é um orgulho imenso! Embora tivesse vezes que eu queria torcer teu pescoço, viu? hahahah Brincadeiras à parte, a Rosana é um personagem de grande importância na minha carreira no MV, não apenas por ser uma vilã, mas por toda relevância dela na trama, ela mexeu com muitos personagens, era a engrenagem de toda história e deu conta do recado. A Bruna Lombardi caiu feito uma luva neste papel e eu só tive alegrias com todo esse trabalho. Muito obrigado!


GABO:
A escolha da Bruna Lombardi na pele da Rosana foi a melhor decisão, além do ser humano incrível que ela é. Seus vídeos na internet bombam e todos os méritos que ela conquista são motivos de aplausos.


ÉDY: Foi um encontro muito bacana. Eu gosto muito de escalar elenco. E o nome da Bruna foi o primeiro que veio à mente quando eu pensei em quem faria a Rosana na segunda fase. A Regiane Alves interpretou muito bem na primeira fase, também merece todos os méritos por isso. E ela deu a deixa para que a Bruna assumisse o papel e mantivesse a personagem num patamar elevado.


GABO:
As surpresas não param por aí. Uma pessoa muito querida no MV mandou depoimento pra você. Acompanhe:


CRISTINA RAVELA:
Édy Dutra deveria ser tombado (de forma positiva, tá? kkkkk) como patrimônio cultural do MV. Suas tramas sempre permeiam entre o cotidiano e as mazelas morais das pessoas. Desde racismo a homofobia, Édy consegue transpor para o papel (ou pc) sua sensibilidade sobre assuntos fortes e tidos até como polêmicos. É natural, sem forçação de barra, porque ele quer contar uma história com fundo verídico, mostrando seu ponto de vista para seus leitores. Nunca me pareceu que a maior função de suas obras fosse pela audiência. Autor seguro, ciente de seu talento. Parabéns, Édy! Que venha mais prêmio para você!


ÉDY:
Cristina Ravela é uma entidade do MV, está acima de nós, meros mortais escritores hahahaha É muito bacana ouvir (ler) essas palavras, porque ela disse o que é muito verdade sobre mim. Eu sempre procurei fazer histórias que fossem críveis. Lógico, tem as ferramentas folhetinescas, a ficção, mas eu sempre busquei aproximar isso da realidade das pessoas. A minha preocupação sempre foi ter personagens que você, leitor, se identificasse, ou lembrasse de alguém que tivesse essa ou aquela característica, ou conhecesse alguém que já passou por tal situação, vivenciou determinada história... Mas, acima de tudo, fazer com que a história pudesse acontecer de verdade, com qualquer pessoa. Eu quis trazer o humano para o virtual. Acredito que deu certo... Obrigado Cristina pelas palavras, pelo reconhecimento. Total respeito por ti e pelo teu trabalho também.


GABO:
Algumas pessoas temem o aniversário, por ficarem mais velhos, mas o que acontece é que ficamos mais experientes. Eu acompanhei a contagem regressiva do Édy Dutra e comentava com ele. Sempre com alegria e responsabilidade você permitiu que o MV pudesse conhecer seus personagens. Nas entrevistas, o público conheceu o outro lado do Édy, o autor que tem um sonho de escrever, assim como todos os autores do MV. Conquistar prêmios pelos trabalhos desenvolvidos são as respostas do público e essa atitude mostra que todo esforço é compensado, pois o reconhecimento bate na nossa janela. Hoje é nosso aniversário, um momento de alegria, refletir o que fizemos, o que ainda vamos fazer. O que torna a vida incrível também atende pelo nome de imprevistos, e são esses momentos que marcam para sempre nossas vidas. Grande Édy Dutra, eu desejo um feliz aniversário, com muita saúde, conquistas, realizações e vida longa no MV. Sempre estaremos de braços abertos para recebê-lo com grandes projetos, conselhos e aprendizados.
 

GABO: Agradeço por todas essas palavras. Sucesso pra gente na vida pessoal, no MV. Hoje o Misturama encerra a edição em clima de festa, ao som da Xuxa. Olha o que vem por aí:
 

 

EDY: Eu quero chorar! hahahah Eu me emociono com isso! hahaha Muito muito muito obrigado!!!

GABO: O Misturama fica por aqui. Ótima semana pra todo mundo e eu volto no próximo programa com muito mais. Tchau, MV.
 
     
     
https://1.bp.blogspot.com/-9RRN36J3v-k/Wtn59Sp17MI/AAAAAAAACW4/Y2YTzwynqBgLkQh7fFY3-e9Mvv1hlANdwCLcBGAs/s1600/credito_misturama.jpg
apresentação
Gabo

convidados
Édy Dytra
Marcelo Júnior Maia

repórter
Ritinha

entretenimento
contatoredewtv@gmail.com


REALIZAÇÃO


Copyright
© 2019 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução

.aaa.
.aaa.
Compartilhe:

Edições do Misturama

Entretenimento

Misturama

No Ar

Comentários:

0 comentários: