Perfume - Capítulo 58 - WebTV - Compartilhar leitura está em nosso DNA

O que Procura?

HOT 3!

Perfume - Capítulo 58

Novela de Luiz Gustavo
Compartilhe:
Troque a Fonte Aqui


 

     
     
     

CAPÍTULO 58 - RUA MORGUE
 
     
   
 

Música: Ave Maria - Schubert

A mulher permanece inquieta na sala de espera, o hospital é um ambiente que lhe traz tristes memórias, era aquele ambiente que frequentava quando o namorado se encontrava em um estágio profundo de perda de consciência. Levi ainda insiste em investigar cada detalhe do assassinato de Pamela e isso pode destruí-lo por completo. Barbara se levanta quando o médico se aproxima com uma papelada em mãos, mas o paciente está bem e receberá alta nas próximas horas. Ela sentiu-se aliviada, dando um grande abraço na sogra que demonstra completa felicidade, Tony, no entanto continua intacto como se ainda não estivesse presente. A escritora é encaminhada para o quarto, a porta é aberta lentamente pela enfermeira, o homem está deitado na maca em um quarto com uma janela ampla com uma belíssima vista para a cidade, ele esboça um grande sorriso ao observar a noiva colocando a bolsa em cima da poltrona, mas a feição dela é de completa frieza. 

- Brigamos uma vez por causa desta mesma situação, você pode não se lembrar, mas logo após a morte da sua irmã, nós deslaçamos um do outro, abandonamos nossas fantasias pela inquirição, existiu uma escolha naquele momento. Hoje claramente, não anseio o tempo que jogamos nossos ápices no nada. – Ela se aproxima da cama hospitalar e abaixa o seu corpo, para que ficasse frente a frente com o noivo. – Não iremos abandonar mais nada, nenhuma etapa da nossa vida por uma mera besteira, isto ainda é preciso? Bancar o Aguste Dupin a esta altura? Nosso filho está crescendo, precisa de duas pessoas presentes, fisicamente e psicologicamente, um ao lado do outro, levando tudo a sério, ensinando cada valor, mas somos capazes disso completamente juntos. Não quero que exista mais lagrimas aqui, nos nossos corações, arrastando cada sentimento que levantamos. 

Ela fica calada por poucos segundos, instantes que agonizam a mente do empresário. 

- Barbara... – Ele tenta falar. 
- Ás vezes tudo que eu quero, é te abraçar tão forte e te dizer o quanto te amo, neste momento, Levi. Há algo de errado comigo? Porque está fazendo isto? Mal dá atenção pra mim ou para o David. 
- Eu amo muito vocês. 
- Não é o que está parecendo. 
- Nunca duvide. Certo? Temos uma estória juntos, quem sabe um dia será escrito, pela a melhor cronista do mundo. – O sorriso na face masculina, acalmava Barbara Novak, que nos últimas semanas ainda enfrenta um bloqueio de escritor, precisa encher as palavras vazias com um conceito. – Em um futuro breve, iremos ser felizes, sem a cobrança de mais ninguém, a não ser um do outro, mas deveremos deixar muita coisa de lado. 
- Não há nada mais importante, do que o nosso amor. 
- Isso me machuca, não faça mais isso, por favor. 

Os lábios dela estão doces quando se encontraram com o dele pela primeira vez naquele dia, o homem se arrependeu de ter seguido aquela rota que acabou com a vida de Neide Alencar, ele arcou com as despesas do velório, qual não pode comparecer, o remorso ainda está presente, se não tivesse ido para o vilarejo, certamente o destino daquela senhora obteria outra proporção. Eles saíram do centro hospitalar no final da tarde, quando o céu estava começando a ficar alaranjado, atravessando a balsa para Arraial D’ Ajuda. Levi ainda continua anestesiado ao lado de Barbara, enquanto taxímetro continua a rodar lentamente, Tony havia pegado o próprio carro e partido sozinho, precisa de um tempo para pensar e esfriar a cabeça, neste momento não se sente a companhia adequada para ninguém.  

Ave Maria cheia de graça
O Senhor é convosco,
Bendita sois Vós entre as mulheres,
E bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus,
Rogai por nós pecadores,
Agora e na hora da nossa morte.

 

Amém.

O homem está acomodado na poltrona balançando a caneta banhada de ouro de um lado para o outro, sua vista se concentra naquele pequeno objeto, como se não existisse, mas nada de importante ao redor. O barulho da porta deslizando nos trilhos de aço não chega incomodá-lo, Tony se aproxima para poder conversar com o amigo, eles se entreolharam por alguns segundos. 

- Hoje é a missa de sétimo dia. – Lembra Tony ao sentar adiante do amigo. 
- Se não tivéssemos ido naquele lugar... 
- A ideia foi minha Levi, sou o maior culpado de ter relembrado aquela história do passado e iniciado aquela averiguação, não podemos sair por aí correndo atrás de justiça, isso quase nos matou diversas vezes, antes existia o Miguel Xavier, agora existe um inimigo oculto que ninguém consegue enxergar. 
- Isto é verdade. 
- Mas não consigo chegar a um “x” desta questão. 
- Como se as ideias não se alinhassem as respostas. 
- Isto é verdade. 
- O coração da Claudia deve estar machucado. 
- Ela é uma mulher forte pelo o que parece. 
- Ás vezes as aparências enganam. 

Tony se levanta para dar uma volta na praia, enquanto o amigo permanece quieto naquela saleta, posteriormente escutando os prantos do filho no segundo andar da morada, certamente com fome, Barbara havia deixado uma mamadeira pronta, Levi segurou os filhos no colo que segura à mamadeira com toda a força, seu homenzinho estava crescendo, em poucos dias irá começar a andar e falar, desenhar o próprio destino. O sorriso de David era perfeito, muitos falavam que se parece com o do pai, mas para Levi era similar ao de Barbara, capaz de iluminar um dia de tristeza. O pequeno dormiu nos braços do patriarca, que o coloca de volta no berço. 

Levi regressa para o primeiro andar, onde encontra acima da mesa de centro a principal fonte de notícias da região, um jornal impresso, ainda citando o assassinato da senhora no vilarejo próximo a Eunápolis, mas não indica as testemunhas, o empresário havia desembolsado quinhentos mil reais para não ter seu nome usado em meios de comunicações. 
 
     

 

     

Inspirada na música Perfume de Britney Spears

autor:
Luiz Gustavo

personagens:
Levi Monteiro
Pamela Monteiro

Barbara Novak
Tomaz Brayton

Tony Federline
Amália Monteiro

Jonathan Sampaio
Miguel Xavier
Alice Jones

Olga Novak
Neide Alencar
Marcos Ribeiro

Evelyn
Hugo Rafael
Fagner Lima

Valentim

participações especiais:
Jake Fremont
Tyler
Claúdia Alencar

as crianças:
David Novak
Kevin Jones
Douglas

trilha sonora:
Summertime Sadness - Lana Del Rey (abertura)
Ave Maria - Schubert

colaboração:
Thiago Machado
Márcio Gabriel

agradecimentos:
Juliana Cordeiro
Victor Marçal
William Araújo
Rodrigo Ferreira

produção
Bruno Olsen
Cristin Ravela

Esta é uma obra de ficção virtual sem fins lucrativos. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.


REALIZAÇÃO


Copyright
© 2019 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução

.aaa.
.aaa.
Compartilhe:

Capítulos de Perfume

Drama

Literaria

Novela

Perfume

Romance

Comentários:

0 comentários: