Papo com o Autor - 3x04 - WebTV - Compartilhar leitura está em nosso DNA

O que Procura?

HOT 3!

Papo com o Autor - 3x04

Apresentação: Carlos Lira
Compartilhe:
Troque a Fonte Aqui

 

PAPO COM O AUTOR - 3x04
 
 
   
 


Thalia - Maria la del Barrio
 


 

CARLOS: É nessa pegada mexicana que começamos o nosso penúltimo Papo com o Autor dessa temporada... Bem Maria do Bairro cata só o que temos no programa de hoje:

“prefiro começar pelo vilão sempre eu crio uma novela em volta do vilão ou vilã, as vezes começo pelos protagonistas do bem, as vezes mesmo.”

“eu não pretendo abordar temas polêmicos em minhas novelas ou temas do cotidiano como homofobia, racismo, política e etc.”

“Eu detesto pessoas que se acham demais, sabe aquele tipo de pessoas que se vangloria o tempo todo! Detesto!”

“escrevam não importam o que digam sobre seu trabalho se importe com o seu público sempre são eles que nos motivam, são nosso combustível”

COSTA, Débora. 2019

 
     

 

     
     
     

 

     
 

CARLOS: No pôgrama de hoje ela que é internacional genteeeee... Isso mesmo, não é pouca coisa. Atualmente uma das autoras mais aclamadas do MV, sucesso em todas as tramas que publica, o Papo tem a honra de receber no nosso palco, ela... Débora Costaaaa!! Chegue junto Débinhaaaa!!!

DÉBORA COSTA: Ooooi gente! Estou feliz em estar aqui hoje, obrigada pelo convite.

CARLOS: Pronta pra todas as lokuras desse apresentador?

DÉBORA COSTA: (Risos) Opa! Bora lá!

CARLOS: Então bora começar e ir direto pro quadro mais curioso que esse MV já viu, mas pra isso preciso de sua ajuda, no modo mais Maria do Bairro possível, na pegada mexicana,DÉBORA COSTA chama pra gente o nosso primeiro quadro...

DÉBORA COSTA: Y ahora vamos al cuadro Papo Curioso, arriba!

 
     

 

     

 

     
 

CARLOS: Assim como eu, o povo aqui do MV é baita curioso, e põe curioso nisso. Por isso queremos saber toda a história inicial de DÉBORA COSTAaqui no MV. Conte tudo não esconda nada?!

 

DÉBORA COSTA: Eu sou péssima para datas nunca lembro exatamente ano, mês ou dia dos fatos (risos). O início de tudo foi no site Recanto Das Letras que não faz parte desse MV lá tem muitas categorias de textos é como se fosse o pai do wattpad, enfim lá comecei a publicar as novelas que escrevia em cadernos e o pessoal do site Teleglobo me convidou para escrever uma web novela para eles e lá foi ao ar a primeira versão de Insensatez e dai eu comecei a conhecer o MV depois desse convite veio o convite da Rede Purple meu trauma (risos) foi uma loucura os surtos da Tena, dai conheci o DNA e me tornei amiga do Miguel, fui para a Cyber TV, sai o que foi meu erro e agora voltei para a Cyber TV.

CARLOS: Como funciona o processo de montagem da trama, criação de histórias, personagens, nas mãos da DÉBORA COSTA?

DÉBORA COSTA: Essa é uma pergunta muito boa, talvez as pessoas achem que para um autor escrever uma novela é num estalar de dedos e não é bem assim. Primeiramente eu anoto qualquer coisa que surja na minha cabeça a minha maior aliada para criar uma novela é a música, eu ouço muita música MPB e meus cantores favoritos fora da MPB e o Tango, ouvindo música eu já começo a visualizar uma história e anoto em bloquinhos ou no celular, mas eu prefiro escrever em bloquinhos porque assim fixa na minha mente melhor aquela ideia. Com as anotações eu começo a desenvolver as personagens para aquela história, prefiro começar pelo vilão sempre eu crio uma novela em volta do vilão ou vilã, as vezes começo pelos protagonistas do bem, as vezes mesmo. Feito isso eu começo a procurar os rostos das personagens e enquanto eu não achar não consigo escrever como quero, então eu monto um elenco, a trilha sonora que me ajuda em absolutamente em tudo e crio meus banners e vídeos e com isso inicio os capítulos.

CARLOS: Quando você começa a desenvolver os capítulos é normal você fazer alterações na sinopse inicial ou sempre se mantem ao que planejou inicialmente, o publico pode ter uma parcela nessa mudança?

DÉBORA COSTA: Mudo sempre! Nunca sai da maneira que está anotado porque ali foi só um rascunho do que pode ser a história, eu anoto e anoto e anoto até ficar pronta a sinopse tiro e acrescento o que for necessário, o primeiro capítulo escrevo umas 3 vezes até, costumo dizer o seguinte e isso depois que assisti a animação Hotel Transilvânia (risos) quando eu olho para o capítulo e dá um TCHAN! Então está certo é o que eu quero.

CARLOS:  DÉBORA COSTA, outra coisa que gosto de perguntar é sobre as definições de títulos para a obra. É difícil você titular suas tramas? Como você chega ao titulo de suas obras?

DÉBORA COSTA: É difícil é onde mais empaco! (Risos) Geralmente eu faço assim, depois que demorei para escolher a música tema da novela vou ouvir ela umas 30 vezes para chegar no título conforme vem os nomes eu faço uma lista quando a lista está pronta eu vou lendo os nomes e riscando os que combinam menos e a que sobrar é a que escolho, em duas novelas minhas os nomes das músicas que escolhi para o tema é que viraram o titulo da novela que foram FALSO AMOR de Jair Oliveira que numa live leu um comentário que fiz sobre essa novela, eu contei do nome e tal e ele adorou foi até minha página e curtiu a abertura, e INSENSATEZ de Tom Jobim, Coisas da Vida é o nome da musica de Milton Nascimento era para ser o tema porém eu reformulei toda a novela e música não combinava mais com a história, mas o título sim e por isso eu mantive.

CARLOS:  Uma questão que acho bastante curiosa é a escolha do tema musical para a abertura e a abertura em si das tramas. É difícil você chegar ao resultado final e esperado para a abertura de uma trama sua?

DÉBORA COSTA: As vezes sim porque como falei eu ouvindo uma música já penso na história, a novela começa a passar diante de mim enquanto ouço a música então provavelmente esse será o tema da novela.

CARLOS:  DÉBORA COSTA acho bastante interessante aqui no MV quando o autor apresenta um elenco para dar formas físicas aos seus personagens. Você tem algum autor/atriz que sempre ganha um personagem em suas tramas?

DÉBORA COSTA: Eu me seguro para não colocar a CLEO em todas as minhas novelas, acho ela muito inspiradora em Hierarquia a escolhi para ser a Jéssica amante de Guilherme que era filho do Franco e em Insensatez ela foi a vilã Giane que foi totalmente inspirada no jeito da Cleo que é sexy, que não se importa com o que vão achar dela, é uma mulher forte e linda e ela sabe o poder que tem. Curiosamente eu sou fã da atriz Aracy Balabanian e nunca fiz uma personagem para ela porque se eu imaginar a Aracy não consigo escrever, ela é maravilhosa e eu travo com medo de não escrever mesmo que não para ela atuar de verdade, medo de estar dando uma personagem ruim para ela, eu já escrevi duas novelas com personagens que foram dela e não foi fácil porém consegui, foram FERRETO (onde contei o passado deles que eram da novela A Próxima Vítima) ela era a Filomena Ferreto uma personagem que eu AMO! E no telefilme O Primeiro Amor (Que foi inspirado na novela exibida em 1972 com o mesmo titulo) ela era a psicóloga Giovanna.

CARLOS: E Quando tratamos dos assuntos que a DÉBORA COSTA nunca abordou numa trama e nunca chegará a abordar, qual seria? E aproveitando a ocasião, que tema o DÉBORA COSTA ainda não abordou e espera em breve poder usar em uma de suas tramas?

DÉBORA COSTA: A resposta para as duas perguntas é uma só eu não pretendo abordar temas polêmicos em minhas novelas ou temas do cotidiano como homofobia, racismo, política e etc. porque são coisas do dia a dia, são coisas que se vê no facebook, na televisão, em sites... As pessoas quando pegam um livro ou procuram um site que é uma web emissora eu acredito que elas querem fugir um pouco dessas coisas ruins, eu costumo dizer que se ver desgraça coloca no Brasil Urgente ou Cidade Alerta lá tem aos montes para todos os gostos, agora em uma novela minha não, eu escrevo histórias para aliviar um momento ruim, um dia cansativo depois do trabalho, um momento relax, essas coisas.

CARLOS: DÉBORA COSTA agora precisamos saber, quando se faz um comparativo com o mundo "real"... Que autor o DÉBORA COSTA se identifica no modo da escrita, do desenvolver da trama?

DÉBORA COSTA: Silvio de Abreu é o meu autor favorito por causa de A Próxima Vítima a única novela que realmente sou fã até hoje então o Silvio é minha inspiração porque através dessa novela comecei a criar, porém a autora que me identifico 100% é a cubana Inés Rodena que teve adaptações de suas novelas na Televisa e no Brasil por exemplo Amor e Ódio e Marisol eu assisti essas e as mexicanas que são Maria Mercedes, Marimar, Maria do Bairro, A Ususpadora e A Dona, fora o sucesso A Madrasta que eu não vi toda ainda mais pretendo ver.

CARLOS: Qual das tramas do autor/autora você mais curtiu?

DÉBORA COSTA: Do Silvio de Abreu foi A Próxima Vítima e da Inés Rodena foi Soy Tu Dueña (A Dona) novela maravilhosa.

CARLOS:  E quando o assunto é o MV, qual colega você acha parecido com suas sacadas, qual autor/autora você se identifica?

DÉBORA COSTA: Henzo Viturino quando estava sendo supervisora de texto dele vi muito do que eu gosto na história dele, ele tem um pouco do meu estilo.

CARLOS: Depois desse esquentaaaa pra lá de curioso é hora de revirar tudo sobre o passado sombrio do DÉBORA COSTA, corta pro Baú!!

 
     

 

 

 

     
 

CARLOS: Vou direto ao ponto, vou direto arregaçando as portas desse armário empoeirado da DÉBORA COSTA... Corro o risco de encontrar nada de estranho por aqui, né?

DÉBORA COSTA: Passado sombrio não foi mara (risos) Pode abrir, arrancar porta o que quiser, fique a vontade.

CARLOS: DÉBORA COSTA quérida, conte pra gente qual foi e do que se tratava sua primeira trama.

DÉBORA COSTA: Nossa essa é do fundo do baú mesmo (risos) essa novela estava em um caderno que eu emprestei e nunca mais vi porém lembro da história não vale rir do título hein a novela se chamava Pé de Guerra (ruim né, eu sei) e não era comédia mais nem sei porque escolhi esse nome (risos) enfim, eu quando ia brincar na casa da minha prima Roberta era de “novela” a gente criava ali um cenário e personagens só que eu resolvi escrever isso, não exatamente ao pé da letra a história dessa novela era assim: A protagonista se chamava Soraia e ela achava que o marido Eric tinha morrido, mas ele estava vivo, agora não lembro o porque, mas eles tinham um casal de gêmeas uma estava com a ela e a outra com o pai. Isso é o que lembro da minha primeira novela. Agora aqui no MV minha primeira novela foi Insensatez que tinha 3 protagonistas nada convencionais que eram Giane, Fernanda e Rayssa.

 


Logo de “Insensatez”: Arquivo Pessoal do autor

CARLOS: A história de Giane embalou o MV por quantos capítulos?

DÉBORA COSTA: Em ambas versões Insensatez teve 39 capítulos e eu juro que não foi de propósito.

CARLOS: Nesses 39 capítulos já posso imaginar todos os obstáculos que Giane, Fernanda e Rayssa enfrentaram para enfim ter um final feliz. E nesses obstáculos tínhamos uma vilã ou vilão?

DÉBORA COSTA: No caso a Rayssa enfrentou uma inimiga intima que foi a irmã Giane a grande vilã das versões de Insensatez.

CARLOS: Queremos saber todas as maldades desse/dessa bandida(o)... conte logo tudo o que essa vaca aprontou nos capítulos de Insensatez.

DÉBORA COSTA: A Giane aprontou muito traiu, mentiu, matou e fez a Rayssa perder o filho que esperava do Sérgio, ela foi bem maligna (risos).

CARLOS: Quem assumia a função de príncipe da Giane na novela e como os dois se conheceram?

DÉBORA COSTA: Difícil encontrar um príncipe em Insensatez já que nenhum dos personagens eram perfeitos, mas posso dizer que Marcos o noivo da Fernanda era o príncipe dela.

CARLOS: DÉBORA COSTA, além dos protagonistas e todas as suas histórias para o final feliz, temos as paralelas e nelas personagens que acabam se destacando ao longo dos capítulos. Que personagem assume essa função em Insensatez?

DÉBORA COSTA: Com toda certeza François Le Blanc ele era um personagem incrível, ele conhece Fernanda numa viajem que ela faz á Paris e desde então os dois começam uma relação de gato e rato, mas ele se apaixona tanto por ela que larga tudo em Paris em vem ao Brasil atrás dela e ele morre se colocando na frente quando Fernanda iria levar um tiro de um assaltante, na versão atual (2018) ele se chama Dimitri e fica vivo ele mereceu (risos).

CARLOS: Quantos personagens tínhamos ao todo na novela? Conta pra gente os mais que você curtia e quem era os atores escalados.

DÉBORA COSTA: Insensatez teve 19 personagens e eu amo minhas protagonistas em especial Giane (Cleo) e Fernanda (Carolina Dieckmann) e claro François que escolhi o ator Nico Puig. 

CARLOS: Que personagem você quando estava escrevendo pensou em matar, mas não matou por que repensou duas, quatro, mil vezes?

DÉBORA COSTA: Era para a mãe das protagonistas morrer, mas graças a minha colaboradora Tainá Andaluz que sempre me dá ótimas dicas ela não morreu.

CARLOS: Quais os temas que foram retratados ao longo dos capítulos de Insensatez?

DÉBORA COSTA: Nenhum (risos) Foi uma novela com romance, drama, traição e briga pelo poder.

CARLOS:  Insensatez sempre foi o título pensado para a trama? Se não, quais eram as outras opções?

DÉBORA COSTA: Sim sempre foi Insensatez.

CARLOS: DÉBORA COSTA, sempre pergunto ao autor qual cena da trama que ele escreveu e que até hoje ele considera como inesquecível. Em Insensatez que cena ficará para sempre em sua memória?

DÉBORA COSTA: A morte do François, foi bonita porque ele se colocou na frente da amada dele que era a Fernanda e quando ele está ali caído em cima dela já ferido ele pergunta se ela está bem, foi uma cena bonita e triste ao mesmo tempo e ele pede um beijo para ela, foi inesquecível.

CARLOS:  Se é inesquecível para o autor lógico que não vamos ficar sem rever... Se segurem aí e curtam essa cena inesquecível para o DÉBORA COSTA.

Cena inesquecível

Cena/Ex./Mansão Gouveia/Noite.

Fernanda está saindo da mansão, François se aproxima sorri.

FRANÇOIS

Oi.

FERNANDA

Mas você é teimoso senhor Le Blanc, eu disse que iria de taxi.

FRANÇOIS

Eu faço questão de te levar.

François sorri beija Fernanda, Marcos se aproxima da um soco em François.

MARCOS

Sai de perto da minha noiva!

FERNANDA

Marcos!

MARCOS

Eu não acreditei quando você disse que tinha um jantar de negócios!

 

FRANÇOIS

Agora que você já viu que o jantar é comigo, pode ir embora!

MARCOS

Quem vai sair é você!

FERNANDA

Por favor, não briguem!

Um assaltante se aproxima por trás de Fernanda, encosta a arma na cabeça dela.

ASSALTANTE

Passa as joias!

MARCOS

Solta ela nós vamos te dar tudo que você quiser.

ASSALTANTE

Fica na sua meu irmão!

Fernanda está nervosa com medo começa a tirar as joias.

FERNANDA

Eu vou te dar tudo que estou usando, Por favor, não faça nada contra nós.

FRANÇOIS

Eu também tenho uma joia comigo é um anel.

O assaltante pega as joias de Fernanda, a joga no chão, se aproxima de François.

ASSALTANTE

Me dá logo o anel!

Marcos tenta se aproximar de Fernanda, mas o bandido aponta a arma pra ele, François entrega o anel para o assaltante.

FRANÇOIS

Não temos mais nada.

O assaltante olha Fernanda caída no chão sorri, aponta a arma pra ela François percebe que o bandido vai atirar em Fernanda se joga na frente dela o assaltante atira e sai correndo, Marcos se assusta ao ver François cair em cima de Fernanda que percebe que François foi atingido e fica desesperada.

FERNANDA

François...

François sorri para Fernanda.

FRANÇOIS

Você está bem?

Fernanda chora acaricia o rosto de François.

FERNANDA

Estou... E você?

FRANÇOIS

(sorri) Acho que... Vou te deixar em paz para sempre...

Fernanda fica desesperada ajeita a cabeça de François em seu colo.

FERNANDA

Marcos vai chamar ajuda François está perdendo muito sangue.

MARCOS

Eu não vou mover um dedo Fernanda.

Fernanda fica inconformada.

FERNANDA

Marcos, por favor...

FRANÇOIS

Fernanda... Presta atenção... Eu não quero que você sofra...

FERNANDA

(chora) Eu já estou sofrendo, para de falar essas coisas.

Giuseppe se aproxima preocupado.

GIUSEPPE

Eu ouvi um tiro, você está bem Fernanda?

FERNANDA

Papai vai chamar ajuda François levou um tiro, o tiro que era para mim!

GIUSEPPE

Meu Deus eu vou chamar uma ambulância.

Giuseppe sai apressado François olha Fernanda sorri, está fraco.

FRANÇOIS

Não quero que se sinta culpada... Eu fiz isso porque te amo... E faria de novo.

 

FERNANDA

François é melhor você não falar.

FRANÇOIS

Eu preciso falar... Eu quero que você preste atenção... Quando eu morrer... Quero que me levem á Paris... Quero ser cremado e quero que você junto com minha filha... Jogue minhas cinzas de cima da torre Eiffel...

Fernanda chora.

FERNANDA

Para de falar assim.

François sorri enxuga as lágrimas de Fernanda.

FRANÇOIS

E não quero que você chore... Depois disso quero que você vá ao bar que te levei... E beba muito... E daí você vai se lembrar de tudo que vivemos e vai rir... Não quero que chore...

Fernanda não consegue parar de chorar, Marcos observa com ciúmes.

FERNANDA

Você é imbecil!

François segura a mão de Fernanda.

FRANÇOIS

Cherie... Obrigado por tudo...

FERNANDA

Eu que agradeço sem você eu não teria feito tanta bobagem.

FRANÇOIS

(sorri) Faça mais bobagens... Assim será mais feliz...

François fecha os olhos.

FERNANDA

É melhor você parar de falar daqui a pouco chega a ambulância.

François olha Fernanda sorri.

FRANÇOIS

Fernanda... Eu quero um beijo...

MARCOS

Nem pense nisso.

FERNANDA

Já que você não quer ajudar, é melhor calar a boca!

François da risada, tosse Fernanda o olha.

FERNANDA

Eu vou te beijar e  quero que você saiba que eu te amei.

Fernanda beija François devagar François sorri, acaricia o rosto dela Fernanda sorri, segura a mão de François que fecha os olhos, a mão vai caindo Fernanda segura a mão de François, o olha muito.

FERNANDA

François...

François está morto Fernanda começa a chorar, encosta a testa na testa de François.

-----------------------------------------------------------------------------------------------

CARLOS:  Chegaria a mudar alguma coisa na história? Ou do jeito que você a escreveu, você concorda que foi o melhor rumo para a trama?

DÉBORA COSTA: Eu reformulei a história na versão de 2018 e gostei do resultado.

CARLOS: Hoje olhando para as obras atuais e a primeira. O que podemos dizer que Insensatez trouxe durante sua trajetória até hoje?

DÉBORA COSTA: Experiência (risos) com certeza porque escrever é um aprendizado diário.

CARLOS: Uma curiosidade que sempre surge é sobre os finais dos personagens... Em Insensatez, como foi o Final da PROTAGONISTA e da VILÃ?

DÉBORA COSTA: As três tiveram um final feliz mesmo a Giane que estava presa por tudo o que fez acabou sendo resgatada da prisão por Sérgio.

CARLOS: DÉBORA COSTA, a gente segue e seguimos para o quadro que vai precisar de mais opinião dessa sua cabecinha.

 
     

 

     
 
     
 

CARLOS: Aqui vamos expor algo ou alguém que esteja nesse MV e o autor entrevistada usará do seu senso crítico para propor alguma mudança, dar sugestões, dar seu ponto de vista para o determinado a ele.

Hoje no autor que manda, queremos saber o posicionamento do DÉBORA COSTA quanto a abordagem de outros países, culturas, falas, personagens... Nas webnvelas aqui do Brasil. Como você trata dessas questões? Como se adequar a realidade desses países em uma trama brasileira? E como as emissoras daqui podem se adequar para receber eventuais autores de outros países?

DÉBORA COSTA: Dessa vez vou fazer a Glória Pires, não sei opinar sobre isso kkkk porque não estava sabendo disso aqui no MV, mas acho interessante ter autores de outros países.

CARLOS: O Autor que manda!

 
     

 

 
   

 

     
 

CARLOS:  Débora só te digo uma coisa: Te prepara! Dito isso, vem entender porque esse é o quadro mais fofo do MV e olha só quem resolveu dar as caras por aqui:

HENZO VITURINO

1 - COMO CONHECEU O AUTOR AQUI NO MV?

Eu estava lendo a novela dela e decidi ir até o face para pedir pra ele a participação de dois dos seus personagens na minha novela.

2 - A AMIZADE DE VOCÊS JÁ DURA QUANTO TEMPO?

7 meses.

3 - SEMPRE CONVERSAM? QUAIS OS ASSUNTOS MAIS COMUNS?

Geralmente a gente conversa todos os dias, geralmente falando das obras e programas do MV, ela esteve comigo nas duas novelas e agora está me ajudando no programa que vou estrear.

4 - COMO É O AUTOR FORA DA ESCRITA E MAIS AMIGO?

A Débora é uma pessoa super gente boa, e não é de levar desaforo pra casa.

5 – DEIXE SUA MENSAGEM PARA O AUTOR

Quero dizer que valeu muito a pena lhe conhecer e espero que essa amizade dure para sempre. Obrigado por está sempre comigo! Você é muito especial!

Débora: Own! Henzo que lindo! Obrigada!

MIGUEL RODRIGUES

1 - COMO CONHECEU O AUTOR AQUI NO MV?

Conheci a Débora nos grupos do Facebook sobre Webnovelas, mas só viemos ter contato apenas quando fiz a abertura de sua web-novela Descaminhos para o site TeleGlobo, onde esta foi exibida, mas foi um contato indireto a princípio, depois disso a convidei para o DNA onde reexibimos Descaminhos e a partir daí foi que começamos a conversar mais e fechar laços de amizade. No DNA, além de Descaminhos foram exibidas dela seu spin-off da novela A Próxima Vítima, intitulada de Ferreto, a novela Falso Amor, as minisséries Êxtase e Fascínio.

2 - A AMIZADE DE VOCÊS JÁ DURA QUANTO TEMPO?

Segundo o Facebook temos amizade há 4 anos.

 3 - SEMPRE CONVERSAM? QUAIS OS ASSUNTOS MAIS COMUNS?

Sempre que podemos estamos conversando tanto sobre nossas obras, quanto outros tipos de assunto, mas sempre voltamos ao mesmo assunto: novelas kkkkkkkk.

4 - COMO É O AUTOR FORA DA ESCRITA E MAIS AMIGO?

A Débora é uma pessoa iluminada, inteligente e muito criativa.

5 – DEIXE SUA MENSAGEM PARA O AUTOR

Eu desejo muito sucesso para você Débora e que você continue sempre nos trazendo suas tramas maravilhosas que só você sabe a fórmula hehehehehehe Saiba que admiro muito seu trabalho.

Débora: Obrigada! Também admiro muito o seu trabalho e o desempenho com que administra o DNA.

CRISTINA RAVELA

1 - COMO CONHECEU O AUTOR AQUI NO MV?

Há dois anos durante uma quebra de braço kkkkkkkkk. A polícia não foi chamada para conter os ânimos nem apurar o caso.

2 - A AMIZADE DE VOCÊS JÁ DURA QUANTO TEMPO?

Dois anos. Brigamos, mas depois fomos tomar um suco de tamarindo que parece laranja, mas tem gosto de limão.

3 - SEMPRE CONVERSAM? QUAIS OS ASSUNTOS MAIS COMUNS?

Conversamos pouco, mas quando surge o assunto é sobre atores bonitões que passaram da faixa dos 40 kkkkkkkkk

4 - COMO É O AUTOR FORA DA ESCRITA E MAIS AMIGO?

Posso dizer que a gente se entende. Débora é sincera, joga limpo, quando comete algum equívoco, admite e depois a gente ri junto.

5 – DEIXE SUA MENSAGEM PARA O AUTOR

Débora, como eu disse aí em cima, te acho sincera e sei que gosta de jogar limpo. Continue assim, sempre com o seu ponto de vista e com a sabedoria que o tempo e a experiência nos dão.

Débora: Adoro essas conversas sobre os atores com mais de 40 kkkk obrigada! Também gosto da sua sinceridade! Z

 

MARCELO DELPKIN

1 - COMO CONHECEU O AUTOR AQUI NO MV?

Conheci a Débora durante a novela Hierarquia. Vi uma propaganda no Facebook, comecei a acompanhar a história e logo entrei em contato com a Débora. Foi graças a ela que, de certa forma, conheci a Cyber TV e entrei no MV como escritor.

2 - A AMIZADE DE VOCÊS JÁ DURA QUANTO TEMPO?

Há cerca de um ano, durante a novela do Franco Bittencourt. A partir daí passei a conversar com ela e comentar as histórias. A orelha da Giane de Insensatez deve estar queimando até agora rsrs. Depois ela me convidou para trabalhar com ela no Cyber Show, e aceitei na hora.

3 - SEMPRE CONVERSAM? QUAIS OS ASSUNTOS MAIS COMUNS?

Sempre. Nossos assuntos mais comuns são as novelas dela, as mexicanas e o seriado Chaves. Sempre compartilho com ela coisas que aparecem no Facebook, como um vídeo raríssimo da novela O Primeiro Amor que apareceu no Youtube.

4 - COMO É O AUTOR FORA DA ESCRITA E MAIS AMIGO?

Uma ótima amiga, apaixonada por novelas "cor-de-rosa" e pela Aracy Balabanian. Só não pisem no calo dela. Ela roda a baiana no maior estilo Soraya Montenegro.

5 – DEIXE SUA MENSAGEM PARA O AUTOR

Continue sempre essa pessoa que você é. E seja sempre a escritora com características tão fortes e marcantes que só você tem. Sou seu fã. Abração!!!

Débora: Obrigada! Fico lisonjeada em saber que você gostou de Hierarquia e que começou a escrever por causa desse meu trabalho. Obrigada!

 
     

 

     
     
 

CARLOS: Assim como temos o quadro mais Fofo, temos o bandido do MV. Aqui é tiro, porrada e bomba, SIM! Queremos ver o MV ferver com os desabafos de tudo que ficou engasgado. O Espaço é livre para você desabafar sobre uma crítica, uma pessoa, uma emissora, um leitor... Aqui você mostra seu desabafo com aquilo que considera injusto nesse nosso meio. DÉBORA COSTA, a bola é toda sua. Diga pra esse povo que você não é obrigado a nada, A N-A-D-A!

DÉBORA COSTA: Eu detesto pessoas que se acham demais, sabe aquele tipo de pessoas que se vangloria o tempo todo! Detesto! E gente que se acha mais inteligente que todo mundo! Detesto também não sou obrigada a aturar isso e nem pessoas que se julgam críticos e saem falando merda por ai também não sou obrigada a aturar isso!

CARLOS: Bora cuidar que ainda tem coisa vindo aí... Vamos seguindo e roda a vinheta!

 
     

 

     
     

 

     
 

CARLOS: O Antes do Fim chega já com aquele gostinho de tristeza por que estamos acabando o programa, mas como não podemos finalizar sem antes abocanhar umas exclusivas do nosso entrevistado, vamos então começar a arrancar os segredos do DÉBORA COSTA. O Espaço é todo seu para fazer aquela divulgaçãozinha do que esperar do seu mais novo livro.

DÉBORA COSTA: Quero agradecer os amigos pelos depoimentos, eu amei! Obrigada!

CARLOS: DÉBORA COSTA, e o que temos de novidade para o futuro com sua assinatura?

DÉBORA COSTA: Agora que acabou a novela Coisas Da Vida no Blog da Zih eu estou envolvida num projeto muito especial e que envolve a Cyber TV também! Aguardem, vocês vão amar!

CARLOS: Dentro do antes do fim, abrimos o espaço para que o autor passe algumas dicas para quem está tentando publicar algo ou para quem está iniciando aqui no MV. DÉBORA COSTA, o que você falaria para quem tá pensando em escrever, pra quem quer começar a postar nesse mundo virtual?

DÉBORA COSTA: O que eu tenho a dizer para quem quer começar uma carreira no MV é que escrevam não importam o que digam sobre seu trabalho se importe com o seu público sempre são eles que nos motivam, são nosso combustível, anote tudo que lhe vier a cabeça é uma dica importante e é isso, não desista.

CARLOS: Não poderíamos deixar de falar sobre as figuras dos atores reais nas obras virtuais, houve até polêmica aqui no MV, qual seu posicionamento quando a essa “escalação”?

DÉBORA COSTA: Ninguém aqui lucra com as imagens se lucrasse seria um problemão mesmo, mas eu acredito que atores que tem suas imagens o tempo todo no Google e Youtube não vão se importar em estar num elenco do MV.

CARLOS: Chegou a hora do nossa bate-volta, bate-bola ou sabe-se lá como queiram chamar... Segura aí DÉBORA COSTA....

MUNDO VIRTUAL – Oportunidade

CRÍTICAS – Boas Bem Vindas, Negativas bem feitas bem vindas o resto dispenso.

FUTURO A Deus pertence

MV DE OUTROS PÁISES Prefiro não opinar sobre isso

DÉBORA COSTAPOR DÉBORA COSTA- Persistente, Sonhadora

INDIQUE UMA SÉRIE – A Feiticeira e Zorro (sim amo séries antigas).

INDIQUE UM FILME – Sabrina (1995)

INDIQUE UMA BANDA OU ARTISTA – Atriz Aracy Balabanian, Cantora Sandy, Cantor Pedro Mariano.

INDIQUE UMA MÚSICA – Pra Você Dar O Nome – Pedro Mariano

INDIQUE UMA WEBPRODUÇÃO AMIGA –.Triangulo Amoroso novela do Henzo Viturino

UMA FRASE MARCANTE – O Senhor é o meu Pastor e nada me faltará.

CARLOS:  DÉBORA COSTA, chegamos ao fim do nosso programa. Meu querido, foi ótima a sua participação. O Papo foi ótimo e as respostas maravilhosas a todos os questionamentos. Obrigado por aceitar o convite e participar dessa loucura.

DÉBORA COSTAR: Eu que agradeço Carlos foi mara estar aqui! Fiquem com Deus e Beijinhos!

CARLOS:  Estamos caminhando para mais um final de temporada do Papo, até aqui já entrevistamos várias figuras aqui do MV... Espero vocês no encerramento da temporada no próximo mês... Até lá!

 

 
     

 

     
 

 

 


apresentação
Carlos Lira

convidado
Débora Costa

música
Thalia - Maria la del Barrio

produção
Bruno Olsen
Cristina Ravela

entretenimento

contatoredewtv@gmail.com


REALIZAÇÃO


Copyright
© 2019 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução

.aaa.
.aaa.
Compartilhe:

Edições de Papo com o Autor

Entretenimento

Livre

Papo com o Autor

Programa

Comentários:

0 comentários: