Estações da Vida - Capítulo 19



     
 

NO CAPÍTULO ANTERIOR DE "ESTAÇÕES DA VIDA":

PAULINHA: Quem é essa pessoa com jaqueta e capacete fechado?

 

NANDA (surpresa): Ele vai colocar a carta na caixa do correio.

 

PAULINHA: Não acredito nisso.

 

NANDA: É ele.

 

PAULINHA (frustrada): Voltamos a estaca zero.

 

A pessoa de jaqueta acena para a câmera.

 

NANDA: Aff, olha que ironia ele dando tchau pra câmera.

 

PAULINHA: Ele é inteligente e esperto.

 

...

 

Nanda pega o celular e mexe.

 

NANDA (mostrando para Paulinha): Eu to é morta com isso.

 

Na tela do celular uma foto de Pato e Amanda juntos.

 

PAULINHA: Eles voltaram.

 

Nanda faz cara de nojo.

 

...

 

ISMAEL: O que você faria se descobrisse que estão tramando algo contra um colega seu?

 

DJ: Eu contaria pra ele.

 

ISMAEL: E se você não tivesse muito contato com ele?

 

DJ: Procuraria me aproximar pra ganhar a confiança.

 

ISMAEL: Rapaz, até que você é inteligente.


...
 

DIEGO: Cadê a adrenalina? Acelera esse carro.

 

PATO: Demorou.

 

DIEGO: Rapaz, está chegando o dia do acampamento. Não acredito que a diretora deixou a gente ir. Quero só ver quem vai ganhar a aposta.

 

PATO: Será que a Nanda vai cair em seus encantos?

 

DIEGO: Ela já correspondeu. Foi até ao colégio de cabelo amarrado.

 

PATO: Você tá ligado que a Amanda vai ao acampamento.

 

DIEGO: Essa vitória é minha.

 

PATO: Isso é o que nós vamos ver.


...
 

NANDA: Miga, ele disse na carta que precisa conversar comigo e falou pra eu não contar a ninguém.

 

PAULINHA: Só isso?

 

NANDA: Não, ele disse que eu vou descobrir quem é ele no acampamento, cê acredita?

 

PAULINHA: Menina, agora eu to ansiosa pelo acampamento.

 

NANDA: Imagina eu, depois dessa. Finalmente vou descobrir quem é o meu admirador secreto.


...

Cam mostra o ônibus estacionando. Os alunos, professores e Ramiro descem.

..
 

GREGO: Alguém tem um canivete? Preciso cortar essa corda.

 

ISMAEL: Eu tenho.

 

Ismael procura pelo canivete no bolso.

 

ISMAEL: Esqueci a mochila no ônibus. O canivete ficou lá.

 

PAULINHA: Eu pego pra você.

 

GREGO: Obrigado, Paulinha.


...
 

Paulinha entra no ônibus, procura pela mochila de Ismael.

 

PAULINHA: Cadê? (T) Achei.

 

Ela abre o zíper e revira a mochila.

 

PAULINHA: Roupa, lençol, pasta de dente... Quanta coisa. (T) O que é isso?

 

Ela pega três cartas.

...
 

PAULINHA (lendo): “Nanda, você já suspeita quem eu sou? Falta pouco para nos encontrarmos.”

 

Paulinha abre a segunda carta.

 

PAULINHA (lendo): “Nanda, como você sabe eu não sou o seu admirador secreto...”

 

Paulinha abre a terceira carta.

 

PAULINHA (lendo): “Se eu não te contei ainda quem é ele, é porque eu quero falar pessoalmente e te garanto que ele não quer o seu bem.”

 

Ismael entra no ônibus.

 

ISMAEL: Paulinha?

 

PAULINHA (mostra a carta): O que significa isso? É você, Ismael? Quer dizer que é você o responsável pelas cartas?

 

Em Ismael.

 
     
     
     
     

CAPÍTULO 19 (CAPÍTULO ESPECIAL)
 
     
 
 
 

CENA 01. ÔNIBUS. INT. DIA.

 

Continuação do capítulo anterior.

 

Ismael encara Paulinha.

 

PAULINHA (séria): Ismael? Estou esperando uma resposta.

 

ISMAEL (nervoso): Calma, Paulinha, eu posso explicar.

 

PAULINHA: Porque você está fazendo isso com a Nanda? (T) (grita) Me fala.

 

Em Ismael.

 

CENA 02. PRAIA. ACAMPAMENTO. EXT. DIA.

 

Nanda entra na barraca.

 

NANDA: Esses mosquitos estão me incomodando.

 

Nanda abre a mochila e procura por algo.

 

NANDA: Uma carta? (T) (lendo) “Querida, Nanda, não importa a cor do céu. Quem faz o dia bonito é você. Hoje a noite você vai descobrir quem eu sou. Tenha um ótimo dia”.

 

Ela guarda a carta no bolso.

 

NANDA: Hoje a noite? O ensino médio está todo aqui. Quem será  meu admirador secreto? (T) A Paulinha precisa saber disso.

 

Nanda pega o repelente e passa no braço. Em seguida sai da barraca.

 

CORTA PARA

 

Grego e Caio arrumando a barraca. Nanda se aproxima.

 

NANDA: Ei, até que vocês manjam da parada.

 

CAIO: Viu só? Achei que ia ser um desastre.

 

GREGO: Sucesso do trabalho em equipe.

 

NANDA: É isso aí, Grego.

 

Nanda olha em volta.

 

NANDA: Vocês viram a Paulinha?

 

CAIO: Ela foi no ônibus buscar o canivete pra gente.

 

NANDA: Eu vou lá falar com ela.

 

Nanda sai.

 

CENA 03. ÔNIBUS. INT. DIA.

 

Paulinha encara Ismael.

 

PAULINHA (encara): Você vai continuar me enrolando, Ismael? Eu vou perder a minha paciência.

 

ISMAEL: Eu descobri quem é o admirador secreto da Nanda e/ (T)

 

PAULINHA: Eeeee?

 

ISMAEL: Eu resolvi enviar as cartas de alerta, porque ele não quer o bem dela.

 

PAULINHA: E você descobriu isso quando?

 

Nanda entra. Em Ismael tenso e Paulinha o observando séria.

 

NANDA: Paulinha, que bom que eu te encontrei. Tenho que mostrar uma coisa.

 

Nanda encara Paulinha e Ismael.

 

NANDA: Ei, aconteceu alguma coisa? O que tá pegando?

 

PAULINHA: Amiga, que bom que você chegou. Olha isso.

 

Paulinha mostra as cartas para Nanda.

 

NANDA (surpresa): As cartas. Onde você encontrou?

 

Paulinha olha para Ismael.

 

ISMAEL (sem graça): Na minha mochila.

 

NANDA (indignada): Sua mochila? Quer dizer que é você o cara das cartas?

 

Nanda retira a carta do bolso.

 

NANDA: Foi você que acabou de colocar essa carta na minha mochila?

 

ISMAEL: Não, eu não sou o seu admirador secreto, mas eu sei quem é ele. Eu só enviei as cartas de alerta.

 

NANDA: E quem é ele?

 

Em Ismael. Nanda deixa a carta cair.

 

ISMAEL: Sinceramente, eu não esperava que essa história fosse tão longe (T) eu só mandei as cartas de alertas pra tentar te proteger.

 

NANDA: Me proteger do que?

 

ISMAEL: Nanda, tudo o que eu escrevi é verdade. Ele não quer o seu bem.

 

NANDA (séria): O que ele quer então?

 

PAULINHA (nervosa): Fala logo, Ismael.

 

ISMAEL: Eu preciso que vocês mantenham a calma e não comentem com ninguém. Eu vou contar tudo o que ele está tramando.

 

NANDA: Então comece.

 

ISMAEL: Aqui não é o melhor lugar para falar sobre esse assunto, mais tarde conversamos. Lembre-se, ele pode ser qualquer pessoa que está aqui no acampamento, então mantenha sigilo e não comente com ninguém, absolutamente ninguém. Tudo bem?

 

PAULINHA (enfrenta): Não. Você só sai desse ônibus depois de abrir essa boca.

 

ISMAEL: É melhor você se acalmar, quem está mandando as regras sou eu, se eu disse que falarei mais tarde, é melhor aguardar, antes que eu mude de ideia.

 

NANDA (aflita): Não faça isso, Ismael. Eu tenho que saber quem está por trás disso.

 

ISMAEL: Você vai descobrir mais tarde. E aí, vão manter o sigilo?

 

PAULINHA: Temos outra alternativa?

 

Nanda encara Paulinha.

 

NANDA: Pior que não.

 

ISMAEL: Então, é isso.

Nanda faz cara de poucos amigos.

 

PAULINHA: Ismael...

ISMAEL: Diga.

PAULINHA: Eu não achei o canivete.

 

ISMAEL (sorri): Suspeitei desde o principio. Perai.

 

Ismael vai até a mochila, procura pelo canivete e entrega a Paulinha.

 

ISMAEL: Ta na mão.

 

PAULINHA: Valeu. (a Nanda) Vamos?

NANDA: Sim. (T) Ismael, não esqueça da gente.


ISMAEL: Relaxa, Nanda. Hoje você descobre quem é o seu "admirador secreto".

 

Nanda e Paulinha saem do ônibus. Ismael vê a carta que Nanda derrubou no chão e a pega. Em Ismael.

 

CENA 04. MANSÃO LAMBERTINI. SALA DE ESTAR. INT. DIA.

 

Lua deitada no sofá mexendo no celular.

 

CAM foca no visor do celular.

 

Iago envia uma foto sem camisa.

 

IAGO: Lua, envia uma foto também ☺

 

LUA: Pode ser mais tarde?

 

IAGO: Eu tirei essa foto agora especialmente pra você gatinha. Retribui, por favor 😉

 

Lua posiciona o celular, sorri e envia a foto.

 

IAGO: Que linda ❤

 

LUA: Obrigada 🙈

 

IAGO: E aí, falou com os seus pais?

 

LUA: Sobre amanhã?

 

IAGO: Sim, você vai poder vir aqui em casa?

 

LUA: Ainda não. Vou falar com minha mãe hoje e te dou a resposta mais tarde, pode ser?

 

IAGO: Tudo bem. Tomara que dê certo.

 

LUA: Sim 😉

 

Kátia entra. Lua esconde o celular.

 

KÁTIA (desconfiada): Com quem você estava falando?

 

LUA (nervosa): Com a... (T) Larissa.

 

KÁTIA: E porque escondeu o celular?

 

LUA (séria): Porque eu levei um susto.

 

KÁTIA: Você sabia que quando as pessoas levam susto é porque estão fazendo algo errado?

 

LUA: Mãe, eu não estava fazendo nada demais.

 

KÁTIA: Não?

 

LUA: Não.

 

KÁTIA: Então me de seu celular.

 

LUA (preocupada): Isso é invasão de privacidade.

 

KÁTIA: Luana, estou esperando.

 

Lua desbloqueia o celular, abre a conversa com Iago e aperta em deletar.

 

LUA: Aqui.

 

Kátia olha as conversas.

 

Em Lua apreensiva.

 

CENA 05. PRAIA. ACAMPAMENTO. EXT. DIA.

 

MUSIC ON: (SIPPIN' ON SUNSHINE - AVRIL LAVIGNE)

 

Os alunos do ensino médio se divertindo no mar. Os professores Alfredo, Milena, Vanice e Arnaldo sentados na cadeira de praia.

 

ALFREDO: Milena, me ajuda com o protetor nas costas?

 

MILENA: Claro.

 

Milena pega o protetor e passa nas costas de Alfredo.

 

VANICE (sorrindo): Alfredo, depois você passa nas minhas costas?

 

ARNALDO: Se quiser eu passo.

 

VANICE (séria): Tudo bem.

 

Vanice entrega o protetor a Alfredo.

 

MILENA: Alguém tem notícias da sobrinha da Lúcia?

 

ARNALDO: Está melhor. Deve ganhar alta neste final de semana.

 

ALFREDO: O que aconteceu com ela?

 

VANICE: Esses jovens tem mania de ficar comendo lanche da rua e a sobrinha dela acordou vomitando e foi parar no hospital.

 

ALFREDO: Ah, então foi por isso que ela não veio ao acampamento.

 

Arnaldo passa o protetor nas costas de Vanice.

 

VANICE: Sim, mas graças a Deus está tudo sob controle.

 

Vanice fecha os olhos e delira.

 

VANICE: Nossa/

 

MILENA: O que foi Vanice?

 

VANICE (sem graça): Nada.

 

Milena olha para Alfredo e os dois riem baixo.

CORTA PARA

 

CAM procura por Paulinha e Nanda no mar.

 

MUSIC OFF.

 

NANDA: Amiga, não tô gostando dessa enrolação do Ismael. Se ele sabe quem é, porque não fala logo?

 

PAULINHA: Sinceramente? Tem angu nesse caroço.

 

NANDA: Não seria caroço nesse angu?

 

PAULINHA: Ah, é mesmo. (risada) To doida e ainda nem bebi.

 

NANDA: Fiquei sabendo que os meninos trouxeram bebida.

 

PAULINHA: Eu adorei. É hoje que vamos lacrar.

 

NANDA: E sambar na cara das inimigas.

 

PAULINHA: No salto 15.

Elas dão risada.

 

NANDA: E o namoro fake com o Caio, como vai?

 

PAULINHA: Estamos distantes né?

 

NANDA: Sim. Vocês brigaram?

 

PAULINHA: Ele se distanciou e pra falar a verdade, nosso namoro era pro pai dele parar de pegar no pé dele.

 

NANDA: Convenhamos que você curtiu a ideia, afinal, você queria fazer ciúmes no idiota do Diego.

 

MUSIC ON: (AMORES IMPERFEITOS - ANAVITÓRIA)

 

PAULINHA: Queria mesmo. Apesar de que nem surtiu efeito.

 

NANDA: Credo, ele nem se importou contigo. O Diego é um ogro.

 

PAULINHA: Fazer o que né? Nem tudo é perfeito.

 

NANDA: Você falando assim? Até parece que esqueceu ele.

 

PAULINHA: Estou tentando. Escute, tentando...

 

NANDA: Aproveitando que eu falei em ogro, e a periguete da Amanda, como vamos trollar ela?

 

PAULINHA: Eu tive uma excelente ideia.

 

NANDA: Então me conta.

 

A conversa continua fora de áudio.

 

CAM procura por Caio e Grego.

 

MUSIC OFF.

 

CAIO: Curtindo o acampamento?

 

GREGO: Sim, está divertido.

 

CAIO: Estou ansioso pelas atividades. Dizem que é da hora.

 

GREGO: Espero não pagar mico, eu sou desastrado.

 

CAIO: Então somos dois.

 

GREGO: Caio?

 

CAIO: Sim.

 

Grego em silêncio.

 

CAIO (rindo): Ué, ficou mudo?

 

GREGO (vergonha): E a Paulinha?

 

CAIO: O que tem ela?

 

GREGO: Vocês estão namorando ainda?

 

CAIO: Seguimos firme ué. Porque?

 

GREGO (sem graça): Não, nada demais. É que.../

 

CAIO: Pode falar, Grego, sem grilo.

 

GREGO: Ultimamente vocês estão distante.

 

CAIO (preocupado): Alguém comentou alguma coisa?

 

GREGO: Não. Desculpe pela pergunta.

 

CAIO: Relaxa, mano. Pode perguntar o que quiser, somos amigos, não?

 

GREGO: Sim.

 

CAIO: Então, toca aê.

 

Caio estende a mão e eles se cumprimentam.

 

CAM procura por Pato, Amanda e Diego.

 

AMANDA: O que você acha de darmos um perdido naquela mata?

 

PATO: Gostei da ideia.

 

AMANDA: Então mais tarde temos uma aventura.

 

DIEGO (sorri): Adora uma aventura.

 

PATO (joga água nele): Ow, você não está convidado.

 

AMANDA: Você não gosta de aventuras Patrício Lambertini?

 

PATO: Você sabe que gosto.

 

AMANDA (mordendo os lábios): Então?

 

Em Pato.

 

CENA 06. ACADEMIA. INT. DIA.

 

Emílio ajuda um senhor de idade no exercício. Heitor preenche uma ficha. A recepcionista se aproxima.

 

RECEPCIONISTA: Heitor, tem duas pessoas querendo fazer aula experimental.

 

HEITOR: Ótimo. Pode trazê-los.

 

CORTA PARA

 

Heitor diante de Celo, usando camisa longa, short de tactel, meia cano alto e Estela, blusa regata, calça legging.

 

HEITOR: Senhor, que roupa é essa?

 

CELO: Senhor? Que isso, jovem? Estou na flor da idade. Pode me chamar de Celo.

 

Celo estende a mão. Heitor o cumprimenta.

 

ESTELA: E sou a Estela.

 

HEITOR: Prazer, eu sou o Heitor. (T) Bom, Celo e Estela, vamos iniciar a aula experimental?

 

CELO: Demorou.

 

Estela pega o celular e posiciona na vertical.

 

HEITOR: Estela, logo na entrada, tem um painel e você pode deixar o celular lá.

 

ESTELA: Negativo mocinho, eu vou fazer uma live para meus seguidores.

 

HEITOR: Na academia temos algumas regras e o uso do celular enquanto está treinando não é permitido, temos diversos avisos nos aparelhos.

 

ESTELA (indignada): Eu to passada com isso.

 

CELO: É que minha mulher é blogueira, youtuber, saca? Ela é bem descolada e hoje ela avisou aos seguidores que ia fazer a live na academia.

 

HEITOR (surpreso): Isso é sério?

 

ESTELA: Sim, inclusive a live começou. (T) Hey, seguidores, boa tarde. (acena para o celular) Estela na área. Estava morrendo de saudades de vocês. Olha quem está do meu lado.

 

CELO: Oi, galera.

 

ESTELA: Galera, como prometido eu estou aqui na academia e meu personal trainner, é assim que fala?

 

HEITOR: Sim.

 

ESTELA: Meu personal vai falar sobre o treino.

 

Estela vira o celular para Heitor, que fica sem graça.

 

CORTA PARA

 

Celo deitado fazendo exercício de supino reto. Heitor ao seu lado o acompanhando. Estela filmando, se divertindo. Heitor incrédulo com o que vê.

 

CENA 07. PRAIA. ACAMPAMENTO. EXT. DIA.

 

Os alunos no mar. Ramiro surge com o megafone.

 

RAMIRO: Atenção, alunos. Vai começar as atividades do acampamento. Hoje vamos fazer uma trilha pela floresta e amanhã haverá gincana. Garanto que vocês vão se divertir. Espero vocês em 15 minutos para iniciarmos a trilha.

 

Os alunos comemoram e saem do mar.

 

CENA 08. PRAIA. ACAMPAMENTO. TRILHA. EXT. DIA.

 

Ramiro, os professores e alunos iniciam a caminhada pela trilha. Ao fundo ficam Pato, Amanda e Diego. Pato abre a mochila e mostra a bebida.

 

AMANDA: Ah, que tudo, vocês arrasaram meninos.

 

DIEGO: Vou preparar a bebida. Trouxe o energético?

 

PATO: Sim, está no fundo da mochila.

 

Paulinha, Nanda, Caio e Grego se aproximam.

 

PAULINHA: Também queremos.

 

PATO: O que esse esquisito do Grego está fazendo aqui?

 

NANDA: Ow Pato pega leve.

 

DIEGO: Pega leve? Esse moleque é o maior dedo duro do colégio. Aposto que vai contar pros professores que estamos bebendo.

 

GREGO: Acho que você precisa me conhecer melhor.

 

DIEGO: Não temos interesse. Vaza.

 

GREGO: Eu não sou falso como você pensa, eu apenas fiz o que era certo naquela época, defendi a Nanda, quando na verdade essa atitude deveria ter partido de vocês.

 

CAIO: Ele está certo, Diego.

 

PATO: Aff... Você sempre defendendo esse pela saco.

 

DIEGO: Acho que ele trocou de namorada, deixou a Paulinha e agora está com o Grego.

 

CAIO (sério): Como é que é?

 

DIEGO (irônico): Ficou nervoso, bebê. Fica assim não.

 

PAULINHA: Eu e o Caio estamos namorando pro seu governo e estamos muito bem.

 

Paulinha beija Caio. Grego fica sem graça.

 

NANDA: Satisfeito, Diego?

 

Diego vira a bebida.

 

DIEGO: Vamos seguindo a trilha?

 

Paulinha sorri para Nanda. Caio olha sem graça para Grego.

 

AMANDA: Galera, peguem os copos aqui, quero brindar com todo mundo...


NANDA (baixo): 
Essa louca vai ficar bebada rapidinho, não vejo a hora da trollagem.

 

PAULINHA (baixo): Ela não perde por esperar.

 

Amanda entrega o copo a Nanda.

 

NANDA (sorri): Obrigada, querida.

 

AMANDA (sorri): De nada, querida.

 

Em Amanda.

 

CENA 09. MANSÃO LAMBERTINI. SALA DE ESTAR. INT. DIA.

 

Kátia devolve o celular a Lua.

 

LUA: Satisfeita? Encontrou algo?

 

KÁTIA: Luana Lambertini, mais respeito. Eu sou a sua mãe, não se esqueça disso.

 

LUA: Desculpe.

 

KÁTIA: Arrume sua mala. Vamos passar o final de semana em um resort.

 

LUA: Uma amiga me chamou para a noite do pijama na casa dela amanhã. Eu posso ir?

 

KÁTIA: Que amiga?

 

LUA: A... (T) Andréia.

 

KÁTIA (pensando): Não conheço. (T) Diga que você não vai. Seu pai já reservou e pagou a estadia.

 

LUA: Poxa mãe eu queria tanto ir.

 

KÁTIA: Disse certo, queria.

 

LUA: Não tem como cancelar a minha ida?

 

KÁTIA: Não. Será um final de semana em família.

 

LUA: O Pato está no acampamento. Ele não é da família?

 

KÁTIA: Ele e o seu pai brigaram. Se esqueceu?

 

LUA: Seria a oportunidade de fazerem as pazes.

 

KÁTIA: Essa situação não é problema meu. Quando ele voltar do acampamento, ele que se resolva com o pai.

 

Kátia ameaça sair.

 

LUA: Mãe, e a noite do pijama?

 

KÁTIA: Peça pra sua amiga marcar outro dia e aqui em casa.

 

LUA: Aff. Porque o Pato pode dormir fora e eu não?

 

KÁTIA: O seu pai da muita liberdade pra ele e olha no que dá, ele sempre traz problemas pra casa.

 

LUA: Poxa, eu sempre me comporto. Não mereço uma chance?

 

KÁTIA: Hoje você não vai me convencer. A decisão está tomada.

 

LUA: Tudo bem, mamãe. Deixa prá lá. Já vi que não vai adiantar de nada ficar insistindo.

 

KÁTIA: Assim que eu gosto.

 

Kátia sai.

 

LUA (triste): Pelo visto não vai ser dessa vez que eu vou conhecer o Iago.

 

CENA 10. PRAIA. ACAMPAMENTO. TRILHA. EXT. DIA.

 

Paulinha, Nanda, Diego, Caio, Grego, Pato e Amanda bebem enquanto caminham. Nanda olha para trás e vê Ismael.

 

NANDA: Já volto.

 

PATO: O que a Nanda vai falar com aquele idiota?

 

AMANDA: Algum problema, meu amor?

 

PATO: Esse moleque é nosso rival.

 

Em Paulinha observando Nanda.

 

DIEGO: Paulinha, vai ficar aí parada?

 

PAULINHA: To indo.

 

Os amigos seguem caminhando.

 

CORTA PARA

 

Nanda diante de Ismael.

 

NANDA: E aí, vai me falar?

 

ISMAEL: Você está bem?

 

NANDA: Sim.

 

ISMAEL: E esse copo?

 

NANDA: Vodka com energético, aceita?

 

ISMAEL: Manda aí.

 

Ismael vira o copo.

 

NANDA: Vai com calma, você só ganha uma segunda dose se me falar.

 

ISMAEL: Já te falaram como você é especial?

 

NANDA: Não.

 

ISMAEL: Nanda, você é tão.../

 

Ismael se aproxima de Nanda e tenta beijá-la. Ela acerta um tapa no rosto dele.

 

NANDA: Não ouse me beijar. Se você pensa que vai tirar proveito da situação, está enganado.

 

Nanda sai correndo na mata.

 

ISMAEL: Ei, Nanda, volte aqui.

 

Ismael vai atrás dela.

 

CENA 11. PRAIA. ACAMPAMENTO. TRILHA. EXT. DIA.

 

Pato, Amanda, Diego, Paulinha, Caio e Grego continuam caminhando.

 

PAULINHA (tensa): Gente, a Nanda não voltou.

 

DIEGO: Você que vive grudada com ela, o que tá rolando entre os dois? Estão de amizade agora?

 

PAULINHA: Não.

 

DIEGO: Então o que é?

 

PAULINHA: Não é da sua conta.

 

PATO (debocha): Nossa, podia ter dormido sem essa, mano.

 

DIEGO: Quando estávamos tendo um lance você era mais educada.

 

PAULINHA: Disse certo meu querido, quando tínhamos um lance. Acabou. Estou em outra, não te devo nenhuma satisfação.

 

CAIO: Acho melhor irmos atrás da Nanda.

 

PATO: Também acho.

 

DIEGO (encara Pato): Eu vou.

 

PATO: Eu também.

 

AMANDA: Pato, fica comigo. Deixa o Diego ir.

 

PATO: Eu volto logo. Precisamos ver se está tudo bem. Ela é nossa amiga.

 

Pato encara Grego.

 

GREGO: Que bom ouvir isso.

 

CORTA PARA

 

Pato e Diego caminhando pela trilha em busca de Nanda.

 

PATO: Você realmente vai colocar o comprimido na bebida pra dopar a Nanda?

 

DIEGO: Claro, ué. Hoje a nossa aposta vai ser concretizada.

 

CAM procura por Nanda escondida na mata escutando a conversa.

 

NANDA (surpresa): Me dopar, pra que? Que aposta é essa?

 

Cam procura por Ismael que vem ao encontro deles.

 

PATO: Ow, cadê a Nanda?

 

ISMAEL: Ela saiu correndo na trilha e se perdeu.

 

PATO: O que você está dizendo?

 

ISMAEL: Ela se perdeu.

 

DIEGO: Seu otário e você fala isso nessa tranquilidade?

 

ISMAEL (enfrenta): Estão preocupados com ela?

 

PATO: Se acontecer alguma coisa com ela eu vou quebrar a sua cara e não vai ter Juliana aqui pra te defender.

 

ISMAEL: Vai quebrar minha cara? (T) Olha, eu não tenho medo de vocês e eu fico indignado com essa demonstração fake de preocupação.

 

DIEGO: Quem é você pra falar de indignação? Você não passa de uma pessoa frustrada que não tem amigos. Quem naquele colégio gosta de você?

 

ISMAEL: Vocês gostam da Nanda?

 

PATO: Que pergunta é essa?

 

ISMAEL: Não responda a minha pergunta com outra pergunta.

 

DIEGO: Larga de rodeios e fala logo porque tu perguntou isso.

 

ISMAEL: O que vocês podem me falar sobre a “aposta”?

 

PATO (nervoso): Que aposta?

 

ISMAEL: Ficou surpreso com a pergunta, Patinho? (T) Não se preocupe, você vai ficar mais surpreso agora ao descobrir que eu tô sabendo da aposta de vocês dois.

 

DIEGO (tenso): Onde você quer chegar?

 

ISMAEL: Na verdade vocês falam que eu não tenho amizade, que ninguém naquele colégio realmente gosta de mim, tudo bem, eu não ligo pra isso. Se for pra ter amigos iguais a vocês dois, eu prefiro ficar só. Diego, e a carta secreta pra Nanda, você mandou quantas hoje?

 

Diego e Pato se encaram. Em Nanda surpresa com a revelação.

 

ISMAEL: Ou aquela carta que você mandou quando chegamos aqui no acampamento foi a primeira?

 

DIEGO: Do que você está falando?

 

ISMAEL: Vou fingir que eu tô lendo carta... Querida Nanda, espaço, aí vem alguma frase copiada da internet e depois você fala que a revelação do admirador secreto será hoje a noite. Era mais ou menos assim.

 

Diego e Pato permanecem em silêncio.

 

ISMAEL: Ficaram mudos? (T)

 

Ismael dá risada.

 

ISMAEL: Eu sei tudo o que vocês estão tramando.

 

PATO (enfrenta): Então é você que mandava a carta de alerta?

 

ISMAEL: Você é inteligente (bate palma) Parabéns.

 

DIEGO: O que mais você sabe?

 

ISMAEL: Eu escutei vocês conversando no colégio.

 

FLASHBACK - CAPÍTULO 15,

 

CENA 12. COLÉGIO FRAN VICENTINI. BANHEIRO MASCULINO. INT. DIA.

 

Ismael entra no banheiro. Ajeita o cabelo na frente do espelho. Em seguida entra no toilet. Pato e Diego entram no local.

 

PATO: E quanto a aposta, não se esqueça que estou te dando uma chance. Ontem eu fiquei no apê da Amanda.

 

DIEGO: Relaxa, eu não esqueci. Eu fiz uma carta anônima pra Nanda. Vou colocar daqui a pouco na mochila dela. Dessa vez eu não vou falhar. Eu vou seduzi-la e levá-la pra cama e depois vou dar o pé na bunda dela. Pato, eu vou ganhar essa aposta. Eu vou transar com a Nanda, antes que você consiga me provar que você levou a Amanda pra cama.

 

PATO: Isso é o que nós vamos ver. Você tem até o final desta semana. É o ultimato. Ok?

 

DIEGO: Fechou, digo o mesmo a você.

 

Eles entram no toilet. (Tempo) Ismael sai do toilet.

 

CORTA PARA

 

CENA 13. COLÉGIO FRAN VICENTINI. CORREDOR. INT. DIA.

 

Ismael parado na porta do banheiro.

 

ISMAEL: Quer dizer que esses imbecis fizeram uma aposta e colocaram a minha gata no jogo? Ah, isso não vai ficar assim. Esse jogo vai virar contra o feiticeiro.

 

Em Ismael.

 

FIM DO FLASHBACK,

 

ISMAEL: Agora fica a pergunta, como vocês foram capazes de fazer uma aposta para seduzir duas pessoas e levá-las pra cama por diversão?

 

Pato e Diego encurralados.

 

ISMAEL: Me falem. (T) Ficaram em silêncio novamente? (debocha) Acabei com a diversão de vocês. Sinto muito. Diego, a carta romântica foi um meio de deixar a Nanda mexida e supostamente apaixonada, para o plano não falhar, não é mesmo?

 

Ismael encara Diego e Pato por um instante.

 

ISMAEL: Pois bem, eu vou contar pra ela tudo que eu sei, porque ao contrário de vocês dois eu não quero ver o mal de uma menina tão especial como a Nanda.

 

DIEGO (se aproxima): Eu vou quebrar a sua cara.

 

PATO: Olha só que fofo, ele tá apaixonado por ela.

 

Diego segura Ismael pela gola da camisa. Nanda sai da mata.

 

MUSIC ON: (WINGS - BIRDY)

 

NANDA (séria): Solta ele Diego.

 

PATO (nervoso): Nanda?

 

Em Nanda.

 
     

 

     

autores
GABO OLSEN
KAX SILVA

colaboração
IGOR FEIJÃO

elenco
NICOLAS PRATTES como PATO
ALICE WEGMANN como NANDA
JOSÉ VICTOR PIRES como DIEGO
LETÍCIA NAVAS como PAULINHA
JOÃO VITHOR OLIVEIRA como CAIO
LARISSA MANOELA como LUA
ERIBERTO LEÃO como LEONARDO
TALITA CASTRO como KÁTIA
JUAN ALBA como HEITOR
CAROLINA FERRAZ como SELMA
ÂNGELA LEAL como NANÁ
JANDIR FERRARI como MARCELO
ÂNGELA DIP como ESTELA
DALTON VIGH como RUBENS
LUCIANA VENDRAMINI como MIRTES
FILIPE BRAGANÇA como GREGO
LUCAS COTRIM como DJ
RAISSA CHADDAD como LARISSA
NICHOLAS TORRES como RICARDO
HESLAINE VIEIRA como ANDRÉIA
GABRIEL SANTANA como ISMAEL
CARLA FIORONI como JULIANA
MARCELLO AIROLDI como ARNALDO
VERA ZIMMERMANN como LÚCIA
SANDRA PÊRA como VANICE
WAGNER SANTISTEBAN como ALFREDO
MARISOL RIBEIRO como MILENA
JIDDÚ PINHEIRO como RAMIRO
FERNANDO PAVÃO como EMÍLIO
MARIANNA ARMELLINI como LULU
HALL MENDES como BETO


trilha sonora
DEPOIS DA MEIA NOITE - CAPITAL INICIAL
AMORES IMPERFEITOS - ANAVITÓRIA
WINGS - BIRDY


produção

BRUNO OLSEN
CRISTINA RAVELA


Esta é uma obra de ficção virtual sem fins lucrativos. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.


REALIZAÇÃO


Copyright
© 2019 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução
.aaa.
.aaa.

Compartilhar:

Postar um comentário

 
Copyright © WebTV | Design by OddThemes