Misturama - 5x06


https://1.bp.blogspot.com/-GbWzqloI7Jo/WOPMYOIVVwI/AAAAAAAAAT0/A4F7B7_Qq1IXIHaq5TZm_FyG3Q-JyudMwCLcB/s1600/misturama.jpg
 

MISTURAMA - 5x06
 
 
 

GABO: Boa noite, mundo virtual. No Misturama de hoje, uma visita na cidade cenográfica da série Anti-Herói. No Curte ou Deleta eu recebo o Domingos Santiago. Agora eu vou apresentar em primeira mão o elenco principal da nova novela da WebTV: Estações da Vida. A novela marca o meu retorno na dramaturgia virtual e está sendo escrita em parceria com Diogo de Castro. Confira o elenco:
 


José Victor Pires como Diego, Alice Wegmann como Nanda, Nicolas Prates como Pato, Letícia Navas como Paulinha, João Vithor Oliveira como Caio e Larissa Manoela como Lua

A cada uma estação uma nova chance. Em novembro, Estações da Vida, na tela da WebTV. Agora desça a rolagem e embarque na visita lá cidade cenográfica da série de Cristina Ravela: Anti-Herói.

 
     

 

     
https://4.bp.blogspot.com/-VELmdChGo4I/WccPEEfStAI/AAAAAAAAJSE/jnMzK2N6qF0xJ2_fHuc1evvTBAuu_BJBwCPcBGAYYCw/s1600/AH-banner.png

GABO VISITA A CIDADE CENOGRÁFICA DA NOVA SÉRIE DA WEBTV: ANTI-HERÓI

     

GABO: Estamos aqui na cidade cenográfica da nova série da WebTV: Anti-Herói. Boa noite, Zih

CRISTINA: Boa noite, Gabo! Boa noite, povo! Que alegria imensa em estar aqui de onde eu quase não saio. A grana não me deixa.

GABO: É isso ai, muito trabalho e quem ganha no final é o público. Como está o clima das gravações?

CRISTINA: Quente, irmão. Os atores se deram muito bem, forte empatia, gravações a mil X hora. Às vezes, precisamos gravar a mesma cena várias vezes, porque o clima é descontraído; a trama não kkkkkkkkkkkkkkk

GABO: kkkkkk. Anti-Herói é spinoff da série Raíza. Como surgiu a ideia de criar o spinoff?

CRISTINA: Foi a partir da 3ª temporada, quando percebi que o personagem de Aaron Ashmore tinha ganhado vida própria, fazia coisas que não estavam no script. Uma loucura. Decidi q ele tinha potencial pra ser um herói, ganhar um papel principal. Havia história alí pra ser contada, como ele seguiria sem Raíza.

GABO: A partir de agora continuem na poltrona que uma viagem pela cidade cenográfica vai começar, mas antes confiram a sinopse da série:
 

ANTI-HERÓI é spinoff da série Raíza, contando com o melhor trio de jornalistas investigativos da capital carioca: Nilo, Lila e Roger.

A missão deles dentro da redação Carioca News é investigar a droga Desejo Proibido, popularmente conhecida como DP. Só que Nilo recebe a visita de Vince Lemos, que implora ajuda, pois sua esposa e filho foram assassinados em casa, no perigoso bairro VALQUÍRIA.

Ele acusa o chefão do tráfico, Vinnie Ludwig, conhecido por sua PUB MANDRAKE, de ter difundido a tal droga. Entretanto, Vince é flagrado atacando um laboratório, e acaba MORTO pelo herói.

Desesperado e achando ter cometido uma injustiça, Nilo tentará desvendar o que aconteceu naquela noite ao mesmo tempo em que precisa contar com a descrição de Murilo, a principal testemunha do seu crime e, que droga — é o jornalista da concorrente!

É poética. Dramática. Intensa.

CRISTINA: O Centro da Capital do Rio de Janeiro é o cenário principal, gente. Tem redação, tem PUB, tem comunidade perigosa. O charme da cidade maravilhosa contrastando com as mazelas das principais vias.

GABO: É pra lá que vamos agora?

CRISTINA: Bora! Você escolhe o primeiro cenário

GABO: Quero uma bebida e acredito que você também. Que tal irmos de PUB?

CRISTINA: Mandrake é um badalado PUB localizado em uma via estreita, cara de vila, bem no coração do centro da cidade. Bora entrando, Gabo.
 


GABO: Lugar aconchegante. Já estou com a bebida em mãos, agora sim podemos começar a falar sobre o ambiente. O que podemos esperar deste cenário?

CRISTINA: Ambiente requintado, com bebidas importadas e ótimo local para conversar e jogar poker com amigos. Vinnie Ludwig (Igor Rickly) trouxe a arquitetura russa para a Capital e batizou como Mandrake, o mágico das histórias em quadrinhos que combatia o crime com hipnose.

Vinnie Ludwig (Igor Rickly): Chefe do tráfico de armas e da mente por trás da pior droga de Valquíria. O vilão é fã da saga Nilo e o considera seu amigo mais querido. Vinnie é um tipo cavalheiro, sedutor, mas fiel aos seus parceiros, sejam eles de cama, seja de negócios, ou de amizades.

Podemos esperar encontros furtivos entre Vinnie e seu amante Rafael (Bruno Ferrari), conversas com Nilo (Aaron Ashmore), tentativas de seduzi-lo kkkkkk, investigações por parte da Carioca News e negócios escusos.

Rafael (Bruno Ferrari): Irmão de Emília e amante de Vinnie. A pessoa em quem Moreira mais confia. Rafael é prestativo, bem articulado, mas corrupto; recebe propina para avisar ao amante sobre qualquer problema que ele possa ter com a polícia, evitando ser pego de surpresa.


GABO: Além disso, o ambiente possui uma ótima trilha. Ta tocando AC/DC Back in Black, que por sinal me lembra Supernatural kkkkkk

CRISTINA: kkkkkkkk Amo demais. Ainda teremos funk na trama, mas a trilha oficial só é composta por rock. Teremos "Ô Jorginho me empresta a 12 pra "mim' fazer um barulho". Tema de outro cenário que veremos depois

GABO: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Saindo da PUB iremos para qual cenário?

CRISTINA: Valquíria. Cola na tua parça aqui que não tem perigo não.

GABO: Então vamos para Valquíria.
 


CRISTINA: Valquíria é um bairro perigoso, reduto de Moni Vasco (Yasmin Gomlevsky), uma traficante de drogas que culpa Vinnie de ter roubado uma droga hipnótica,
disseminado no bairro e faturado alto. Ela comanda a facção Vermelho 27 ao lado de Butuca (Jonathan Azevedo) e Branco (Ricardo Vianna).

Moni Vasco (Yasmin Gomlevsky): A maior traficante de drogas da região. Sádica, cruel, do tipo que mata rindo, ela também almeja tomar o comando de armas que, no momento, pertence a Vinnie.


 

Butuca (Jonathan Azevedo): Comparsa de Moni, líder do seu grupo que aterroriza o fictício bairro Valquíria, ateando fogo, saqueando comércio e destruindo o patrimônio público.

Branco (Ricardo Vianna): Comparsa de Moni, amigo de Butuca. Um alienado, vive chapado e cercado de mulheres.

O bairro é barra pesada, comércio quase sempre comandado por bandidos; venda de drogas pelos becos. O morro esconde a cruel Moni, sapeca, mas capaz de matar rindo.

CRISTINA: Também temos o misterioso Russo, chefe mor da facção, mas que não aparece. Quem seria ele? Misterioso né?

GABO: O cenário envolvendo o bairro Valquíria promete grandes adrenalinas na série. A esposa e o filho de Vince são assassinados no bairro.

CRISTINA: Sim, e o Vince pedirá ajuda a Nilo para colocar Vinnie na cadeia, por achar que ele é o responsável pelo crime. Ele acha que Nilo entenderá, pois também perdeu esposa e filho, mas as coisas saem do controle. Vince parece não ser pacífico... Quer obrigar Nilo. Triste a história dele. Vivendo em um bairro perigoso, sendo líder comunitário, obrigado a lembrar do assassinato e não ter uma lila empenhada em solucionar o caso, como fez no passado com Nilo.

CRISTINA: Se quiser, podemos comer uma coxinha alí no BAR 94, o bar da Moni, enquanto ouvimos MC Carol soltar um "Jorginho me empresta a 12, eu vou matar esse maconheiro".

GABO: Convite feito, convite aceito. Vamos para o Bar 94. Quero comer uma coxinha.
 


 

CRISTINA: Sem o luxo da PUB Mandrake, mas tem lá seu charme. Aqui a Moni Vasco comanda os garotos, traça planos e até encomenda mortes. Há uma sinuca por alí, mas tá muito cheio. Melhor não chegar perto hoje.

GABO: A Moni Vasco (Yasmin Gomlevsky) é a maior traficante de drogas da região. Sádica, cruel, do tipo que mata rindo, ela também almeja tomar o comando de armas que, no momento, pertence a Vinnie. Qual é a inspiração para escrever esse ambiente?

CRISTINA: "O Corvo". Não só o bar, mas o bairro foi inspirado no cenário gótico do filme. Claro que não deu pra colocar tudo, como barman rockeiro, por exemplo. Estamos na Capital do Rio, em plena comunidade, certo? Não posso fugir muito disso, mesmo tratando-se de uma ficção. Então teremos funk, um pagode esperto na laje, mas a trilha oficial é só rock.

GABO: Então teremos na ficção a tradição do ambiente, incrementado com o rock. Você teve dificuldade na execução da trilha sonora? Como foi o processo?

CRISTINA: Zero dificuldade. Como a trama é inspirada no game Max Payne, a trilha precisava conter gêneros rock, grunge, hard rock, indie rock, tudo rock. Não combinava meter uma Ariana Grande alí ou Taylor Swift.

GABO: Concordo kkkkkkk Da trilha sonora selecionada, qual é a sua música favorita?

CRISTINA: Hero - Skillet kkkkkkkkkkk Amo. Amor à primeira vista. Tudo a ver com o protagonista. Consegui essa proeza igual em Gato Preto. Um luxo. Ouço várias vezes.

GABO: Antes de começar a gravação eu estava ouvindo a música. Realmente ela é foda.

CRISTINA: ♫ É apenas mais uma guerra
Apenas outra família destruída
(Caindo da minha fé hoje)
Apenas a um passo do precipício
Apenas outro dia no mundo em que vivemos

Preciso de um herói para me salvar agora ♫

GABO: A coxinha estava boa, agora vamos para um ambiente que é familiar da autora. A redação Carioca News.
 


 

CRISTINA: Aqui trabalham Nilo, Lila e Roger desde os tempos de Raíza. Redação de renome, pautada na responsabilidade e bom jornalismo.

GABO: Fale um pouco sobre esse trio os principais da série.

CRISTINA: Os três são os melhores jornalistas investigativos da área, mas é claro, não podem espalhar o que andam investigando no momento.

Lila é mais concentrada, astuta, saca tudo que acontece. Ela coordena as investigações, mas quase sempre quem sai às ruas são Nilo e Roger. Roger é atrapalhado, mas tem boa visão e ouvido aguçado. Melhor amigo, do tipo que faz manha e quer ser o primeiro a saber de tudo.

Já Nilo é impulsivo. As porradas que levou da vida fizeram o nosso herói não ter muita paciência com gente arrogante e ignorante. Sabe ser cauteloso, mas sempre acaba metendo o dedo na cara. Talvez seja hora de reaprender a lidar com as personas non gratas.

Nilo Rodrigues (Aaron Ashmore): - Jornalista da Carioca News, destemido e ousado, ele odeia o rótulo de herói conquistado no passado. Seu nome passa a figurar nos jornais sensacionalistas como suspeito de dois crimes, um deles é o de Vince Lemos, irmão do traficante Vinnie Ludwig.

Lila Machado (Ildi Silva): - Jornalista e romancista da Carioca News, ela namora o nosso herói há algum tempo. Sempre foi meio sem escrúpulos, mas tornou a conturbada história de Nilo em sucesso nacional.

Roger Ribeiro (Felipe Abib): - O cômico e atrapalhado companheiro de Lila e Nilo. Meio psicótico, mas grande amigo, fará grandes descobertas ao lado de seus amigos. Terá uma paixão avassaladora por Moni Vasco.

GABO: Com qual dos três personagens principais você se identifica?

CRISTINA: Pergunta difícil kkkkkkkkk. Acredito que com os três. Por incrível que pareça (ainda que meu signo negue), sou decidida como a Lila; brincalhona como o Roger; justa como o Nilo.

Mas tenho muito do Nilo mesmo. Acho até que é algo comum de muita gente: pessoa justa, que se vê num dilema entre contar a verdade e ser rechaçado (sabendo que a sua história e todos os bandidos que atravessaram a sua vida serão apagados como se você não tivesse sofrido o suficiente) ou esconder e viver angustiado, com aquela puta sensação de que você tá preservando a sua reputação, quando não é bem isso.

GABO: E qual é a sua escolha em um momento decisivo que pode provocar grandes mudanças: contar a verdade ou esconder e viver angustiada? Encarnando a Zih agora kkkkk

CRISTINA: Como sou meio Nilo, melhor acompanhar a trajetória dele, a partir de sexta, dia 20 e saber qual a decisão ele vai tomar kkkkkkkkkkk

GABO: Pergunta tensa kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

CRISTINA: kkkkkkkkkk

GABO: Zih, daqui a pouco falaremos novamente sobre o Nilo, mas agora vamos lá na redação Novo Dia.

CRISTINA: A redação Novo Dia é sensacionalista, deturpa as coisas para causar e não descansam enquanto não derrubarem a concorrente, no caso, a Carioca News. Lá trabalham Thales (Thiago Fragoso), Murilo (Sérgio Menezes) e Paulinha (Chandelly Braz).

Além disso, tem a dona da poha toda, Amora Molinos (Larissa Bracher), ávida para ver Nilo e sua turma tombarem.

Thales Araújo (Thiago Fragoso): Principal jornalista da Novo Dia, um jornal tendencioso, conhecido por sua falta de ética. Muito arrogante e petulante, vive implicando com Nilo, a quem chama de falso herói.

Murilo Guedes (Sérgio Menezes): Colega de trabalho de Paulinha. Prestativo, amigo e adora uma confusão. Principal testemunha do crime de Nilo, ele vai se tornar amigo do herói e até se meter em encrenca pra ajudá-lo.

Paulinha Avellar (Chandelly Braz): Jornalista da NOVO DIA, sempre bate de frente com Thales. É amiga de Murilo.

Amora Molinos (Larissa Bracher): Chefe da redação Novo Dia, autoritária e sem escrúpulos algum. Capaz de investigar algum pequeno podre (ou até induzir ao erro) de alguém ético apenas para manchar sua reputação e lucrar com isso.

GABO: De um lado a Carioca News, do outro a redação Novo Dia. Esse núcleo promete agitar os fornos da série.

CRISTINA: Principalmente quando a Novo Dia insinuar que Nilo matou um personagem. Isso vai subir o sangue do herói, mas não terá muito tempo pra bater boca com o Murilo, porque...Bem, dia 20 todos saberão kkkkkkkkkkk

GABO: O blog da Zih serviu como pesquisa de campo para implementação das redações jornalísticas? kkkkk

CRISTINA: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Digamos que o BDZ é metade Carioca News e metade Novo Dia. Mas a Novo Dia, apesar do sensacionalismo, sempre fala a verdade, só usa meios para polemizar kkkkkkkk

GABO: kkkkkkk Voltando a falar do Nilo, personagem principal, vamos para o apê dele e Lila.
 


CRISTINA: Não é um apê de luxo, mas é bem ajeitadinho kkkkkkkk. É nesse apê que veremos cenas quentes entre o casal Nilo e Lila, além de pesadelos do herói, mensagens telefônicas ameaçadoras e otras cositas.

GABO: O que podemos aguardar do casal Nilo e Lila?

CRISTINA: Posso garantir que a relação de cumplicidade entre eles não vai durar muito não. O casal está junto há anos, se dão super bem, mas o que mantém a relação é a confiança entre os dois, que vai além da química, sacas? Sem confiança, não posso garantir que haverá Nilo e Lila sempre...

GABO: Qual personagem você considera o mais intenso?

CRISTINA: Difícil pergunta pra uma série toda intensa kkkkkkk. Mas vamos lá. Quem dá um toque intenso em tudo é Vinnie Ludwig. Sem ele, nada disso seria possível. Quando pensei no spinoff, pensei primeiro no vilão, no obstáculo maior para Nilo.

Claro, destaco o Thales também, pois tudo que ele faz é com máxima intensidade, como odiar e perseguir o herói kkkkkkkkkkkkk

GABO: Colocando o Vinnie contra o Nilo, dois personagens fortes que movimentam a série. O que você ode adiantar sobre eles?

CRISTINA: Vinnie é apaixonado pelo Nilo. Veio para o Brasil, não só porque descobriu que poderia lucrar com a droga DP (Desejo Proibido), mas também para ficar perto do herói. Inclusive, o braço direito dele, William (Blota Filho) apareceu no final da última temporada de Raíza.

Já Nilo, por sua vez, não se considera amigo de Vinnie, mas é difícil você desprezar a gentileza do vilão. É algo como Lex Luthor e Clark Kent só que Nilo vai perceber logo que Vinnie bom sujeito não é.

GABO: Zih, a série Anti-Herói terá alguma referência?

CRISTINA: Sim. Além do game Max Payne, Anti-Herói fará referências a tramas e emissoras do MV. Vai ter novela passando na TV, gente citando série, e tudo somente do MV, nada de rede Globo ou Record. No máximo posso enfiar um filme da Netflix.

GABO: Olha só, mundo virtual sendo citado em série virtual. Proposta sensacional. A galera ficou curiosa e eu também. Adianta alguma coisa, vai? kkkkk

CRISTINA: Inimigo Íntimo será exibida na TV, durante uma chacina; Roger vai comparar Urban Legend com...(acompanhe e verás kkkkk), além de outros personagens alegando terem perdido o capítulo de Garotas do Rio, alguma obra da OnTV, e por aí vai

GABO: Esse tipo de referência já ocorreu em algumas produções virtuais e a proposta é bem receptiva kkkkkk

CRISTINA: Verdade. A Paulinha da Novo Dia será encarregada de bancar a Zih, pode? Mas a série será super tranquila, acreditem kkkkkkkkkk

GABO: kkkkkkkkkkkkkkk Vinnie lucra com a droga DP (Desejo Proibido). Qual efeito a droga causa nos personagens?

CRISTINA: A droga foi descoberta pelo misterioso Russo, mas roubada por Vinnie, que modificou e disseminou por todo o bairro Valquíria. A DP causa alucinações, mas seu principal efeito é a hipnose. Quem aplica, torna-se mentor de sua vítima, podendo induzi-la a matar ou se suicidar. Fora que a vítima ganha uma força descomunal. Não posso falar mais. Outros efeitos serão descobertos durante a leitura.

GABO: Droga polêmica e ao mesmo tempo tensa

CRISTINA: O proibidão do Rio.

GABO: Antes de finalizarmos vamos de bate-bola?

CRISTINA: Opa, bora.

BATE-BOLA:

VINNIE: Bonito, mas ordinário
RAFAEL: Cúmplice, ciumento, vai armar contra o seu "rival" Nilo
MONI: Meu eu lírico kkkkkkkkk
BUTUCA: O cara das visão, cumpadi
BRANCO: Mais chapado que pão na chapa. Gente boa. Só rouba. E mata. Mas não lembra muito bem
RUSSO: Misterioso, pode estar na trama e ninguém sacar
NILO: Homão da porra, justo, quer o bem, mas é perseguido
LILA: A diva, calibre alto, sangue quente
ROGER: Atrapalhado, apaixonado, mas é o olho que tudo vê. Às vezes
WILLIAM: Braço direito de Vinnie. Gente fina. Leva e traz do patrão
THALES: Invejoso, recalcado, odeia Nilo. Ou ama. Ninguém sabe
MURILO: Ponta firme, cara bastante insistente. Testemunha chave. Amo esse personagem
PAULINHA: Garota carioca, swingue sangue bom. Revela as notícias do MV. Conselheira
AMORA: Sem escrúpulos. Mulher ferrenha, tipo Miranda Priestly. Adooooro!
DP: Dorgas, mano, dorgas. É cada viagem que cê não tem noção
ANTI-HERÓI: Minha primeira série pesada. Orgulho da mamãe.


GABO: Zih, qual mensagem você quer deixar para o publico?

CRISTINA: O que eu posso dizer? Nunca tenham medo de opinar, de pensar diferente. O importante é ser justo, respeitar o próximo e não se deixar vencer pelos obstáculos, porque, afinal, somos ou não somos mais fortes que tudo? Acompanhem Anti-Herói, dia 20, aqui na WebTV.

GABO:
Para encerrarmos nossa visita na cidade cenográfica, aumente o som e curta o tema de abertura de Anti-Herói:

     

CONFIRA A ABERTURA DA SÉRIE ANTI-HERÓI

     
 

 

 

 

     
   

DOMINGOS SANTIAGO: IBOPE, FAKES, BARRACOS E MUITO MAIS!

     
 

GABO: Domingos Santiago é responsável pela administração do site Séries de Web. Uma missão nada fácil. Conciliar a vida pessoal com a virtual demanda tempo e dedicação. Papel que ele desenvolve muito bem.

DOMINGOS SANTIAGO: Hey pessoal! Prazer enorme falar aqui na WebTV. Ultimamente não tenho conseguido conciliar muito o tempo... Me dedicar ao MV é algo que faço com muito prazer.

GABO: Domingos, não sei se é porque estamos com a idade avançada, mas ultimamente os dias tem passado muito rápido, não é mesmo? kkkkkkkkkkkkk

DOMINGOS SANTIAGO: Kkkkkk fale por você. Idade avançada, nada kkkkk. Meu mal é ter muita coisa na mente e não conseguir fazer nas 24horinhas do dia hehe

GABO: Olha que tu tá chegando lá também kkkkkkkkkkkkkkk Falta muito não kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk E só o fato de concordar que 24 horas por dia é pouco só comprova o que eu falei kkkkkkkkkkkkkkkk

DOMINGOS SANTIAGO: Kkkkk Me refutou. É fala de gente velha mesmo

GABO: Fique tranquilo a Zih é a idosa do grupo kkkkkk

DOMINGOS SANTIAGO: Kkkkk quero saber o que ela vai achar disso.

GABO: kkkkkkkkkkk na hora que o programa vai ao ar ela geralmente ta dopada com o loucazihpan, então ta tudo tranquilo kkkkkk. Domingos, qual foi a sensação que você teve quando lançou o Séries de Web? Ficou com algum receio?

DOMINGOS SANTIAGO: O Séries de Web é um projeto de muitos anos. Muitos anos mesmo. Iniciei a estruturação em 2009 e só consegui lançar mesmo em 2011 com as primeiras histórias. Os receios eram muitos porque estava começando do nada e não imaginava que alguém poderia encontrar o site e querer publicar algo ali já que havia tantos outros blogs e sites consolidados.

GABO: Quando o site ficou conhecido? Qual meio você utilizou para fazer a divulgação do Séries de Web?

DOMINGOS SANTIAGO: Do final de 2012 para início de 2013 tivemos a primeira história concluída. E uma lista de espera de histórias. Usamos muito o Twitter na época para atrair leitores e autores, estratégia que deu muito certo e no ano já acumulamos audiência positiva. Nos anos seguintes, continuamos usando as redes sociais, mas o diferencial está na forma como conduzimos o site e um autor indicava o outro formando uma imensa rede com fiéis leitores e autores.

GABO: É aquela velha historia: a propaganda boca boca é valiosa. Por isso o cliente precisa ser bem tratado, assim ele recomenda e a publicidade nesse segmento vai expandindo kkkk

DOMINGOS SANTIAGO: Isso aí.

GABO: Hoje o site é conhecido, sendo referência no MV. Qual a sensação?

DOMINGOS SANTIAGO: Sinto arrepios kkkk Chegar a este status depois de muito trabalho. Fico honrado e agradecido a todos que ajudaram o SW chegar a este ponto

GABO: Agora nossa conversa toma outro rumo. Chegou a hora do Curte ou Deleta. Podemos seguir o jogo?

DOMINGOS SANTIAGO: Claro. Manda ver.

GABO: Kkkkkkkkkkk Vamos lá então. Seguindo o quadro. O mv já exibiu diversos textos literários. O roteiro, por se aproximar da pegada televisiva entrou em um embate com o literário que em algumas ocasiões sofreu com a crítica. Qual a sua opinião sobre o literário no MV? E a pergunta que não quer calar, você curte ou deleta?

FORMATO LITERÁRIO

DOMINGOS SANTIAGO: Curto demais o estilo literário. Ambos os estilos tem particularidades e acredito que o autor deva escrever como se sente à vontade. Leio os dois estilos e fico impressionado com a técnica que alguns autores dominam no estilo de roteiro e em outras histórias, a narrativa complexa e encantadora em que pude deparar na leitura de alguns textos literários aqui no Mundo Virtual. Há lugar para todos!!!

GABO: No MV, assim como os participantes, muitos chegam e uma hora precisam sair de cena para se dedicar a vida pessoal, alguma emissoras saem de cena. Uma emissora que exibiu diversos projetos no ramo da dramaturgia, entretenimento e jornalismo desligou-se do MV. Domingos, você curte ou deleta o TVN?

TVN

DOMINGOS SANTIAGO: Curto. É parte da história do MV e infelizmente saiu de cena. Deve ser lembrada pelas grandes obras, autores que tiveram oportunidades lá e desenvolveram a escrita e hoje estão em outras Web emissoras.

GABO: Falou em polêmica, falou em barraco. Temido, aplaudido, vaiado. São diversas reações que ele causa. Você curte ou deleta o barraco?

BARRACOS

DOMINGOS SANTIAGO: Kkkkk sou careta, Gabo, lembra? Não curto barraco. A idade não permite amigo
Barraco pra quê? Kkkk

GABO: kkkkk a idade, né? Agora você aceitou falar sobre idade. É careta mesmo, afirmo kkkkkkkkkkkkk

DOMINGOS SANTIAGO: Kkkk Saio dos barracos à francesa

GABO: Eu fico na área prime só bebendo e comendo kkkkk

DOMINGOS SANTIAGO: Kkk Só volto pra ter certeza que ninguém morreu

GABO: É melhor, enquanto isso vou gravando o Misturama e Boletim Virtual. kkkkk Outro assunto que é polêmico e causa uma reação diferente em cada pessoa. Algumas aceitam numa boa e outras saem metralhando meio mundo. Domingos, qual a tua opinião sobre as criticas e joga na roda, tu curte ou deleta?

CRÍTICAS

DOMINGOS SANTIAGO: Não entendi o "joga na roda" kkkk

GABO: Joga na mesa, na cadeira, onde tu quiser, mas joga a resposta kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

DOMINGOS SANTIAGO: Kkkkkk Sou veaco e tô por fora dessas gírias modernas kkkk Crítica.

GABO: Joga na roda a verdade kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Estilo o verdade ou mentira que gira o frasco de bebida, joga na roda a verdade ou lança o desafio kkkk tendeu agora? kkkkk Nãooo, esqueci o nome do jogo é verdade ou desafio né? Verdade ou mentira eu confundi com o programa da Rede Informação kkkkkkkkkk é o loucazihpan que tomei antes de começar a gravação.

DOMINGOS SANTIAGO: Kkk Não entendi nada

GABO: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Tá veio.

DOMINGOS SANTIAGO: Essencial. Quem não quiser se submeter a ela, não vai poder publicar nada. Agora pode ser realizada com respeito. Vejo uns críticos aí sentando o verbo por um erro ou outro do autor e até buscando humilhar em certas situações. E autores "ultra sensíveis" e avessos a críticas. Os dois não sabem o que estão fazendo.

GABO: Depois do barraco e crítica, vamos falar sobre os fakes. Alguns causam confusão, outros são recatados e do lar, outros a identidade é revelada e outros somem não deixando a identidade revelada. Domingos, você curte ou deleta os fakes?

FAKES

DOMINGOS SANTIAGO: Não curto fake. Algumas pessoas o fazem para separar da vida fora do MV e até compreendo isso. Já alguns fakes são fabricados para provocar polêmicas, provocar discórdias.

GABO: Você acredita no ibope virtual? Acha que ele é importante? E para encerrar sobre o assunto, você curte ou deleta o ibope no mv?

IBOPE

DOMINGOS SANTIAGO: Curto parcialmente. Meia curtida. Algumas pessoas pensam que o "Ibope" se resume a barracos, falatório. Cada Web emissora apura sua audiência de maneira diferente, mas se esforçam para divulgar o conteúdo das suas obras. Falta uma maneira consolidada de dizer que uma Web fez sucesso ou não, por enquanto, as coisas estão mais relacionadas à expectativa do autor: quantas pessoas estão comentando, a quantidade de compartilhamentos

GABO: A curtida precisa ser completa, caso contrário ela é deletada kkkkk E ai, qual é a escolha? Mantém ou deleta o ibope? kkkkkk

DOMINGOS SANTIAGO: Mantenho Kkkkk Meia curtida não custa nada. Mantenho pensando no quanto é importante para o autor saber a repercussão da sua história.

GABO: Outro polêmico assunto é o cancelamento. Às vezes movido pela crítica, autores que perderem o interesse pela história, em outros casos é preguiça mesmo, e por último a falta de tempo por causa da vida pessoal. Domingos, qual a sua opinião sobre o assunto? E a palavra final, curte ou deleta?

CANCELAMENTOS

DOMINGOS SANTIAGO: Não curto cancelamentos, mas compreendo. Precisei fazer isso em alguns momentos e não foi algo que me impediu de preparar algo melhor, rever a estratégia. Independentemente do motivo, é legal quando um cancelamento serve para amadurecimento de ideias e até de propósitos mesmo

GABO: Você é formado em jornalismo. A experiência vivida na fase da faculdade fez com que a sua visão seja ampla. Você curte ou deleta o jornalismo no mv?

JORNALISMO VIRTUAL

DOMINGOS SANTIAGO: Curto. O Boletim Virtual é um exemplo bem sucedido. O Blog da Zih tirando a parte do sensacionalismo com que algumas situações são tratadas. Outras tentativas são o Dramaturgia Web do Wellington Viana e o Marca Virtual do Everton Brito.

GABO:
Um autor que já está no ramo da dramaturgia virtual é o Wesley Alcântara. Diversos trabalhos compartilhados no ramo das novelas e minisséries. Você curte ou deleta o Wesley Alcântara?

WESLEY ALCÂNTARA

DOMINGOS SANTIAGO: Wesley Alcântara. Curto. Há um tempo atrás deletaria devido a uma situação específica que ele foi até injusto e recorreu ao Blog da Zih para falar do que aconteceu no Séries de Web. Enfim tudo se resolveu e ele voltou a colaborar com o site e foi muito parceiro num projeto recente.

GABO: Ela é blogueira, compartilha informação, é autora, apresentadora, atriz no sitcom Família Virtual. Você curte ou deleta a Cristina Ravela?

CRISTINA RAVELA

DOMINGOS SANTIAGO: Cristina merece muitas curtidas. Bixo, ela é referência aqui no mundo virtual. Já errou algumas vezes, deixando-se levar pela vontade de fazer manchetes, mas são tantos acertos. Não somente curtidas, mas beijos na testa kkkkk

GABO: Chegamos ao fim. Domingos quero agradecer sua participação aqui no Curte ou Deleta. Obrigado e sucesso no Séries de Webs.

DOMINGOS SANTIAGO: Imagina. Prazer participar. Sucesso pra você também na Web TV.

 
     

 

     
 

GABO: O programa de hoje fica por aqui. Obrigado pela companhia. Até a próxima edição.  Boa noite.

 
     
     

apresentação
Gabo

convidados
Cristina Ravela
Domingos Santiago

entretenimento
contatoredewtv@gmail.com


REALIZAÇÃO


Copyright
© 2017 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução
.aaa.
.aaa.

Compartilhar:

 
Copyright © WebTV | Design by OddThemes