NEW STAGES - 2x01



2x01
 
 
 

VOZ DE JOSH – Na temporada anterior de New Stages...

JOSH – Nosso futuro está só começando, Ryan...

RYAN – (se aproxima de Josh e entrelaça os braços em suas costas) E eu vou ser um garoto muito feliz se estiver fazendo parte do seu.

JOSH – (sorri) É claro que você vai fazer parte do meu futuro. Sabe por quê? Porque você é o meu presente, Ryan...

--------

MARTA – ...O ponto aonde eu quero chegar é que eu ainda te amo, Alex. E aposto que o Josh não vai se importar se nos machucarmos novamente. Pode ser que a nossa reconciliação seja um erro. Mas também pode ser um grande acerto. E nos machucaremos de verdade se pelo menos não tentarmos.

ALEX – (fala rapidamente) Marta, eu estou comprometido...

...

MARTA – (sorri) Qual é o nome da sortuda?

ALEX – Meghan.

...

MARTA – Não, Alex! Eu não quero que você deixe a Meghan só porque eu te pedi uma nova chance...

ALEX – E eu não quero continuar com a Meghan sabendo que a mulher da minha vida está sozinha e disposta a voltar comigo aqui em San Francisco, Marta...

--------

JOSH – Fico feliz que em tão pouco tempo eu tenha me tornado especial pra você...

AUSTIN – Você se tornou, Josh. (sorri) Mas eu não vim aqui só por essa razão...

JOSH – Tem mais alguma?

AUSTIN – (aproxima-se de Josh) Tem. (pausa) Desculpa, Josh, eu não sei como anda o seu relacionamento com o Ryan, mas eu sinceramente não posso voltar para Nova York sem antes fazer isso...

E, sem pensar duas vezes, Austin tasca um beijo apaixonado em Josh.

--------

JOSH – Ryan, eu não posso esperar que as férias acabem pra voltar a conversar com você...

RYAN – Talvez a gente não precise conversar nunca mais, Josh...

--------

CENA 01. RESTAURANTE BENTON’S. RECEPÇÃO. INT. NOITE.

A imagem abre em Marta, apoiada no caixa do restaurante, terminando de assinar alguns papéis. Um dos cozinheiros segue em direção a ela.

COZINHEIRO – Dona Marta, a equipe da cozinha já concluiu o cardápio para esta noite. A senhora quer ir dar uma olhada?

MARTA – (olha feio para o cozinheiro) Que história é essa de me chamar de senhora? (ri) Até parece que você é novo por aqui, querido...

COZINHEIRO – Desculpa, do... (repara que ia tratá-la formalmente e logo corrige) Marta.

MARTA – Melhor assim. Diga para os outros cozinheiros que eles já podem começar a adiantar o trabalho. A noite hoje vai ser agitada. Eu estarei indo para a cozinha daqui a pouco e me certifico de que está tudo certo com o cardápio.

COZINHEIRO – Certo. (ameaça sair)

MARTA – E peça para que a Rosario fique mais atenta ao fogão. Não quero ouvir novamente reclamações dos clientes em relação às comidas que passaram do ponto. (sorri)

O cozinheiro sai e Marta volta ao que estava fazendo. Close na porta do restaurante: Josh entra com uma mala nas mãos. O garoto sorri ao ver a mãe. Atenção: o local ainda não tem clientes, pois o expediente está começando. Josh se aproxima de Marta.

JOSH – E não é que minha mãe passou as férias de verão inteiras trabalhando?

MARTA – (reconhece a voz do filho, olha para ele) Josh! Não era pra você estar em Nova York?

JOSH – Droga, eu jurava que tinha lido a placa certa. (brinca) Será que você pode me dizer onde fica San Francisco?

MARTA – (ri) Bobo! Eu só estou surpresa porque achei que você chegaria amanhã.

JOSH – É, eu consegui uma passagem para hoje.

MARTA – Você deveria ter me ligado, garoto. Se eu soubesse que chegaria hoje, eu tinha ido até a rodoviária te buscar.

JOSH – Fica tranquila, mãe. Eu não queria atrapalhar a agenda de uma renomada dona de restaurante. Aliás, eu senti muita falta da sua comida...

MARTA – Não adianta. Seu pai pode até te conquistar com o brilho de Nova York, mas nunca vai conseguir te segurar lá sem uma comida igual a minha. (sorri) Seja bem-vindo de volta a San Francisco, meu filho.

JOSH – E pode ir me servindo algo pra comer. Tô morrendo de fome.

MARTA – Vou fazer o seu pedido. Agora me conta... Como andam seu pai e a noiva?

JOSH – Eles estão bem. Não sabia que você já estava por dentro do casamento.

MARTA – É, ele me ligou para avisar... Então o pedido de casamento foi realmente oficializado?

JOSH – Sim, pelo o que parece, eles vão mesmo trocar as alianças.

MARTA – Que bom.

JOSH – Você não se importa com isso?

MARTA – Claro que não, meu filho. Estamos falando do seu pai. Quer dizer... Nós tivemos um casamento no passado, mas acabou. Eu sigo a minha vida e ele segue a dele. (sorri) Acredite, ele parece estar fazendo isso muito bem. Vou buscar algo pra você comer.

Marta sai. Close em Josh, que abre um sorriso por estar de volta a San Francisco. Corta rapidamente para:

[INÍCIO DE EFEITO FLASHBACK]

CENA 02. EFEITO FLASHBACK. NOVA YORK. LOJA DE VESTIDOS DE NOIVA. INT. DIA.

A imagem abre em uma elegante loja de vestidos de noiva. A câmera explora o local até chegar em uma bonita mulher que está provando um vestido. Uma senhora com um celular em mãos a acompanha. Surge a seguinte legenda:

http://serieswebtv2.webs.com/newstages/episodios/2x01%20-%20Dois%20Meses%20Atras.png

A mulher em questão trata-se de Meghan, namorada de Alex, pai de Josh. Ela aparenta estar um pouco desesperada.

MEGHAN – (olhando para o espelho que está em sua frente) Não! Não! Não! Esse vestido aperta os meus seios. Eu não quero parecer uma tábua de passar roupa justo no dia do meu casamento.

RACHEL – (tentando acalmá-la) Minha filha, nós estamos em uma loja de vestidos de noiva. Têm muitos outros para você provar. Sem falar que o Alex ainda nem fez o pedido. Isso é se ele fizer...

MEGHAN – (mostra o dedo com a aliança) Mamãe, eu encontrei essa aliança na gaveta do guarda-roupa dele. Se estava lá é porque a intenção dele era me propor. E quando esse momento acontecer, eu quero estar fisicamente preparada. Ou seja, já quero ter o meu vestido comprado e de acordo com as minhas medidas.

RACHEL – Ótimo. Então, por favor, querida (refere-se à atendente), encontre outro vestido para a minha filha.

MEGHAN – Eu quero um vestido com muitas pérolas. (realça) Muitas pérolas.

RACHEL – Querida, eu sempre esperei pelo dia que veria a minha filha se casar, mas isso não quer dizer que você vai gastar toda a fortuna que me resta em um vestido de noiva.

MEGHAN – Mamãe, é uma ocasião especial para mim. Não queira poupar o seu dinheiro quando a circunstância é a felicidade da sua filha.

ATENDENTE – Eu vou estar vendo o vestido para você.

MEGHAN – Lembre-se! Muitas pérolas. Quero que meu vestido tenha tantas pérolas que elas sejam capazes de iluminar a igreja inteira. (sorri)

O celular que está nas mãos de Rachel começa a tocar.

MEGHAN – Me passe o meu celular. Deve ser o Alex. Ele está em San Francisco para a formatura do filho.

A mãe de Meghan entrega o celular para ela.

MEGHAN – (atendendo o telefonema) Meu amor?

A tela se divide em duas partes. Em uma fica Meghan, sorridente. E em outra, Alex, que anda sozinho por um campo verdejante da San Francisco High School. Sua gravata está um pouco desamarrada e ele não veste mais o paletó.

ALEX – Oi Meghan. Sou eu, o Alex.

MEGHAN – Claro que sim, meu amor. Mal chegou em San Francisco e está sentindo a minha falta? Como foi a formatura do Josh? Eu estou muito feliz pelo meu enteado.

ALEX – A formatura foi ótima. Eu fiquei realmente orgulhoso do garoto. Mas, eu estou te ligando porque preciso muito conversar com você...

MEGHAN – Ok, mas antes... (olha ao seu redor) Adivinha onde eu estou!

ALEX – Sem essa, Meghan. Você sabe que eu detesto esses testes de adivinhação.

MEGHAN – Olha, para um homem que está prestes a se casar, você tem se mostrado um noivo muito rabugento. (sorri) Eu estou numa loja de vestidos de noiva, comprando o meu vestido!

ALEX – (surpreso) O quê?

MEGHAN – Eu sei que deveria manter a surpresa e esperar que você me fizesse o pedido... Mas eu não aguentei, Alex, eu encontrei a aliança no seu armário e fiquei louca de ansiedade.

ALEX – Por que você mexeu nas minhas coisas, Meghan? E por que você está comprando um vestido se eu ainda nem pensei direito a respeito do nosso casamento?

MEGHAN – Mas se comprou uma aliança é porque já tinha intenções de me levar pro altar. (sorri) Relaxa, meu amor. Mas, me diga, o que você queria falar comigo?

ALEX – Nada. Pensando bem, não é assunto pra telefone. Escuta bem, Meghan, assim que eu chegar a Nova York, a gente vai conversar sobre isso.

MEGHAN – Claro que sim, temos muito que conversar. A gente ainda tem que marcar a data, contratar um bufê, nos certificar de que a igreja está livre para o mês em que o Josh esteja de folga na faculdade, além de outros detalhes. Nossa, a gente ainda nem oficializou o pedido e os preparativos estão me deixando louca.

ALEX – Ok, Meghan, depois conversamos.

Alex desliga o celular, irritado. Meghan ganha tela. A atendente entra no local com um vestido de noiva em mãos.

MEGHAN – (olha para o vestido) Mas o que é isso? Tem certeza de que isso são pérolas? Porque estão parecendo mais lantejoulas...

A imagem se afasta, enquanto Meghan discute com a atendente a respeito do vestido.

 
 
     
 

2x01 - DESVIOS
 
     

CENA 03. EFEITO FLASHBACK. NOVA YORK. CASA DE ALEX. SALA. INT. DIA. 

Alex entra na sala. Atrás dele, vem Josh, com uma mala nas mãos.

ALEX – Bom, você esteve aqui outras vezes, então não preciso te apresentar o lugar onde moro...

JOSH – Relaxa, pai. Eu já sou de casa.

ALEX – Eu fico muito contente pelo meu filho recém-formado na San Francisco High School estar passando as férias de verão comigo, Josh.

JOSH – (brinca) Ele parece ser um cara legal.

ALEX – Escuta, vá pro seu quarto e coloque suas coisas lá. Eu já mandei a empregada organizar o lugar e está tudo pronto para receber você. (sorri) Eu espero que a gente se divirta neste verão.

JOSH – Com certeza, pai, eu sinto falta de passar um tempo maior com você.

ALEX – Vamos recompensar o ano inteiro que você ficou em San Franciscoe te deixar bem descansado para o seu primeiro dia na Universidade da Califórnia.

JOSH – Nem queira me lembrar disso.

ALEX – Estamos falando do seu futuro, meu filho... A Universidade da Califórnia já deve estar ansiosa para receber um aluno tão dedicado e que ganhou o certificado de honra da escola onde estudava...

Josh sai em direção ao seu quarto, rindo. Alex, involuntariamente, olha para a mesinha central da sala e nota que um bilhete está sobre ela. A câmera se aproxima do pedaço de papel e lemos os seguintes dizeres: 

“A aliança é maravilhosa, meu amor.

Minha mão nunca esteve tão pesada.

Estou indo mostrá-la para as minhas amigas.

Meu Deus, estamos nos casando. Consegue imaginar?

 

Meghan”

Alex pega o bilhete em mãos e o amassa, aparentemente irritado.

ALEX – Justo agora que estava dando tudo certo entre eu e a Marta...

CENA 04. EFEITO FLASHBACK. SAN FRANCISCO. CASA DE JOSH. SALA DE ESTAR. INT. DIA.

Marta está assistindo a um filme que ainda não sabemos qual é. O telefone toca. A mulher pausa o filme e a câmera revela o rosto de Julia Roberts. Conclui-se, portanto, que ela está vendo Um Lugar Chamado Nothing Hill.

MARTA – (atendendo ao telefone) Quem ousa atrapalhar o meu momento de mulher para mulher com Julia Roberts?

A tela se divide em duas partes. Em uma fica Marta e em outra, Alex, rindo.

ALEX – Eu não acredito que você está vendo Nothing Hill... (pausa) Deixa eu contar... (diz) Pela enésima vez.

MARTA – Você sabe que eu nunca vou me enjoar das comédias românticas que ela protagonizou.

ALEX – Mais uma curiosidade que vai para a minha lista “Tudo o que sei sobre Marta Benton”.

MARTA – Posso saber o motivo da ligação? Não vá me dizer que o Josh mal chegou em Nova York e você já colocou o garoto em confusão.

ALEX – Não se preocupe com o Josh. Essa cidade faz muito bem pra ele.

MARTA – Mas que fique claro que você não vai conseguir roubá-lo de mim. Nova York é temporária. San Francisco é a casa fixa dele.

ALEX – Eu não seria capaz de tirá-lo de você. (tira o sorriso do rosto) Eu estou te ligando porque não tenho boas notícias pra te dar...

MARTA – Sério, não tem notícia mais triste do que a morte do Mufasa em O Rei Leão. (levanta a capinha do DVD) É o próximo filme que vou ver.

ALEX – A Meghan descobriu a aliança que eu ia usar para propô-la em casamento. Claro, eu tinha essa intenção antes de ir para San Francisco e descobrir que ainda amo você.

MARTA – (tira o sorriso do rosto) Sabe, Alex, talvez seja melhor você levar essa ideia de casamento em frente...

ALEX – O que? Mas nós conversamos sobre isso. Eu chegaria em San Francisco e romperia o meu relacionamento com a Meghan. Depois, eu ia direto para a sua casa e ia assistir qualquer comédia romântica ao seu lado. (pausa) Acredite, era pra eu estar vendo Nothing Hill agora.

MARTA – Tá, esse era o plano que a gente tinha feito. Mas lembre-se que a sua namorada descobriu uma aliança e jura que você vai pedi-la em casamento. Acho melhor você não desapontar a mulher que te ama...

ALEX – E você quer que eu jogue a minha felicidade no lixo em prol da Meghan? Eu não seria feliz, de agora em diante, se me casasse com essa mulher.

MARTA – Mas você gosta dela, não gosta? E, pelo o que você me contou, ela também gosta muito de você. Dê uma chance para ela. Quem sabe você esquece os seus sentimentos por mim e consegue ser feliz ao lado de outra pessoa.

ALEX – Por favor, Marta, não me peça pra desistir de você... Eu juro que abro mão de tudo para ficar ao seu lado novamente. Mas se eu pedir a mão da Meghan, talvez essa oportunidade nunca mais volte a aparecer em nossas vidas.

MARTA – Se não aparecer, é porque você estará sendo feliz com a Meghan. E a sua felicidade é o que eu mais desejo nessa vida. (sorri) Depois da felicidade do meu filho, claro. Alex, fica com a Meghan. Nós dois continuamos amigos e seremos felizes assim. Uma duradoura amizade pode ser, muitas vezes, melhor do que desenterrar sentimentos que ficaram no passado.

ALEX – Tudo bem...

MARTA – Vai ser muito mais saudável do que a gente se entregar a uma relação e perceber que não era bem isso que a gente queria pra nós dois. Acredite no que estou dizendo.

ALEX – Eu te amo, Marta.

MARTA – Eu também te amo, futuro noivo. Cuida bem do meu garoto e não vá beber muito no dia em que for pedi-la em casamento. Não quero que você perca a aliança antes de propô-la.

ALEX – (ri) Fica tranquila.

MARTA – Lembre-se, Alex, você gosta dela e ela gosta de você. Eu tenho certeza de que vocês serão muito felizes juntos.

ALEX – Eu espero.

MARTA – Ok. Julia Roberts me espera...

ALEX – Bom filme.

Alex coloca o telefone no gancho. Marta ganha tela. Ela sorri, desliga o telefone e volta a assistir ao filme, mas se mostra um pouco distraída em seus pensamentos após a conversa que teve com o ex-marido.

[FIM DE EFEITO FLASHBACK]

CENA 05. SAN FRANCISCO. CASA DE JOSH. QUARTO DE JOSH. INT. NOITE.

(música: New York - Snow Patrol)

Josh entra em seu quarto com a mala de viagem nas mãos. Ele a coloca em algum canto e segue em direção a sua cama. O garoto se senta sobre ela e sorri ao perceber que está de volta a sua casa. Em seguida, abre a gaveta do criado-mudo e tira uma foto sua e de Ryan de dentro dela. Close na foto.

JOSH – (olhando para a fotografia) Foi estranho não ter notícias suas durante dois meses... Sessenta dias que pareceram uma eternidade sem a sua presença...

A câmera se afasta, enquanto Josh continua olhando para a foto.

[CONTINUIDADE DE EFEITO FLASHBACK]

CENA 06. EFEITO FLASHBACK. NOVA YORK. BIBLIOTECA MUNICIPAL. INT. DIA.

(A música cessa.)

Josh está caminhando pela biblioteca. Ele para em frente a algumas prateleiras que têm os títulos de livros que lhe interessa. O garoto, involuntariamente, olha para o lado e percebe alguém virado de costas para ele.

JOSH – (reconhecendo-o) Austin?

AUSTIN – (vira de costas) Josh?! O que você está fazendo aqui em Nova York, cara?

JOSH – Meu pai mora aqui na cidade. Vim passar as férias de verão com ele. (pausa) E eu é que pergunto... O que você está fazendo aqui? Numa biblioteca? Eu pensei que você odiava livros.

AUSTIN – Ué, você me disse gostar tanto deles que eu passei a me interessar por alguns. É, cara, você me levou para dentro desse mundo louco da ficção. Dá pra imaginar que tem gente que passa horas lendo todas essas coisas que os autores escrevem?

JOSH – A leitura pode ser nossa amiga em vários momentos, Austin. Eu fico feliz que você esteja se rendendo a este vício. (sorri)

AUSTIN – E eu fico feliz por você estar aqui em Nova York... Quer dizer, a última vez que nos vimos foi numa situação constrangedora... Cara, eu quero realmente me desculpar por... 

JOSH – (interrompe) Austin, esquece. Aquele beijo foi passado e eu não quero me lembrar dele. Foi enterrado assim como outras coisas também.

AUSTIN – Você e o Ryan estão bem?

JOSH – Não. Na verdade, eu não sei bem como nós estamos. Não sei se ele está dando um tempo, se é um rompimento temporário, ou se o nosso namoro terminou pra valer mesmo. Mas, quer saber, eu não vou estragar as minhas férias por causa disso.

AUSTIN – Ótimo. Aceita sair comigo hoje à noite?

JOSH – Não sei... Acho que não.

AUSTIN – Qual é, cara. Você não disse que quer aproveitar as suas férias? Então saia comigo. Nós podemos ir jogar boliche, comer alguma pizza. É a sua primeira noite em Nova York, certo? Vamos estrear em grande estilo.

JOSH – Ok, você me convenceu.

AUSTIN – Nos vemos à noite então. (sai com um livro em mãos)

JOSH – Ótima escolha, aliás...

AUSTIN – (vira-se para Josh) Sobre...?

JOSH – O livro. É uma ótima escolha.

AUSTIN – Ah sim. Achei que você estava se referindo a sair com você. É realmente uma ótima escolha.

O garoto sorri e sai. Close em Josh, confuso com o que ele acabara de dizer.

CENA 07. CLIPE MUSICAL.

(música: City of Blinding Lights - U2) 

Tomada da cidade de Nova York mostrando os principais pontos turísticos do local. Anoitece. O panorama é substituído pelas seguintes imagens:

01.  Josh e Austin conversando enquanto andam pelas ruas agitadas de Nova York. Eles se mostram muito entretidos na conversa, trocam sorrisos e algumas risadas.

02.  Ambos os garotos estão sentados à uma mesa de restaurante. Eles dividem uma pizza e continuam a conversar naturalmente.

03.  Josh e Austin jogam boliche em um shopping da cidade. Austin se prepara para a sua jogada. O seu movimento acaba não saindo da forma que ele planejava e a bola derruba metade dos pinos. O garoto lamenta a tentativa não tão bem sucedida. Josh ri do desempenho do amigo e arregaça as mangas de sua camisa. Ele pega uma bola e prepara-se para a sua jogada. Em seguida, lança a bola na pista de boliche e consegue derrubar os últimos pinos que ainda estavam de pé. O garoto sorri. Austin se aproxima dele e o parabeniza com um cumprimento.

CENA 08. NOVA YORK. RUA QUALQUER. EXT. NOITE.

Josh e Austin caminham de volta para casa. Os dois garotos conversam.

JOSH – Quando você me convidou para jogar boliche, pensei que estava lidando com um profissional da área.

AUSTIN – (ri) Eu gosto de jogar boliche, mas tenho que confessar que não sou tão bom quanto você.

JOSH – Cara, eu acho que qualquer um é melhor que você. (ri)

AUSTIN – Não precisa avacalhar comigo também. Eu ainda estou aprendendo... (ri)

JOSH – Sério, Austin... Eu tive uma noite muito divertida ao seu lado hoje.

AUSTIN – Se você quiser repeti-la.

JOSH – Claro. Vou ficar dois meses aqui em Nova York. A gente tem tempo de sobra.

AUSTIN – Escuta, Josh... Você não me deixou te pedir desculpas hoje na biblioteca, mas eu acho que tô te devendo isso. Eu agi muito mal em ir para San Francisco e te beijar a força. Eu não deveria ter estragado um dia tão especial da sua vida.

JOSH – Esquece esse episódio, Austin...

AUSTIN – Não dá pra esquecer, cara. Eu estraguei o seu namoro com o Ryan. Por mais que eu goste de você, eu nunca teria a intenção de prejudicar o seu relacionamento. Eu sei que você ama o Ryan...

JOSH – Austin, por favor...

AUSTIN – Eu também estou apaixonado por você, mas sei que aquele beijo foi um erro. Eu vou fazer o possível pra esquecer o que sinto por você e prometo que não vou mais atrapalhar a sua vida. Eu só... Eu só precisava de um beijo seu. Não sabia como agir... Eu...

E Josh, involuntariamente, se aproxima de Austin e o surpreende com um beijo na boca. O garoto retribui o gesto do amigo. Eles se beijam calorosamente, enquanto suas mãos passeiam por seus corpos. Austin interrompe o beijo e puxa Josh pelo braço.

JOSH – Onde você está me levando?

AUSTIN – Pro meu apartamento. Eu tô sozinho em casa. A gente vai ter privacidade.

Austin caminha rápido puxando Josh pelo braço. Corta rapidamente para:

CENA 09. APARTAMENTO DE AUSTIN. SALA. INT. NOITE.

Austin abre a porta do apartamento e entra na companhia de Josh. Fecha a porta e leva o garoto em direção ao sofá. Austin empurra Josh contra o sofá, deita sobre ele e continua a beijá-lo com muito calor, muita excitação.

AUSTIN – (para de beijar Josh, ofegante) Se eu estiver indo muito rápido com as coisas, pode pedir para que eu pare...

JOSH – (beijando Austin) Não, continua.

AUSTIN – Eu tô morrendo de tesão por você.

JOSH – (pensa um pouco antes de dizer) ...Eu também.

Austin para de beijar Josh e volta a puxá-lo pelo braço. Eles caminham em direção ao quarto do garoto, apressadamente.

CENA 10. APARTAMENTO DE AUSTIN. QUARTO DE AUSTIN. INT. NOITE.

(música: Lights - Ellie Goulding)

Austin e Josh entram no local. Austin empurra Josh em direção a cama e começa a tirar a sua camiseta. Em seguida, sobe em cima do garoto e volta a beijá-lo com muito fervor. Josh solta alguns gemidos ofegantes, muito excitado com os beijos do garoto. Então, empurra-o para o outro lado da cama e também tira sua camisa. Sobe em cima de Austin e leva sua boca até os mamilos do garoto. Josh começa a passar a língua ao redor deles. Austin leva suas mãos até a cabeça de Josh, pressionando a boca dele ao seu peitoral. Josh continua a passar a língua pelo corpo do amigo e, com uma das mãos, desabotoa a calça de Austin.

AUSTIN – (levanta um pouco a cabeça) Tem certeza que você quer continuar? Eu estou muito afim de transar com você, Josh, mas não quero que faça algo pelo qual vai se arrepender depois.

JOSH – Não. Eu já disse que enterrei algumas coisas do passado. Eu estou certo do que tô fazendo.

E, lentamente, Josh começa a puxar a cueca do garoto. Corta rapidamente para o rosto de Austin, que solta um gemido de puro prazer assim que Josh inicia o sexo oral. O garoto fecha os olhos, pressiona suas mãos sobre a cabeça de Josh e aprecia o momento com muita excitação.

A imagem escurece.

A imagem volta a clarear. Josh está deitado de costas na cama. Austin está sobre ele e faz o movimento de vai e vem sobre o seu corpo freneticamente. Josh fecha os olhos, muito excitado com a transa, enquanto Austin dá alguns beijos calorosos em seu pescoço. Eles soltam gemidos altos e fortes, demonstrando muito prazer e satisfação. Após mais alguns instantes, Austin começa a suar intensamente e então inicia a ejaculação, dando um grito alto de prazer. O garoto sai de cima de Josh e deita, exausto, ao seu lado. Close em Josh, que abre os olhos e encara o “nada”, mostrando certo estranhamento sobre o que acabara de acontecer. Close em Austin, que respira ofegante, olhando para o teto.

AUSTIN – (passando uma das mãos sobre o corpo de Josh) Você é uma delícia...

A imagem escurece.

[FIM DO EFEITO FLASHBACK]

CENA 11. CASA DE JOSH. COZINHA INT. DIA.

Josh entra na cozinha ainda vestindo seu pijama. Marta está colocando o café da manhã à mesa.

MARTA – E não é que o belo adormecido resolveu acordar? (ri) Acho bom você aproveitar os últimos dias de rei, porque em menos de uma semana, você estará enfrentando o seu primeiro dia em uma universidade.

JOSH – Ouvir a minha mãe falando sobre faculdade. Ótima maneira de começar o dia.

MARTA – Fica tranquilo, Josh. Aposto que você vai se dar muito bem na Universidade de Califórnia.

JOSH - Eu também. Tenho que confessar que estou muito ansioso para o meu primeiro dia. Dá pra imaginar, mãe? Outro dia, eu estava com 10 anos, vindo morar aqui em San Francisco. Daí acordo hoje e falta menos de sete dias para eu ir para a faculdade. As coisas são realmente uma loucura...

MARTA – O tempo passa depressa, meu filho.

JOSH – (sentando-se à mesa) Escuta, mãe. Eu não vi o Ryan durante as minhas férias inteiras. Você sabe se ele está bem?

MARTA – Sim, eu sempre o vejo pela manhã. Ele ficou um mês na casa do pai e, quando voltou, passou a se dedicar intensivamente ao basquete. Esse garoto gosta realmente de uma bola, hein?

JOSH – Sim, ele é talentoso. Vai ser um grande jogador de basquete.

MARTA – Mas por que está perguntando isso pra mim? Você é amigo dele. Tá esperando o que pra procurá-lo e contar sobre as suas maravilhosas férias em Nova York?

JOSH – É, vou dar um passeio por aí... Quem sabe eu acabe o encontrando.

MARTA – Não sem antes tomar o seu café. Eu já vou servi-lo.

Marta volta a preparar o café da manhã. Close em Josh, um pouco preocupado sobre o seu futuro com Ryan.

CENA 12. CASA DE RYAN. SALA DE ESTAR. INT. DIA.

Ryan desce a escada com uma bola de basquete em mãos. Suzie entra na sala ao ouvir os passos do garoto.

SUZIE – Meu filho, eu tenho uma ótima notícia para te dar...

RYAN – Diz logo, mãe. Tô indo treinar um pouco. Tenho que pegar pesado essa semana. Vou precisar dar o meu melhor nos testes para a formação de equipe de basquete da Universidade da Califórnia.

SUZIE – Eu tenho certeza que a sua vaga já está garantida. Ninguém vai querer perder o melhor jogador de basquete que já pisou na San Francisco High School.

RYAN – Eu estou indo para uma universidade de renome, mãe... Lá, as coisas são diferentes...

SUZIE – As coisas podem ser diferentes, mas o talento do meu grande garoto continua igual.

RYAN – Valeu, dona Suzie. (sorri) Mas diz, o que você tinha pra me falar?

SUZIE – Ontem eu fui até a padaria e encontrei o Josh. Ele está de volta à cidade, meu filho.

RYAN – (frio) É, as aulas começam em uma semana... Já era hora dele voltar. (saindo) Tenho que ir agora, mãe, até mais tarde.

Ryan sai da casa. Close em Suzie, surpresa com a frieza de Ryan.

CENA 13. BAIRRO DE JOSH E RYAN. EXT. DIA.

(música: Stronger (What Doesn't Kill You) - Kelly Clarkson) 

A câmera mostra Josh e Ryan saindo de suas casas ao mesmo tempo. Os garotos decidem seguir seus caminhos, mas após alguns passos, param no lugar em que estão e ficam se olhando. A narração de Josh começa a ser ouvida.

JOSH – (narração) Eu estava de volta, mas San Francisco tinha mudado muito desde a minha partida. Há um ano, eu estava conhecendo o Ryan. Agora, eu estou cada vez mais distante dele. Não sei como serão as coisas entre nós daqui pra frente. Nós ficamos muito tempo sem conversar e nada voltará a ser como antes em curto prazo de tempo. Eu só posso dizer que, depois que o conheci, eu achava que tudo de novo na minha vida aconteceria quando eu estivesse ao lado dele... Eu jurava que a minha primeira vez seria com alguém que eu amava... Eu jurava que a minha primeira vez seria com o Ryan. Os desvios existem.

Close em Josh e Ryan que continuam a se olhar. Um de cada lado da rua.

A imagem escurece.

 

AUTOR
André Esteves

ELENCO

Graham Phillips como Josh Parker
Sterling Knight como Ryan Jordan
Jean-Luc Bilodeau como Austin Davis
Rose McGowan como Marta Benton
Natasha Henstridge como Suzie Gregson

ATORES CONVIDADOS
Joshua Jackson como Alex Parker
Erika Christensen como Meghan Kimble

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL
Jodie Foster como Rachel Kimble

TRILHA SONORA
So Small - Carrie Underwood (Tema de Abertura)
New York - Snow Patrol
City of Blinding Lights - U2
Lights - Ellie Goulding
Stronger (What Doesn't Kill You) - Kelly Clarkson

PRODUÇÃO
Bruno Olsen
Diogo de Castro


Esta é uma obra de ficção virtual sem fins lucrativos. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.


REALIZAÇÃO

Copyright © 2016 - WebTV
www.redewebtv.webs.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução

.aaa.
.aaa.

Compartilhar:

 
Copyright © WebTV | Design by OddThemes