Relações Perigosas - Capítulo 03 - WebTV - Compartilhar leitura está em nosso DNA

O que Procura?

HOT 3!

Relações Perigosas - Capítulo 03

Novela de Felipe Porto
Compartilhe:
Troque a Fonte Aqui


     
     
     

VALE A PENA LER DE NOVO: RELAÇÕES PERIGOSAS
 
     
 
 
     
  NO CAPÍTULO ANTERIOR DE "RELAÇÕES PERIGOSAS":

Otávio fecha a porta do escritório, vai até a sua mesa, pega alguns papéis e entrega para Marcelo.

Marcelo — O que é isso?

Otávio — Os papéis para que eu possa cuidar do seu dinheiro, conforme a gente tinha combinado hoje pela manhã. É só assinar e você pode voltar quando quiser para a sua cidadezinha.

Otávio entrega uma caneta para Marcelo.

Otávio — (Mostra) Assina aqui.

Marcelo olha para os papéis por um tempo e logo em seguida os coloca em cima da mesa.

Otávio — (Surpreso) Algum problema?

Marcelo — Eu mudei de ideia, Otávio. Não vou mais embora. (Decidido) Eu Vou ficar no Rio e assumir tudo o que é meu.

Otávio cai sentado, surpreso com o que acaba de ouvir.

 
     
 
     
     
     

CAPÍTULO 03
 
     
 

CENA 01. ap de otávio. escritório. Interior. Noite.

Continuação da última cena do capitulo anterior.

Otávio ainda tenta assimilar o que Marcelo acaba de dizer.

Otávio — (Não crê) Como assim assumir tudo? Não pode!

Marcelo — (Não entende) Por que não? A herança é minha, então nada mais certo que eu tomar conta de tudo.

Otávio — Mas Marcelo, você não tem experiência alguma com isso, pode colocar tudo a perder.

Marcelo — Eu aprendo, você pode me ajudar.

Otávio — Claro, mas/

Marcelo — (Corta) Então tá decidido. Espero poder contar com o seu apoio.

Otávio tenta esconder a decepção.

Otávio — Pode sim, Marcelo. Você tem todo o meu apoio.

Marcelo — Obrigado. Se você não se importa, eu vou descansar. Caminhei pra caramba hoje.

Otávio — Vai lá.

Marcelo sai. Em Otávio frustrado.

CENA 02. casa de gregório. sala. Interior. Noite.

Leandro desce as escadas. Gregório, Tarsila e Karina no sofá.

Leandro — Tchau pra quem fica.

Tarsila — Não vai jantar em casa, filho?

Leandro — Não vou me encontrar com a Milena.

Tarsila — (Feliz) Ah que ótimo! Já pediu ela em casamento?

Leandro — Ainda não. Vou fazer isso hoje.

Tarsila — Então boa sorte. Sei que não é o seu forte, mas seja bem romântico. Você é a minha esperança pra dar uma erguida nessa família, porque se depender do seu pai, o seu novo velho primo vai acabar tomando conta da empresa.

Gregório — (Reage) Qual é, Tarsila? Vai ficar me tirando pra frouxo?

Tarsila — Até agora eu não vi você se mexer.

Leandro — (Saindo) Gente, to achando super produtivo esse bate boca, mas eu tenho que ir. Vocês que são brancos, que se entendam com isso. Eu vou curtir a noite com a minha gata.

Tarsila — (Completa) E futura esposa!

Leandro já saiu.

Karina — Vai demorar pra sair o jantar? To morrendo de fome?

Gregório — (Alfineta) Karina, se a comida ainda não tá pronta, é por culpa da sua mãe que deixa a rédea dos empregados muito solta.

Tarsila fuzila Gregório com o olhar.

Tarsila — (Se levanta) Pode deixar que eu vou ver se vai demorar.

Tarsila sai.

CENA 03. carro de leandro. ambiente. Interior. Noite.

Carro em movimento. Leandro fala ao celular.

Leandro — (Cel) E aí, Milena? Já ta pronta? Eu to saindo de casa agora. (Pausa/Ri) Então tá, se prepara que eu tenho uma surpresa pra você. Beijo. (Desliga).

CENA 04. ap de luísa. sala. Interior. NOITE.

Luísa senta ao lado de Clara, que está quieta.

Luísa — Passou o dia tão quieta, meu amor. Aconteceu alguma coisa?

Clara — Acho que sim. Sabe o Marcelo, filho da tia Ana?

Luísa — O que tem ele? Você levou ele pra conhecer a cidade, não é?

Clara — Sim e foi um passeio maravilhoso. Mas o melhor mesmo foi o final, quando ele me beijou.

Luísa — (Surpresa) Ele... (Não consegue completar).

Clara — (Sorri) Sim, e foi mágico, mãe. Quando ele me tocou eu senti um arrepio, uma coisa que eu nunca tinha sentido com ninguém. Pode parecer loucura porque a gente se conhece há pouco tempo, mas eu acho que eu to apaixonada por ele.

Luísa pega na mão de Clara e sorri.

Clara — A gente vai sair de novo hoje de noite.

Luísa — Mas vocês passaram o dia juntos.

Clara — Ele que insistiu. Disse que precisa falar comigo.

CENA 05. escritório de otávio. sala de otávio. Interior. Noite.

Otávio e Jardel. Conversa recém iniciada.

Jardel — Pra você me chamar no seu escritório de noite, é porque o negócio é sério.

Otávio — E é mesmo. Aquele matuto infeliz do Marcelo resolveu não ir embora.

Jardel — (Surpreso) Como assim?

Otávio — Vai ficar e assumir todo o dinheiro da Ana Carolina.

Jardel — Não creio. (Ri) E você achando que ia ser fácil aplicar um golpe nele. O rapaz tá me saindo mais esperto que a encomenda.

Otávio — Não é hora de gracinha, Jardel. É hora de pensar numa maneira de contra-atacar.

Jardel — E se a gente se unisse?

Otávio — Pra tirar o dinheiro dele?

Jardel — Exatamente. Duas cabeças sempre pensam melhor do que uma e também se você não conseguir tirar nada dele, eu também acabo no prejuízo.

Otávio — (Pensa) Até que não é má ideia. Talvez juntos a gente consiga dar a volta naquele panaca.

CENA 06. ruas das laranjeiras. ambiente. Exterior. Noite.

Marcelo e Clara passeiam pela rua.

Clara — (Curiosa) O que de tão urgente você tinha pra me falar?

Marcelo — De uma coisa que eu fiz, logo depois daquele nosso beijo. (Pausa) Eu fiquei pensando e decidi que vou ficar aqui no Rio e tomar conta do que era da minha mãe.

Clara — (Feliz) Que bom, Marcelo.

Marcelo — Mas sabe porquê?

Clara — (Ansiosa pela resposta) Por quê?

Marcelo — Por que eu to completamente apaixonado por você. Eu não sei o que tá acontecendo, mas cada vez que eu te vejo eu sinto uma coisa estranha.

Marcelo pega na mão de Clara e a põe sobre o seu peito.

Marcelo — Ta sentindo? Quando eu to perto de você ele fica mais acelerado. Por que você faz isso comigo?

Clara — (Derretida) Não sei.

Marcelo acaricia o rosto de Clara e a beija apaixonadamente.

CENA 07. casa de giancarlo. quarto de yasmin. Interior. Noite.

Yasmin atirada na cama falando com Juliana através do tablet. Conversa já iniciada.

Juliana — Vamos! Vai se lá na Ibiza Club, na Lagoa. Vai ser free pra gente até meia-noite.

Yasmin — Não tava pensando em sair hoje.

Juliana — E vai fazer o que? Fica olhando pro teto? Bora lá? Tem especial rock anos 80. Guns, Bon Jovi, Metallica, U2... Vamos!

Yasmin — Tá. Que horas a gente se encontra?

Juliana — Isso aí, meu bem. Que tal lá pelas 11? Tá bom pra ti?

Yasmin — Tá ótimo, a gente se vê. Beijos.

Yasmin desliga o tablet.

CENA 08. Restaurante na lagoa. ambiente. Exterior. Noite.

Milena e Leandro sentado na parte de fora de um elegante restaurante de frente para a Lagoa Rodrigo de Freitas.

Leandro — E aí lindinha? Tá gostando do jantar?

Milena — To amando. (Ri) Tá romântico assim por quê? (Brinca) Você fez alguma coisa, é?

Leandro — Não. Quer dizer, ainda não. Mas vou fazer agora.

Leandro tira do bolso uma caixinha de anel, abre e mostra pra Milena.

Leandro — É seu, meu amor. Mas tem uma condição: casar comigo.

Em Milena surpresa. 

CENA 09. ap de luísa. sala. Interior. Noite.

Luísa e Bernardo por ali.

Luísa — Será que as suas irmãs não vão jantar em casa?

Bernardo — Não faço a menor ideia. Quer que eu mande mensagem pra elas?

Luísa — Não precisa, eu /

Luísa corta sua fala ao ver a porta se abrindo. Clara e Marcelo entram da rua.

Clara — Oi mãe. Trouxe visita.

Luísa — (Se aproxima) Não vai me dizer que você... (Se emociona) Marcelo?

Marcelo — (Sorri) Sou eu mesmo.

Luísa — (Emocionada) Meu querido! Deixa eu te dá um abraço.

Luísa dá um forte abraço em Marcelo.

Luísa — Você não tem ideia do quanto eu to feliz por ver você de novo. Fique sabendo que a sua mãe nunca desistiu de encontrar você.

Marcelo — Eu sei disso, senhora.

Luísa — Não me chama de senhora. Eu e a sua mãe éramos muito amigas. (Tom) Veio jantar com a gente?

Marcelo — (Olha pra Clara) Não sei, vamos?

Clara — Acho que não, a gente veio aqui por dois motivos. O primeiro é apresentar o Marcelo pra vocês. (Olha em volta/Tom) Cadê a Helô?

Luísa — Sumiu, não faço ideia onde tá.

Clara — Bom. O segundo é falar pra vocês que nós estamos juntos.

Luísa — Como assim juntos?

Marcelo — Juntos. Eu sei que a gente se conheceu há muito pouco tempo, mas eu to apaixonado pela sua filha.

Bernardo — Tá podendo, hein maninha. Sorte pro casalzinho.

Luísa — Realmente você se conhece há pouco tempo, mas como diria alguém que eu não faço ideia quem era: quem pode explicar os caminhos do coração?

Clara — (Ri) Ninguém mãe.

CENA 10. restaurante na lagoa. ambiente. Exterior. Noite.

Milena olha para o anel que Leandro segura.

Milena — (Sorri) Sério, amor?

Leandro — Você acha que eu ia fazer piada com isso? Quero eu e você: juntinhos pra sempre. É só você dizer que sim.

Milena — É claro que eu digo sim!

Leandro se levanta, Milena também.

Leandro — Eu não vou ajoelhar porque eu acho muito brega.

Milena — (Ri) Não precisa.

Leandro coloca o anel no dedo de Milena.

Leandro — Eu vou te fazer a mulher mais feliz do mundo.

Milena — Você já faz.

E os dois dão um longo beijo.

CENA 11. casa de gregório. sala. Interior. Noite.

Karina com um incenso na mão, esfumaçando o ambiente.

Karina — Om mani padme hum, om mani padme hum, om mani padme hum.

Tarsila entra da sala de jantar com o nariz tapado.

Tarsila — O que você tá fazendo, menina?

Karina — Energizando a sala. Tirando as baixas vibrações.

Tarsila — Apaga isso. Daqui a pouco você vai transformar a sala numa sauna de tanta fumaça que você tá fazendo.

Karina — Relaxa, mãe. Isso aqui é anti bad vibe shield.

Tarsila — Anti bad o que?! Sabe Karina, quando o médico me disse que a minha gravidez ia ser de risco, mal sabia ela que risco ia ser eu não enlouquecer com você. Apaga isso, ou então vai defumar o seu quarto.

Karina — Ih, que estresse. Já to subindo.

Tarsila — Isso vai emanar esses mantras no quarto.

Karina vai subindo as escadas com o incenso na mão.

CENA 12. frente do prédio de luísa. ambiente. Exterior. Noite.

Marcelo e Clara saindo de dentro do prédio. Heloísa se aproxima, mas não é vista por eles. Os dois se afastam, Heloísa fica por um tempo olhando para a direção que eles saíram e logo em seguida entra no prédio.

CENA 13. ap de luísa. sala. Interior. Noite.

Heloísa entra da rua.

Heloísa — Boa noite, queridos.

Bernardo — Oi e tchau. To saindo.

Heloísa — Tá indo pra onde?

Bernardo — Pruma noite na Lagoa? Quer ir?

Heloísa — Fica pra próxima.

Bernardo sai para a rua. Luísa entra do seu quarto.

Luísa — Seu irmão já foi?

Heloísa — Acabou de sair.

Luísa — Onde você tava? Perdeu de conhecer o filho da Ana Carolina. (Tom) Sabia que ele e a sua irmã estão namorado?

Heloísa — (Interessada) É mesmo? Que rápidos os dois.

Em Heloísa pensativa.

CENA 14. casa de giancarlo. sala. Interior. Noite.

Bianca desce as escadas e vai até Rogério.

Bianca — Você viu a Yasmin?

Rogério — Saiu pra uma festa.

Bianca — Como assim? Ela tava de castigo?

Rogério — Por quê? Por causa daquela festa na casa da Ana Carolina? Para de bobagem, Bianca. Deixa a menina em paz.

Bianca — No que depender de você ela fica aí solta sem nenhum controle.

Rogério — E no que depender de você presa e regrada como se estivesse num internato do século XIX. As coisas não são assim: oito ou oitenta. Você tem que aprender a ser mais flexível.

Bianca — Eu só não quero ser flexível demais como você.

Rogério — Isso não é sinal de fraqueza, como você pensa. Às vezes ceder também é bom.

Rogério se levanta e vai para o andar de cima. Bianca fica ali com sua pose inabalável.

CENA 15. rio de janeiro. ambiente. Exterior. Noite.

Câmera passeia pela orla das praias da zona sul do Rio de Janeiro, mostrando o movimento noturno do lugar.

CENA 16. praia. ambiente. Exterior. Noite.

Marcelo e Clara caminham pela praia, pés descalços e iluminados sob a luz do luar.

Marcelo — Sabe, Clara. Quando eu vim com o Otávio pra cá, o meu único objetivo era conhecer a minha mãe. Depois que eu descobri que ela tinha morrido, eu pensei em ir embora, mas aí eu conheci você e bom, você já sabe.

Clara — É engraçado como as coisas mudam rápido. Quando eu ia imaginar que eu ia tá assim como você?

Marcelo — Você foi a melhor coisa que me aconteceu nesses últimos tempos. Eu sei que pode parecer frase manjada, mas é a mais pura verdade.

Clara — Você também, meu amor. Sabe quando dizem que quando Deus fecha uma janela, ele abre uma porta? Você foi essa janela que foi aberta depois de um momento muito difícil.

Marcelo — Tá percebendo que a praia tá começando a ficar mais deserta?

Clara — Nem tinha percebido. É melhor a gente voltar, né?

Marcelo — Não. To com calor, vamos tomar um banho de mar?

Clara — (Surpresa) Quê?

De surpresa, Marcelo pega Clara no colo e corre com ela em seus braços até o mar. Os dois se atiram na água e começam a brincar, jogando água um no outro.

Clara — (Ri) Seu doido! A nossa roupa vai ficar toda molhada.

Marcelo — Esquece a roupa.

Marcelo puxa Clara para perto de si e a beija.

CENA 17. ibiza CLUB. ambiente. Interior. Noite.

Festa rolando, local cheio, música tocando e várias pessoas dançando. Milena e Leandro vão passando pelas pessoas.

Leandro — Whisky ou água de coco?

Milena — Que?!

Leandro — (Ri) Brincadeira, vou pegar um troço pra gente beber. Espera aí que eu já volto.

Leandro se afasta. Milena fica por ali, olhando curtindo a música e olhando o pessoal que dança. Bernardo chega por trás de Milena.

Bernardo — (Brinca) A gatinha tá sozinha?

Milena se vira e vê que é Bernardo.

Milena — (Ri) Que susto, não vi que era você.

Bernardo — Cadê o Leandro?

Milena — Foi lá no bar?

Corta para outro ponto da boate. Juliana e Yasmin entrando no meio do pessoal que está dançando.

Juliana — Não te disse que ia tá uma arraso essa noite, amiga?

Yasmin — E eu que ia ficar em casa hoje?

Juliana — Confia na Ju aqui que as suas noites vão ser uma loucura.

Juliana tira do bolso o seu celular.

Juliana — Vem, cá. Vamos tirar uma selfie.

As duas fazem poses pras selfie.

Corte para Milena e Bernardo conversando. Leandro se aproxima com dois copos na mão e entrega um pra Milena.

Leandro — Já contou pra ele, Milena?

Milena — Ainda não.

Bernardo — (Curioso) O que?

Leandro — A gente vai se casar.

Bernardo — Sério?! Parabéns, irmãozinho! (Abraça Leandro) Felicidade pra vocês.

CENA 18. casa de giancarlo. sala. Interior. Noite.

Giancarlo entra do escritório e vai até Bianca que está sentada no sofá.

Giancarlo — Que bom que você ainda tá acordada. Eu queria falar com você.

Bianca — Algum problema, pai?

Giancarlo — Não. Eu só queria que você separasse os livros caixa da empresa. Eu quero saber como anda a saúde financeira da exportadora.

Bianca — Claro. Amanhã mesmo eu começo a separar tudo o que você precisa.

Giancarlo — Ótimo, então eu vou dormir. Vai ficar aí?

Bianca — Sim. Daqui a pouco eu subo.

Giancarlo — Então boa noite.

Giancarlo sobe as escadas, enquanto Bianca fica ali pensativa.

CENA 19. ibiza NIGHT CLUB. ambiente. Interior. Noite.

Yasmin e Juliana estão dançando. A música abafa o som de suas vozes. Yasmin fala alguma coisa para Juliana e se afasta da amiga. Milena, Leandro e Bernardo conversam em uma mesa.

Milena — Vou no banheiro. Já volto.

Milena se levanta e sai.

Bernardo — Vai colocar a coleirinha então?

Leandro — Eu sou lobo selvagem, não coloco coleira.

Bernardo — (Ri) Isso é o que todo mundo diz. Quero ver depois de casado.

Leandro — Esposa nenhuma vai me impedir de eu fazer o que quero. Você sabe disso.

Leandro olha para as pessoas dançando e vê Juliana.

Leandro — (Cutuca) Olha lá. A gostosinha da praia.

Bernardo — Que coincidência.

Juliana vê Leandro e dá discretas olhadas para ele. Leandro percebe e fica encarando Juliana descaradamente.

Leandro — (Olhando para Juliana) Coincidência nada, Bernardo. É Deus dizendo: to te dando mais uma chance de dar um trato nela.

Bernardo — Você não vai fazer o que to pensando.

Leandro — (Olhando para Juliana) Dessa noite ela não me escapa. Vou dar um trato nela que ela vai se lembrar por um bom tempo.

Bernardo — (Reage) Tá maluco? A Milena tá aqui!

Leandro — (Olha para Bernardo) É por isso que eu preciso da sua ajuda. Eu vou sair e preciso que você enrole a Milena por um tempinho.

Bernardo — (Surpreso) Que?! Mas/

Leandro — (Corta/Levanta) Te devo essa.

Bernardo – (Tenta impedir) Porra, Leandro! Volta aqui!

Leandro se afasta da mesa e segue em direção a Juliana, os dois sempre mantendo contato visual. Quando Leandro está quase se aproximando dela, Juliana se afasta e vai para a rua. Leandro vai atrás.

CENA 20. ibiza club. frente. Exterior. Noite.

Juliana encostada num canto. Leandro acende um baseado e se aproxima dela.

Leandro — (Oferece o cigarro) Quer?

CENA 21. ibiza club. ambiente. Interior. Noite.

Milena passando pelas pessoas, acaba esbarrando em Yasmin.

Milena — Yasmin? O que você tá fazendo aqui?

Yasmin — Jogando truco que não é.

Milena — Vou casar, maninha!

Yasmin — (Não escuta) Que?!

Milena — (Alto) Eu vou casar!

Yasmin — Desde quando?

Milena — Desde hoje, amor. O Leandro me pediu em casamento e a gente tá aqui comemorando. Vem comigo.

Milena segue caminhando e Yasmin vai atrás. Ela chega até Bernardo.

Milena — Encontrei aqui a/

Milena não encontra Yasmin.

Milena — (Procura) Onde essa garota se meteu?

Bernardo — Aconteceu alguma coisa?

Milena — Nada, esquece. (Tom) Cadê o Leandro?

Em Bernardo sem saber o que responder.

CENA 22. bairro da lagoa. ruas. Exterior. Noite.

Leandro e Juliana caminham nos arredores da boate, enquanto alternadamente cada um dá uma tragada no baseado.

Juliana — Não sabia dessa história que pra fumar precisa caminhar.

Leandro — Não precisa. É uma tática pra despistar a policia. Parado é mais fácil de eles não pegarem a gente.

Juliana — E daí se pegarem? Queimar um não é crime.

Leandro — Crime é o que você tá fazendo comigo.

Juliana — (Se faz de desentendida) O que eu fiz?

Leandro prensa Juliana contra a parede.

Leandro — Desde aquele dia que eu te vi naquela festa que você tá me deixando louco.

Juliana — (Dá uma tragada) Eu não tenho nada a ver com isso.

Leandro — Tem sim. Agora tira esse baseado da boca que eu quero colocar outra coisa nela.

Juliana — (Sorri/Maliciosa) O que?

Leandro — Por enquanto isso.

Leandro dá um beijo em Juliana. Ela fica sem fôlego e logo em seguida o empurra.

Leandro — Que foi? Vai se fazer e dizer que não quer?

Juliana — Você se acha muito, né?

Leandro — O que eu to achando agora é que você é muito gostosa.

Leandro e Juliana voltam a se beijar e a se agarrar. Leandro passa a mão nas pernas e na bunda de Juliana. Ela novamente empurra ele.

Leandro — (Sem paciência) Que foi agora?

Juliana — Essa mão aí.

Leandro — Tá encabuladinha porque a gente tá no meio da rua? Eu arranjo um lugar mais reservado pra gente.

Juliana — Pra quê?

Leandro — (Irônico) Pra fazer palavra cruzada. (Tom) Qual é, garota. Ficava o tempo todo olhando com aquela cara de gata que quer leitinho e agora vai dizer que não tá com tesão?

Juliana — E tô. Só que hoje não vai rolar nada.

Leandro — Por quê?

Juliana — Porque eu não quero. (Tom) Me dá o seu celular.

Leandro hesita, mas acaba entregando o seu celular para Juliana. Ela mexe nele e logo em seguida o devolve.

Juliana — Anotei o meu número. Se quiser falar comigo é só ligar. (Se afastando) Beijos gato.

Juliana deixa Leandro sozinho.

Leandro — (Revoltado) Vadia.

CENA 23. ibiza club. ambiente. Interior. Noite.

Milena esperando uma resposta de Bernardo.

Milena — E aí, Bernardo? Eu fiz uma pergunta: cadê o Leandro?

Bernardo — (Tenta se explicar) O Leandro, é...

Leandro se aproxima dos dois.

Bernardo — (Aponta) Tá aí.

Milena — (Vê Leandro) Onde você tava, amor?

Leandro — Banheiro. É muito liquido entrando, precisava aliviar.

Milena — Vamos dançar.

Leandro — Vai lá que eu já to indo.

Milena se afasta, indo até a pista de dança.

Bernardo — E aí?

Leandro — A vadiazinha fez cu doce. Literalmente me deixou na mão.

Bernardo — (Ri) Mais sorte da próxima vez. (Tom) Você fumou? Tá com cheiro.

Leandro pega um copo que está sobre a mesa e entorna ele.

Leandro — Que viadagem! Vai ficar reclamando do cheiro do baseado.

Bernardo — Eu não, mas a Milena vai.

Leandro — Você tem razão.

Leandro pega o copo que está na mão de Bernardo e joga sobre a sua própria camisa.

Bernardo — (Não entende) Por que você fez isso, cara?

Leandro — Pra disfarçar o cheiro. Não sei se vai adiantar, mas é melhor que nada.

Bernardo — Você tá muito louco, isso sim.

Leandro – Tava louco pra dar um trato naquela garota. Mas pelo jeito hoje não vai rolar.

Bernardo vai para a pista de dança. Tempo e Leandro também vai. Ele se aproxima de Milena que está dançando e começa a dançar junto com ela. Os dois ficam ali dançando por um tempo, até que Leandro começa a cochichar no ouvido de Milena. Ela ri e os dois se beijam.

CENA 24. praia. ambiente. Exterior. Noite.

Praia deserta. Marcelo e Clara saem correndo de dentro do mar. Os dois se jogam na areia.

Clara — Fazia tempo que eu não entrava de roupa no mar. Acho que desde a época que eu e a Helo virávamos noites nas baladas de Cannes. Conhece Cannes?

Marcelo — Nunca ouvi falar.

Marcelo fica por cima de Clara.

Marcelo — Agora eu não to interessado nesse cano aí.

Clara — (Ri) É Cannes. Uma cidade no sul da França que é linda.

Marcelo — Mais linda do que você e do que essa paisagem? Duvido.

Clara sorri. Marcelo e Clara se beijam com paixão. Marcelo passa a mão pelo corpo de Clara.

Marcelo — Desde que eu te vi, eu te desejo cada vez mais.

Clara — (Pondera) Aqui não.

Marcelo — Relaxa, não vai aparecer ninguém.

Clara — Não é isso. É que é perigoso! Tá cheio de marginal nas ruas.

Marcelo — Meu amor, de onde eu vim tinha vários tipos de animais, até onça! Você acha que eu vou ter medo de um marginalzinho?

Marcelo e Clara se encaram por um tempo e logo voltam a se beijar. Marcelo tira a sua camisa e Clara faz o mesmo.

Marcelo — (No ouvido) Eu vou fazer você não esquecer nunca mais dessa noite.

E os dois ficam ali, quase nus, se beijando na areia da praia deserta. A luz do luar ilumina os dois.

CENA 25. ibiza club. ambiente. Interior. Noite.

Yasmin encontra Juliana saindo do banheiro.

Yasmin — Onde cê tava? To te procurando há um tempão!

Juliana — Curtindo a noite, amorzinho. Coisa que você também tinha que tá fazendo. Vem comigo.

As duas riem e vão para o meio do povo dançar.

CENA 26. motel. quarto. Interior. Noite.

Motel padrão classe A. Quarto de luxo. O quarto em tons vermelhos e a meia luz do ambiente dão um clima ao lugar. Leandro joga Milena sobre a cama, os dois quase nus, se beijam loucamente. Leandro vai beijando o corpo de Milena e vai baixando, se aproximando cada vez mais das pernas dela. Milena dá umas leves gemidas.

Milena — Hoje você tá/

Leandro — (Corta) To louco pra comemorar a nossa nova vida.

Leandro e Milena se beijam. Leandro encara Milena.

Insert da cena 22 deste capítulo:

Leandro dá um beijo em Juliana. Ela fica sem fôlego.

Volta à cena:

Milena ri.

Milena — Vai ficar olhando.

Os dois voltam a se beijar, os movimentos dos dois sobre a cama começam a ficar repetitivos e suas respirações mais ofegantes. Enquanto isso, Leandro fica olhando para Milena, que está de olhos fechados.

Insert da cena 22 deste capítulo:

Leandro e Juliana voltam a se beijar e a se agarrar. Leandro passa a mão nas pernas e na bunda de Juliana.

Volta à cena:

Leandro começa a fazer os movimentos ainda mais fortes.

CENA 27. prédio de luísa. frente. Exterior. Noite.

Marcelo e Clara na porta do edifício se beijando.

Clara — (Feliz) Adorei a noite.

Marcelo — Eu também. Amanhã eu vou me mudar definitivamente pra casa da minha mãe, e queria muito que você estivesse comigo nesse momento.

Clara — Com prazer, meu amor. Eu vou ficar muito feliz em poder participar desse momento tão especial da sua vida.

Marcelo — Que bom, então eu passo aqui pela manhã, pode ser?

Clara — (No ouvido) Em vez de vir pela manhã, por que você já não fica?

Marcelo — Acho melhor não. Não fico confortável com toda a sua família em casa.

Clara — Tudo bem, a gente se vê amanhã.

Os dois dão um último beijo de despedida. Clara entra no prédio e Marcelo fica a observando. 

CENA 28. rio de janeiro. ambiente. Exterior. Dia.

Stock-shot da cidade. O movimento de suas ruas e praias ao amanhecer.

CENA 29. ap de luísa. sala de jantar. Interior. Dia.

Heloísa tomando café sozinha. Clara entra, vindo da sala.

Clara — Bom dia. Cadê todo mundo?

Heloísa — Bom dia. A mãe saiu cedo, foi resolver sei lá eu o que. O Bernardo nem voltou pra casa, de ter se perdido numa dessas quebradas com alguma garota. (Pausa) Você é que voltou tarde ontem.

Clara — (Sorri) Tava com o Marcelo. (Suspira) Ah Helô, foi uma noite mágica.

Heloísa — (Curiosa) Vocês transaram? Como foi?

Clara — Na praia e foi ótimo, mas depois eu te conto. Agora eu tenho que sair, fazer umas coisas, antes que o Marcelo chegue.

Heloísa — Então finalmente eu vou conhecer ele?

Clara — Sim, diz pra ele me esperar que eu não vou demorar. (Saindo)

Heloísa — Pode deixar. Você não vai tomar café?

Clara — (Off) Depois.

Heloísa — Vamos ver se esse Marcelo é tudo isso que ela diz.

CENA 30. ap de luísa. sala de jantar. Interior. Dia.

Otávio e Giovanna tomando café.

Giovanna — E o Marcelo?

Otávio — Saiu, tá preparando as coisas pra mudança pra casa da Ana Carolina.

Giovanna — Graças a Deus ele tá saindo daqui. Detesto estranhos dentro de casa.

Otávio — Esse estranho nos vai render um bom dinheiro. (Tom) A Juliana ainda não acordou?

Giovanna — Pelo horário que ela chegou ontem, acho que não vai acordar tão cedo.

CENA 31. ap de luísa. sala. Interior. Dia.

A campainha toca, Heloísa abre a porta e dá de cara com Marcelo.

Marcelo — Oi, Clara. Foi boa a noite?

Heloísa não consegue falar nada e Marcelo vai logo a beijando.

Marcelo — Por que tá assim: calada?

Heloísa — (Sorri) É que eu acordei faz pouco, ainda to um pouco lenta.

Marcelo — (Beija ela) Você não esqueceu do que a gente combinou, né?

Sem que Marcelo perceba, Heloísa vira um porta-retrato em que estão ela e Clara juntas.

Heloísa — Claro que não, amor. Mas é que eu dormi mal essa noite e sabe por quê?

Marcelo — Por quê?

Heloísa — Porque eu fiquei a noite toda me revirando na cama, pensando na nossa noite na praia.

Marcelo sorri. Heloísa se joga pra cima de Marcelo e entrelaça as suas pernas no corpo dele.

Heloísa — Eu to louca pra repetir, gato. Vamos?

Marcelo — Agora?

Heloísa — Tá só a gente aqui. Se ontem foi bom, hoje eu te prometo que vai ser ainda melhor.

Marcelo e Heloísa dão um longo beijo e Marcelo leva Heloísa para o quarto dela.

CENA 32. casa de grEGÓRIO. sala. Interior. Dia.

Gregório, Tarsila e Leandro. Conversa já iniciada.

Tarsila — Então ela aceitou o pedido?

Leandro — É lógico que sim, mãe. Agora a Milena e eu somos oficialmente noivos.

Gregório — Parabéns, meu filho. Agora trate de agilizar esse casamento pra ontem.

CENA 33. casa de giancarlo. sala de jantar. Interior. Dia.

Giancarlo, Bianca e Rogério tomando o café da manhã em silêncio. Tempo e Yasmin entra da sala, ainda com um pouco de ressaca da noite anterior.

Yasmin — Bom dia.

Bianca — Só se for pra você, né? Eu não disse que você não podia sair?

Yasmin — (Cansada) Aí, mãe. Não começa, eu to com a cabeça girando, não vem encher o saco logo de manhã.

Bianca — Isso é jeito de falar comigo, garota? Eu sou sua mãe!

Milena entra da sala, interrompendo Bianca.

Milena — Agora você lembra disso, né dona Bianca?

Giancarlo — (Apazigua) Não coloca lenha na fogueira, Milena.

Rogério — Seu avô tem razão. Vocês não precisam armar confusão logo de manhã, esperem pelo menos até o meio-dia.

Milena — Tá bom, eu não queria causar polêmica. (Senta) É até bom tá todo mundo aqui porque eu tenho uma notícia pra dar pra vocês: o Leandro me pediu em casamento e eu aceitei. (Tom) Me passa a geleia?

Ficamos com a surpresa de Giancarlo, Rogério e Bianca ao receber a notícia.

CENA 34. ap de luísa. sala. Interior. Dia.

Marcelo e Heloísa voltam do quarto dela, se recompondo. Os dois se beijam.

Marcelo — Realmente hoje você tava inspirada, foi mil vezes melhor do que ontem.

Heloísa — (Sorri) Eu não disse.

Escuta-se o trinco da porta se mexer e Heloísa se afasta um pouco de Marcelo. A porta se abre e Clara entra da rua.

Clara — Marcelo, você já chegou!

Marcelo se surpreende ao ver Clara.

Clara — (Beija Marcelo) Tá me esperando faz muito tempo?

Marcelo não sabe o que responder, apenas encara Clara, muito surpreso.

Clara — Pelo jeito você já conheceu a minha irmã gêmea Heloísa. Ela foi boa anfitriã?

Heloísa — Ótima. Eu dei pra sua visita tudo o que ele me pediu, não foi Marcelo?

Ainda perplexo Marcelo finalmente encara Heloísa que dá um sorriso cínico pra ele. Fade Out.

Música: Baby, I’m yours - Breakbot.

 
     

 

     

autor
Felipe Porto

elenco
Marco Pigossi como Marcelo
Nathalia Dill como Heloísa e Clara
Isis Valverde como Milena
Nando Rodrigues como Leandro
Glória Pires como Bianca
Christiane Torloni como Ana Carolina
Herson Capri como Gregório
Leopoldo Pacheco como Otávio
Totia Meireles como Tarsila
Lucinha Lins como Luísa
Alejandro Claveaux como Rudá
Reginaldo Faria como Giancarlo
Gisele Fróes como Giovanna
Marat Descartes como Rogério
Júlia Dalavia como Yasmin
Brenda Sabryna como Juliana
Chay Suede como Bernardo
Marco Ricca como Wagner
Giovanna Rispoli como Karina
Vitor Hugo como Jardel
Henrique Filgueiras como Samuel
Roberto Birindelli como Seu Coisinha
Aline Dias como Daiane
Rafael Zulu como Jamal
Claudia Netto como Regina
Fafy Siqueira como Dolores
Dani Barros como Aparecida
Ilva Niño como Divinéia
Mariah da Penha como Cleusa
Thais Garayp como Amélia
Cris Nicolotti como Rosa
Angela Dip como Adelaide
Yaçanã Martins como Neide
Zé Victor Castiel como Nogueira
André Ramiro como Perceu
Eriberto Leão como Alcides

participação especial em flashback
Fernanda Machado como Ana Carolina
Aline Moraes como Bianca
Thiago Fragoso como Gregório
Daniel de Oliveira como Wagner
Giovanna Ewbank como Luísa
Armando Babaiof como Coimbra

trilha sonora
You give love a bad name – Bon Jovi (abertura)
Baby, I’m yours - Breakbot

produção
Bruno Olsen
Diogo de Castro
Rafael Oliveira



Esta é uma obra de ficção virtual sem fins lucrativos. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.


REALIZAÇÃO


Copyright
© 2015 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução

.aaa.
.aaa.
Compartilhe:

Capítulos de Relações Perigosas

Drama

Novela

Relações Perigosas

Comentários:

0 comentários: