A Prometida: Capítulo 25 - WebTV - Compartilhar leitura está em nosso DNA

O que Procura?

HOT 3!

A Prometida: Capítulo 25

Compartilhe:







A PROMETIDA - CAPÍTULO 25
 

CENAS DO CAPÍTULO ANTERIOR:


Vitória: Estou aqui para esclarecer as coisas. Eu sou a mãe de Milena, fui obrigada por Franco a entregar sua filha, Cristine.

Cristine: A entregar minha filha a quem?

Vitória: Seu pai mandou que eu desaparecesse com a sua menina. E eu a entreguei para uma mulher num acampamento cigano.

Cristine: Meu Deus, com ciganos nojentos!

Vitória: E acho que deixei um colar de pérolas na cestinha onde estava sua filha. O colar de pérolas que era da sua mãe.

Cristine e Alma se olham nervosas e assustadas.

Alma: Pérola! Sua filha, Cristine. Sua filha é a cigana Pérola!


       

CENA 01 – FAZENDA ESPERANÇA / CASA GRANDE / SALA DE JANTAR / INT. / NOITE.

Continuação do capítulo anterior. Todos atônitos com as revelações de Alma.

Julio: O que a senhora disse tia Alma?

Alma: Não ligue, Julio, foi uma grande besteira.

Cristine se recorda.

FLASHBACK,

Cristine: O que você está fazendo aqui? O que é isso no seu pescoço? Você roubou o colar da minha mãe?

Pérola (assustada): Eu não roubei nada de ninguém, senhora! Esse colar é meu!

Cristine: Como conseguiu entrar aqui e pegá-lo?

Pérola: Ele é meu!

Cristine se aproxima de Pérola e puxa seu colar. Pérola o segura, acabam rebentando o colar.

FIM DO FLASHBACK,

Cristine sai correndo para o quarto, Alma corre até ela. Vitória se aproxima de Milena que chora muito. E Julio olha espantado para o bebê nos braços de Camila.

Vitória: Filha... Me perdoe, querida.

Milena: A senhora é mesmo minha mãe?

Vitória: Sou sim, sou sua mãe.

Vitória abraça Milena.

Vitória: Eu quero fazer de tudo para recuperarmos o tempo em que estivemos longe uma da outra.

Julio chega perto de Camila.

Julio: De quem é esse bebê?

Sérgio: É minha filha Julio. Uma menina, sexo feminino. Você perdeu, maninho.

Julio: Eu não estou nem aí com essa herança, por mim você pode apodrecer com essa grana.

Julio se aproxima da mãe.

Julio: Mãe, é melhor nós irmos embora daqui, vamos levar Milena com a gente. Você quer ir, não é?

Milena: Quero sim, finalmente eu vou ter uma mãe que goste de mim de verdade, não um monstro como Cristine.

CENA 02 – FAZENDA ESPERANÇA / QUARTO CRISTINE / INT. / NOITE.

Alma entra no quarto e encontra Cristine aos prantos.

Cristine: Um monstro... Eu sou um monstro!

Alma: Cristine, minha querida não fique assim.

Cristine anda de um lado para o outro.

Cristine: Aquela menina, aquela esposa do Julio, é minha filha!

Alma: Eu já tinha desconfiado disso antes, que Pérola, era sua filha.

Cristine: Por que nunca me disse que Milena não era a menina que nasceu de mim?

Alma: Eu não queria que você sofresse.

Cristine: E eu sempre desprezei tanto a coitadinha. Era preferível que ela tivesse ficado com sua mãe de verdade. Eu sempre senti que ela não era minha, sempre senti.

Alma: Não adianta se culpar agora. Você não pode mudar o que passou.

Cristine: Minha filha, coitadinha, cresceu no meio de um abando nojento de ciganos.

Alma: Ainda há tempo Cristine. Ainda há tempo de você se desculpar com Milena, de procurar Pérola. Você não é uma pessoa má.

Cristine: Eu não quero encontrar minha filha. Pra que? Agora que ela já cresceu no meio daquele povo desprezível, agora que é uma selvagem e nojenta!

Alma: O que é isso Cristine?! Que Deus não te ouça! Por que tanto ódio daquele povo, aquele povo cigano que não te fez nada?

Cristine: Me fizeram muito mal, Alma. Principalmente Cristian. Eu odeio o Cristian com toda minha alma! Ele me enganou, se aproveitou de minha inocência, me engravidou, fez com que meu pai me odiasse, combinou de fugir comigo. Se foi sozinho, me deixou, me deixou sozinha. Por isso eu os odeio. São mentirosos, criados para enganar as pessoas, machucar os sentimentos dos outros, roubar-lhe as coisas. Como Cristian roubou minha inocência, minha juventude, minha vida.

Cristine como louca começa a quebrar as coisas que estão em seu quarto. Alma apenas observa abismada a atitude da outra.

CENA 03 – FAZENDA ESPERANÇA / SALA DE ESTAR / INT. / NOITE.

Sergio e Camila estão no sofá mimando o neném. Julio e Vitória carregando a cadeira de Milena, entram.

Julio: E esse aqui também é seu filho. O idiota do Sérgio.

Sérgio: Pois nem precisa me considerar. Eu nunca vou aceitar essa daí como minha mãe.

Vitória (pensa): Eu tenho um filho muito cruel, meu Deus, o ilumine. Foi ele que me empurrou das escadas.

Milena: Não ligue pra ele. Nós te amamos, não é Julio?

Julio (sorri): Sim, minha maninha.

Camila analisa o bebê.

Camila: Ela está ardendo em febre, Sérgio.

Julio: Deixe-me vê-la.

Sérgio: Eu não quero que você encoste suas mãos na minha filha.

Camila (preocupada): Prefere que ela morra?!

Sérgio (pensa): Não. Claro que não, senão eu perco tudo, e foi tão difícil arrumá-la.

Julio: É melhor levarmos ela para o hospital da cidade mais próxima.

Sérgio: Vou ligar o carro.

Ele sai.

CENA 04 – HOSPITAL / CONSULTÓRIO MÉDICO / INT. / NOITE.

Médico: Julio, eu acho que isso não passa de uma gripe normal.

Julio: É, eu também acho. Se a trouxe aqui foi mais por um motivo. Por questões de família. Preciso saber se essa menina é mesmo filha de Sérgio e Camila. Quero um exame de DNA. Mas estou achando um pouco difícil.

Médico: Como assim filho da Camila e do Sérgio? Isso é impossível. Eu os conheço a muito tempo.

Julio: Impossível? Por quê?

Médico: Eu, por coincidência trabalhava na capital e fui o responsável pelos exames matrimonias desse casal. O Sérgio é estéril. Ele não pode ser pai.

Julio (espantado): O que?

Médico: Ele tem um problema que foi constatado nos exames, se te conto isso é porque sei que vocês são irmãos e você é meu amigo. É tão confidencial que nem sequer a esposa dele sabe.

Julio (pensa): É agora que eu desmascaro meu irmão.

CENA 05 – TRANSIÇÃO DE TEMPO

FADE IN: Humanos a Marte – Chayanne

A noite vai passando no povoado. Takes da fazenda Esperança e sua calmaria noturna. O sol vai raiando. É dia. Corta para.

CENA 06 – FAZENDA ESPERANÇA / CASA GRANDE / SALA DE ESTAR / INT. / DIA.

O tabelião e o advogado vão entregar os papéis da herança a Sérgio. Julio e sua mãe se preparam para ir embora. Sérgio assina os papéis.

FADE OUT: Humanos a Marte – Chayanne

Julio: Como pode ser tão fingido a ponto de mentir ser o pai dessa menina?!

Camila olha assustada.

Sérgio: Pois aceite que perdeu maninho querido do meu coração, aqui está a prova, que Giovanna é minha filha, aqui está o exame de Dna.

Julio pega o exame com ódio. Abre o envelope, lá está escrito que Sérgio e Camila são os pais de Giovanna.

Sérgio (pensa): Idiota, não sabe como foi difícil conseguir esse exame falso.

Vitória: É melhor irmos depressa.

Julio (inconformado): Não pode ser!

Milena: Vamos sair logo daqui.

Cristine desce as escadas correndo.

Cristine: Não, esperem! Milena eu preciso falar com você.

Milena: Não precisa se incomodar mais comigo, agora eu tenho a minha mãe, minha mãe verdadeira.

Ela se aproxima chorando de Milena.

Cristine: Só peço que me perdoe por ter te atormentado tanto.

Milena: Vamos embora, Julio!

Julio sai empurrando Milena na cadeira de rodas, olha o sorriso irônico de Sérgio.

Julio: Eu vou te desmascarar!

CENA 07 – CIDADE DO MÉXICO / ESCRITÓRIO DE AFONSO / INT. / DIA.

LEGENDA: Seis meses depois.

Afonso está olhando pela janela. Alguém o chama. Ele se vira.

Afonso: Minha filha! O que faz por aqui?

Pérola: Eu trouxe a Maria Lucia pra ver o vovô.

Afonso: Como está o meu anjinho?

Pérola: Cada vez mais linda.

Afonso: Eu fico impressionado de ver como sua filha se parece com Cristine. Os mesmos olhos. Mas senhorita Pérola! O que está fazendo aqui em horário de aula?

Pérola: É que a senhora Norma está doente hoje, me passou umas lições que eu faço depois e me dispensou da aula.

Afonso (rindo): E você não gostou nada não é?

Pérola (rindo): Papai, o que é isso? Eu gosto de estudar.

Afonso: Eu sei.

Pérola: Eu tenho percebido que o senhor está estranho e diferente. Está triste. O que o senhor tem?

Afonso: Ah minha filha, é o Paulo. Ele nem sequer aceita minhas ligações, não quer falar comigo de maneira nenhuma.

Pérola: Pode deixar isso comigo, eu vou contar tudo a ele. O senhor não se importa se eu disser que sou sua filha, ou se importa?

Afonso: O que é isso Pérola, eu não me importo, eu me orgulho de ser teu pai.

Pérola: obrigada.

Se abraçam.

CENA 08 – AGÊNCIA DE MODELOS / ESTÚDIO FOTOGRÁFICO / INT. / DIA.

Paulo realiza uma sessão de fotos. Uma mulher muito bonita interrompe o trabalho.

Mulher: Paulo, tem uma moça muito bonita querendo falar com você.

Paulo: Mas que saco! Eu não vou terminar essas fotos nunca!

Mulher: O garanhão de sempre. Ah Paulo mulherengo, cada dia está com uma!

Paulo sai sem responder. A mulher olha pras outras pessoas no estúdio, constrangida.

Mulher: Ele não é o mesmo de antes desde que os pais se separaram.

CENA 09 – AGÊNCIA DE MODELOS / AMBIENTE DE LAZER / EXT. / DIA.

Paulo chega no pátio da agência e olha surpreso. Pérola se levanta e sorri.

Paulo: O que você está fazendo aqui sua vagabunda?

Pérola: Eu vim conversar com você, como duas pessoas adultas. Dá pra ser?

Paulo: Eu não quero ouvir sua voz! Você acabou com um casamento de anos. Não tem vergonha na cara. Beleza, sim, isto você tem, uma beleza que enfeitiçou meu pai! Você podia ser a filha dele! Tem quase a minha idade! Mas, sei muito bem da sua gana por dinheiro.

Pérola: Para! Para de me acusar injustamente e sem razão de ser. Deixa eu me explicar.

Paulo a encara, esperando.

Pérola: Você disse que eu podia ser a filha dele, não é? Pois você acertou. Eu sou sua irmã, Paulo! Afonso também é meu pai!

novela de
Francyslaine Vicentini

elenco
 Thalia como Pérola
 Jorge Salinas como Julio
 Victoria Ruffo como Cristine
 Alberto Estrella como Zamack
 Sabine Moussier como Esmeralda
 Margarita Rosa de Francisco como Turquesa
 Rosa Maria Bianchi como Niurka
 Jaime Camil como Sergei
 Belinda como Dalila
 Fabián Robles como Escobar
 Eduardo Verástegui como Tito
 Danna Paola como Luana
 Alejandro Ávila como Sérgio
 Yadhira Carrillo como Camila
 Carlos Ponce como Luis Carlos
 César Evora como Afonso
 Eugenia Cauduro como Roberta
 Christopher Uckermann como Paulo
 Jesús Zavala como Felipe
 Jacqueline Andere como Vitória
 Jacqueline García como Alicia
 Manuel Ojeda como Alberto
 Kika Edgar como Milena
 Magda Guzmán como Tia Alma
 
 primeira fase
 Aracely Arámbula como Cristine
 Enrique Rocha como Franco
 Valentino Lanús como Christian
 Chantal Andere como Vitória
 Julio Bracho como Alberto
 David Ostrosky como Jourdan
 
 trilha sonora
 Regresa a mi – Thalia (abertura)
Humanos a Marte – Chayanne

produção
 Bruno Olsen
 Diogo de Castro
 Renata Lopes


Esta é uma obra de ficção virtual sem fins lucrativos. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.



REALIZAÇÃO



Copyright 
© 2007 - WebTV
www.redewtv.com

Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução

Compartilhe:

A Prometida

Capítulos de A Prometida

Drama

No Ar

Romance

Comentários:

0 comentários: