CRÔNICAS DO DESPERTAR - Viagem no Tempo: 1x06 - WebTV - Compartilhar leitura está em nosso DNA

O que Procura?

HOT 3!

CRÔNICAS DO DESPERTAR - Viagem no Tempo: 1x06

Série de Jonnathan Freitas
Compartilhe:

 



CRÔNICAS DO DESPERTAR - VIAGEM NO TEMPO



 


1x06


TODOS MORREM

16 de julho de 3017 – 00:13

 

Música (Koan69 - Rhythm Stalker)

Kyra, por meio de um comunicador interno toca no lóbulo da orelha enquanto seu olho direito aparece um círculo de holograma. Começa então a emitir ordens e manda um regimento de 80 homens atacar pelos fundos da fábrica. Ordena 10 atiradores de elite eliminarem os guardas robôs na entrada. 50 homens devem buscar entradas laterais e os outros 150 vão para um ataque frontal.

Quando os soldados estão posicionados, escutam os soldados do fundo do complexo gritarem pelo comunicador:

- É UMA ARMADILHA!!!

O General Clint pega o comunicador e se pronta para ordenar a retirada, mas é tarde demais. Antes de tocar o lóbulo é alvejado por um tiro laser na cabeça.

Kyra e os magos estão estupefatos com a velocidade do ataque inimigo.

Aparecem BRT’s vindo da área ao redor da fábrica atirando com tudo. Os BRT’s (Battle Robot Tecnology) têm de 5 a 8 metros a depender do modelo e estão utilizando camuflagem da vegetação próxima. Logo, os humanos que sobreviveram estão cercados, procurando abrigo e uma melhor posição para contra-atacar.

 

Uma voz lá de dentro grita com autoridade: - PAREM!!!

 

Sai de dentro do complexo um homem de rosto conhecido entre os humanos. Porém, o rosto está velho, o cabelo está branco e crescido. É ele, uma versão idosa do Dr. William Carter que vem com seu exoesqueleto cibernético de dois metros ainda intacto. Mas atrás dele tem uma linda jovem negra com uma arma futurista apontada para sua cabeça.

 

- Todos vocês, Trons. Soltem as armas. Neste momento, vamos nos render. – Diz o idoso Dr. Carter.

 

William Carter que viajou no tempo com os companheiros olha para Kyra e diz:

- Tem algo errado, Kyra. Não sou eu.

Mas Kyra emite uma ordem no comunicador mandando os soldados se renderem. Quando os homens ciborgues soltam as armas, os robôs Metallos matam todos os soldados de classe baixa.

- Nãaaaaaaaaooooooooooooooo! – Grita Kyra se armando e indo ao ataque. Carter a segue.

- Magos, se preparem para a batalha de suas vidas. Se separem! – Avisa Lorenzo.

- Que os deuses e orixás os protejam meus amigos. Se for o destino nos encontraremos no outro mundo. – Fala Akidaban retirando seu chocalho e búzios de uma pequena bolsa.

- Eu nem queria viver para sempre mesmo... – Comenta Jack concentrando sua energia e seguindo os amigos para a luta.

 

Cerca de 200 soldados são mortos e os espíritos são sugados para um cristal que se encontra na outra mão da jovem negra que ameaça o idoso William Carter. Ela baixa a arma e passa o cristal para o velho Carter, que diz:

- Esta jovem veio do passado e me falou sobre a importância deste cristal que é uma Horcrux. Portanto, agora estou reivindicando suas vidas para alcançar os meus objetivos. Chega dessa guerra inútil. Estou controlando as máquinas há centenas de anos aproveitando o corpo deste humano. Estive brincando com vocês todos esses anos, lhes dando esperança de vencer um dia. Mas agora vamos modificar nossa fonte de energia, portanto estou eliminando vocês e os macacos imprestáveis. Metallos, matem todos!!!

Quando “Mind One”, no corpo do veterano Dr. Carter, termina seu discurso, um novo destacamento de soldados ciborgues liderados pelo Tenente Eric aparece da floresta ao redor, acompanhado de um grupo enorme de primatas armados com lanças que soltam lasers e cordas para derrubar os altos robôs BRT’s.

O cristal que o Velho Carter segura começa a brilhar e cria uma aura brilhante ao redor dele. Ele rejuvenesce e fica extremamente poderoso. Saem de dentro do complexo dois androides modelo T101-800, conhecidos como exterminadores da franquia de filmes “Exterminador do Futuro”. Eles são esqueletos metálicos e não têm a cara do Schwarzenegger.

Os magos se separam e entram na batalha sangrenta onde as forças humana e símia precisam de ajuda por estarem em menor número. O hermético Lorenzo convoca raios e destroça robôs de combate; Akidaban invoca espíritos da floresta enquanto atira com uma das armas dos soldados tombados; Jack cria portais circulando os robôs e em seguida os fecha, vindo a desmembrar os inimigos metálicos.

Por sua vez, Carter segue a irada Kyra lhe dando cobertura com uma arma laser. Ao chegar próximo da plataforma de cerca de cinco metros de altura ela aperta um botão no seu cinto e consegue pular até o local. Carter olha aquilo surpreso e vestindo a sua luva negra, diz:

- Eu também tenho meus truques.

 

Num local próximo, Jack Harper vai avançando e destruindo BRT’s até que encontra um dos T101-800.

- Ah droga, sempre gostei dos filmes do Schwarza, agora vou ter que matar o cara. Então lá vai. – Harper junta os dedos indicador e médio das mãos para concentrar seu conhecimento místico chamado “arete”, mas nada acontece. Então percebe que o exterminador abriu um compartimento no peito que emite uma radiação fraca. O compartimento está absorvendo a energia mística e o impede de fazer magia. Antes de receber um soco e ser jogado para longe, Jack reclama: - Puta mer...daaaaaaaaaaa!

 

A seu turno, Lorenzo também se depara com o outro androide exterminador. Ensaia alguns movimentos com as mãos recitando palavras em egípcio e quando suas tatuagens começam a se movimentar no corpo, o exterminador abre um compartimento em seu peito e suga a energia mística, anulando o efeito mágico de Lorenzo.

- Figlio di Puttana!

 
(música encerra).

Enquanto isso, na plataforma Kyra encara “Mind One” no corpo do veterano Carter. Ela aponta sua arma laser no formato de espingarda futurista e quando vai atirar, uma força sobrenatural retira a arma de sua mão e a envia levitando para a mão de “Mind One”. A moça negra que se chama Teia, utilizou magia de telecinese e arrebatou a arma da capitã. “Mind One” sorrindo diabolicamente agora aponta a arma se preparando para atirar, mas antes que efetue o disparo recebe um soco do verdadeiro William Carter que chega para ajudar Kyra.

- Seu tolo, não vê que seu futuro está selado? – Pergunta “Mind One”.

- Nosso destino não está escrito. Este futuro será mudado e tomarei cuidado para que você não venha a existir, seu programa maldito! – Grita Carter.

- Você não vai mudar nada, William Carter. Nunca conseguirá voltar para a sua época novamente. – A inteligência Artificial começa a gargalhar no corpo do outro Carter.

Kyra e Teia se embatem numa luta mortal, onde Kyra demonstra sua habilidade militar com uso de artes marciais e tecnologia de controle de gravidade, enquanto o espectro da linda moça negra reúne habilidades de luta com magia mental. No outro lado da plataforma o verdadeiro Dr. Carter enfrenta problemas, mas consegue desarmar a Inteligência Artificial em seu corpo do futuro. Infelizmente, o programa mortal faz uma leitura no padrão de seus movimentos corporais e começa a prever suas ações. William Carter, o viajante do tempo, cai um pouco zonzo após um soco. Mas não tão zonzo a ponto de não perceber a cena seguinte.

Do outro lado da plataforma Kyra subjuga o espectro com uma joelhada no estômago e uma cotovelada na narina. A Capitã do exército rebelde está de costas para os dois Carter e então se prepara para dar o golpe final na inimiga negra que está no chão. Mas antes disso, é alvejada nas costas por um raio laser provindo de um canhão no braço mecânico de “Mind One”. Kyra tomba com um buraco aberto em seu peito.

 

- KYRAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!

 

William Carter está possuído pelo ódio. Seus olhos ficam totalmente negros e de seu corpo emana uma radiação vermelha. Ele se levanta enquanto aperta alguns botões em sua luva negra e toca na outra mão transformando sua pele em metal, se assemelhando ao personagem Colossus, da HQ X-Men.

Vai em direção a “Mind One” que lhe aponta o mesmo braço com canhão laser, mas Carter agarra seu antebraço desviando a trajetória do disparo. Ele segura o ombro de “Mind One” e arranca seu braço mecânico que atira laser. A Inteligência Artificial tenta se desvencilhar, mas Carter enfurecido golpeia seguidamente o estomago de “Mind One”. Contudo antes que ele acerte um golpe preciso numa parte vital, a Inteligência Artificial levanta o cristal e toca a testa de William Carter. O cientista perde a proteção metálica e tem sua força diminuída, mas continua a golpear o inimigo a esmo.

Aproveitando a oportunidade o espectro utiliza uma magia de telecinese e lança Carter com violência para uma parede oposta, derrubando o cientista de cima da plataforma. Ele cai e quebra a omoplata, um braço e algumas costelas. Desmaia inevitavelmente.

 

Jack Harper está vendo a morte de perto nos olhos vermelhos do exterminador que se aproxima lentamente. Se pelo menos pudesse usar magia, poderia se teletransportar para longe, ele pensa. Mas como vencer uma máquina como essa sem usar seus poderes?

Assim, o T101-800 estende a mão para pegar o pescoço de Jack, quando o Símio chamado Carvalho com outros macacos ataca o androide por trás. Do lado direito de Harper aparece Alejandro e o levanta pelo ombro lhe afastando e então diz:

- Eu vi o que você fez ali atrás. Tente fazer de novo.

- Não consigo. O desgraçado está anulando meus poderes. – Diz Jack.

- Então use isso. – Fala Alejandro entregando um pequeno cubo negro metálico para Jack. Depois explica: - Este é um exoesqueleto metálico, é um protótipo que vem dado certo. Não sei quanto tempo vai durar, mas vai potencializar as força de seus membros e a sua resistência a danos diretos. Só tome cuidado com a cabeça, a cabeça não é protegida.

Jack Harper encosta o cubo no peito que se desdobra numa espécie de armadura maleável e lhe cobre do pescoço até as pernas.

- Que negócio foda, agora sim. – Levanta-se Jack indo em direção ao exterminador que acaba de matar o último macaco hominídeo ofensor.

Jack Harper usa de golpes de uma arte marcial chamada Wing chun e começa a atacar o androide com socos que estão quase dez vezes mais fortes. O exterminador cai por um momento e se levanta novamente vindo a atacar Harper que o projeta para longe. Jack fica contente que está vencendo e resolve fazer uma magia para terminar o combate, mas esquece que do compartimento do exterminador que abre anulando o efeito. O androide aproveita a oportunidade e se aproximando de Jack lhe acerta a testa com uma cabeçada.

Harper passa a ver o mundo de forma turva, o T101-800 pega a cabeça de Jack com as duas mãos metálicas na altura das orelhas e tenta esmagar a cabeça do mago.

Harper recobra a consciência com aquela dor e lembra do maldito compartimento no peito do androide, então acerta um soco fulminante no peito do robô atravessando o tronco do inimigo. Ainda não satisfeito, o adepto da virtualidade coloca a outra mão no peito do robô e despedaça o inimigo da metade do tronco para cima, enquanto urra de ódio.

O olho da máquina vai se apagando aos poucos, mas requisita ao sistema operacional energia reserva para cumprir o objetivo de exterminar o inimigo. Então a máquina volta a funcionar e com os dois polegares metálicos perfura os olhos de Jack Harper enquanto segura sua cabeça. A dor de Jack é excruciante.

 

Domenico Lorenzo corre para testar uma nova abordagem contra o androide inimigo. Explosões e raios por toda a parte, e o soldado Dave aparece com Akidaban.

- Lorenzo, que merda de robô é esse?

- É complicado dizer, meu amigo. Mas posso dizer que ele anula magias, então é imune a nossas artes mágicas. – Avisa Lorenzo.

- Mas como?

- Com a abertura que tem no peito, ela parece anular nosso efeito.

- Então temos que acabar com ela primeiro, eu tenho um plano. Dave me dá uma granada de plasma dessas. – Diz Akidaban.

- Mas o que pretende? – Pergunta Dave.

- Vocês vão chamar a atenção dele enquanto eu vou explodir aquela coisa. – Avisa o orador dos sonhos.

- Ele está se aproximando, então vamos logo com isso. – Diz Lorenzo.

 

O soldado Dave vai pela esquerda do androide assassino atirando. O T101-800 abre um escudo metálico no antebraço e defende os tiros, enquanto Lorenzo vai pela frente tentando uma magia eletromagnética.

Contudo, o exterminador percebeu a aproximação do italiano e o golpeia no queixo lhe jogando para longe. Positivamente, Akidaban que foi sorrateiramente pela direita acerta a granada no compartimento do androide, que explode o dispositivo.

Lorenzo se levantando atordoado percebe que após a explosão de seu dispositivo no peito, o robô caído parece estar morto. Alívio breve e enganoso. O androide maldito aguardou a aproximação do soldado Dave, vindo a mata-lo e tomando sua arma. De imediato vê Domenico Lorenzo e atira em sua direção. Mas Lorenzo fecha os olhos. Não sente o tiro, o que sente em seguida é o peso do corpo de Akidaban que cai de costas sobre ele por ter se colocado na frente do disparo e protegido o amigo.

O Siciliano se conecta instantaneamente com a energia mística de seu avatar. Suas tatuagens brilham e agilmente ele levanta a mão soltando um raio elétrico de milhares de volts, que derretem a cabeça do outrora androide assassino.

Depois se vira para Akidaban que está agonizando e diz:

- Calma, meu irmão. Eu vou tirar você daqui. Nós vamos sair dessa.

- Não, Dom. Eu vou primeiro para o outro lado. Exú já preparou meu caminho, meus antepassados me aguardam. Foi uma honra lutar ao lado de guerreiros tão valorosos. Complete a nossa missão, meu amigo. – Akidaban fala suas últimas palavras para então descansar a cabeça inerte para o lado.

- Akidaban?? Akidaban?? – O italiano chora a perda de seu companheiro de cabala, e decide: - Nós vamos conseguir... nós vamos completar essa missão.

 

Em outro local, Jack Harper em sua extenuante dor nos olhos tenta lutar ainda e tenta uma última magia. Porém, o exterminador, somente com a parte de seu tronco, cabeça e braços, enlaça o pescoço de Harper com o braço direito. Adrenalina em seu mais alto nível, desespero e dor nos olhos. Aos poucos Jack Harper vai perdendo seu fôlego enquanto lembra de sua vida, de seus crimes e de momentos divertidos com várias piadas. Se arrepende por não ter feito melhor nessa existência e recorda de como a mulher que ele se conectou no passado parecia uma versão melhor dele.

Momento contínuo o androide despedaçado solta o pescoço de um Jack Harper sem vida.

 

Numa sala iluminada no subterrâneo do complexo, William Carter acorda com uma estranha sensação de formigamento nos membros. Olha para o que sobrou de seu corpo deitado numa mesa de cirurgia e percebe que já não tem mais braços e pernas. Começa a gritar em desespero.

Entra na sala “Mind One” e diz:

- Por favor não grite, Dr. Carter. Deveria estar alegre, pois escolhi o seu corpo para utilizar a partir de hoje. Vou só fazer algumas modificações em seus membros, mas logo vai estar novinho.

- Quando eu sair daqui eu vou acabar com você, seu maldito!! – Ameaça Carter.

- Não, não vai. Estou lhe aplicando agora uma anestesia eficiente por gás, e depois farei algumas modificações no seu cérebro para que não tenha mais suas memórias. Só haverá a mim em total controle de seu corpo.

- Não, não, espere... – Carter tenta argumentar, mas é tarde demais. “Mind One” coloca uma máscara de gás em seu rosto e em instantes William Carter está apagando. Embora no último segundo, pensa forte em Lorenzo e lhe envia uma possível solução, antes de perder totalmente os sentidos.

 

Lorenzo se levanta após deitar o corpo de Akidaban ao lado e começa a fazer uma magia de conexão mental com seus companheiros. Começa a chorar ao perceber que além de Akidaban, Jack Harper também tombou em batalha. Em seguida procura por Carter e o vê deitado numa mesa de cirurgia recebendo uma máscara de gás no rosto. Tenta se comunicar com Carter antes que ele apague e Carter interpela de modo breve:

- Apague essa linha temporal.

Apagar essa linha temporal? Mas como poderá fazer isso? Se pergunta Domenico Lorenzo. Percebe em seguida que Carter já não poderá mais ser salvo.

BRT’s e mais cinco exterminadores aparecem e começam a atirar em sua direção. Alejandro e poucos soldados do exército rebelde aparecem e lhe dão cobertura para que possa fugir. Lorenzo corre e no momento de fuga se abaixa para pegar uma arma e contra-atacar, mas leva um tiro na perna. Os soldados aliados vão morrendo feito moscas.

Lorenzo, mancando, tenta se esconder por trás dos escombros de um robô de combate e leva outro tiro. Dessa vez no ombro. Será o seu fim? Será que nada poderá mudar seu destino? Ele arregala os olhos surpreso e responde a essas perguntas pensando no que Carter lhe falou em seus últimos momentos.

Adentra a selva mancando e ainda muito ferido, retira o controle do DeLorean e o chama. Entra no veículo ainda se desviando de tiros laser vindo em sua perseguição. Levanta voo e modifica as coordenadas do DeLorean para um dia atrás.

 

 

15 de Julho de 3017, 17:35 – Em algum lugar num futuro planeta terra

 

 

William Carter sai de uma barraca militar após jogar um cantil de água vazio na cabeça de Jack Harper.

- E aí, Negão, estou com uma fome daquelas. Vamos procurar alguma coisa pra rangar? – Convida Harper.

- Também estou sentindo um pouco de fome. Você vai querer ir junto, Dom? – Pergunta Akidaban para Lorenzo.

- Não, meus amigos. Vou fazer minha meditação e me preparar espiritualmente para a batalha. Se puderem trazer algo, depois como. – Responde Lorenzo.

- Vamos nessa, Harper. – Fala Akidaban.

 

Os dois magos saem da tenda e olham para um ponto na pradaria ali próximo e veem Lorenzo com roupas rasgadas e gravemente ferido perto de um DeLorean avariado. Eles correm para ele, quando cai ao chão.

- Mas acabamos de deixar esse cara na tenda ali atrás. – Diz Jack.

- Acho que não é totalmente o mesmo Lorenzo, Jack. – Conclui Akidaban.

Pegam o amigo ferido e dizem:

- Quem fez isso, Dom? O que aconteceu?

- Eu vim do futuro, amigos. O ataque será uma armadilha. Será uma chacina... todos morrem. Se preparem para a... armadilha. – Lorenzo diz essas palavras e fecha os olhos pela última vez.

Jack e Akidaban estão atônitos, então olham para trás e percebem que Lorenzo, que foi deixado meditando na tenda, está em pé olhando para eles e para o seu próprio corpo sem vida. Então diz:

- Vamos mudar esse destino, pessoal. Jack, destrua a máquina do tempo que ele voltou. Akidaban vamos levar o corpo para dentro e comunicar ao exército. Temos que nos preparar.

 

Logo em seguida, dentro da tenda de reunião com os oficiais são passadas as informações de como encontraram o corpo de um dos magos e de suas últimas palavras.

- Se é uma armadilha, então o que vamos fazer? – Pergunta Carvalho.

- Preparar uma contra armadilha. Vamos pensar nos pontos fracos deles e mapear uma área maior onde eles podem estar escondidos. – Diz Kyra.

- Por falar em pontos fracos, acho que poderemos usar duas tecnologias para virar o jogo. – Comenta Carter limpando os óculos.

- Que tecnologias são essas? – Pergunta Lorenzo.

- Desenvolvi num projeto de faculdade um “exaustor” de eletricidade. É como se fosse um exaustor de ar, mas suga a eletricidade de uma pequena área onde apontamos o dispositivo. Essa é uma tecnologia. A outra é o P.E.M.

- O que é P.E.M.? – Pergunta Akidaban.

- É a sigla para Pulso Eletro Magnético. É uma descarga eletro magnética que cobre uma área e desliga todos os aparelhos eletrônicos num determinado raio de distância. Posso construir uma bomba PEM e jogamos no centro do complexo, depois atacamos com os “exaustores” de eletricidade, as máquinas não terão tempo de se reorganizar. – Explica William Carter.

- E daremos o nosso primeiro passo para o fim desta guerra. – Diz o general Clint.

- Então, o que estamos esperando? – Pergunta Jack Harper.

 

A nova estratégia é traçada. Os magos e os soldados futuristas constroem novas armas e se preparam para a contra armadilha.

E dessa vez o plano sai conforme o planejado. Carter solta a bomba P.E.M. no centro do complexo enquanto os soldados e suas armas estão afastados. As baixas vão quase a zero e as últimas máquinas, incluindo exterminadores e BRT’s resistentes, são desligadas.

Kyra, Carter e os outros magos entram no complexo até a sala de comando. Kyra com o auxílio de Carter vencem Téia, a linda moça negra que é o espectro enviado por Maktub.

 

Após o combate a jovem diz:

- Não poderão sobreviver. Serão apagados da linha do tempo. Logo o mestre vai completar o ritual. As Horcruxes serão liberadas em épocas diferentes para que Maktub sobreponha o tempo. Tendo seu espírito em vários pontos permitirá que ele faça uma curvatura no tempo com um ritual. Ele vai dominar a dimensão do tempo e se tornará um dos grandes mestres nefandi.

A linda jovem morre enquanto uma esfera negra sai de sua boca, vindo a se despedaçar e seu corpo se transforma em pó.

 

Lorenzo, Jack e Akidaban encontram o corpo caído do velho William Carter modificado e usado pela Inteligência Artificial. Ele não consegue falar, mas aponta para uma tela holográfica a esquerda.

- Aceitem a ajuda de um... velho... amigo. – Ele diz antes de encontrar descanso de sua longa existência na prisão digital.

- Mas o que é isso? – Pergunta Lorenzo.

- São coordenadas numa linguagem de programação avançada. – Diz Jack Harper.

- Isso mesmo, são as coordenadas que faltam para encontrarmos Maktub, e acabar com isso. – Fala William Carter.

- Finalmente, galera. Estou precisando de umas férias. Já morri pelo menos umas duas vezes nessas viagens no tempo. – Choraminga Akidaban.

 

Um dia depois, após a destruição do complexo e descanso dos ocultistas eles se preparam para partir ao encontro de Maktub. Se despedem dos oficiais e soldados futuristas. Akidaban e Lorenzo entram no veículo enquanto Jack pega alguns mantimentos.

William Carter está de frente para Kyra tentando disfarçar a tristeza da despedida.

- Bem... devo dizer... que foi... mu-muito bom lutar ao seu lado.

- Um dia nos encontraremos novamente, Dr. William Carter. Só espero que não demore 800 anos para aparecer de novo. – Diz Kyra.

- Vou fazer o impossível para ver você de novo. – Diz Carter.

Eles se beijam ternamente com o calor daqueles que estão apaixonados. Até que...

 

- Oh nerd, não precisa fazer inveja. Já sabemos que você é pegador. Entra logo no veículo aí e vamos chutar a bunda do chefão desse game. – Fala Jack Harper.

 

Kyra e Carter sorriem quando se afastam. O DeLorean levanta voo, Carter olha já com saudades para a linda morena lá embaixo. Assim, partem para o destino final desta aventura.


autor
Jonnathan Freitas

elenco
Tom Hardy como Domenico Lorenzo
Lucas Till como William Carter
Rodrigo Santoro como Jack Harper
Seu Jorge como Akidaban
Neil deGrasse Tyson como Duncan Brown
Paulo Pires como John Maktub
Scarlett Johansson como Réia
Lady Gaga como Kyra

trilha sonora
Shireen - Umai
Koan69 - Rhythm Stalker

produção
Bruno Olsen
Cristina Ravela


 

Esta é uma obra de ficção virtual sem fins lucrativos. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.


REALIZAÇÃO




Copyright © 2021 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução


Compartilhe:

Crônicas do Despertar - Viagem no Tempo

Episódios de Crônicas do Despertar - Viagem no Tempo

No Ar

Série

Comentários:

0 comentários: