Você e Eu: Capítulo 15 - WebTV - Compartilhar leitura está em nosso DNA

O que Procura?

HOT 3!

Você e Eu: Capítulo 15

Novela de Fran Vicentini
Compartilhe:








VOCÊ E EU - CAPÍTULO 15
 



CENAS DO CAPÍTULO ANTERIOR:


Enfermeira: Vocês não podem vê-lo ainda. Ordens do doutor. Mas ele está bem, eu garanto.
Graziela: Eu não duvido, mas deixe-me vê-lo só um pouco. Mesmo que de longe. Por favor.
Flora: Deixa essa menina ver o Miguel senão ela morre.
Enfermeira: Está bem. Eu nem poderia fazer isso, mas já vi que você é muito apaixonada por esse homem.
Flora dá uma risadinha. Graziela fica envergonhada e segue a enfermeira.
Enfermeira: Siga no corredor. Mas não entre no quarto.
Graziela: Obrigada.
A enfermeira se retira. Graziela segue pelo extenso corredor. Luís Felipe sai arrasado do quarto de Paola. Ele levanta o rosto e dá de cara com Graziela, perplexa.




Cena 1 – Hospital Vila Verde / Corredor / Int. 
Continuação do capítulo anterior. Graziela e Luís Felipe frente a frente. 
Luís Felipe (incrédulo): Meu Deus, Graziela, meu amor... Não pode ser!
Ela sai rapidamente. Luís corre atrás dela.
Luís: Graziela! Graziela volte aqui!
Graziela cruza o corredor, Luís logo atrás. Flora vê os dois e estranha a situação.
Flora (confusa): Graziela?!
Luís Felipe se esbarrando com um enfermeiro. Graziela entra na capela sem ser vista. Luís a procura com um olhar. Caminha até o interior da capela.
Cena 2 – Hospital Vila Verde / Capela / Int.
Graziela está escondida atrás de uns armários.
Luís Felipe: Graziela? Sei que está aqui. Vamos conversar meu amor.
Flora entra no local, apressada.
Luís Felipe: A senhora também viu uma moça entrar aqui? Ela é muito bonita, cabelos longos, mas estava muito mal vestida. (para si mesmo) Nem parecia Graziela Drumon. (a Flora) Ela se chama Graziela. A senhora a viu? Passou correndo, não sei por que mas estava fugindo de mim.
Flora: Se estava fugindo alguma coisa o senhor lhe fez.
Luís Felipe: Não. Mas eu preciso falar com ela. Ela é minha noiva.
Flora se surpreende. O médico entra na capela.
Médico: Senhor Luís. Sua esposa precisa vê-lo. Lamento dizer, mas o filho que ela esperava não resistiu.
Luís se surpreende.
Luís Felipe: Está bem. Vamos até lá.
Os dois se retiram. Flora está desconfiada.
Flora: Marisol?
Ela percorre o local e encontra Graziela, encolhida atrás do armário.
Flora: Marisol, minha filha. Quem era aquele homem?
Graziela (levantando-se): Não sei. Não sei quem ele era.
Flora: Não minta pra mim. Você é a tal Graziela de quem ele falou?
Graziela nega com a cabeça, aflita. Ela sente-se mal.
Flora: Está tudo bem?
Graziela desmaia nos braços dela.
Cena 3 – Casa Família Drumon / Quarto Mariana / Int.
Alguém bate na porta e entra logo em seguida.
Natália: Não dormiu ainda. Ótimo!
Mariana: Não estou conseguindo dormir. Minha cabeça está dando voltas. Acho que vou ficar louca. Mas, o que você quer?
Natália (venenosa): Abrir sua mente.
Ela senta-se ao lado da filha, na cama.
Natália: Amanhã vamos começar com os cortes. Daqui pra frente teremos uma vida de restrições, como você já deve saber. Raúl provavelmente vai tirar nossos cartões de crédito. Adeus idas ao shopping. Adeus festas. Adeus viagens...
Mariana: Mãe para com isso, por Deus!
Natália: Seu pai quis assim. A não ser que você esteja disposta a aceitar o que lhe propus.
Mariana: De jeito nenhum. Sem falar no Marcelo. Eu o amo.
Natália: Ele está curtindo a vida fora do país. Cadê que ele te ligou mais? Não deu notícias desde que partiu. Nada não é? Não seja boba, minha filha. O Marcelo com certeza já se arranjou com uma francesa fedorenta. Eles não perdem tempo, aprenda. O Raúl é bonito, sensível e gosta de você.
Mariana (convicta): Eu não gosto dele.
Natália: Uma mulher não precisa amar um homem pra se casar com ele.
Mariana: Falando assim qualquer um diria que se casou com meu pai por interesse.
Natália: Não diga bobagens. Claro que eu amava seu pai. Naquele tempo as coisas eram diferentes. Mas eu também amo o dinheiro, se quer saber. Pensa filha, pode ser só por um tempo. Depois você se separa dele e pelo menos metade da herança ficará pra você.
Mariana: E se a Graziela voltar?
Natália (rindo): Voltar do túmulo?
Mariana: Como pode rir da própria filha morta?!
Natália: Ai garota, às vezes você me irrita. Olha, amanhã vou sair à noite. Deixarei vocês dois sozinhos. Use e abuse dos seus encantos de mulher.
Mariana: Eu não vou fazer nada disso.
Natália: Você vai fazer e pronto!
Mariana: Você não vai me dominar como fazia com a Graziela.
Natália: Você vai fazer isso, Mariana, ou vai ser muito pior pra você. Eu vou destruir a sua vida, ouviu bem? Ou você seduz o Raul, ou vai se ver comigo.
Natália se retira do quarto. Mariana está passada com a atitude da mãe.
Cena 4 – Hospital Vila Verde / Quarto / Int.
Luís se aproxima da cama onde está Paola.
Paola: Viu só o que você fez?
Luís Felipe: A culpa não foi só minha. Você me provocou.
Paola: Você é um ser desprezível. Eu tenho nojo de você.
Luís Felipe: Eu estou sofrendo com o que aconteceu, Paola.
Paola: Esse seu teatro não me convence. Quer mesmo que eu acredite nisso, seu cretino?! É pior do que eu pensei. Comemore, Luís! Não precisa tentar me enganar. Agora não tem nada que te prenda a mim.
Cena 5 - Hospital Vila Verde / Sala de Espera / Int.
Graziela está deitada num sofá verde claro. O médico a examina com o estetoscópio.
Flora: O que ela tem doutor?
Médico: Nada sério. A pressão deve ter caído devido ao estresse. Ela precisa descansar.
Graziela (tonta): Quero ir embora daqui. O senhor Manuel ainda está aqui tia?
Flora: Nós precisamos ter uma conversa, filha. Você sabe disso.
Graziela: Pede pra ele me levar embora pra fazenda, por favor.
Médico: É melhor ela ir pra casa.
Flora (desconfiada): Está bem. Vou procurá-lo.
Cena 6 – Transição de Tempo.
Fade in: Tu y yo - Thalía
CAM sai do hospital e mostra imagens diversas da pequena cidade de Vila Verde. Close na fazenda Reys. Nasce um novo dia.
Fade out: Tu y yo - Thalía
Cena 7 – Hospital Vila Verde / Quarto / Int.
Miguel abre os olhos, reconhece a tia.  
Miguel: Onde ela está, tia?
Flora: Marisol está na fazenda. Passou mal e o médico preferiu que ela fosse embora.
Miguel: Ingrata! Se estou aqui ela é a culpada.
Flora: Vocês nos assustaram muito. Ainda nem sei o que aconteceu realmente.
Miguel: Marisol não merece que eu a defenda.
Flora: Filho... Por que não admite que gosta dela? Acaba logo com essa palhaçada.
A porta se abre, Manuel entra.
Manuel: Melhorou, rapaz?
Miguel: Sim senhor. Obrigado por ter me amparado.
Manuel: Marisol lhe mandou lembranças. Não quis vir porque está passando muito mal.
Flora: Ainda está passando mal?
Manuel: Ela está muito nervosa. Não quis comer, está pálida. Passou a noite com a Gabriela e minha filha disse que ela chorou o tempo todo.
Miguel: Deve ser remorso.
Flora o olha com reprovação.
Manuel: Engraçado, o doutor sempre que vê a Marisol diz que fica impressionado.
Flora: Por quê?
Manuel: Ele diz que ela a cara de uma cantora que morreu há alguns meses. O nome dela é... Nossa, eu sou terrível pra guardar nomes mais eu acho que é Daniela, não, é algo assim... Não sei bem.
Flora: Graziela?
Manuel: Isso! É isso.
Miguel: A senhora conhecia essa cantora?
Flora (desconfiada): Já tinha ouvido falar.
Cena 8 – Casa Família Drummond / Sala de Estar / Int.
Mariana assiste a um filme sentada no sofá. Pensamento distante. Nas pernas uma tigela com pipocas. Raúl entra na sala. Ele olha Mariana que sorri.
Mariana: Onde estava?
Raúl: Fui deixar dona Natália no salão.
Mariana: Você não precisa mais fazer isso. Esqueceu que agora é o dono de tudo aqui? O filme está muito bom. Quer ver comigo? Vem!
Raúl: Está me chamando pra ver um filme... Com você?
Mariana: Qual o problema?
Raúl: Bom. Eu não pretendo ficar. Só vim pegar umas coisas que esqueci.
Mariana se levanta e corre até ele. Ela o olha fixamente. Ele fica intimidado.
Mariana: Não vai não Raúl. Me faz companhia, desde que o Marcelo saiu do país eu me sinto tão só.
Raúl (sorrindo): Você nunca gostou da minha companhia, Mariana.
Mariana: Raúl me perdoe, eu estou sofrendo muito, por favor.
Antes que ele diga alguma coisa ela o abraça forte.
Mariana: Preciso de um braço amigo, de alguém que me ajude a superar tanta dor.
Raúl a afasta com delicadeza.
Raúl: Desculpa, mas eu não posso te ajudar. Com licença.
Ele tenta sair. Mariana o puxa pelo braço.
Mariana: Espera...
Raúl: O que você quer?
Mariana: Isso.
Ela o beija fervorosamente. Raúl corresponde no primeiro momento, mas depois a solta a empurrando.
Raúl (bravo): Você pensa que eu sou um estúpido?
Mariana: Raúl... Você nunca gritou comigo. Eu... Eu descobri que gosto de você. Quero ser sua mulher.
Ele a segura pelos braços com força.
Raúl: Nunca imaginei que você fosse tão baixa! Que fizesse qualquer coisa por dinheiro Mariana. Sinceramente? Isso me dá nojo!
Raúl, desapontado. Mariana se sente terrivelmente mal.
Cena 9 – Casa Família Drumon / Ext.
Raul está indo em direção ao carro. Ele entra, bate à porta com força. Fica pensativo. Natália entra na casa.
Cena 10 – Casa Família Drumon / Quarto Mariana / Int.
Mariana está inconformada com as palavras de Raúl. A porta bate. Ela se vira no susto.
Mariana: Você não tava no salão?!
Natália: Foi só uma desculpa pra você ganhar tempo, garota. Mas então, fez o que pedi?
Mariana: Fiz. E nunca me senti tão humilhada na minha vida.
Natália (insinuando): Você e o Raúl...?
Mariana: Nada mãe. Ele disse que tinha nojo de mim.
Natália: Nojo de você? Impossível. O que esse rapaz tem na cabeça? Você é linda.
Mariana: Ele sacou tudo. Ele não é nenhum idiota como você pensa. Há um dia atrás eu nem olhava pra cara dele, e do nada apareço cheia de carinho?! Eu fui muito burra. Só sei de uma coisa. Nunca mais vou olhar pra cara dele. Prefiro perder tudo, morrer de fome, mas vou preservar minha dignidade.
Natália: De maneira alguma. Tentando você consegue, Mariana. Esse rapaz é apaixonado por você. Uma hora ele cede.
Mariana se levanta e sai batendo a porta e segue por um corredor que dá na escada. Natália a segue.
Mariana: Eu vou sair dessa casa.
Natália: Ah vai sair de casa? E vai pra onde?
Mariana: Pra qualquer lugar onde eu nunca mais possa ver a cara dele.
Natália: Você não vai sair daqui.
Natália segura a filha pela blusa.
Mariana: Você não pode me prender. E muito menos me obrigar a fazer o que não quero.
Ela tenta se desvencilhar.
Natália: Eu te disse. Eu vou destruir a sua vida.
Mariana: Deixe de bobagem mãe e me solte.
Natália: Claro!

Natália a solta, Mariana se vira e desequilibra rolando pela escada. Grito ecoante. Ela cai desacordada.




novela de
Francyslaine Vicentini

elenco
Thalia como Graziela Drumon / Marisol Gomes
Juan Pablo Gamboa como Miguel Gomes
Ludwika Paleta como Susana
Gabriel Soto como Silas
Enrique Lizalde como Manoel
Daniela Romo como Natália
Eduardo Santamarina como Luís Felipe
Arleth Terán como Paola
Miguel de León como Raúl
Karyme Lozano como Mariana
Isaura Espinoza como Flora

Lisette Morelos como Lupita
Arath de la Torre como Marcelo
Luis Roberto Gusmán como Jorge
Natasha Dupeyrón como Gabriela
Ramiro Torres como Rodrigo

participações especias
Joaquín Cordero como Otávio
Sebastian Rulli como Marcio

segunda fase
Jan como Mariano Del Río
Anahí como Gabriela Reys
Eduardo Verastegui como Rodrigo Gomes
Natalia Juárez como Joana Reys Gomes
Daniela Aedo como Adriana/Adriano

Martín Ricca como Enrique
Raquel Olmedo como Mercedes
César Évora como Ângelo


trilha sonora
Tú y yo - Thalia

produção
Bruno Olsen
Diogo de Castro
Israel Lima



Esta é uma obra de ficção virtual sem fins lucrativos. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.




REALIZAÇÃO



Copyright 
© 2005 - WebTV
www.redewtv.com

Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução

Compartilhe:

10 anos

Capítulos de Você e Eu

Drama

No Ar

Romance

Você e Eu

Comentários:

0 comentários: