Você e Eu: Capítulo 01 - WebTV - Compartilhar leitura está em nosso DNA

O que Procura?

HOT 3!

Você e Eu: Capítulo 01

Novela de Fran Vicentini
Compartilhe:








VOCÊ E EU - CAPÍTULO 01
 



Cena 1 – Casa abandonada / Sala / Dia / Int.
Close em uma TV ligada. As imagens mostram cenas de um clipe musical bem descontraído. Uma jovem canta e baila no que parece ser o centro de uma cidade. O clipe é interrompido e os âncoras do telejornal aparecem na tela, um homem e uma mulher, sérios.
Âncora 1 : Interrompemos nossa programação para trazer a público uma triste notícia. A cantora Graziela Drumon, conhecida por seu estrondoso sucesso “Você e eu”, sua irreverência e beleza, morreu em um acidente de carro, após um show na cidade do México. Os fãs choram desconsolados a morte precoce da princesa pop.
Âncora 2: Tanto tempo buscando a fama, e por um descuido tudo foi por água abaixo. Em instantes, mais informações.
A TV é desligada por Jorge, que segura o controle nas mãos. Ele gargalha, enquanto fala a outro homem.
Jorge: Não acredito! Como podem ser tão imbecis?!
Márcio: Sim senhor. Nem sequer sabem que a princesinha está aqui com a gente.
Jorge: Mas ninguém pode com a minha inteligência. Nem sequer descobriram que não tinha ninguém dentro daquele carro que foi destruído pelas chamas.
Márcio: E se descobrirem senhor?
Jorge: Cala a boca, Márcio. Eu sei o que faço. Onde está o meu amorzinho?
Márcio: Está desacordada ainda.
Cena 2 – Casa abandonada / Quarto / Int.
O ambiente é precário. Jorge entra no quarto. Graziela está desacordada. Ele a observa, obcecado.
Jorge: Minha princesa... Você será minha. Só minha.
Jorge se retira dali. Aos poucos, Graziela acorda e se assusta ao desconhecer o local.
Graziela: Meu Deus! Onde estou?
Ela se lembra das últimas coisas que tinha passado em casa.
FLASHBACK,
Graziela acabara de chegar de um show, exausta. Ela ouve vozes alteradas que vem da sala. Lentamente vai até lá. Um homem e uma mulher discutem feio.
Luis Felipe: Por que você não me deixa em paz, Paola?
Paola: Eu te amo Luís, será que você não entende isso?
Luis Felipe: Você é uma menina mimada que morre de inveja da sua irmã. Por que Graziela é linda, famosa, inteligente. Garanto que você gostaria de ser como ela!
Paola: Eu? Ser idiota como ela? Ter um noivo que a trai com qualquer uma? Que a engana descaradamente?
Luis Felipe: Eu não engano sua irmã, por que a amo!
Paola (irônica): Ah, não engana? E o que foi aquela noite que passamos juntos?
Luis Felipe: Aquilo foi uma aventura apenas. Nunca te iludi Paola.
Graziela entra na sala, chocada com o que ouvira.
Graziela: Do que vocês estão falando?
Luis Felipe: Meu amor, já chegou do show? Quem foi que te trouxe?
Graziela: Eu ouvi tudo Luis Felipe. O que foi que você fez com a minha irmã?
Luis Felipe: Nada, eu não fiz nada Graziela, me escuta...
Paola (chorando/falsa): Ele me seduziu! Me perdoe, mas eu sempre fui apaixonada por ele.
Graziela (chorando): Eu não acredito que vocês fizeram isso comigo! Eu não acredito!
Luis Felipe: Espera meu amor eu vou explicar.
Luis Felipe segura Graziela que acerta um tapa na sua cara e sobe correndo as escadas em direção ao seu quarto. Deitada na cama, ela chora.
Graziela: Por que fizeram isso comigo? Por quê?
CORTA PARA,
Escritório de Otavio. Ext.
Graziela caminha pelo corredor e ao se aproximar da porta, ouve um homem, cabelo grisalho, conversando com uma mulher séria e elegante.
Natalia (off): Otavio, você mima demais a Graziela e se esquece de suas filhas. Suas verdadeiras filhas!
Otavio (off): Por favor, Natalia! Você devia me agradecer por que eu te aceitei com uma filha que nem era minha.
Graziela entra em choque.
Natalia (off): Eu não tenho culpa se o maldito do seu irmão...
Graziela (off): Isso não pode estar acontecendo comigo.
Otavio (off): Sei que Graziela não é minha filha. Mas de todas é a que mais me entende. Aquela que mais me trata bem.
Natalia (off): Pois você já sabe o que eu sinto por ela. Toda vez que olho pra essa menina me lembro daquele momento horrível que passei a vinte e três anos atrás... Eu não consigo amá-la.
Otavio (off): Ela não tem culpa Natalia!
FIM DO FLASHBACK.
Graziela chora trancada naquele lugar que nem sabe onde é.
Graziela: Talvez seja melhor que eu esteja aqui. Ninguém da minha família deve estar sentindo a minha falta. Devem estar comemorando por ter se livrado do estorvo que eu significava na vida deles. Por que demorei tanto a descobrir? Meu noivo me enganando com a minha irmã caçula... Otavio! Aquele que eu sempre amei e admirei, não é meu pai... Não é. Não posso odiá-lo porque apesar disso ele sempre me amou. Sempre me tratou bem. Em compensação, minha mãe nunca me deu carinho. Não conseguiria olhar pra ela, não quero escutar suas mentiras... Eu estou cansada dessa vida!
Cena 3 – Fazenda Reys / Ext. / Dia
Uma grande fazenda com muito verde ao redor e uma casa enorme, visivelmente habitada por pessoas de muito dinheiro.
Cena 4 – Fazenda Reys / Casa / Sala de Estar / Int.
Uma jovem e um homem se abraçam. Há duas malas no chão e outro homem, loiro e de olhos azuis, perto da porta, com o chapéu no peito.
Susana: Papai! Que saudades!
Manoel: Minha filha! Minha amada menina... Como está linda! Como você cresceu nessa viagem.
Susana: Ah papai!
Manoel: Leve as bagagens dela, Miguel.
Miguel: Sim senhor. E quero aproveitar pra dizer que tenho que levar os papéis da compra dos cavalos naquela cidadezinha ainda hoje.
Manoel: Ah, mas é claro! Já ia esquecendo. O que seria desse velho aqui se não tivesse um peão tão responsável?
Susana segue Miguel com os olhos, que se retira com as malas.
Susana: Quem é este papai?
Manoel: É o meu braço direito. Miguel é o melhor peão que eu já tive. Nunca me trouxe problemas e é bastante esforçado. Mas agora temos muito que conversar. Você não vai ver seus irmãos?
Susana: Claro.
Cena 5 – Fazenda Reys / Casa / Corredor / Int.
Miguel anda com as malas no corredor. Uma adolescente, cega, com sua bengala, caminha no sentido contrário dele, com dificuldade, quase cai. Miguel solta as malas.
Miguel: Cuidado, menina Gabriela!
Gabriela: A Susana já chegou Miguel?
Miguel: Já sim. Levo você até lá.
Miguel segura as mãos da garota.
Cena 6 – Fazenda Reys / Casa / Sala de Estar / Int.
Miguel surge na sala conduzindo Gabriela.
Gabriela: Papai...
Manoel: Olha como cresceu sua irmã, Susana.
Susana olha a menina cega com desprezo.
Susana: É, está bonitinha.
Gabriela: Eu queria tanto poder te ver minha irmã.
Manoel: Vamos ver o Silas. Onde será que está esse desocupado!
Pai e filhas saem abraçados em direção à porta. Susana ainda olha pra traz e vê Miguel se afastando.
Cena 7 – Casa abandonada / Quarto / Int.
Jorge entra no quarto.
Jorge: Acordou! Que bom!
Graziela: Quem é você e o que eu estou fazendo aqui?
Jorge: O estrelismo te fez mal educada menina?
Graziela: Eu estou desesperada. Não sei o que quer comigo! O que estou fazendo aqui?
Jorge: Digamos que eu gosto muito de você... Há muito tempo, Graziela.
Graziela: E pra que fazer isso? Me deixe ir.
Jorge: Nunca! Você vai ficar aqui comigo pra sempre.
Graziela: Vão vir me procurar, eu tenho certeza!
Jorge (sorrindo): Nesse fim de mundo?! Não! Ainda mais quando todo mundo pensa que a princesa do pop morreu.
Graziela: Quero avisar pro meu pai que estou bem. Se é dinheiro que quer, por que não pede o resgate?
Jorge: Não quero seu dinheiro. E seus pais estão agora enterrando a filha morta.
Graziela: Por que disso tudo?
Jorge: Não te interessa.
Graziela tenta sair, mas Jorge a empurra com violência.
Jorge: Você só vai sair daqui quando eu quiser!
Graziela: Você não pode fazer isso comigo! Não pode!
Jorge acerta um tapa no rosto de Graziela.
Jorge: Se não me obedecer vai ser pior!
Ela chora.
Graziela (pensando): O que eu fiz meu Deus pra merecer tantas coisas ruins?
Cena 8 – Casa Família Drumon / Sala de Estar / Int.
Parentes e amigos próximos reunidos no local. Acontece o velório de Graziela. Natalia chora com um falso desespero entre os amigos.
Natalia: Morrer assim, na flor da juventude! Por que Deus? Por que não me levou no lugar dela?! No auge da fama, que ela sempre sonhou. Não é justo.
Em outro canto da casa, uma mulher, morena está sentada conversando com um homem, moreno, aparência humilde.
Mariana: Raul, minha mãe só sabe fazer dramas. Ela nunca deu atenção a nenhuma de nós.
Raul: Mariana, ela está sofrendo menina, sofrendo a morte de sua irmã.
Mariana: Minha mãe sempre explorou a Graziela. Sempre exigindo dinheiro, joias caras, viagens. Tudo! E nunca deu valor a ela. Que bom que ela morreu, assim minha mãe vai ter que aprender a viver sem os luxos, porque tenho certeza que o papai não está disposto a gastar com bobagens.
Raul: Você diz cada coisa.
Mariana: Quem é você pra dizer algo de mim? Sou a filha da patroa. Você é um mísero empregado.
Raul se ofende e se cala.
Luis Felipe (chorando e abraçando a sogra): A minha princesa... Morreu! O que mais me faz sentir culpado por que tínhamos brigado.
Paola se aproxima.
Paola: Luis Felipe, teremos que ter forças.
Luis Felipe olha com raiva para a moça. A imprensa chega para uma coletiva na casa da cantora.
Cena 9 – Estrada de Terra / Ext.
Um peão loiro  anda a cavalo por uma estradinha de terra, rodeada por cercas e florestas bem distantes. Algo lhe chama atenção. Uma casa abandonada não muito longe de onde está. Um jovem sai de dentro.
Miguel (pensando): Que estranho...
Ele vê algo na janela. Graziela bate no vidro e ele faz o cavalo correr mais rápido.
Cena 10 – Casa abandonada / Quarto / Int.
Jorge entra no quarto.
Jorge: Pode gritar amorzinho! Ninguém vai te ouvir.
Graziela: Eu não estou disposta a ficar aqui. Estou com fome, me sentindo suja...
Jorge: Mandei o garoto ir comprar algo pra você comer. Suja? Suja não... Você está linda, muito linda, como sempre.
Graziela: Me diz logo o que você quer comigo?
Jorge: Eu quero você.
Ele a segura Graziela com violência.
Jorge: Você é tudo que eu desejo há muito tempo... E agora eu te tenho só pra mim.
Graziela: Me solta! Me solta!
Jorge: Não. Agora vou aproveitar que estamos sozinhos.
Jorge beija Graziela a força. Ele usa de toda sua força e a joga no chão. Jorge está sobre ela e Graziela tem certeza que é impossível contê-lo. De repente, Jorge desfalece caindo em cima dela. Ela olha espantada e vê um rosto assustado. Miguel empurra Jorge para o lado e ajuda Graziela a se levantar.
Miguel: Vem comigo. Eu vou te tirar daqui!
Graziela (assustada): Você o matou?
Miguel a encara, aflito.


CENAS DO PRÓXIMO CAPÍTULO:
Miguel: Venha eu te ajudo a montar no cavalo.
Graziela: Eu? Eu não... Cavalo não! Tenho trauma de cavalos.
Miguel: Você acha que fraca do jeito que está vai conseguir andar até chegar à fazenda?
Graziela (marrenta): Pois eu prefiro ir a pé.
Miguel (impaciente): Eu estou fazendo o favor de te ajudar e você ainda está reclamando?
Graziela: A cavalo eu não vou!
Miguel (bravo): Pois então fique!

NESTE SÁBADO, NÃO PERCA O SEGUNDO CAPÍTULO:
Graziela: Você é um grosso! Não está vendo que...
Miguel pega Graziela no colo.
Miguel: Eu não me arrisquei por você à toa!
Graziela (gritando): Me solte! Me solte!

Miguel coloca Graziela no cavalo e eles saem em disparada.



Compartilhe:

10 anos

Capítulos de Você e Eu

Drama

No Ar

Romance

Vale a Pena Ler de Novo

Você e Eu

Comentários:

0 comentários: