Sedutora Melodia - Capítulo 22



 

     
 

No capítulo anterior de Sedutora Melodia:

Pablo puxa Michelle pela cintura e a beija. Marco abre os olhos e vê tudo.

Marco (irritado): Saiam daqui! Eu quero falar com Alexandra!

Michelle e Pablo se espantam ao perceberem que Marco viu tudo.

Pablo: Ele acordou! Um médico... Temos que chamar um médico. Enfermeira!

Pablo sai, desconfiado. Michelle se aproxima de Marco sorrindo, nervosa.

Michelle: Meu amor, que bom que você reagiu!

Marco: Não precisa mentir Michelle, eu vi tudo.

Michelle: Viu o que Marco?

Marco: Vocês se beijando. Eu devia desconfiar que você sempre amou o Pablo.

A enfermeira entra, acompanhada de Pablo.

...

Michelle: Você está enganado, eu não tenho nada com ele.

Marco: Você me traía sim, eu sei. Mas, eu também te traía em pensamentos. Não tinha uma só noite que eu não pensasse nela!

Michelle: Eu estou disposta a mudar. Nunca mais chegar perto do Pablo. Por favor, eu imploro Marco Antonio. Eu te amo.

Marco: Não, Michelle. É definitivo. Dessa vez é pra sempre.

Michelle se ajoelha nos pés de Marco.

Michelle: Por favor!

Marco: Não se humilhe mais Michelle. Entre nós nunca existiu amor.

Michelle (pensando): Eu acabo com você Alexandra! Você é a culpada de todo o meu sofrimento.

...

Glória: Meu filho, meu filho me perdoe...

Ele a abraça.

Marco: Não chore, por favor.

Glória (beija-lhe o rosto): Quantos anos eu sonhei com esse momento. Todas as noites lembrava do rostinho do meu bebê. Eu pensava... Como estará o meu menininho?

Marco (emocionado): Eu fico imensamente feliz em saber que uma senhora tão boa é minha mãe...

 
     

 

     
     
     

CAPÍTULO 22 (PENÚLTIMO CAPÍTULO)
 
     
 
 
 

Cena 1 – Continuação do capítulo anterior / Casa dos Garcia / Sala / Noite / Int.

Alexandra está na janela admirando a surpresa que Marco fizera. Uma serenata. Amelinha chega à janela.

Amelinha (sorrindo): Vai lá falar com ele mamãe.

Glória e Benito saem para ver o que está acontecendo e eles se emocionam ao ver aquela cena romântica. Marco sorri para a mãe. Alexandra sai rapidamente vai até Marco.

Alexandra (emocionada): Marco, você já saiu do hospital meu amor?

Eles se abraçam.

Marco: Sim minha querida. Eu estou aqui pra te pedir perdão por tudo que te fiz, por minha desconfiança, meus ciúmes, eu sei o quanto te fiz sofrer. Só estou chateado por uma coisa... Por que você parou de ir me visitar.

Alexandra: Não me deixaram ir Marco. Eu não acredito que isso está acontecendo, parece um sonho, do qual eu jamais quero acordar.

Marco: Vamos Alexandra, venha comigo porque precisamos conversar sobre muitas coisas.

Alexandra: Irmos pra onde?

Marco: Para um lugar todo especial que eu preparei para nós dois.

Alexandra: Mas eu...

Marco: Nada de mais! Vá e converse com a dona Glória e diz que vai vir comigo, é só está noite.

Alexandra entra na casa. Amelinha vai cumprimentar Marco.

Amelinha: Marco!

Marco: Amelinha, meu Deus como você está linda, já está uma mocinha.

Amelinha: É, faz tanto tempo que a gente não se vê, agora eu já tenho dez anos.

Marco: Pois está linda e com certeza herdou a beleza de sua mãe.

Benito se aproxima emocionado.

Benito: Filho...

Marco sorri e o abraça.

Benito (chorando): Me perdoe. Eu juro que estou muito arrependido do que fiz.

Marco: Não se preocupe. Eu sei que não fez por mal. Temos muito que conversar ainda.

Alexandra reaparece.

Marco: É melhor deixarmos essa conversa pra depois, vou te roubar sua mãe um pouco, Amelinha.

Amelinha: Desde que devolva...

Todos riem, Alexandra beija a filha.

Alexandra: Obedeça a dona Glória e durma com Deus filha.

Amelinha: Mamãe volta logo viu? Eu não quero te perder de novo.

Marco (comovido): Pode ficar tranquila que eu vou cuidar muito bem da sua mãe.

Marco e Alexandra vão de táxi para um lugar até então desconhecido para ela.

Marco: Eu resolvi pedir um táxi por que eu não quero ficar pelo caminho de novo como da outra vez.

Ele ri e Alexandra o olha com ternura.

Alexandra: Eu tive tanto medo de te perder.

Cena 2 – Casinha / Ext.

O táxi vai parando devagar em um campo deserto, com apenas uma pequena casinha, na saída da cidade. Eles descem do carro. Corta para.

Cena 3 – Casinha / Int.

Alexandra se surpreende com a casa toda enfeitada com pétalas de rosas. Ela sorri e Marco a abraça.

Marco: Fiz tudo isso pra você, para a nossa reconciliação.

Alexandra: Está lindo, meu amor!

Os dois se sentam na cama um frente ao outro. Marco a beija, apaixonado.

Cena 4 – Rua abandonada / Ext.

O carro de Michelle para numa ruma deserta, próximo a outro carro. O ambiente é mal iluminado. Ela sai do veículo e fica cara a cara com o homem misterioso, que surge na claridade.

Michelle: Que bom que veio... Victor.

Victor sorri, em seu rosto uma enorme cicatriz.

Victor: Estou disposto a ajudá-la. Estive seguindo Alexandra há muito tempo. Sei tudo, onde trabalha, onde está morando...

Michelle: Ainda bem que todos pensam que você morreu.

Victor: Vaso ruim não quebra.

Michelle: Todo o dinheiro que eu te emprestei não foi gasto a toa. Você vai me ajudar agora a acabar com a vida daquela perdida.

Cena 5 – Casinha / Int.

Alexandra e Marco continuam sentados na cama, a conversar.

Marco: Temos que conversar seriamente sobre tudo que aconteceu, e combinarmos uma coisa. Eu nunca mais vou desconfiar de você e você nunca mais vai esconder nada de mim. Só assim poderemos ser felizes.

Alexandra: Eu juro que não vou te esconder nada. Mas Marco o que estamos fazendo é errado, você está casado ainda.

Marco: Sim, estou. Mas não vai demorar pra sair meu divórcio. Eu não amo mais a Michelle eu amo você Alexandra. Estou muito feliz que você tenha achado sua filha.

Alexandra: Ah Marco você não imagina a felicidade que eu estou sentindo, sofri muito a falta dela.

Marco: Eu imagino. Me conte tudo. Como foi que aconteceu? Por que você não saiu em busca de sua filha no dia em que a perdeu?

Alexandra: Eu... Eu tinha acabado de voltar da capital. Estava me sentindo muito mal, não sei, mas creio que alguém colocou alguma droga naquela água que eu tomei. Alguém que queria me prejudicar. Juntando as peças eu acredito que tenha sido o Victor.

Marco: Ele está morto...

Alexandra: Sua mãe me disse... Pois então, quando acordei, minha filha não estava mais lá. (chorando) Foi horrível... Estava chovendo. Eu saí desesperada.

Vem em seus pensamentos aquela cena, onde ela sai correndo gritando pela filha na chuva, até que sem forças cai.

Alexandra: Não tive forças para procurá-la mais... Eu, eu perdi o nosso filho...

Marco: Nosso filho?

Alexandra: Eu estava grávida quando nós brigamos.

Marco (nervoso): Alexandra... Por que você não me disse antes?! Meu Deus...

Alexandra chora e Marco a abraça.

Marco: Me perdoe. Eu não quero gritar com você. Vamos ter muitos filhos ainda. Não chore mais, vamos falar de outra coisa. Antes do acidente, você me disse uma coisa que ainda não está muito bem explicado. Victor é pai da Amelinha... Ele te violentou?

Alexandra: Eu era inocente e ele acabou comigo sem piedade! Estávamos em uma quermesse, eu e mamãe. Victor também estava lá. Eu não o conhecia, nunca o tinha visto. Mamãe ficou ajudando as mulheres na venda de bebidas e eu fui pra casa sozinha e encontrei com o Victor no caminho, e ele...

Marco: Não, não precisa dizer mais nada. Miserável!

Alexandra: Foi muito difícil pra mim.

Marco: Não vamos falar dessas coisas tristes, meu amor. Essa noite é só nossa. Do nosso amor...

Alexandra: Marco, eu te amo, te amo muito, meu amor...

Cena 6 – Manhã seguinte / Casa dos Garcia / Sala / Int.

Benito e Glória esperam Amelinha acordar.

Amelinha: Mamãe não chegou vó?

Benito: Ainda não anjinho.

Glória: Ela vai demorar um pouquinho.

Amelinha: Ela dormiu com o Marco?

Glória disfarça e Benito ri.

Amelinha: Eu gosto do Marco. Mas, não quero que minha mãe se afaste de mim de novo.

Glória: Não se preocupe com isso. Sua mãe vai ficar ao seu lado sempre. Agora Benito vá até a padaria, comprar os pães do nosso café da manhã.

Amelinha: Deixe que eu vou, vó!

Glória: Não minha filha, seu avô vai.

Amelinha: Ah me deixa ir vai!

Benito e Glória se olham, risonhos.

Cena 7 – Rua / Ext.

Próximo da casa dos avós, Amelinha vai caminhando atenta para padaria. Ela compra os pães e vem andando de vagar. De repente para, assustada, e o pacote com os pães cai no chão. Ela se assusta ao ver Victor.

Victor: Lembra-se de mim menina?

Amelinha: Você é mau!

Amelinha tenta sair correndo, está com muito medo. Victor a pega a força e a faz dormir com um sonífero.

Cena 8 – Casinha / Int.

Marco e Alexandra dormem abraçados, enrolados sob os lençóis. Alexandra acorda e sente uma coisa horrível. Um pressentimento. Ela volta a deitar-se, Marco desperta, feliz.

Marco: Bom dia amor da minha vida!

Alexandra: Bom dia, meu amor.

Marco: Vou te deixar em casa. Preciso avisar lá em casa que estou bem. Devem estar desesperados já que não avisei nada.

Alexandra: Vou pensar em você a todo o momento.

Marco: Vou contar os segundos pra te ver de novo.

Cena 9 – Casa dos Garcia / Sala / Int.

Alexandra chega sorrindo a casa. Glória está chorando, Benito está nervoso.

Alexandra: O que houve?

Glória: Alexandra, a Amelinha sumiu!

Alexandra (desesperada): Onde ela está! Onde?

O telefone toca. Alexandra atende depressa. Cena alternada.

Michelle: Queridinha? Como está a cantora de quinta?

Alexandra: Michelle é você?

Michelle (irônica): Adivinhou!

Alexandra: Você está com a minha filha?

Michelle: Digamos que sim... Quer escutá-la? Victor traga a menina aqui!

Alexandra (abismada): Victor?

Amelinha já está acordada, mas se sente tonta, grita.

Amelinha: Mamãe, mamãe me tira daqui!

Alexandra (gritando): Amelinha! Minha filha! Não façam nada com a minha filha!

Michelle (ri/diabólica): Por que não vem buscá-la? O meu assunto é com você. Não vou fazer nada de mal com ela se você prometer que não vai avisar ao Marco, que vai vir pra cá o mais rápido possível, sozinha, ouviu? Vai vir sozinha! Se não obedecer, adeus Amelinha... Anota o endereço.

Alexandra, tremendo, anota o endereço.

Alexandra: Michelle não faça nada com ela. Eu te imploro.

Michelle: Se vier acompanhada, pode ter certeza que não vai nunca mais ouvir a voz da sua filhinha.

Michelle desliga na cara de Alexandra, que está desesperada.

Gloria: Onde ela está?

Benito: vamos chamar a polícia!

Alexandra (chorando): Não! Não façam isso pelo amor de Deus! Reze dona Glória, peça que a Virgem proteja a minha menina.

Alexandra sai, apressada. Luciano e Amanda chegam.

Amanda: O que houve mãe?

Glória: Sequestraram a filha da Alexandra, nossa Amelinha!

Luciano: Precisamos avisar ao Marco e a policia.

Benito: Ela pediu que não fizéssemos isso, mas não podemos deixá-la sozinha.

Luciano vê um papel no chão.

Luciano: Olhem! Deve ser o endereço.

Glória: Ela deixou cair quando saiu.

Eles se olham, preocupados.

 
     

 

     

autora
Francyslaine Vicentini

elenco
Thalia como Alexandra
Mauricio Islas como Marco Antonio
Nora Salinas como Michelle
Fernando Carrillo como Pablo
Marga Lopéz como Isabela
Helena Rojo como Gina
Andrés García como João Carlos
Susana Gonzáles como Marcela
Gabriel Soto como Armando
Mayrin Villanueva como Marilia
Miguel de León como José Manuel
Kuno Becker como Luciano
Danna Paola como Amelinha
Adamari Lopes como Amanda
María Sorté como Glória
Raúl Padilla "Chóforo" como Benito
Sergio Sendel como Victor
Carmen Salinas como Rosa

produção
Bruno Olsen
Diogo de Castro
Israel Lima

Esta é uma obra de ficção virtual sem fins lucrativos. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.


REALIZAÇÃO


Copyright
© 2005 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução

.aaa.
.aaa.

Compartilhar:

 
Copyright © WebTV | Design by OddThemes