Sedutora Melodia - Capítulo 21



 

     
 

No capítulo anterior de Sedutora Melodia:

Gina: O que faz aqui na minha casa?

Alexandra: Vim prestigiar sua festa que saiu em todas as colunas sociais do jornal, aliás, sua casa... Sua casa? (Alexandra sorri e pisca para o irmão) Será que esqueceu que esta casa é minha e todo o resto do patrimônio da senhora Isabela Besañes?

Os convidados olham assustados e Gina envergonhada disfarça.

...

Alexandra: Lembra-se dona Georgina? Lembra-se que eu me ajoelhei, implorei... Pedi que se a senhora soubesse algo do sumiço da minha filha, que me dissesse... Mas não... Me fez sofrer, ou melhor, sofro até hoje por que ainda não consegui encontrá-la! Pois bem! Antes não queria nada de vocês, mas se é pra lhes fazerem sofrer nem que seja um pouco de tudo que eu venho sofrendo, peguem suas coisas e saiam agora da minha casa.

Marco puxa Alexandra.

Marco: Para com isso! Por favor, Alexandra!

Gina começa a passar mal.

Marco: Você vai sair daqui agora!

Alexandra acerta um tapa no rosto de Marco.

Alexandra: Não encoste sua mão em mim!

Marco: Alexandra, você...

Alexandra (grita): Não finja que está passando mal senhora. Quero que todos conheçam quem são os respeitáveis membros dessa família. Peço desculpas a Marcela, Luciano e ao senhor João Carlos. Vocês não merecem nem um tipo de acusação porque são pessoas boas. Mas o resto da família, principalmente à senhora e seus filhos Marco e Pablo, sem esquecer de Michelle. Eu odeio vocês! Me dão nojo! (chorando) São uns monstros miseráveis!

Marco puxa Alexandra com força pra longe dali.

Alexandra: Me solta! Ainda tenho muitas verdades a dizer! Me solta!

Marco: Você está ficando louca! Que história maluca é essa? O que você ouviu? O que minha mãe e minha esposa têm a ver com o sumiço da sua filha? Aliás, nem sabia que ela tinha sumido... Onde está Amelinha?

Alexandra: Não sei. Faz cinco anos que não a vejo, mas isso não deve te interessar. Vai lá ver se sua mãe está bem, não quero que ela tenha um troço por minha culpa. Acho que peguei pesado com ela. Mas ela merecia!

...

Marco: Por que não me disse desde o inicio que ele era pai da sua filha? Por que o beijou se estava comigo, se dizia que me amava?

Alexandra: Eu não o beijei! Ele me beijou a força! Será que você nunca vai acreditar em mim Marco?

Marco (irônico): Te agarrou! Ah! Pelo amor de Deus, Alexandra! Eu não consigo acreditar nisso! Vai dizer que o Victor tentou estuprar a coitadinha da Alexandra?!

Alexandra (nervosa): Ele é um maldito, miserável, duas vezes estragou minha vida, duas vezes... E que ironia Marco, você dizer que não acredita que o Victor podia ter me estuprado. Se quer saber mesmo a verdade, Amelinha é fruto de uma violência! Victor me estuprou sim!

Marco (surpreso): O que você disse?

Um carro buzina.

Alexandra: Marco, cuidado!

Ele perde o controle do carro e por mais que tente não consegue controlar e o carro acaba capotando em um barranco.

...

Amelinha: Mamãe... é minha mamãe...

Alexandra abre os olhos e vê emocionada a filha.

Alexandra: Amelinha, meu Deus Amelinha é você?

A menina corre emocionada e abraça a mãe que chora.

...

Michelle: Isso não vai ficar assim. Não vou aceitar que você roube meu marido de mim. Você não tem vergonha? É a mesma de sempre. Você não presta Alexandra!

Alexandra: Eu? Eu que não presto? Você é muito pior do que eu Michelle! Se fiquei calada todo esse tempo, agora vou dizer tudo o que acho de você! É uma hipócrita, mimada, mal amada. Além de tudo enganou o Marco e quem sabe ainda não o engana com o Pablo!

Michelle acerta um tapa em Alexandra. Alexandra mais que depressa revida ao tapa e com tanta força que derruba Michelle, que a encara com ódio.

 
     

 

     
     
     

CAPÍTULO 21
 
     
 
 
 

Cena 1 – Continuação do capítulo anterior / Hospital / Recepção Dia / Int.

Michelle encara Alexandra com ódio e a mão no rosto.

Alexandra: Não vou aceitar que me humilhem nunca mais.

Michelle se levanta e parte pra cima de Alexandra. As duas começam a se bater. João Carlos e mais alguns enfermeiros correm para separá-las.

João Carlos: Estão loucas?!

João Carlos puxa Alexandra.

Alexandra: Me solte!

Michelle: Isso não vai ficar assim! A guerra começou agora!

Alexandra: Pois você fique sabendo que eu já ganhei! Marco me ama e jamais vai te amar Michelle! Ele me ama! Eu sei disso!

Michelle: Pois aproveite bem seus últimos dias de vida, pois se você se aproximar do meu marido eu te mato! Te mato ouviu?

Cena 2 – Hospital / Lanchonete / Int.

Marcela toma um lanche. Armando chega por ali e se aproxima da mesa dela.

Marcela: Armando, você aqui?

Armando: Vim trazer minha irmã pra ver o Marco. Pensou no que eu te disse aquele dia?

Marcela: Ai Armando... Meu amor eu nunca acreditei no que minha mãe disse. Sei que você nunca seria capaz de pedir dinheiro em troca de se afastar de mim. Sei que você só queria o meu bem.

Armando: Isso. Eu só quero o seu bem, Marcela. Se eu te perdi um dia, não vou te perder de novo... Quer se casar comigo?

Marcela: É claro, meu amor.

Eles trocam um sorriso apaixonado.

Cena 3 – Mais Tarde / Mansão Besañes / Sala de Estar / Int.

Michelle está sentada no sofá, com uma expressão fria. Ela fala ao telefone, misteriosa.

Michelle: Pois então estamos combinados. Vamos nos ver neste lugar e planejarmos tudo. Alexandra que espere pra ver quem é Michelle Del Valle.

Cena 4 – Quadra / Ext.

Fade in: Como voy a odiarte – Sin Bandera

Fim de tarde. Luciano joga basquete com seus amigos deficientes. Amanda chega e o observa apoiando-se nas grades, confusa. O jogo termina. Luciano ganha a partida. Ele vê Amanda sentada na arquibancada e vai até ela.

Luciano: Amanda? O que você está fazendo aqui?

Amanda: Parabéns Luciano! Sua equipe venceu, você esteve muito bem.

Luciano: Você quer falar comigo?

Amanda: Sim, eu quero. Sinto-me tão mal com tudo que aconteceu com você. Por minha culpa você está nessa cadeira de rodas.

Luciano: Não diga isso Amanda. Você não tem culpa de nada. Antes eu era Luciano Besañes, jovem rebelde, inconsequente, que não aceitava perder. Agora sou Luciano Besañes, deficiente físico, sonhador, e que sabe valorizar coisas insignificantes da vida, tudo isso graças a você.

Amanda: Me perdoa. Eu estive confusa esse tempo todo, mas eu não posso mais me enganar. Não paro de pensar em você.

Luciano: Aproxime-se de mim, linda.

Luciano beija Amanda e João Carlos os vê.

Fade out: Como voy a odiarte – Sin Bandera

João Carlos: É assim que você me ama, Amanda?

Amanda: Me perdoe, João Carlos. Você foi muito especial pra mim. Minha primeira paixão. Mas não posso te enganar mais. Eu estou amando. Eu amo o seu filho. Me perdoe...

João Carlos: Eu odeio vocês! Odeio!

Ele sai revoltado e Luciano segura a mão de Amanda com força.

Luciano: Você foi corajosa. Você tinha que deixar seu coração falar mais alto.

Cena 5 – Hospital / Quarto de Marco / Int.

Alexandra está ao lado de Marco no hospital.

Alexandra: Marco meu amor... Já se passaram vários dias! Estou sofrendo por te ver assim. Por que não reage? Por que não volta meu amor? Volte por mim... Pelo nosso amor.

Alexandra beija Marco levemente. Depois segura a sua mão.

Alexandra: Eu queria tanto te ver sorrindo, ouvir você dizer “ Canta pra mim Alexandra?”... Ouvir você dizer que me ama. Me ama assim como eu te amo.

Pablo entra no quarto. Marco abre os olhos lentamente, mas nenhum dos dois percebem.

Pablo: É melhor você sair, a Michelle está vindo aí.

Alexandra: Não estou fazendo nada demais, só vim ver como o Marco está.

Michelle entra, seguida de um segurança forte.

Michelle: O que está fazendo aqui?

Pablo: Eu avisei que você viria, mas...

Michelle (ordena): Tire essa mulherzinha daqui!

Alexandra: Você está louca?

Michelle: Não permita que ela volte a entrar nesse quarto. Tire-a daqui imediatamente!

O segurança vai até Alexandra.

Alexandra: Me solta! Eu vou embora sozinha.

Alexandra sai e o segurança a segue. Michelle ri.

Pablo: Ela não se cansa. Vem ver o imbecil do Marco todos os dias e fica horas conversando com ele.

Michelle: Alexandra quer tomar o meu marido, isso sim. Ela está toda feliz porque encontrou a filha, mas você vai ver, essa felicidade não dura muito, eu vou acabar com ela.

Fade in: Ni rosas ni juguete – Paulina Rubio

Pablo: Você fica tão linda quando está nervosa.

Michelle (saliente): Você já me falou isso muitas vezes, gato. Faz cinco anos que nós estamos juntos, mas parece que já faz uma eternidade.

Pablo acaricia o rosto de Michelle.

Pablo: Essa situação me faz lembrar do dia do meu casamento, onde nos beijamos pela primeira vez correndo o risco de todos nos descobrirem. E descobriram! (Ele riem) E agora estamos em frente do seu marido, não posso perder essa chance.

Michelle: Chance? De que?

Pablo: De te beijar aqui na frente dele.

Michelle: Seu louco!

Pablo puxa Michelle pela cintura e a beija. Marco abre os olhos e vê tudo.

Fade out: Ni rosas ni juguete – Paulina Rubio 

Michelle e Pablo se beijam na frente de Marco. Ele abre os olhos.

Marco (irritado): Saiam daqui! Eu quero falar com Alexandra!

Michelle e Pablo se espantam ao perceberem que Marco viu tudo.

Pablo: Ele acordou! Um médico... Temos que chamar um médico. Enfermeira!

Pablo sai, desconfiado. Michelle se aproxima de Marco sorrindo, nervosa.

Michelle: Meu amor, que bom que você reagiu!

Marco: Não precisa mentir Michelle, eu vi tudo.

Michelle: Viu o que Marco?

Marco: Vocês se beijando. Eu devia desconfiar que você sempre amou o Pablo.

A enfermeira entra, acompanhada de Pablo.

Michelle: Enfermeira ele está tendo alucinações, não sei, não está dizendo coisa com coisa.

Legenda: Dias Depois

Cena 6 – Mansão Besañes / Quarto de Marco e Michelle / Dia / Int.

Marco está deitado na cama. Gina cuida do filho.

Gina: Fique bem quietinho Marco, não faça esforço nenhum, se precisar mamãe está aqui.

Marco (ri): Mamãe, eu não sou mais criança. Além do mais já me deram alta.

Gina: Mais ainda não está recuperado. Esqueceu que ficou quase quinze dias em coma?

Marco: Mas, agora estou me sentindo melhor.

Gina: Não quer mesmo conversar com Michelle? Ela tem tentado falar com você todos esses dias.

Marco: É melhor acabar com tudo isso de uma vez. Fale pra Michelle que eu preciso conversar com ela, e dessa vez é definitivo.

Michelle entra no quarto.

Michelle: Marco meu amor, por que tudo isso?

Gina: Vou deixá-los a sós.

Gina se retira. Marco encara Michelle.

Marco: Michelle, você sabe muito bem o motivo. Nosso casamento não tem mais solução. Eu nunca devia ter me casado com você sabendo que nunca ia deixar de amar Alexandra. Não te culpo em nada, sei que ao mesmo tempo em que todos esses anos você me traía com o Pablo...

Michelle a interrompe.

Michelle: Você está enganado, eu não tenho nada com ele.

Marco: Você me traía sim, eu sei. Mas, eu também te traía em pensamentos. Não tinha uma só noite que eu não pensasse nela!

Michelle: Eu estou disposta a mudar. Nunca mais chegar perto do Pablo. Por favor, eu imploro Marco Antonio. Eu te amo.

Marco: Não, Michelle. É definitivo. Dessa vez é pra sempre.

Michelle se ajoelha nos pés de Marco.

Michelle: Por favor!

Marco: Não se humilhe mais Michelle. Entre nós nunca existiu amor.

Michelle (pensando): Eu acabo com você Alexandra! Você é a culpada de todo o meu sofrimento.

Cena 7 – Mansão Besañes / Sala de Estar / Int.

Gina desce as escadas e se surpreende ao ver Glória na sala.

Gina: O que você faz aqui?

Glória: Vim saber de Marco Antonio. Precisava vê-lo. Ter certeza que está bem.

Michelle passa entre as duas rapidamente e nem as cumprimenta.

Gina: É melhor fazer como Michelle. Saia agora da minha casa!

Glória: Eu não vou fazer nada demais. Só quero vê-lo. Não vou dizer que sou a mãe dele.

Marco Antonio que estava na escada ouve tudo e olha surpreso.

Gina puxa Glória pelo braço e a empurra.

Gina: Eu não mandei o bêbado do seu marido vender o seu filho. Marco é meu! Só meu!

Marco desce as escadas com dificuldade.

Marco: Do que vocês estão falando? Eu não entendo Dona Glória.

Glória chora nervosa.

Gina: Não ouça o que essa louca está dizendo. Desapareça da minha casa.

João Carlos chega à sala.

João Carlos: Não grite assim com ela Georgina. É melhor o Marco saber de tudo. Você não é nosso filho, e sim desta senhora.

Gina (gritando): Por que você está fazendo isso?

Ela parte pra cima de João Carlos com violência. Ele a tira da sala. Marco e Glória ficam frente a frente.

Glória: Meu filho, meu filho me perdoe...

Ele a abraça.

Marco: Não chore, por favor.

Glória (beija-lhe o rosto): Quantos anos eu sonhei com esse momento. Todas as noites lembrava do rostinho do meu bebê. Eu pensava... Como estará o meu menininho?

Marco (emocionado): Eu fico imensamente feliz em saber que uma senhora tão boa é minha mãe... Me perdoe. Eu não sei como agir. Fui pego de surpresa... Sempre pensei que Gina fosse minha mãe.

Glória: E ela vai continuar sendo sua mãe, por que te criou e te ama muito.

Marco: Eu tenho duas mães maravilhosas.

Glória: E você é o filho que eu sempre sonhei.

Cena 8 – Mansão Besañes / Escritório / Int.

João Carlos segura o braço de Gina, agressivo, entrando no local. Ela chorando, desesperada.

Gina: Você é um estúpido João Carlos! Só sabe fazer as coisas de errado.

João Carlos: Fique calma Gina! Olhe pra mim! Ela é mãe dele e isso ninguém pode mudar!

Gina: Eu que sou a mãe!

João Carlos: Sei que perdemos um filho e foi uma estupidez minha adotar o Marco para substituir nosso filho morto. Gina, acorde para a realidade. Glória tem direito!

Gina: Não quero perdê-lo... Não quero!

Gina abraça João Carlos.

João Carlos: Você não vai perdê-lo. Pense bem. Marco é um homem inteligente e sensato. Ele vai entender nossos motivos. Não fique tão desesperada Gina.

Gina: Me abraça forte.

João Carlos fica desconcertado.

Cena 9 – Mansão Besañes / Sala de Estar / Int.

Glória e Marco estão sentados no sofá. Depois de conversarem muito, ele conclui.

Marco: Vou visitá-la sempre mamãe. Ajudá-la no que for preciso.

Glória: Eu nem acredito que isso é verdade! Obrigada, meu Deus. Te peço uma coisa filho. Perdoe o seu pai. Benito não sabia o que estava fazendo.

Marco: Eu entendo. Sei que alcoolismo é uma doença. Conversarei com ele.

Glória: Obrigada, querido. E vá logo nos visitar. Sabe quem está morando por uns tempos na minha casa?

Marco: Quem?

Glória (sorrindo): Alexandra e Amelinha.

Marco (sorrindo): Meu Deus, Alexandra! Não vejo a hora de vê-la de novo. Vou preparar uma surpresa pra ela!

Gina e João Carlos retornam a sala. Gina olha chorando para Marco segurando a mão de Glória. Glória olha comovida pra ela. Marco sorri e vai até ela.

Marco: Que olhar triste é esse, mamãe?

Gina chora e Marco a abraça forte. Ele chama Glória com um gesto e abraça as duas.

Marco: Aqui estão as mães mais lindas desse mundo!

João Carlos sorri, emocionado.

Cena 10 – Cai a noite. / Casa dos Garcia / Sala / Int.

A harmonia reina no ambiente. Todos reunidos na sala, ouvindo Alexandra cantar.

 
“Uma rosa pintada de azul é um motivo

Uma simples estrelinha do mar é um motivo

Escrever um poema é fácil se existe um motivo

E até criar mundos novos na fantasia

Uns olhos banhados de luz são um motivo

Uns lábios querendo beijar são um motivo

E me vejo olhando você

E encontrando tantos motivos

Eu concluí que o maior motivo da minha vida é você...”

 

Eles riem e aplaudem Alexandra. Um barulho chama atenção deles. Alexandra vai até a janela e olha emocionada ao ver Marco com alguns cantores, uma banda de Mariaches. Seu coração bate mais forte. Uma serenata. Marco está fazendo uma serenata pra ela.

 
     

 

     

autora
Francyslaine Vicentini

elenco
Thalia como Alexandra
Mauricio Islas como Marco Antonio
Nora Salinas como Michelle
Fernando Carrillo como Pablo
Marga Lopéz como Isabela
Helena Rojo como Gina
Andrés García como João Carlos
Susana Gonzáles como Marcela
Gabriel Soto como Armando
Mayrin Villanueva como Marilia
Miguel de León como José Manuel
Kuno Becker como Luciano
Danna Paola como Amelinha
Adamari Lopes como Amanda
María Sorté como Glória
Raúl Padilla "Chóforo" como Benito
Sergio Sendel como Victor
Carmen Salinas como Rosa

música
Cerca de Ti (abertura)
Yo quisiera – Reik
Como voy a odiarte – Sin Bandera
Ni rosas ni juguete – Paulina Rubio

produção
Bruno Olsen
Diogo de Castro
Israel Lima

Esta é uma obra de ficção virtual sem fins lucrativos. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.


REALIZAÇÃO


Copyright
© 2005 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução

.aaa.
.aaa.

Compartilhar:

 
Copyright © WebTV | Design by OddThemes