Sedutora Melodia - Capítulo 19



 

     
 

No capítulo anterior de Sedutora Melodia:

Padre: Marco Antonio Besañes aceita Michelle del Valle como sua esposa?

Marco ouve barulhos. Ele olha para trás e vê assustado Alexandra chorando na porta da igreja. Gina e Pablo rapidamente vão à direção dela. Marco a olha triste. Alexandra não se contém e chora.

Michelle (pensa): Eu não acredito!

Padre: Vou repetir. Marco Antonio Besañes aceita Michelle del Valle como sua esposa?

Marco (hesitante): Aceito...

...

Victor: Minha princesa. Enfim estamos a sós. Vamos desfrutar do nosso amor...

Marcela: Eu não te amo! Não quero ficar com você! Por favor, saia do meu quarto!

Victor: Você está louca? É nossa noite de núpcias!

Marcela: Já disse que não te quero aqui! Saia por favor!

Victor: Eu não vou aceitar isso nunca!

Victor agarra Marcela que o empurra.

Marcela: Me solta! Me solta!

...

Médico: Você precisa operá-lo João Carlos.

João Carlos: Que morra! Luciano me odeia e eu também sinto o mesmo por ele.

...

Alexandra (chorando): Isso não vai ficar assim... Não vai. Que a família Besañes não tenha a infelicidade de cruzar o meu caminho. Por que eu vou destruí-los! E nada neste mundo vai me impedir de ter minha filha novamente ao meu lado. Eu vou fazer de tudo pra te odiar Marco, eu vou fazer de tudo.

 
     

 

     
     
     

CAPÍTULO 19
 
     
 
 
 

Cena 1 – Transição de Tempo 

Fade in: Aventurero – Thalia

Cenas externas da cidade do México. Close no céu azul de nuvens extremamente brancas, os dias passam rapidamente. Na tela, surge a legenda:

Cinco anos depois

Fade out: Aventurero – Thalia

Cena 2 – Restaurante / Noite / Int.

O local é bem frequentado, de classe. No palco, Alexandra canta emocionada. Um homem misterioso a observa. Mais bela do que nunca ela continua a apresentação, que está quase no final, algumas lágrimas caem no seu rosto.

 

...é importante ao menos dizer

que a tua ausência dói e não sabe quanto...

Vem que nunca imaginava como era estar sozinha

Que não é nada fácil quando te derrotam

Que eu não sei o que fazer

E aqui não resta nada de nada

Não me ensinou como era estar sem ti

e o que eu digo a esse coração

se você se foi e tudo eu perdi,

por onde começo se tudo acabou?

não me ensinou como estar sem ti

como esquecer, se eu nunca aprendi... 

Após a música, as pessoas aplaudem. Um homem bêbado se aproxima e a puxa com violência. 

Homem: Linda canta pra mim? Só pra mim!

Alexandra: Me solta!

Rapidamente Armando sobe no pequeno palco e empurra o homem.

Armando: Eu não admito que você encoste a mão na minha irmã!

Alexandra (pensando): Meu Deus, que vida... Sou uma sombra, uma alma vazia, que não serve pra mais nada.

Armando aproxima logo depois.

Armando: Sente-se bem minha irmã?

Alexandra: Mais ou menos. Ainda bem que terminei mais uma apresentação. Vamos, me leve... Estou cansada.

Alexandra se despede do público e pede desculpas pelo ocorrido. O homem misterioso continua a olhá-la.

Homem: Ainda vou ter Alexandra em meus braços!

Cena 3 – Ruas da Cidade / Carro / Int.

Armando dirige. Alexandra está calada. Logo atrás, o homem misterioso os segue, em outro carro.

Armando: Você está muito calada hoje, o que foi?

Alexandra: Estou muito triste. Hoje faz exatamente cinco anos que tiraram os meus filhos de mim... Por que Deus foi tão cruel comigo Armando?

Armando: Alexandra não diga isso, por favor... Deus não foi cruel com você.

Alexandra: É mesmo... Quem foi cruel comigo foi àqueles malditos da família Besañes... O Marco, Pablo, a Gina...  O Victor, Michelle! Tenho certeza que eles têm tudo a ver com o sumiço da minha filha. Armando está me ouvindo?

Armando olha preocupado para um carro que os segue desde que saíram do restaurante.

Armando (disfarçando): É claro que sim Alexandra...

Alexandra olha pra trás e percebe que o carro os segue. Armando muda de caminho.

Alexandra: Ele está nos seguindo, não é?

Armando: É melhor voltarmos pro restaurante, assim ele não descobre aonde é a nossa casa.

Alexandra olha mais não consegue perceber quem está no outro carro.

Cena 4 – Dia Seguinte / Mansão Besañes / Sala de Estar / Int.

Michelle: E então querido, a senhora Besañes está melhor?

Marco: É Michelle. Eu acho que desta vez ela não resiste.

Michelle: Fica calmo Marco, você está muito tenso.

Marco: Michelle... E este mês?

Michelle se afasta, olha com raiva:

Michelle: Nada Marco.

Marco olha triste.

Michelle: Mas também o que você quer? Eu não tenho culpa se não consigo engravidar! Por que você quer tanto um filho? Por Deus Marco, sua cobrança, essa obsessão está me deixando louca!

Marco: Eu não estou obcecado! Também não se pode conversar nada com você Michelle!

Marco sai nervoso. Passa um tempo Michelle também sai.

Cena 5 – Centro de Recuperação / Salão / Int.

Algumas pessoas estão reunidas no local, sentadas em cadeiras. Entre elas, Amelinha e Glória, bem na frente. Benito está de pé, e toma a palavra.

Benito: Hoje é um dia muito especial pra mim, meus amigos. O AA me ajudou muito, este grupo de recuperação que hoje comemora mais um ano de existência. Antes eu era triste, vivia desconsolado. Comecei a beber no desespero de ter perdido um filho e com isso destruí minha família. Maltratava minha esposa, envergonhava meus filhos, até que algum dia, uma pessoinha, muito especial me disse: se o senhor está doente eu vou lhe ajudar e tudo vai ser diferente. E aqui estou. Hoje faz cinco anos que eu parei de beber. Há cinco anos não ingiro nada alcoólico, e devo tudo isso ao meu anjinho Amelinha.

A menina corre para abraçar o avô e as pessoas aplaudem emocionadas.

Cena 6 – Apartamento de Pablo / Sala / Int.

Pablo abre a porta e Michelle entra, bufando de raiva.

Pablo: Está bem sumida, queridinha.

Michelle: Não estou de bom humor hoje. Marco fica me cobrando um filho. Parece castigo! Aquela vez engravidei de você e agora que o Marco quer, não consigo engravidar!

Pablo lha assustado e se lembra do que o médico lhe disse a cinco anos sobre que Michelle não poderia ter mais filhos.

Cena 7 – Colégio Riviera / Ext.

A câmera mostra a fachada de uma escola particular. O portão se abre e os alunos começam a sair. Entre eles está um garoto que para de repente. Um carro estaciona e o menino abre um sorriso. Marília e João Manuel saem de dentro do carro e vão de mãos dadas buscar Carlinhos, que corre para abraçar os dois.

Cena 8 – Hospital / Ext.

Gina chega ao hospital e ajuda Luciano a entrar, o jovem já maneja bem a cadeira de rodas. Uma bela mulher os acompanha. Sensual ao mesmo tempo discreta ela sorri ao se encontrar João Carlos na entrada do hospital. Amanda está acompanhada de João Carlos.

Marcela: Papai!

João Carlos abraça a filha assustado. Aquela não era a mesma Marcela de antes. Sua aparência estava tão mudada que ele nem a reconhecera.

João Carlos: Como está linda minha filha!

Marcela: Eu mudei, papai. Decidi cuidar mais de mim, estudar, me tornar uma mulher de verdade, não uma menina medrosa que se escondia do mundo.

Amanda que está ao lado de João Carlos olha pra Luciano e sente seu coração bater mais forte. Gina olha torto para o ex-marido.

João Carlos: Gina...

Gina: O que está fazendo aqui com essa mulherzinha? Não tem mesmo respeito a sua família não é?

Luciano: Mamãe fica calma.

Marco chega e os interrompe.

Marco: Vovó está muito mal. É melhor o senhor ir vê-la pai, antes que seja tarde demais.

Legenda: Um mês depois.

Cena 9 – Casa de Alexandra / Sala / Dia / Int.

Alexandra ensaia as músicas que cantará a noite no restaurante. Alguém bate na porta e ela vaia atender. Do outro lado, um homem desconhecido.

Homem: A senhorita é Alexandra Olivares?

Alexandra (espantada): Sou sim... O que o senhor deseja?

Advogado: Sou advogado representante da senhora Isabela Besañes, que faleceu há um mês.

Alexandra: O que?

Alexandra (chorando): A senhora Besañes... A única daquela família maldita que gostava de mim de verdade... Como foi?

Advogado: A senhora estava muito doente e hoje iremos abrir o seu testamento e o nome da senhorita está incluído. Precisa me acompanhar.

Alexandra: Não, não vou! Não quero saber de nada daquela família... Meu Deus, eu queria tanto poder ver a senhora Isabela pela última vez.

Armando surge na sala.

Armando: O que foi Alexandra?

Advogado: Quem é o senhor?

Armando: Sou o segurança do restaurante e irmão de Alexandra.

Advogado: Pois então senhor convença sua irmã a me acompanhar. A família está reunida para abrir o testamento, mas, não posso fazê-lo se a senhorita não estiver junto.

Alexandra: Eu não quero ir. Não quero nada dessa família!

Armando: Pense Alexandra. Se a senhora Besañes te incluiu no testamento, era por que gostava muito de você. Se essa foi à vontade dela, por que não aceitar?

Alexandra (secando as lágrimas): Você tem razão. E quanto à família Besañes, cedo ou tarde teria que enfrentá-los. Chegou a hora.

Cena 10 – Mansão Besañes / Sala de Estar / Int.

Todos reunidos para a leitura do testamento de Isabela. O advogado chega ao jardim da mansão dos Besañes. Alexandra olha com amargura aquela casa. No interior da sala:

Pablo: Quem será a tal pessoa que temos que esperar para abrir o testamento?

A porta da sala se abre e todos se surpreendem ao ver Alexandra, confiante. Todos espantados com a presença de Alexandra, acompanhada do advogado.

Pablo: O que está mulher está fazendo aqui?

Advogado: Era vontade da senhora Besañes a presença da senhorita Alexandra, e seu nome está incluído no testamento.

Alexandra olha ressentida para Marco que se surpreende ao ver como Alexandra está mudada. Bem vestida, completamente diferente de antes quando era simples, e um brilho de ódio no olhar, um rosto marcado pela tristeza, longe da meiguice que tinha anos antes.

Advogado: Vou abrir o testamento da senhora Besañes.

Gina: Eu ainda não me conformo por que está mulher tem que estar aqui.

Marco: Fique calma mãe, vamos acabar com isso logo.

Advogado: Pois bem, vou ler o desejo da senhora Besañes.

Voz de Isabela.

     “Sabendo que estou no fim da minha vida, resolvi mudar meu testamento de acordo com as circunstâncias, muitas coisas me fizeram crer que posso sim ter o perdão de Deus por ter abandonado meu filho... Tê-lo abandonado quando mais precisou de mim, quando esteve doente... Vocês devem estar se perguntando, por que falar de meu filho morto? Por que a presença de Alexandra? Falamos disso depois... Deixo minhas casas no litoral e minhas joias a minha neta Marcela Besañes, e um conselho: querida, não se deixe influenciar pelo que as pessoas te dizem, não se deixe abater por qualquer coisa, lute pra ser feliz...”

Marcela chora emocionada e Marco a abraça.

Gina: Continue, senhor.

     “...para Luciano deixo minha casa no exterior, e que ele prossiga a sociedade que eu tinha numa fábrica de automóveis, espero que um dia ele possa,  com esse esforço ser o dono dela... E todo o resto, minhas outras casas, minhas terras, meu dinheiro, todo minha fortuna, deixo tudo para Alexandra Olivares, minha neta...”.

Todos ficam pasmos com a revelação.

Gina: O que? Não pode ser o senhor deve estar enganado!

Marco: Como assim “minha neta”?

Pablo: E eu? Eu também sou neto dela! Não, nós não vamos aceitar que tudo fique para Alexandra!

Alexandra: Eu não acredito... Como assim? Eu não sou neta da senhora Besañes.

Pablo: Estão vendo?! Ela própria afirma que não tem nada haver com a nossa família... Vovó estava maluca! E eu? E o Marco?

Advogado: Esperem! A senhora Besañes estava em perfeito estado mental quando fez esse testamento. Pra vocês dois, tenho algumas coisas a mais pra ler.

     “Para Pablo, deixo apenas algumas palavras, meu filho, não deixe que sua ambição por dinheiro destrua o que você tem de mais bonito que é sua família... E para você Marco Antonio, cuide bem de sua mãe, faça Gina compreender que não ganha nada com suas mentiras, e que ela deve voltar a ser a mesma por quem meu filho João Carlos se apaixonou... Marco, você tem todo o direito de dividir a herança com Alexandra...”

Gina: Eu sabia que essa mulherzinha não ia ficar com tudo, você Marco, você merece...

     “...desde que não esteja casado com Michelle e sim com a minha neta Alexandra. Fora isso não tem direito a nada do que é meu, se faço isso meu filho é por que sei... Sei que você é apaixonado por ela e as circunstâncias te impedem de ver isso...

Isabela Besañes”.

Advogado: Ela deixou isso pra você Senhorita Olivares.

Alexandra abre a caixinha e olha emocionada duas correntinhas, uma é aquela que ela perdeu há cinco anos com a foto do seu pai e a outra é idêntica só que pertencia a Isabela.

Marcela: A corrente com a foto do tio Afonso.

Gina: E por que Isabela daria essas correntes a uma estranha?

Alexandra (chorando): Afonso era meu pai, meu pai... Eu sou neta da senhora Isabela. Eu sou uma Besañes.

Pablo: Vocês estão todos loucos!

Ele sai nervoso.

Gina: Não vamos aceitar isso, não vamos.

Michelle: Não vou aceitar entregar meu marido para essa mulherzinha.

Todos saem contrariados e Alexandra continua lá, chorando com as duas correntes na mão.

Alexandra (pensando): Agora eu compreendo meu Deus, compreendo as palavras de Isabela, quando me pediu que a chamasse de vovó... Isabela é minha avó, minha avó.

Marco está parado observando ela.

Marco: Era isso o que você queria não é Alexandra? Queria se casar comigo, me enganou, para ser a dona de toda a fortuna dos Besañes. Não precisava de toda aquela farsa, não precisava não, o destino foi bom com você. Não quero nada que seja seu, fique com tudo.

Alexandra: Marco me escute.

Marco: Eu não quero te ouvir! Não quero!

Alexandra fecha a porta e para na frente.

Alexandra: Pois vai ter que me ouvir!

Marco: Quem você está pensando que é pra falar assim comigo?

Alexandra: Uma mulher cheia de amargura, que você nunca deixou falar, contestar! Você acha que é o dono da verdade? Que eu não tenho o direito de dizer o que sinto? Pois bem, me escute. Nunca te enganei. Nunca quis ser dona desse dinheiro. Minha vida já era ruim, mas pelo menos eu tinha a minha filha perto de mim e a esperança de dar a ela uma vida digna, mas você apareceu, estragou tudo de bom que me restava. Nunca acreditou nas coisas que eu disse, sempre acreditou na versão de terceiros que estavam sempre contra mim.

Marco: Chega Alexandra... Chega!

Alexandra: Pois eu tenho a consciência tranquila. E pra evitar problemas na sua família, renuncio toda herança. Fique com tudo pra você! Fique com esse dinheiro, acredito que você precisa mais dele do que eu! É isto Marco, estou disposta, o dia que você quiser ir renunciar a minha parte na herança.

Marco: Você não me convence com esse gesto de santinha.

Alexandra: Bem se vê que está diferente, o seu casamento com Michelle te fez mal.

Marco: Você que está diferente, nem de longe parece a Alexandra doce, inocente e meiga que eu conheci, agora é uma mulher amarga, mal educada.

Alexandra: A vida me fez assim.

Alexandra sai e Marco fica pensativo. Gina aparece.

Gina: O que foi que ela disse?

Marco: Que renuncia a herança mamãe. Não quer nada que é nosso.

Cena 11 - Manhã seguinte / Mansão Besañes / Escritório / Int.

Gina e Michelle conversam.

Michelle: Gina, eu não posso permitir, não posso aceitar que aquela mulherzinha me tome o Marco.

Gina: Michelle o Marco a odeia.

Michelle: Ele falou o nome dela ontem enquanto dormia. “Alexandra meu amor... Ele disse “Meu amor!”.

Gina: Fique calma Michelle.

Michelle: Eu sou capaz de matá-la para que deixe o Marco em paz.

Pablo entra no local.

Pablo: Se quiser eu te ajudo, Michelle.

Gina: Vocês estão loucos?

Pablo: Pensa mãe. Essa mulher vai ficar com toda a herança da nossa família. Ficaremos na ruína, na miséria!

Gina: Não. Isso não.

Pablo: E além do mais podemos armar um plano, não vamos matá-la assim.  Não vamos ser culpados se ela, por acaso, sofrer um acidente.

Gina: Você fala como se uma morte não fosse nada, meu filho!

Pablo: Podemos fazer alguma coisa com o carro dela. Podemos sabotar o carro.

Michelle: Isso! Quero que ela morra. E que seja o mais rápido possível.

Gina: Vocês perderam o juízo!

Pablo: O que a senhora prefere mamãe? Que Alexandra tome tudo o que nós temos de direito? Que Alexandra destrua o casamento do Marco com a Michelle? Que o engane de novo, que faça seu filho querido sofrer?

Gina: Marco sofrer? Não, prefiro morrer do que ver meu filho sofrer de novo.

Pablo olha sorrindo para Michelle.

Gina: Você acha que desconfiarão que nós fizemos isso Pablo?

Pablo: Mamãe, acidentes acontecem... Não fique nervosa.

Gina: Até parece que você já é experiente nesses assuntos, meu filho.

Pablo ri.

Cena 12 – Mansão Besañes / Sala de Estar / Int.

Alexandra e Armando chegam de mudança a mansão dos Besañes. Marcela os recebe. Armando olha assustado a beleza daquela Marcela, que um dia ele conheceu feia e desastrada. Eles se olham fixamente.

Armando: Está muito diferente senhorita Besañes.

Marcela: É... Todos estão me dizendo isso.

Armando: Pois está muito bonita.

Marcela sorri: Agora sim, você pode me dizer isso.

Armando: Poderíamos conversar em outro lugar? Tenho tantas coisas a te dizer Marcela.

Marcela: Eu também preciso muito falar com você.

Alexandra: Pois fique a vontade. Eu espero aqui até que alguém chegue.

Marcela e Armando saem. Alexandra senta-se no sofá.

Cena 13 – Colégio Rivera / Ext.

Fim de aula. Alunos espalhados do lado de fora, a espera dos pais. Amelinha está saindo do colégio quando vê alguns meninos brigando. Carlinhos discute com os meninos que o empurram e ele cai sobre a menina. Os outros meninos saem zombando dos dois.

Carlinhos: Me desculpa, por favor.

Amelinha: Não, tudo bem, por que vocês estavam brigando?

Carlinhos: Eles são uns bobocas, ficam mexendo comigo. Eu não gosto.

De repente Carlinhos sorri e Amelinha também.

Carlinhos: Meu nome é Carlinhos e o seu?

Amelinha: Me chamo Amelinha.

Carlinhos: Você é muito bonita Amelinha.

Amelinha: Eu preciso ir. Amigos?

Do carro, Marília grita pelo filho.

Carlinhos: Minha mãe ta me chamando. É claro que eu quero ser seu amigo.

Carlinhos dá um beijo no rosto de Amelinha que sai. No carro, Carlinhos conta aos pais.

Carlinhos: Conheci a menina mais linda do mundo!

José Manuel: Esse é meu filho!

Carlinhos: Ali está ela!

Carlinhos aponta para a menina que está bem longe. José Manuel olha assustado porque parece que viu a filha de Alexandra, mas pensa que foi ilusão.

José Manuel: Essa... Essa menina...

Marília: O que tem, José?

José Manuel: Não. Nada. Vamos.

Cena 14 – Mansão Besañes / Sala de Estar / Int.

Alexandra continua sentada, esperando que alguém apareça. Ouve vozes vindas do escritório. Curiosa, ela se aproxima.

Pablo (off): Se Victor estivesse com a gente nos podia ajudar. Ele também não gostava nem um pouco da Alexandra, tanto que roubou a filha dela.

Gina (off): É verdade, até hoje não entendo por que ele fez isso.

Alexandra ouve tudo desesperada.

Alexandra: Eles vão me pagar! Fui capaz de me humilhar, me ajoelhar e pedir que Gina me dissesse se sabia da minha filha, e ela se calou! Maldita! Malditos! Eu não vou deixar isso barato, não vou! E onde o Victor levou minha filha? 

 
     

 

     

autora
Francyslaine Vicentini

elenco
Thalia como Alexandra
Mauricio Islas como Marco Antonio
Nora Salinas como Michelle
Fernando Carrillo como Pablo
Marga Lopéz como Isabela
Helena Rojo como Gina
Andrés García como João Carlos
Susana Gonzáles como Marcela
Gabriel Soto como Armando
Mayrin Villanueva como Marilia
Miguel de León como José Manuel
Kuno Becker como Luciano
Danna Paola como Amelinha
Adamari Lopes como Amanda
María Sorté como Glória
Raúl Padilla "Chóforo" como Benito
Sergio Sendel como Victor
Carmen Salinas como Rosa

música
Cerca de Ti (abertura)
Aventurero – Thalia

produção
Bruno Olsen
Diogo de Castro
Israel Lima

Esta é uma obra de ficção virtual sem fins lucrativos. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.


REALIZAÇÃO


Copyright
© 2005 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução

.aaa.
.aaa.

Compartilhar:

 
Copyright © WebTV | Design by OddThemes