As Mulheres da Minha Vida - Capítulo 02




CAPÍTULO 02
 
     
   
 

FADE IN:

 

01  INT. AVIÃO - DIA.

 

Silêncio absoluto. Passageiros quietos e calados. Primeira classe. Gente chique.

 

           KELLY

(Grita)

Aaaaaaaaaaaaaaai! Bexiga do cão da peste. Demônio. Minha unha.

 

 

Atrás da cadeira em que Kelly está, encontra-se Neide, que faz o sinal da cruz. 

 

           NEIDE

Altíssimo, tende piedade desta pobre alma.

 

CAM foca em Vanessa, no assento da fileira ao lado da de Kelly e Neide.

 

           KELLY

Que tipo de gente frequenta a primeira classe? Realmente as passagens hoje em dia estão a preço de banana.

 

Vanessa respira fundo. VOLTA em Kelly. A aeromoça passa por ela com uma bandeja em mãos. Kelly cutuca a moça.

 

           KELLY
Oi, tudo bom? Como é que vai?

 

           AEROMOÇA
Pois não?

 

           KELLY
Eu gostaria, por favor, de um café quente.

           AEROMOÇA

Não temos, mas se a senhora preferir suco, água…

 

           KELLY
Moça, olha só a minha linda e maravilhosa cara. Foca nela. Agora me diz se eu, com toda a minha plenitude, vim até aqui pra tomar suco ou água? Água eu tomo em casa, a diferença é que ao invés de estar contida numa garrafinha fresca com palavras que não consigo identificar um “a”, é da torneira e está dentro de uma garrafa de dois litros de refrigerante.

 

           AEROMOÇA
Não podemos servir café quente dentro de um avião que a qualquer momento pode entrar em turbulência.

 

           KELLY
A única coisa que vai entrar em turbulência aqui é a sua cara, sua palhaça. Eu quero é café!

 

           AEROMOÇA
Mas temos champanhe.

 

           KELLY
Isso mesmo, traz o champanhe. Foi isso que eu disse.

 

A aeromoça sai. Neide passa a folhear uma revista.

 

           NEIDE

Meu Deus, mas essa gente adora andar nua. Misericórdia, olha só... Essa aqui só cobre o bico do peito.

 

Foco na revista. Mostra uma foto de Vanessa numa coluna social.

 

          NEIDE

Quanto reboco na cara, credo. E esse vestido laranja fluorescente? Ridículo. Se colocasse dois melões na orelha, dava uma feira completa.

 

O avião entra em turbulência e Neide deixa cair a revista, apavorada. A revista abre-se numa página em que mostra a imagem de Otávio Schumacher "O empresário do futuro" segundo diz a legenda. As três olham ao mesmo tempo para baixo.

 

           VANESSA/KELLY/NEIDE
Tavinho/Jujubinho/João! Quê?!

 

           VANESSA
Vocês conhecem meu marido?

 

           KELLY/NEIDE
Seu marido? Meu marido! Hã?

 

           VANESSA
Espera um pouco. Se Otávio Schumacher é o marido de nós três, isso quer dizer que...

 

Foco no rosto de cada uma.

 

           VANESSA

(Grita)

Vacas!

 

As três gritam e se atracam. Uma puxa o cabelo da outra. Tapas são trocados. Vanessa corre e as duas outras vão atrás.

 

CAM foca no corredor vazio e silencioso agora.

VOLTAM à cena, se atracando novamente e gritando. SAEM.

 

Corredor vazio e silencioso novamente.

 

Segundos depois a gritaria recomeça. Dessa vez, Kelly vem se arrastando pelo chão, Neide vem puxando seus pés e Kelly seu cabelo. Estão destruídas, como animais brigando por comida. Saem novamente de cena.

 

Neide volta correndo para o outro lado do corredor.

 

           NEIDE
Haha! Não me pega, não pega!

 

Vanessa e Kelly correm atrás dela.

 

           KELLY
Volta aqui!

 

           VANESSA
Foge não!

 

Somem. Voltam logo depois. Neide corre e ri, mas um sapato acerta sua cabeça e ela cai.

 

02 INT. AEROPORTO - DIA.

 

CAM. Otávio vem arrastando sua mala pelo aeroporto. PLANO BAIXO. Fala ao celular. Semblante irritado.

 

           OTÁVIO

(Tom)

Escuta aqui! Eu tô entrando nessa enrascada por sua causa, tá ouvindo? (T) Ado, não finge que não está escutando. (T) Não, aqui não tem nenhum aviso de chão molhado. O que isso tem a ver? (T) Não muda de assunto. Eu não vou escorregar!

 

Otávio escorrega no chão molhado. Cai. CAM pega seu celular deslizando pelo chão.

 

CORTA PARA.

 
     
     
     
     

SEGUNDO EPISÓDIO
 
     
 

03 INT. HOTEL, IBIZA - NOITE.

 

Neide, Kelly e Vanessa seguem ao balcão de atendimento com as malas arrastando, destruídas.

 

           VANESSA
Traídas.

 

           NEIDE
Excomungadas.

 

           KELLY
Esqueci meu celular dentro do avião.

 

           VANESSA
Hã?

 

           NEIDE
Oi?

 

           VANESSA
Todas nós levamos um belo par de chifres e você preocupada com o celular que esqueceu no avião?

 

           KELLY
(Indignada) Tinha a nova música da Mc Loma.

 

           NEIDE
Não importa!

 

           KELLY
Mas é o novo hit do verão!

 

Elas chegam ao balcão. Atendente sorri para Vanessa e esquece Kelly e Neide.

 

           ATENDENTE

O que deseja?

 

 

           NEIDE

Ei, não notou a gente aqui não?

 

 

           ATENDENTE

Desculpe.

 

           KELLY

Por que você sorriu pra ela e não sorriu pra gente? Por acaso você tem problema na locomoção da gengiva? Olha aqui, eu vou voltar naquela porta giratória e andar de lá até aqui novamente. Eu quero que você me atenda com sorrisão nessa sua cara de melão que custa cinqüenta reais na feira, deixando destacado esse teu batom de "vou me prostituir quando acabar o expediente", ou eu mesma Kelly Maria, vou aí e faço você sorrir nem que seja à base de aplausos na sua carinha. Palhaça!

 

Kelly, irritada, ajeita os peitos, pega a mala e volta até a porta giratória. Respira e põe os óculos de oncinha. Sai andando e chega novamente no balcão. A atendente lhe sorri.

 

           ATENDENTE

Pois não?

 

           KELLY

Tá vendo? Assim que eu gosto!
 

 

           VANESSA

Nós queremos um quarto.
 

 

           ATENDENTE

Um quarto? Vocês…

 

A atendente insinua. As três sacam.

 

           VANESSA

O quê? Não…

 

 

           KELLY

Imagina…

 

 

           NEIDE

Deus me defenderei.

 

 

           VANESSA

Um quarto pra mim, é claro.

 

 

           KELLY

Ih, tá achando o quê? Que eu não posso pagar, é? Fique você sabendo que o Tavinho me deu um cartão sem limite. Aqui oh!

 

Kelly tira de dentro da sua butina um cartão de crédito e mostra a Vanessa.

 

           NEIDE

É e eu também tenho um!

 

Neide também mostra o seu.
 

 

           VANESSA

Espera um pouco, se nós três temos cartões de crédito no nome do Otávio, quer dizer que tudo que comprarmos cai na conta dele... Vocês estão pensando o mesmo que eu tô pensando?

 

           NEIDE

Ir para o bar e se entupir de sorvete kibom?

 

 

As três se entreolham.

 

CORTE IMEDIATO PARA

 

04 INT. HOTEL, IBIZA- LOJAS - NOITE. 

 

ENTRA SONOPLASTIA: WHORT IT- FIFITH HARMONY

 

Risos. Vanessa, Kelly e Neide fazem compras e passam por todas as lojas do shopping do hotel. Takes e entrecortes de cartões sendo passados nas máquinas. Para. Foca em Kelly, que sorri e assopra o cartão, depois ri novamente e sai correndo de volta às compras.

 

= = CORTE DESCONTÍNUO = =

 

Vêm as três com as sacolas nas mãos em SLOW MOTION. Neide torce o pé e cai.

 

FIM DA SONOPLASTIA

 

CORTA PARA

 

05 INT. APARTAMENTO DE OTÁVIO, RIO DE JANEIRO - NOITE.

 

CAM. PLANO GERAL. Bagunça feita no apartamento, roupas espalhadas por toda parte. De súbito, Ado aparece pela câmera. Ajeita o óculos. Carrega um semblante obsessivo e descontrolado.

 

           ADO

Cadê? A droga da cueca vermelha só pode estar aqui... Eu vou te achar. Madame Zulmira vai ter que cumprir com o prometido e tacar a macumba no boy.

 

Ele volta a vasculhar as coisas de Otávio e suas gavetas no closet.

 

           ADO

Não é possível que não tenha uma só cueca vermelha aqui!

 

 

Ele fuça mais um pouco e enfim acaba encontrando a cueca vermelha no fim da última gaveta. Sorri, maquiavélico. 

 

          ADO

Agora sim, eu/

 

Se auto interrompe quando nota a fechadura do AP sendo forçada.

 

          ADO

Droga!

 

Pega a cueca e sai em disparada para a sacada, escondendo-se um pouco depois das portas de vidro. Atrás, no AP, CAM pega a faxineira adentrando com seu carrinho de utilidades. Põe as mãos sobre a cintura, indignada. 

 

          FAXINEIRA

Mas credo, heim? Essa gente rica faz uma bagunça que Deus benza. Tão chiques e refinados nas capas de revistas.. Aposto um pedaço da minha língua de como eles não comem pão com ovo quando estão sozinhos. Olha só...

 

Ado, ainda em seu esconderijo, torce para que a faxineira não o descobra. CAM pega ela chegando perto da sacada e a expressão simultânea de Ado apreensivo, mas ela para, dá de ombros e vira as costas.

 

          ADO

(Aliviado)

Ufa!

 

Som de celular tocando. Ado arregala os olhos e nota que é o seu.

 

          ADO

Merda, merda, merda! Apenas merda!

 

A faxineira estranha o barulho. 

 

          FAXINEIRA

O que é isso? Valha-me nossa senhora, é ladrão! 

 

A faxineira pega o rodo e aponta para a sacada, trêmula.

 

           FAXINEIRA

Olha aqui, eu sou formada em karatê, tá ouvindo?  

 

Ela faz o pai nosso. 

 

           FAXINEIRA

Apareça ou eu vou pegá-lo na base da peixeira! Inclusive estou com ela na mão, num sabe? Valha-me nossa senhora...

 

Ado cruza as mãos e fecha os olhos. 

 

           ADO

(Medo)

Senhor misericórdia! 

 

A faxineira continua a se aproximar. 

 

          FAXINEIRA

Livrai-me que eu sou frouxa e vou me mijar todinha!

 

 

          ADO

Misericórdia, misericórdia…

 

 

          FAXINEIRA

Mas se essa é minha missão…

 

 

          ADO

Eu sou lindo demais pra morrer…

 

 

          FAXINEIRA

Que assim seja.

 

 

          ADO

Ai!

 

 

          FAXINEIRA

La vai!

 

A faxineira invade a sacada com o rodo em mãos, gritando alvoroçada.

 

          FAXINEIRA

Apareça, "fi" de uma égua!

 

Mas para imediatamente ao notar que não havia ninguém lá. Ela larga o rodo e se desmancha inteira.

 

          FAXINEIRA

Ui!

 

CORTE IMEDIATO PARA

 

06 EXT. CONDOMÍNIO - NOITE.

 

PLANO GERAL em todo o local luxuoso e sofisticado, onde se encontra uma enorme piscina de águas cristalinas e azuis. Surge Ado a pôr a cabeça para fora, com difixuldade de respirar.

 

          ADO

Consegui... Consegui! Ufa. Ai meu Deus...

 

Ado espreme a cueca vermelha e olha diretamente para o alto do condomínio onde se encontra o apartamento de Otávio e Vanessa.

 

          ADO

Sabia que aquelas aulas acrobacia aeróbica e nado sincronizado iam servir para alguma coisa.

 

Ele respira e sai da água. Anda encolhido em direção ao portão. Ao alcançá-lo, sai desesperado e se joga frente à um taxi.

 

          ADO

Taxi!

 

Ele abre a porta do carro, entra e o veículo parte.

 

CORTA PARA

 

07 INT. HOTEL, IBIZA, FESTA - NOITE.

 

Som bastante alto. Muitas pessoas dançando na pista. Há luzes de todas as cores piscando no local, dando um aspecto sofisticado e o mesmo tempo cool ao local.

CAM foca em Neide, no bar. Ela está pensativa. Subitamente, um homem surge ao seu lado. 30 anos, cabelos pretos, olhos azuis. Traja uma roupa justa em seu corpo.

 

           ARTHUR

(Sorri)

Oi.

 

Neide o olho, exausta.

 

           NEIDE

Tchau.

 

 

           ARTHUR

Chifre?

 

 

           NEIDE

Em?

 

 

           ARTHUR

Todo mundo leva um algum dia, mesmo que inconscientemente.

 

 

           NEIDE

Nem sei do que você tá falando, criatura.

 

 

           ARTHUR

Você é aquele tipo de corna conformada que vem no bar e não tem coragem de tomar algo forte o suficiente para azedar de vez a vida.

 

 

           NEIDE

Corna conformada não. E outra, eu vou pedir uma coisa bem forte aqui, você vai ver. Vou estravazar! Hoje eu saio daqui ou presa ou não.

 

 

Neide bate com a mão no balcão. 

 

           NEIDE

Me vê aí um suco de limão sem açúcar!

 

A música da festa é trocada. ENTRA HAVANA- CAMILA CABELO. 

 

           ARTHUR

Gosto dessa música! O que seria do mundo sem música?

 

Arthur puxa Neide para a pista de dança.

 

          NEIDE

Olha aqui, você já está me estressando. Dá pra parar. Afasta o pecado de mim, senhor. Porque com a raiva que eu tô aqui e as coisas que estou pensando, eu poderia ser queimada em solo sagrado!

 

 

          ARTHUR

(Sotaque fajuto)

Tiengue fuego na ratchitcha?

 

 

          NEIDE

Não tiengue fuego nada. Deixa a minha ratchitcha aqui, porque minha ratchitcha no tiengue fuego.

 

Arthur leva Neide para perto dele e a obriga a dançar uma espécie de tango Macarena. Neide fica tonta de tanto girar.

 

           NEIDE

Eu tô um pouquinho tonta!

 

           ARTHUR

Relaxa! Comigo você está segura!

 

 

Arthur a gira Neide e ela cai no chão. 

 

CORTA PARA

 

08 INT. HOTEL, IBIZA, SHOPPING - NOITE.

 

Vanessa e Kelly caminham pelas lojas do shopping. Elas observam os preços e os vestidos, entediadas.

 

          VANESSA

Acho que torrar o cartão do Otávio não tá ajudando.

 

 

          KELLY

Nunca pensei que gastar tanto dinheiro seria tão chato.

 

 

          VANESSA

Poderíamos fazer algo mais produtivo com ele.

 

 

          KELLY

Tipo botar silicone?

 

 

          VANESSA

Não! Tipo... Tipo...

 

Vanessa avista um vestido na loja vizinha. Ela retira os óculos. Nota uma funcionária retirando-o da vitrine.

 

          VANESSA

Ah, meu Deus! Que vestido é aquele?

 

Kelly avista.

 

           KELLY

E aquele salto plataforma bafônico que, sabe aquela jornalista loira do Blog da Zih?

 

 

           VANESSA

Cristina Ravela?

 

 

           KELLY

Isso mesmo. Poxa vida, tava um arraso. Pena que ela enganchou no tapete vermelho e caiu por cima de alguns jornalistas, mas... O salto é lindo!

 

 

           VANESSA

Tá pensando o mesmo que eu tô pensando?

 

 

           KELLY

Pintar o cabelo de loiro e parecer a Cristina Ravela?

 

 

           VANESSA

Não!

 

 

Vanessa revira os olhos e sai andando.

 

           KELLY

Então por quê manda adivinhar seus pensamentos? Eles nunca são os mesmos que os meus.

 

 

Kelly segue atrás dela.

 

09 INT. HOTEL, IBIZA, LOJA VIZINHA - NOITE.

 

Vanessa e Kelly acabam de chegar à loja e correm até o balcão.

 

           VANESSA

Queremos aquele vestido!

 

 

           KELLY

E o salto!

 

 

           VENDEDORA

Desculpe, mas já adquiriram os dois.

 

 

           KELLY

Quem?

 

As duas se entreolham.

 

= = CORTE DESCONTÍNUO = =

 

Vanessa e Kelly abrem o provador. Revela Cristina Ravela, que se assusta.

 

           CRISTINA

Mas o que é isso?

 

Vanessa e Kelly se surpreendem.

 

           VANESSA

Eu não acredito que você está aqui!

 

 

           KELLY

Pois é! Ela tá comprando o mesmo salto da noite que ela tropeçou no tapete vermelho, que louca!

 

 

           CRISTINA

O que vocês querem?

 

 

           VANESSA

O vestido.

 

 

           KELLY

E o salto! Arrrg!

 

           CRISTINA

Impossível! Tenho um evento importantíssimo depois daqui.

 

 

           KELLY

Vai ter tapetes lá?

 

 

           CRISTINA

Eu me desequilibrei!

 

 

           VANESSA

Deu pra ver na revista que o salto enrolou no tapete!

 

 

           CRISTINA

Ai que maldade! Foi do mesmo editor que tirou o umbigo da Fernanda Vasconcellos na propaganda da Havaianas!

 

 

           VANESSA

Tira logo esse vestido!

 

 

           KELLY

E o salto!

 

 

           CRISTINA

Arranjem outro vestido e salto se quiserem brilhar como eu. Estejam cientes desde já que seus nomes não conseguirão uma meia linha riscada se quer no meu blog.

 

 

Cristina vira-se para o espelho. Kelly e Vanessa olham uma para outra e dão de ombros.

 

           KELLY/VANESSA

 

As duas atacam Cristina. No GRITO dela.

 

FADE TO BLACK.

 
     
     

AUTOR
Everton Brito


APRESENTANDO
 

WAGNER SANTISTEBAN...................................Otávio
INGRID GUIMARÃES....................................Vanessa
BIANCA COMPARATO......................................Neide
ROBERTA RODRIGUES.....................................Kelly
GEORGE SAUMA............................................Ado
THIAGO LACERDA.......................................Arthur
 

 

PARTICIPAÇÃO ESPECIAL

 

THALITA CARAUTA....................................Faxineira
CRISTINA RAVELA....................................Ela mesma
 

  

TRILHA SONORA

 

WHORT IT......................................Fifith Harmony
HAVANA........................................Camila Cabello

PRODUÇÃO
Bruno Olsen
Cristina Ravela


Esta é uma obra de ficção virtual sem fins lucrativos. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.


REALIZAÇÃO


Copyright
© 2018 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução

.aaa.
.aaa.

Compartilhar:

 
Copyright © WebTV | Design by OddThemes